segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

"Estação Juventude" abre processo seletivo para contratação de profissionais


Processo contará com avaliação curricular de títulos e experiência profissional

por Francisco Lima

A Prefeitura de Imperatriz abrirá, entre os dias 22 a 24 deste mês, as inscrições do processo seletivo simplificado, destinado à contratação de vagas temporárias e imediatas aos cargos de nível médio e superior. Os classificados atuarão na função de assistentes e oficineiros nos cursos de formação ético social do Programa Estação Juventude 2.0, da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude, Sedel.
O certame  será realizado pela Secretaria Municipal de Administração e Modernização, Seamo, através da comissão organizadora, que ficará responsável pela admissão dos servidores. Seletivo contará com avaliação curricular de títulos e experiência profissional – caráter classificatório e eliminatório.
De acordo com edital, as inscrições serão gratuitas e realizadas apenas na forma presencial,  na Secretaria Municipal de Esportes, anexo ao Estádio Frei Epifânio. O resultado final será divulgado no site oficial da Prefeitura http://www.imperatriz.ma.gov.br e no mural de entrada da Sedel, em 7 de fevereiro.
O secretário municipal de Administração e Modernização, Seamo, José Antônio Pereira, enfatiza que os candidatos devem ler atentamente o edital antes de preencher a ficha de inscrição disponibilizado no site da Prefeitura“Para a classificação, serão analisados vários requisitos, como experiência profissional e títulos para as quais serão atribuídas uma pontuação. Informações deverão ser entregues em envelope A4 na sede da Sedel, conforme as normas oficiais do edital”, explica.
Cronograma
22 a 24/1º - Inscrições e entrega de títulos;
25 a 29/1º - Avaliação de títulos;
1º/02 - Resultado da avaliação de títulos;
4 a 5/02 - Período recurso da prova de títulos;
7/02 - Resultado final pós recurso.

Imagens:

Guarda Municipal e Setran serão qualificadas em Operação e Instrução de Tecnologias não letais ofertado à


Iniciativa segue diretrizes do Ministério da Justiça e Secretaria Nacional de Segurança Pública

por Luana Barros

Com objetivo promover segurança pública municipal e viária em Imperatriz, representantes da Guarda Municipal e Secretaria de Trânsito e Transportes, Setran, participarão de curso sobre instrução de tecnologias não letais no Rio de Janeiro, entre os dias 5 a 7 de fevereiro. 
O comandante geral da Guarda Municipal, José Ribeiro de Oliveira, esclarece motivo da iniciativa da Prefeitura: "A expectativa é de fazer o curso de Operação de Tecnologias não letais para que tenhamos junto ao quadro da Guarda Municipal instrutores e operadores dessas tecnologias para capacitação dos guardas municipais que forem aprovados e nomeados, o que vai racionalizar recursos.” 
“Proteger o cidadão, o patrimônio e os bens do município fazem parte da atividade de Guarda Municipal e no âmbito da Segurança Pública Viária, aos Agentes de Trânsito, ambos, integrantes do Sistema Integrado de Segurança Pública, conforme Lei Federal, 13.675/2018,” informa Victor Amorim, Assessor Jurídico da Setran.
O curso segue diretrizes do Ministério da Justiça e de Seguranças Pública, e da Secretaria Nacional de Segurança Pública, SENASP, com instrutores de referência nacional e internacional, e habilitará servidores do Município para que realizem as instruções, diminuindo gastos.

Imagens:

Seplu quer evitar distribuição desordenada de torres de telefonia móvel

Ação atende exigência da Lei Geral das Antenas

por Léo Costa

Com objetivo de disciplinar a instalação e funcionamento de torres de telefonia móvel no município, a Prefeitura de Imperatriz, através da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano, Seplu, solicitou, via ofício, informações das operadoras sobre a localização desses equipamentos onde funcionam as estações de rádio base, ERBs.
ERBs são recursos que fazem a conexão entre os telefones celulares e a companhia telefônica. É a denominação dada em um sistema de telefonia celular para a Estação Fixa com que os terminais móveis se comunicam.
“Com base nos dados das empresas será feito estudo de campo pela equipe técnica da Seplu. O que queremos é evitar a distribuição desordenada de torres na cidade. A instalação e funcionamento delas vem gerando uma série de questionamentos por parte da coletividade ao poder público, disse Fidélis Uchôa, secretário de Planejamento Urbano.
A ação atende exigência da Lei Geral das Antenas, nº 13.116, de 20 de abril de 2015, que estabelece normas gerais para implantação e compartilhamento da infraestrutura de telecomunicações.
“A legislação torna obrigatório o compartilhamento da capacidade excedente da infraestrutura de suporte, exceto quando houver justificado motivo técnico. Ela determina que as novas antenas devem ser planejadas para permitir seu compartilhamento pelo maior número possível de prestadoras, sempre observando a preservação do patrimônio urbanístico, histórico, cultural, turístico e paisagístico”, destacou o titular da Seplu.
Por conta do aumento na demanda de celulares, e, por uma questão de concorrência entre as empresas concessionárias, acelerou-se a disputa por mercados e clientes e gerando um aumento na área de cobertura da empresa, o que se realiza através da instalação de estações de rádio base.
Imperatriz, com 258.016 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, conta com serviços de quatro operadoras: TIM Brasil, subsidiária da Telecom Itália; Oi, concessionária de serviços de telecomunicações do Brasil; Claro Telecom Participações S.A; e Vivo, marca comercial da Telefônica Brasil.

Imagens:



Samu Regional Imperatriz ganha seis desfibriladores novos


Aparelhos serão utilizados nas ambulâncias de Suporte Básico do Samu.

por João Rodrigues

Iniciado há dois anos, o processo de estruturação que culminou com a certificação do Samu Regional Imperatriz pelo Ministério da Saúde, teve mais uma etapa concluída com sucesso nesta sexta-feira, 18, com a entrega seis desfibriladores cardíacos, aparelhos empregados para tentar evitar morte por parada cardíaca. As máquinas serão utilizadas nas ambulâncias de Suporte Básico do Samu, uma vez que as Unidades de Suporte Avançado já dispõem desse recurso.
O secretário de Saúde, Alair Firmiano explicou que o aparelho é obrigatório dentro de cada ambulância para a utilização em pacientes que apresentem problemas cardíacos. O não atendimento em curto espaço de tempo pode levar o paciente a morte, antes mesmo de chegar ao hospital e com esse recurso, médicos, enfermeiros e demais profissionais devidamente treinados poderão prestar o socorro imediato dentro da ambulância.
“As ambulâncias de suporte avançado já têm esse equipamento de fábrica e essas das unidade básica nós temos que adquirir para garantir estrutura no socorro”, disse.
Os desfibriladores foram adquiridos pelo Município de Imperatriz com recursos oriundos de emenda parlamentar. Dentre os seis aparelhos, um será destinado ao Posto Avançado do Samu no Povoado Coquelândia, zona rural de Imperatriz.
O diretor do Samu Regional, Alexsandro Freitas ressaltou que desde 2009 o Samu não contava com esse equipamento, que só agora chega ao órgão como resultado de um esforço concentrado da gestão por meio do secretário Alair Firmiano e do prefeito Assis Ramos.


Imagens:

"Torcida Cidadã" abre temporada com alunos da Escola Municipal Santo Amaro

INCLUSÃO


Crianças da zona rural assistiram partida do Imperatriz acompanhadas do prefeito Assis Ramos

por João Rodrigues

A primeira edição do “Torcida Cidadã” de 2019 foi inesquecível para 25 alunos da Escola Municipal Santo Amaro, no povoado Matança, Estrada do Arroz, que acompanharam da tribuna de honra ao lado do prefeito Assis Ramos, a estreia do Imperatriz no Campeonato Maranhense contra o Santa Quitéria, no último sábado.
Desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, Sedel, o projeto já beneficiou centenas de crianças e adolescentes de escolas públicas e projetos sociais nas partidas oficiais do Cavalo de Aço.
“Estou gostando muito de vir aqui, nunca tinha entrado no Estádio para ver um jogo como este. Estou feliz”, revelou o estudante Ìtalo Sousa Diniz, ao lado dos colegas.
Para a estudante Maria Elis Ribeiro Lima, 13 anos, aquela visita era algo inesquecível e difícil de explicar: “Para mim é muito gratificante participar deste projeto, representa muito na minha vida, é algo maravilhoso”, falou emocionada à beira do gramado.
Após acompanharem de perto os rituais do início da partida, todas as crianças do projeto social foram levadas para a tribuna de honra, onde foram recebidas e assistiram a partida em companhia do prefeito Assis Ramos e família. Também prestigiaram o jogo, os secretários municipais de Esporte, Eudes Feitosa, e Desenvolvimento Econômico, Josivaldo Melo.
"Viemos trazer nossas vibrações positivas ao Cavalo de Aço, que tanto nos orgulha levando o nome de nossa cidade aos campeonatos. E hoje, estamos acompanhados de nossos alunos da rede municipal, que abrilhantam a torcida", comentou o prefeito Assis Ramos.
O secretário de Esportes, Eudes Feitosa, ressaltou que projeto vem atingindo seus objetivos que é promover a inclusão de crianças e adolescentes nos jogos do Imperatriz. Ele adiantou que a Sedel está providenciando novo uniforme para a temporada 2019.
Breve histórico
Desde seu início o “Torcida Cidadã” vem contemplando crianças e adolescentes de escolas municipais e projetos sociais do Município de Imperatriz. O projeto ocorre em conformidade com a agenda de jogos oficiais do Imperatriz, no caso os colegiais já assistiram a jogos do clube do coração em competições como o Campeonato Maranhense, Brasileiro e Copa do Brasil.
Graças as parcerias com o Cavalo de Aço e iniciativa privada, as crianças recebem uniforme, lanche e todo o acompanhamento de professores durante a estada no Estádio. O transporte também é disponibilizado em parceria com a Secretaria municipal de Educação. 
Assistir uma partida oficial de futebol pode parecer algo simples, banal para alguns, mas para a criançada beneficiada pelo projeto representa algo muito especial que vai desde a descontração até o despertar de uma paixão para vida toda como torcedor ou até mesmo para a vida de atleta.

Imagens:

Caprinocultores de Chapadinha recebem patrulha agrícola comprada com emenda do deputado Hildo Rocha


A Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos do Povoado Mangabeira, no município de Chapadinha, recebeu neste final de semana uma Patrulha Agrícola adquirida com recursos provenientes de emenda parlamentar do deputado federal Hildo Rocha. A entrega do trator agrícola e implementos  foi feita em evento liderado pelo Superintendente da Codevasf no Maranhão, Jones Braga.

“É a primeira patrulha agrícola entregue pelo governo de Jair Bolsonaro no Maranhão, este ano, por meio da Codevasf, instituição que tem contribuído para proporcionar melhores condições de trabalho para trabalhadores e trabalhadoras que atuam na agricultura familiar. Com essa máquina, os criadores de caprinos e ovinos, que também são produtores agrícolas, vão poder produzir mais, melhor e ter uma renda muito maior”, enfatizou Hildo Rocha.

Fim da submissão
O Superintendente da Codevasf, Jones Braga, disse que o equipamento entregue irá facilitar o trabalho dos integrantes da associação beneficiada. “Se essa máquina for bem utilizada, vai render bons resultados. Vocês não precisam mais ficar na porta da prefeitura para pedir ajuda. Agora a associação tem a sua própria máquina. Isso é uma demonstração inequívoca de que vocês foram priorizados e enxergados pelo deputado Hildo Rocha, parlamentar que destinou os recursos para que a Codevasf pudesse adquirir essa patrulha mecanizada que será de grande utilidade para todos vocês”, declarou.

O presidente da Associação, Sr. Correinha, disse que a máquina foi conquistada graças ao esforço de muita gente. “Eu não poderia deixar de agradecer a todas as pessoas que nos ajudaram. Agradeço ao deputado Hildo Rocha, parlamentar que realmente tem demonstrado preocupação especial com os trabalhadores e trabalhadoras rurais do Maranhão. Parabéns, deputado. Peço a Deus que lhe proteja para que você possa continuar desenvolvendo a sua importante missão de representar o nosso Estado, em Brasília. Agradeço também a ex-prefeita Belezinha que escolheu a nossa associação para ser beneficiada com essa máquina e o vereador Tote que correu atrás da papelada, junto com Aloísio”,  afirmou Correinha.

“Só tenho a agradecer ao nosso grande deputado Hildo Rocha, ao vereador Tote, ao nosso amigo Correinha ao ex-secretário de obras de Chapadinha, Aluísio Santos, enfim, e a todas as pessoas que me ajudaram para que esse benefício chegasse até a Associação da Mangabeira”, destacou a ex-prefeita Belezinha.

“Poucos deputados fazem o que Hildo Rocha está fazendo. Hildo Rocha se envolve diretamente onde existem os maiores problemas. Nós sabemos que 40% da riqueza do nosso país é produzida pelo setor do agronegócio. Portanto, é importante que tenhamos uma voz forte, nos representando em Brasília, para dizer ao novo governo que nós precisamos que eles olhem para nós e ajude as comunidades rurais do Maranhão a produzir mais”, destacou o vereador Tote.

“Estamos iniciando o ano com essa grande conquista. Somos gratos ao deputado Hildo Rocha. Também devemos agradecer o esforço que a ex-prefeita Belezinha fez, juntamente com o vereador Tote e o presidente da Associação, o Senhor Correinha, porque esse equipamento que vai desenvolver a agricultura familiar da região. Essa máquina chegou aqui depois de muito esforço de todos nós. É de deputados, de políticos que trabalham dessa forma que nós precisamos”, afirmou o ex-secretário de Obras de Chapadinha, Aloísio Santos.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Hildo Rocha apresenta sugestões para melhorar programas assistenciais


Valendo-se da experiência adquirida durante os mandatos de prefeito e dos demais cargos públicos que exerceu, o deputado federal Hildo Rocha tratou com Ministro da Cidadania, Osmar Terra, sobre ideias que poderão servir para o aprimoramento dos programas assistenciais. “Considero importante que os programas sociais, especialmente os de transferência de renda para famílias mais necessitadas sejam aperfeiçoados”, destacou Hildo Rocha.

Bolsa Família  
De acordo com o parlamentar, a eficácia do Bolsa Família pode ser melhorada. “Quando as crianças atingem a idade máxima permitida para o enquadramento no Bolsa Família a maioria até consegue continuar os estudos, mas a sua família volta a ficar com a renda abaixo da linha de pobreza, então é necessário fazer ajustes para a manutenção da renda das famílias acima da linha de pobreza”, argumentou Hildo Rocha.

Como melhorar?
O deputado disse que a uma das possibilidades está nas entrelinhas da medida provisória da Reforma Administrativa. “A medida provisória editada pelo Presidente Jair Bolsonaro, prevê que o orçamento da assistência social do sistema ‘S’ seja efetivado mediante aprovação do Ministro da Cidadania. Então, o ministério deve fazer a integração entre o programa Bolsa Família e as ações de capacitação das organizações do sistema ‘S’, assim os benefícios chegarão aos pais que serão atendidos com formação para o trabalho e também receberão recursos para iniciar um pequeno negócio ou até mesmo entrar no mercado de trabalho”, explicou Hildo Rocha.

Economia solidária
De acordo com o parlamentar, essa possibilidade torna-se bastante viável porque as ações referentes a capacitação e economia solidária, antes realizadas pelo extinto Ministério do Trabalho, agora estão sob a responsabilidade do Ministério da Cidadania. “Os desafios são imensos, mas, existem soluções, dentre as quais as que apresentei ao Ministro. É imprescindível que haja maior apoio aos moradores de áreas rurais que também merecem e precisam do apoio dos poderes públicos”, destacou o deputado.

Benefícios para o Maranhão
Hildo Rocha enfatizou que também discutiu acerca de projetos para o Maranhão. “Eu não poderia desperdiçar a oportunidade de tratar sobre as demandas do Maranhão, Estado que represento no Congresso Nacional. A reunião foi proveitosa e eu estou bastante otimista. Com força, foco e fé, haveremos de conseguir bons resultados também no setor da assistência social para o Estado do Maranhão”, afiançou.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Ce3sar Pires pretende debater Programas de Beneficios Fiscais



O deputado César Pires vai colocar em discussão, em audiência pública a ser realizada em fevereiro, o programa de benefícios fiscais adotado pelo governo Flávio Dino. Ele pretende convidar representantes do ramo atacadista e dos trabalhadores do setor para avaliar as consequências da Lei 10576, de 10 de abril de 2017, que estaria provocando o fechamento de estabelecimentos e o consequente desemprego de centenas de maranhenses.
A Lei 10576 instituiu o Programa de Incentivo ao Desenvolvimento dos Centros de Distribuição no estado do Maranhão, beneficiando somente “estabelecimento comercial atacadista com capital social mínimo de R$ 100 milhões e que gere 500 ou mais empregos diretos”. As empresas que se encaixam nesse perfil têm direito a alíquota de 20% do ICMS, enquanto que dos demais estabelecimentos é cobrado o percentual de 18%.
“Na época da votação desse projeto de lei do governo Flávio Dino, nós alertamos que somente uma rede de supermercados no Maranhão seria beneficiada, em detrimento de centenas de outras empresas que estavam sendo massacradas com alíquota maior do ICMS. Mas o governo não nos deu ouvido e hoje o que vemos é centenas de maranhenses ficarem desempregados em decorrência da concorrência desleal que tem causado o fechamento de vários estabelecimentos comerciais”, declarou César Pires, após acompanhar a discussão que predominou nas redes sociais nesta semana.
Para o parlamentar, é necessário debater essa questão gravíssima com empresários e demais representantes do ramo atacadista, e principalmente com os trabalhadores do setor, para avaliar a situação e buscar soluções. Ele ressalta que o problema atinge todo o estado, já que a única rede atacadista beneficiada por essa lei está abrindo lojas no interior do Maranhão e destruindo os comerciantes locais.
“Não podemos aceitar inertes a falência de várias empresas que há anos geravam divisas e empregos no Maranhão, e hoje estão sem condições de funcionamento, pela concorrência desleal que se estabeleceu em nosso estado”, enfatizou ele.