sábado, 31 de janeiro de 2009

Cadê a Umes mesmo?

Cresceu as discussões em torno da desorganização na União Municipal dos Estudantes Segundaristas de Imperatriz, depois da divulgação de uma nota no blog do Plaulo Negrão. Professores e estudantes estão se movimentando no sentido de pressionar a atual diretoria da entidade. No blog Entreatos, do Marcos Franco, veio esta nota do professor Carlos Hermes.

"O professor Carlos Hermes fez terça-feira fortes denúncias contra a gestão tucana na União Municipal de Estudantes Secundaristas de Imperatriz. Baseado em nota pubicada no blog de Paulo Negrão, o professor pergunta onde foi parar o dinheiro arrecadado pela entidade com a venda de carteiras de estudantes. Ele indica que a Umes foi usada para fazer campanha para candidatos do PSDB. Veja abaixo o texto.
“Ótima nota publicada no blog do meu amigo Paulo Negrão, www.pnegrao.blogspot.com… mostra a realidade da Umes de Imperatriz. Todo mundo sabe que o PSDB de Imperatriz é o grande responsável pela quase total destruição desse entidade.Aparelharam-na utilizando pra fazer campanha de dois candidatos a deputado estadual e um federal em 2006. Na última eleição pra prefeito, ninguém encontrava a atual presidente, manobrada pelos “velhos jovens” do ninho, na sede da entidade sempre fechada, mas nas caminhadas do candidato tucano e de sua candidata a vereadora, que usou o nome da UMES em benefício próprio…Já que perguntar não ofende, pra onde teria ido o dinheiro dos estudantes que pagam pela identidade estudantil? Com o nome já vimos que houve uma apropriação indébita, já que os donos da entidade(estudantes) não autorizaram a tal candidata a usá-lo.TRISTEZA - Fico particularmente triste, por que suei (junto com outros companheiros importantes) as canelas percorrendo de bicicleta as escolas de Imperatriz, andando na base, discutindo com a estudantada,a construção da luta estudantil e o nome da UMES. Durante nossa gestão (1999-2001) conquistamos:Sede própria (claro que não nas condições abaixo), com toda estrutura de funcionamento - 2 computadores, mesas, birôs, balcão de atendimento, mesas, cadeiras,ventiladores, mural(ou seja, tudo que tem lá) e ainda deixamos R$ 12.500,00 em caixa.Fora as conquistas políticas, luta pela meia; mobilizações; criação de Grêmios estudantis; luta contra tele-sala; pela vinda da CPI do Crime organizado a Imperatriz”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário