terça-feira, 9 de abril de 2019

ECONOMIA


Encontro empresarial discute oportunidades de crédito em Imperatriz
Evento foi realizado pelo BNB em parceria com Imperatriz Medical Center, Plainar, Sebrae e ACII.
Aconteceu nesta última segunda-feira (08), no hall do Imperatriz Medical Center, em Imperatriz, um encontro que reuniu empresários da cidade, juntamente com a equipe gerencial do Banco do Nordeste, incluindo o superintendente estadual do banco, Expedito Neiva, para uma apresentação sobre oportunidades de crédito destinado à micro e pequenas empresas e empreendimentos de pequeno e médio porte. O evento foi realizado em parceria com o Imperatriz Medical Center, Plainar, Sebrae e Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII).
Durante a ação, foram realizadas orientações sobre o ritual de processo de crédito e apresentadas as condições exclusivas que o BNB oferece. O superintendente estadual do banco, Expedito Neiva, explicou que a oportunidade é muito importante para os que pretendem começar ou impulsionar seu negócio. “Aqui explicamos o passo a passo de como o cliente pode iniciar esse financiamento junto ao banco, detalhando todos os programas de crédito do Banco do Nordeste”, ressaltou.
O presidente da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), Guilherme Maia, também ressaltou os benefícios que eventos como esse podem agregar à cidade. “Sem os recursos e investimentos do BNB em Imperatriz, nós não estaríamos crescendo da maneira que estamos hoje. Sabemos da importância de tudo isso para a cidade, pois faz muita diferença pro comércio local e sabemos também do potencial da classe empresarial da cidade, para impulsionar a nossa economia”, apontou.
Um dos parceiros do encontro, o empresário Gláucio Serafim destacou o objetivo da parceria entre o banco e o Imperatriz Medical Center. “Queríamos fazer essa aproximação com o banco, para que a gente consiga proporcionar uma facilidade, um acesso direto ao crédito para que cada empresa consiga realizar suas instalações, especialmente aqui dentro do Imperatriz Medical Center. Nossa expectativa é que logo mais Imperatriz possa receber esse empreendimento completo, com lojas bem equipadas para atender a todos”, finaliza.

Prefeitura intensifica assistência aos desabrigados


Assistentes Sociais da Sedes iniciaram visitas domiciliares e elaboram mapa estratégico de ações emergências

por Maria Almeida

Em continuidade ao trabalho de assistência aos desabrigados pelas enchentes, Secretaria de Desenvolvimento Social, Sedes, iniciou na manhã desta segunda feira, 08, visitas às famílias que já retornaram às suas residências. Do ponto de apoio na Praça da Voz do Parque Alvorada, equipes de assistentes sociais saem de casa em casa fazendo cadastro e levantamento das principais perdas para definir uma nova estratégia de atendimento aos moradores, de acordo com as demandas de cada um.
O trabalho começou pelas ruas, Primavera, Profeta Isaías, São Luís, Principal, Antiga Principal, São José, 07 de Setembro, da Lua, do Sol, do Buriti e São Domingos. Está sendo feito um levantamento sobre danos e necessidades mais urgentes. “Começamos por aqui, mas passaremos por todos os bairros atingidos, mapeando essas famílias para direcionar os donativos de forma mais organizada e também para providenciar benefícios necessários, explicou a secretária Janaina Ramos.
Ela informa que no fim de semana já foram cadastradas cerca de 120 famílias no Parque Alvorada, sendo 60 das que estão sendo atendidas integralmente na quadra e 62 das que estavam abrigadas em casa de parentes, amigos, igrejas e demais instituições. “Desde sexta feira as famílias desabrigadas estão sendo assistidas com alimentação, cadastros, atividades de recreação e entrega de roupas, colchões, material de higiene pessoal, fraldas e cestas básicas”, afirmou Janaina.
De acordo com a secretária, esses donativos também foram entregues nas comunidades dos bairros Mutirão, Vila Ipiranga, e Cacauzinho. Ao todo, cerca de 800 famílias já foram atendidas pelas equipes da Sedes com este serviço. Só no domingo, saíram do Restaurante Popular mais de 700 marmitex servidos no almoço e sopa para 400 pessoas no jantar. Durante esta semana, 08 a 12, toda comida produzida continuará sendo destinada a essas famílias.
“Estamos em estado de calamidade pública. Muitas famílias permanecem desabrigadas pois suas casas não oferecem mais condições de moradia e boa parte dos que estão retornando perderam praticamente 100% de seus imóveis. Quem puder, nos procure para doar, contamos com a compreensão e colaboração de todos”, pediu a secretária.

Imagens:

Chuvas deixam rastros de destruição e afetados tentam retomar rotina


População do Parque Alvorada I e II retorna às residências e recebem apoio da Prefeitura

por Luana Barros

Nesta segunda-feira, 08, três dias após os alagamentos, cerca de 2.500 pessoas afetadas diretamente na situação de calamidade pública em que se encontram alguns bairros de Imperatriz, voltam às suas residências. Com ajuda da Força Tarefa liderada pela Prefeitura, por meio da Defesa Civil, tentam reconstruir o que a chuva levou e, com suporte da Secretaria de Desenvolvimento Social, Sedes, moradores do Parque Alvorada I e II apresentam suas necessidades e demandas mais urgentes.
Durante toda esta segunda-feira, Assistentes Sociais da Sedes visitam as famílias e elaboram o mapa estratégico de ações emergências. As ações integradas envolvem também Defesa Civil, Infraestrutura, Limpeza Pública, Saúde, Educação e todos os órgãos municipais, além do apoio da Defesa Civil Nacional.
Francisco Pereira, tem 46 anos, mora com a mãe de 63 anos e o filho de 11 anos, autista. Durante a movimentação de retorno para casa, na manhã de hoje, ele relata a experiência e afirma ser a mais triste de sua vida. “Era 2h da manhã, quando a vizinha nos acordou e avisou do alagamento, mas quando vimos, não deu tempo de salvar muita coisa, apenas a geladeira. Era muita água e muito rápido foi levando tudo. Hoje, estamos voltando para nossa casa e só encontramos tristeza".
O morador fala ainda que nunca tinha visto uma enchente de tamanha proporção. “Moro no Parque Alvorada II desde 1991, já enfrentamos alguns alagamentos aqui, mas não como a de agora. Quando a água invadiu nossa casa, fomos para a praça e depois nos alojamos na casa do meu irmão aqui do lado, que é de andar. Logo de manhã chegou a Defesa Civil, Bombeiros e Exército e eu também fiquei ajudando os vizinhos”, relatou.
Para Miriam dos Santos Araújo, 46 anos, que há 16 anos mora no Parque Alvorada I, a ajuda dos órgãos e de voluntários tem sido crucial para a reconstrução do bairro e da vida de sua família. “Eu estava dormindo quando meu marido gritou e acordou todo mundo, somos cinco pessoas lá em casa eu, meu esposo e filhos. A água já tomava toda a casa e chegava até nossa cama. Saímos bem rápido e procuramos abrigo em outra rua que as casas tem calçadas mais altas e lá ficamos até amanhecer o dia. Aqui na quadra pegamos roupas, alimentos e agora precisamos de móveis, pois perdemos os nossos”, afirmou.
A maioria das famílias perdeu bens materiais e agora seguem na luta para conquistar novamente o que a chuva levou. É o caso de Rosana Mesquita, 43 anos, que comercializa lanches e café da manhã há cinco anos, no Parque Alvorada II. “Quando levantei de madrugada para fazer os lanches para vender vi a água entrando, só fui chamar meu filho e de repente a água tomou conta de tudo. Conseguimos salvar algumas coisas, colocando em cima das mesas. Á água parecia uma enxurrada e só com 24h o nível baixou. Agora é reconstruir o que perdemos com muita luta e sacrifício."

Imagens:

Limpeza Pública atua na reconstrução das áreas atingidas pelas enchentes


Na 1° etapa desta semana, agentes da SLP colaboram na recomposição dos bairros Parque Alvorada I e II

por Luana Barros

O momento é de reconstrução. Para isso, a Prefeitura, por meio da Limpeza Pública atua nas áreas mais críticas, afetadas pelas enchentes em Imperatriz. Em regime de plantão, equipes e frota de caminhões dos serviços de Cata Treco, Coleta Seletiva, roço, varrição manual e mecanizada, colaboram na recomposição dos bairros Parque Alvorada I e II.
"Nossas equipes desde sexta-feira, 5, ajudam os moradores. Estamos tirando lixos, recolhendo entulhos e pegando os móveis que pelas forças das águas estão inutilizáveis. Queremos contribuir para reconstruir a vida dessas pessoas", explicou o secretário de Limpeza Pública, Alan Jhones.
Além disso, ainda na sexta-feira, equipes de poda de árvores atuaram em pontos críticos para retirada de galhos e árvores que caíram durante a chuva e estavam obstruindo a passagem da água e o tráfego de automóveis em todas as áreas afetadas.
A Limpeza Pública mantém ainda equipe na quadra poliesportiva do bairro Parque Alvorada I, onde cerca de 450 pessoas estão alojadas e assistidas com ações de Saúde, entrega de donativos e alimentação. A Secretaria de Infraestrutura montou, nas proximidades do ambiente, banheiros públicos para utilização dos moradores.

Imagens:

Prefeitura antecipa campanha de vacinação contra gripe aos desabrigados

S.O.S IMPERATRIZ


Realizada pela Secretaria Municipal de Saúde, a ação disponibiliza vacina contra tétano, gripe e febre amarela

por João Rodrigues

As ações de saúde voltadas às famílias desabrigadas pelas chuvas nos bairros Parque Alvorada I e II, Vila Ipiranga, Vila Nova e Povoado Cacauzinho foram reforçadas pela Prefeitura de Imperatriz nesta segunda-feira, 8, com vacinação contra gripe, tétano e febre amarela, além da dedetização com o carro fumacê. Por determinação do prefeito Assis Ramos, desde sexta-feira, 5, equipes de médicos e enfermeiros da Semus, com apoio de estudantes de medicina da Universidade Federal do Maranhão, UFMA, iniciaram atendimento às famílias em dois pontos de apoio no Parque Alvorada I.
A coordenadora do Setor de Imunização, Socorro Ribeiro, explicou que devido ao estado de calamidade pública o qual se encontra Imperatriz, a Secretaria Municipal de Saúde, Semus, antecipou a campanha vacinação contra a gripe, que será realizada em todo o país a partir do dia 10. Para a vacinação, nesta segunda e terça-feira, sempre no período da manhã, foram disponibilizadas 400 doses de vacinas. “Se tiver uma pessoa gripada pode transmitir para outras pessoas e como a campanha da Influenza já inicia dia 10 antecipamos para atender todas essas pessoas que estão aglomeradas aqui”, lembrou.
Além da prevenção contra a Infuenza, estão sendo aplicadas vacinas contra outras doenças como Difteria e Tétano e Hepatite B para adultos. Também está sendo atualizado o calendário vacinal das crianças. No caso delas há todas as vacinas disponíveis no atendimento no ginásio poliesportivo do Parque Alvorada I. “Muitas mães estão com as carteirinhas em dia, são poucas doses que estão faltando aplicar em adultos e as crianças estão praticamente todas vacinadas. Como a antecipação da vacina, essas pessoas não vão precisar ir mais aos postos na campanha nacional”, complementou.
Grávida de seis meses do oitavo filho, a dona de casa, Francinalva Ribeiro Almeida, 28 anos, foi uma das pessoas imunizadas no ginásio poliesportivo. “Acho importante essa vacinação que a Prefeitura está fazendo porque é para prevenir as doenças”, disse a mulher que teve a casa alagada duas vezes pelas chuvas na mesma semana. Na primeira, após a forte chuva de domingo e madrugada de segunda-feira da semana passada ela e família foram abrigadas numa igreja e na segunda enchente, na sexta-feira, até a igreja ficou debaixo d'água e ela e a família foram transferidos para o ginásio poliesportivo. “A água chegou no telhado, perdemos tudo” disse.
O gesseiro Gineton Ribeiro Rocha, 40 anos, pai de três filhos menores de 4, 7 e 15 anos, disse que na primeira grande chuva a água chegou perto de casa, mas na segunda não teve escapatória. “A mãe já vacinou e só falta eu e minha menina aqui. Sei que é muito importante essa vacinação da Secretaria de Saúde para a gente se prevenir contra as doenças, porque quando fui na minha casa tinha muita contaminação e catinga que parecia uma fossa”, observou.
O secretário Municipal de saúde, Alair Firmiano, destacou que deste sexta-feira, 05, a força-tarefa da Saúde está em ação com médicos, enfermeiros, laboratórios, medicamentos e curativos para os desabrigados em pontos de apoio. Ele lembrou que mesmo as pessoas que foram desabrigadas e estão na casa de parentes podem procurar os locais de apoio ou o posto de Saúde mais próximo para se imunizar, mas destacou que o Município, também, precisa de mais ajuda com recursos junto ao Governo Federal. “Levar saúde até essas pessoas, significa melhorar sua qualidade de vida, e, sobretudo, garantir acesso aos serviços da Atenção Primária, que tem por missão evitar o adoecimento e também tratar doenças", afirmou Alair.
Palestra para agentes de endemias
A partir desta terça-feira, os Agentes de Endemias vão atuar nas áreas que foram alagadas pelo transbordamento dos riachos após a grande chuva da semana passada. Para isso, eles participaram de uma palestra nesta segunda-feira no auditório da Semus para serem informados sobre algumas medidas a serem adotadas durante a ação com as famílias.
“São 116 pessoas, fora a equipe de Controle Vetorial, supervisores, chefes de campo, agentes, todo mundo em campo. Os Agentes Comunitários de Saúde, também, vão participar, mas apenas os agentes de endemias participam deste treinamento”, disse a coordenadora de Vetores, Gisele Maria Lisboa.
Na palestra que contou com a participação de técnicos da Semus foram abordados temas como a prevenção a ataques de animais peçonhentos como cobras, lagartas e escorpiões e o uso de hipoclorito. “Objetivo é que os agentes possam detectar riscos sanitários durante visitas aos domicílios, orientar moradores e melhorar a saúde na cidade”, finalizou Gisele.
Os agentes terão uma atenção especial para o combate aos focos do mosquito Aedes Aegipty, transmissor da dengue, chikungunya e Zica.

Imagens:

Doze escolas e creches da rede municipal têm estruturas afetadas pela inundação

S.O.S IMPERATRIZ


Semed realiza levantamento de prejuízos e limpeza da lama

por Sara Ribeiro

Doze escolas e creches da rede municipal de ensino foram afetadas com a forte chuva que acometeu Imperatriz na última sexta-feira, 05. A Secretaria Municipal de Educação, Semed, com equipe do Setor de Levantamento de Situação Escolar, LSE e Almoxarifado, iniciou nesta segunda-feira, 08, o  levantamento de prejuízos das unidades escolares, lavagem dos ambientes e revisão das instalações elétricas. 
Josenildo Ferreira, secretário da pasta, que durante fim de semana, esteve engajado na entrega de donativos às famílias vítimas dos alagamentos, esclarece que todas as medidas necessárias para os reparos das instituições já estão em andamento. “Desde a sexta-feira que nossa equipe foi acionada para auxílio das escolas, em suspensão da mobília, retirada de eletrodomésticos e outros objetos que fossem preciso para evitar maiores prejuízos as escolas”, explicou.
As aulas serão retomadas após organização do ambiente escolar. O secretário revelou ainda que todo material que foi destruído será recolhido e contabilizado para que seja feita a substituição pela Semed. Aqueles retirados para não danificar, também estão sendo devolvidos. “Além disso, quero registrar meu agradecimento especial as equipes gestoras, aos servidores das escolas que fizeram de tudo para ajudar no momento crítico e pela disponibilidade em auxiliar na limpeza”, agradeceu.
As escolas e creches mais afetadas foram: Ipiranga, José de Ribamar Garros, Pirangi, Santo Inácio de Loyola, Pedro Abreu, Santa Terezinha, Santa Rita, Frei Tadeu, Presidente Costa e Silva, Santa Maria, Giovanni Zanni e Marly Sarney.

Imagens:

Prorrogado prazo para atualização cadastral dos beneficiários do Canto da Serra

PRORROGAÇÃO


Novo prazo vai de 09 a 23 de abril

por Maria Almeida

A Secretaria de Desenvolvimento Social, Sedes, publicou na manhã desta segunda-feira, 08, edital de reconvocação dos beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida do Residencial Canto da Serra, relacionados em lista para atualização cadastral. Retardatários têm de 09 a 23 de abril para apresentar documentação. Interessados devem procurar a Sedes, Rua Hermes da Fonseca Nº 49, das 8h às 14h.
Essa é a última chance para quem ainda não atualizou documentação. A secretária de Desenvolvimento Social, Janaina Ramos, ressalta que é de interesse máximo da gestão o atendimento das famílias contempladas no sorteio, por isso recorreu para que o prazo fosse prorrogado para mais 15 dias, no entanto, alerta que quem não comparecer até a data de encerramento, perderá o direito ao imóvel.
"Foram convocados 841 sorteados, e estes, têm a obrigação de se apresentar no prazo estipulado, pois o não comparecimento e/ou a não apresentação da referida documentação no prazo previsto, implicará na eliminação do notificado do programa, permitindo chamamento, pela ordem, de um novo interessado presente no Cadastro de Reserva", explicou a secretária.
Processo está sendo feito a pedido da Caixa Econômica Federal, para que eles possam dar continuidade às análises de crédito de quem ainda não teve financiamento aprovado. “É importante destacar que essa atualização é apenas para quem constar na lista, que pode ser consultada no site da prefeitura, no mural da Sedes e nos murais dos nossos Centros de Referência em Assistência Social, CRAS´s”, esclareceu Janaina.
No ato, todos os beneficiários deverão estar munidos dos seguintes documentos:
- Identidade (do titular e do cônjuge);
- CPF (do titular e do cônjuge);
- Certidão de nascimento (se solteiro);
- Certidão de casamento (se casado);
- Certidão de Casamento com Averbação do Divórcio (se divorciado);
- Certidão de óbito (se viúvo);      
- Atestado Médico com número do CID (Pessoa com Deficiência);
- Comprovante de residência (conta de energia ou água atual);
- Folha resumo do CadÚnico (solicitar nos CRAS);
- Procuração Pública (se analfabeto, modelo em anexo);


Imagens:

Caminhada em prol ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo reúne centenas de pessoas


Objetivo é alertar a sociedade sobre Transtorno do Espectro Autista (TEA)

por Eliza Machado

Para lembrar o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, 02 de abril, e conscientizar a população sobre os cuidados necessários com as crianças com transtorno, foi realizado no último sábado, 06, uma caminhada pela cidade contou com a participação de médicos, psicólogos, assistentes sociais e familiares.
O evento foi promovido pela Associação de Familiares e Amigos de Pessoas com Autismo de Imperatriz, Afagai e apoio da Prefeitura de Imperatriz, por meio da Rede de Saúde Mental, do Centro de Atenção Psicossocial Infantil, CAPS/IJ.
Nádia Borges de Araújo Ferreira, psicóloga do CAPS e membro da Afagai, explica que a caminhada é relevante para conscientizar e esclarecer a população. “A pessoa com autismo tem direitos, ela pode se socializar. Nós precisamos conhecer mais sobre esse assunto para sabermos como lidar com pessoas que possuem e convivem com essa deficiência. A ação vem marcar a nossa luta de todos os dias por esta causa”, ressaltou.
Para Dona Edelvis Martins, que tem um neto com autismo e faz acompanhamento desde os dois anos, a caminhada desperta a população para a luta que muitas famílias enfrentam. “As crianças com autismo, apresentam dificuldades de se relacionar com crianças da mesma idade, a maioria se mostram inquietas e muitas pessoas não entendem e criticam” ressaltou.
A Município oferece apoio e tratamento. Para ter acesso ao serviço a comunidade deve procurar o CAPS/IJ que disponibiliza psiquiatra, psicólogo, assistente social, pedagogo, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, educador físico, nutricionista, enfermeiro, técnico em enfermagem, cuidador social, oficineira e instrutores de teatro e música.
Colaboração Amanda Machado

Imagens: