sexta-feira, 20 de julho de 2018

São João do Paraíso recebe patrulha mecanizada adquirida com emenda do deputado Hildo Rocha




Agricultores familiares do município de São João do Paraíso passaram a dispor de uma patrulha mecanizada que já está ajudando a facilitar os serviços e melhorar a produção e a produtividade. A compra do maquinário foi viabilizada pelo deputado federal Hildo Rocha, por meio de emenda parlamentar de sua autoria. A entrega aconteceu no início deste mês.

“Deputado Hildo Rocha, a sua atitude é bacana. Esse trator não vai ficar aqui parado servindo apenas de enfeite, realmente vai trabalhar pelo povo deste município”, destacou o Secretário Municipal da Agricultura, Abimael Brito.

Deputado presente e atuante
O vereador Edvaldo Socorrão, presidente do poder legislativo local, enfatizou a atuação do deputado em prol do desenvolvimento do município. “É um deputado presente que vem a São João do Paraíso não só na campanha, sempre está aqui demonstrando o carinho e a preocupação que ele tem com o povo deste município. Aqui está um exemplo, mais um benefício conquistado para a nossa população”, disse Edvaldo.

O prefeito Beto Regis (PCdoB), lembrou que no ano passado o deputado esteve no município fazendo a entrega de equipamentos ambulatoriais que serviram para equipar a Unidade Básica de Saúde do povoado Vão do Marco.
“Independentemente de lado partidário, o deputado Hildo Rocha gosta do povo de São João do Paraíso. Hoje estamos recebendo uma patrulha mecanizada e já temos uma ambulância garantida. Eu valorizo as pessoas que gostam de trabalhar, que fazem as coisas acontecerem e o deputado Hildo Rocha é uma dessas pessoas”, declarou Regis.

O deputado estadual Léo Cunha lembrou que, ainda na condição de secretário de Estado, Hildo Rocha ajudou a administração do ex-prefeito Zé Aldo. “Várias obras que foram feitas naquela época você deu a sua contribuição. Foi você que colocou o asfalto e hoje vejo você atendendo o homem do campo do município”, destacou Léo Cunha.

“A população de São João do Paraíso pode ter a certeza de que eu, o deputado Léo Cunha,  e o grupo do Zé Aldo, continuaremos apoiando o prefeito Beto Regis pois o nosso objetivo é o mesmo: fazer com o povo de São João do Paraíso tenha melhores condições de vida”, afirmou Hildo Rocha.

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Governo Dino trata idosos com desprezo



Respeito pelo ser humano não faz parte do modo comunista de governar. Exemplos não faltam. Mais um caso escabroso tornou-se público por meio de denúncia feita pelo deputado federal Hildo Rocha. Em pronunciamento na tribuna da Câmara, Rocha revelou que os Promotores de Justiça do Maranhão, José Augusto Cutrim Gomes e Esdras Soares Júnior conseguiram confirmar irregularidades apontadas em quinze denúncias que foram apresentadas ao MPE.

O parlamentar destacou que de acordo com o procedimento investigatório, servidores do Estado, que prestam serviços na Residência Terapêutica mantida pelo Governo maranhense, instalada no Bairro da Maioba, estão praticando maus tratos contra os idosos internados na instituição.

“São graves as ocorrências de  violação dos direitos humanos praticados contra idosos pelo governo do Maranhão. A mim não é novidade o comportamento desprezível desse governo contra grande parte da população maranhense”, declarou o deputado.

Instalações precárias
Rocha disse que além de violência física e psicológica, as instalações são precárias e faltam profissionais para a realização de serviços essenciais. “Os promotores de justiça do Maranhão encontraram um campo nazista na residência terapêutica. A crueldade se assemelha aos atos praticados pelos agentes do Hitler. Naquela casa de saúde não tem sequer um enfermeiro para cuidar das pessoas que ali estão internadas. As instalações físicas são insalubres e inadequadas. Há apenas um chuveiro para que os idosos possam tomar banho. Isso causa constrangimento muito grande porque as pessoas ficam nuas e expostas, uma na frente da outra. É uma enorme crueldade o que está acontecendo nessa Residência Terapêutica e outras unidades de saúde no governo de Flávio Dino”, lamentou Hildo Rocha.

Deputado Wellington defende direitos dos professores do Maranhão e o pagamento dos precatórios


Tendo por objetivo garantir o pagamento do abono aos professores municipalistas com os recursos do Fundef, o deputado estadual Wellington do Curso participou de importante audiência pública, na tarde da última terça-feira, dia 17. A audiência foi organizada pelas Comissões de Direitos Difusos e Coletivos, de Defesa da Educação, de Assistência e Defesa das Prerrogativas e da Advocacia Municipalista, juntamente com um grupo de advogados municipalistas e advogados que defendem os profissionais do magistério de São Luís. Pela manhã, a audiência aconteceu na OAB; e à tarde, deram continuidade à discussão na Assembleia Legislativa do Maranhão. 

Na ocasião, advogados exemplificaram a questão aos vários professores que estiveram presentes na audiência.

“A questão é que o TCU, o TCE, o Ministério Público do Maranhão, o Ministério Público de Contas (MPC) e o Ministério Público Federal (MPF) têm um entendimento sobre a aplicação dos recursos do Fundef a serem recebidos pelos municípios via precatórios, que não contempla nem o pagamento de honorários advocatícios nem o pagamento de abono para professores. O que é errado em nosso entendimento”, explicou o presidente da Comissão de Direitos Difusos e Coletivos da OAB/MA, Marinel Dutra.

Ao se pronunciar sobre a situação, o deputado Wellington reconheceu que a questão deve ser analisada sob a perspectiva jurídica e colocou-se à disposição para intermediar esse debate, a fim de encontrar uma solução viável para o caso.

“Existem atualmente dois entendimentos em relação à aplicação dos recursos do Fundef pelos municípios. O primeiro advém de 2017, quando o Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu que os recursos do Fundef devem ser empregados exclusivamente na educação. O segundo entendimento é o da subvinculação, que trata da possibilidade de os professores receberem ou não abono dessa verba. A questão é jurídica e merece ser analisada com o devido cuidado. Nosso apoio é irrestrito e incondicional aos professores do Maranhão, razão pela qual continuo à disposição, enquanto representante do Legislativo, para intermediar esse debate e encontrar uma solução para o caso. Defendemos sim que os precatórios sejam empregados para pagar os servidores públicos, incluindo-se os professores”, disse o professor e deputado Wellington.

Além de inúmeros outros advogados, estiveram também presentes o Conselheiro da Seccional, Sérgio Aranha; e os advogados Júlio César Marques,  Thiago Pavão, Vanise Pinheiro; Mauro Roberto Carramilo; entre outros.

INFRAESTRUTURA


Tapa-buracos avança e chega ao Parque Alvorada, Maranhão Novo, Santa Rita e Sanharol
Serviços de drenagens também estão em ritmo acelerado em outros bairros

por Gil Carvalho

Prefeitura de Imperatriz avança nos serviços de limpeza, recuperação e tapa-buracos de ruas e avenidas dos bairros e povoados. Frentes de serviços chegam, nesta semana, a mais quatro bairros: Parque Alvorada II, Maranhão Novo, Santa Rita e Parque Sanharol.

De acordo com o coordenador de Obras, Joselito Sultepa, os serviços estão sendo realizados na Avenida Principal, próximo à Praça da Voz, no Parque Alvorada II, facilitando o tráfego de veículos na via bastante utilizada como corredor de transporte coletivo. Também está sendo feita a recuperação da Avenida Newton Belo, cruzamento com a Padre Cícero, Santa Rita, sentido ao Instituto Federal de Educação do Maranhão, IFMA, e ao Parque Tocantins.

“Temos outra equipe que iniciou hoje a recuperação da malha asfáltica da Avenida Bernardo Sayão, sentido BR-010 a Beira Rio”, enfatizou. Ele também acompanha os trabalhos de tapa-buracos na Avenida das Constelações, ligando a Avenida Pedro Neiva de Santana à Avenida Itaipu, passando pelo Parque Sanharol.

Drenagens

A Secretaria Municipal de Infraestrutura, Sinfra, realiza ainda os serviços de drenagens na Rua Mário Juruna, Vila Redenção; Avenida Dorgival Pinheiro; Rio Grande do Norte, Marechal Rondon e Avenida Jacob.

Frentes de serviço recuperam as ruas Jabaquara, Parque das Estrelas; João Menezes de Santana, Parque Santa José, e a estrada de acesso ao povoado Vila Conceição I e II.

Imagens:

Malha asfáltica foi recuperada no trecho dos povoados Lagoa Verde a Centro Novo (Foto: Gil Carvalho)

QUALIFICAÇÃO


Curso de Informática amplia oportunidades de trabalho e autonomia para mulheres

Participantes são atendidas em serviços e programas sociais da Prefeitura

por Luana Barros

As secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico, Sedec, e de Políticas para a Mulher, SMPM, realizam em convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI, curso de Operador de Computador. Com total de 30 vagas, aulas começaram em 22 de junho e se estendem até 23 de agosto. 
“O público atendido pelo curso, com 160 horas de duração, é integralmente composto por mulheres, que são atendidas pelos serviços da Secretaria da Mulher do município de Imperatriz”, afirmou Fernando Babilônia, diretor executivo da Sedec.
Edna Ventura, secretária municipal de Políticas para a Mulher, explicou que sua equipe trabalha no desenvolvimento e articulação em parceira com outros órgãos para promoção de políticas públicas que viabilizem os direitos da mulher, garantindo-lhe cidadania.
A SMPM estimula e promove ações de prevenção e combate a todas as formas de violação dos direitos humanos das mulheres. “Esse curso colabora para o desenvolvimento da cidadania destas mulheres, além de lhes oferecer oportunidades de trabalho e autonomia”, acrescentou.
O curso conta com a colaboração de Juarês Sanches, Gerente da CEPT Imperatriz, SENAI Maranhão. 

Imagens:

LEVANTAMENTO


Fila dupla e uso de celular lideram multas de trânsito em Imperatriz

No primeiro semestre de 2018 foram registradas 10 mil infrações

por Gil Carvalho

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, Setran, registrou no período de janeiro a junho deste ano, aumento significativo de multas aplicadas por estacionamento em fila dupla, infração grave, que prevê penalidade de R$195,23 e cinco pontos na carteira de habilitação do motorista. No ranking, consta ainda o manuseio de celular ao dirigir, multa gravíssima com penalidade de R$ 293,47 e sete pontos na CNH.
O diretor Executivo da Setran, Ráder Leão, vê com preocupação o aumento das infrações, embora intensa campanha de “Educação para o Trânsito” tem sido realizada pelo órgão em escolas, faculdades, empresas, instituições, blitz e através do projeto "Pé na Faixa". “Manuseio de celular é infração nova instituída pelo Conselho Nacional de Trânsito – Contran -, devido a crescente utilização das redes sociais, inclusive no trânsito”, explica.
Segundo ele, o aumento de infrações decorre também do crescimento da frota de veículos que ultrapassa os 147 mil em Imperatriz, fato que justificou a convocação de mais 22 agentes de trânsito do último concurso público.
Ráder Leão aponta que foram contabilizadas neste primeiro semestre 10 mil multas de trânsito em comparação a igual período do ano passado, que chegou a 7 mil. “Motoristas devem observar legislação de trânsito e evitar estacionar em fila dupla, bem como manusear celular quando estiver ao volante, pois o risco de acidente é muito grande”, recomenda.

Imagens:

CAMPANHA

Seguindo as datas nacionais, mobilização acontece nas 37 UBS´s da cidade

por Maria Almeida

Com objetivo de reforçar cobertura contra as doenças em Imperatriz, a Secretaria Municipal de Saúde, Semus, inicia a partir de 6 de agosto, mobilização de aplicação das doses da vacina de combate ao sarampo e poliomielite, nas 37 Unidades Básicas de Saúde, UBS´s da cidade. Campanha é direcionada a crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias.
“Em relação ao sarampo, adultos que precisam tomar reforço ou que não tenham tomado nenhuma dose, é só procurar as UBS´s a qualquer tempo, com sua carteira de vacinação, pois essas vacinas são de rotina e acessíveis a qualquer tempo. Essa mobilização é para captar crianças ainda não vacinadas ou que não obtiveram resposta imunológica satisfatória à vacinação, minimizando o risco de adoecimento” – explicou o secretário de Saúde, Alair Firmiano.
A vacina é contraindicada em casos de gripe muito forte e febre alta; crianças com imunodeficiência congênita ou adquirida; neoplasia maligna; e que estão em tratamento com uso de corticoides em doses elevadas ou quimioterapia e radioterapia. No entanto, devido ao surto de sarampo já registrado em vários estados brasileiros, principalmente no Amazonas e Roraima, a recomendação oficial é atualizar a carteira de vacinação para prevenir a doença.
“Essa orientação serve não só para as crianças, como também para adolescentes e adultos, sobretudo para quem for viajar para área de risco que deve s certificar se está com as vacinas em dia. E isso tem que ser feito independente do período de campanha” – reforçou a coordenadora de Imunização do município, Socorro Ribeiro.
Orientações repassadas pela Fundação Oswaldo Cruz, produtora da vacina:
A primeira dose da vacina tríplice viral deve ser ministrada aos 12 meses de idade. Aos 15 meses, uma dose da vacina tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela), que corresponde à segunda dose da vacina tríplice e uma dose da varicela. Caso haja atraso na vacinação, crianças até quatro anos de idade ainda poderão receber a vacina com o componente varicela. A partir de cinco até os 29 anos de idade, deverão ser administradas duas doses com a vacina tríplice viral. Pessoas de 30 a 49 anos de idade devem receber uma dose.
Casos suspeitos de sarampo, gestantes, crianças menores de 6 meses de idade e imunocomprometidos não devem receber a vacina. A gestante deve esperar para ser vacinada após o parto. Quem está planejando engravidar, deve primeiramente colocar a vacinação em dia e aguardar pelo menos um mês após a última dose. As pessoas devem estar com a caderneta de vacinação completa de acordo com o recomendado pelo Programa Nacional de Imunizações. No entanto, quem já teve a doença está imune.
Entre uma dose e outra, é preciso fazer um intervalo de pelo menos um mês em qualquer faixa etária. Não é possível tomar no mesmo dia a tríplice viral e a vacina de febre amarela. Entre uma dose e outra, é preciso fazer um intervalo de pelo menos um mês também. Ao administrar a vacina tríplice viral, é preciso ter precaução para pessoas com alergia a ovo e proteína do leite, componentes do imunizante. Nestes casos, o médico deve ser consultado.
Casos no Brasil e no mundo
Entre 1º de janeiro e 23 de maio de 2018, foram registrados 995 casos de sarampo no país (sendo 611 no Amazonas e 384 em Roraima), incluindo duas mortes, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).
A terceira morte foi confirmada recentemente: um bebê de sete meses faleceu em Manaus em 28 de junho depois de apresentar febre, manchas na pele, tosse e coriza. A Secretaria de Saúde local investiga se a morte de uma bebê de nove meses também foi por sarampo. Há casos confirmados em Rondônia, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul.
Desde abril de 2018, a OMS emite alerta sobre a volta do sarampo em onze países das Américas: Brasil, Argentina, Equador, Canadá, Estados Unidos, Guatemala, México, Peru, Antígua e Barbuda, Colômbia e Venezuela. E não é só nas Américas – em 2017, a Europa registrou mais de 21 mil casos de sarampo, com 35 mortes, um aumento de quase 400% nos casos em relação ao ano anterior.
O que é o sarampo?
O sarampo é uma doença infecciosa aguda, viral, transmissível, extremamente contagiosa e muito comum na infância.
Transmissão
A transmissão ocorre diretamente, de pessoa a pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração, por isso a facilidade de contágio da doença. Além de secreções respiratórias ou da boca, também é possível se contaminar através da dispersão de gotículas com partículas virais no ar, que podem perdurar por tempo relativamente longo no ambiente, especialmente em locais fechados como escolas e clínicas. A doença é transmitida na fase em que a pessoa apresenta febre alta, mal-estar, coriza, irritação ocular, tosse e falta de apetite e dura até quatro dias após o aparecimento das manchas vermelhas.
Sintomas
Os sintomas iniciais apresentados pelo doente são: febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza e congestão nasal e mal estar intenso. Após estes sintomas, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias. São comuns lesões muito dolorosas na boca. A doença pode ser grave, com acometimento do sistema nervoso central e pode complicar com infecções secundárias como pneumonia, podendo levar à morte. As complicações atingem mais gravemente os desnutridos, os recém-nascidos, as gestantes e as pessoas portadoras de imunodeficiências.

Imagens:

Wellington trabalhará na Assembleia mesmo no recesso parlamentar


O deputado estadual Wellington do Curso foi nomeado pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para integrar a Comissão de Representação Interna (Comissão de Recesso), que conta com 5 parlamentares entre os 42 deputados estaduais, que responderão pelo Legislativo durante o período de recesso parlamentar. O recesso começa no dia 16 de julho, com retorno das atividades em agosto.
Para Wellington, que é um dos parlamentares mais atuantes da Assembleia, ser deputado é estar à disposição das questões que envolvem o povo do Maranhão.
“Temos um mandato popular e participativo. Um mandato dinâmico, que não para e que está, desde o início, à disposição dos maranhenses. Participar da Comissão de Recesso, na realidade, é dar prosseguimento às atividades que desenvolvemos dentro e fora do Parlamento. Seja no gabinete, seja nas ruas, nossa missão é fazer a diferença na vida das pessoas”, disse Wellington.