sábado, 10 de janeiro de 2009

Em Pauta

Concurso

Os mais de tres mil e esperançosos de conseguirem um emprego no município, terão que esperar mais um pouco. O concurso que estava programado para este domingo e que serviria para a implantação da Guarda Municipal e Procuradoria, foi suspenso pela nova administração. Planejado, avaliado, criado e definido todas as datas ainda no ano passado pela administração Ildon, o referido concurso foi por diversas vezes tentado a ser suspenso pelo nova administração a ponto das provas serem adiadas para este mês de janeiro. Agora, os inscritos terão que esperar pela boa vontade do município em promover as provas e que segundo consta no documento deverá acontecer até o mês de novembro. Mesmo com o adiamento, não se pode contestar a intenção do prefeito em criar a Guarda Municipal e inclusive deixando as motocicletas a disposição dos futuros agentes. A Guarda está criada, mais cedo ou mais tarde, ela sairá do papel.

Acordo

Deve-se também destacar que o acordo de suspensão do impasse judicial foi feito entre os hoje secretaŕios municipais, Daniel Souza e Lula Almeida, que no ano passado ajuizaram ação popular contra o concurso e conseguiram sua impugnação. Os dois estiveram no juiz da fazenda, fizeram o documento assinaram e liberaram o referido concurso, no entanto, suspenderam a a realização das provas marcada para este domingo mediante garantia de que até novembro realizarão concurso publico.

Ampliar

Consta no documento acordado, que os atuais inscritos no concurso estarão garantidos e aqueles que não quiserem fazer as provas, poderão pedir o dinheiro de volta. Tambem informaram que além destas três categorias, abrirão novas vagas em outras áreas. Então, todos terão mais tempo para estudarem.

Comentar

O ex-prefeito Ildon que executou todas as iniciativas voltadas a realização da implantação da Guarda Municipal, não quis comentar a suspensão das provas por parte do atual governo. Apenas lamentou, pois abriria vagas para novos empregos, além é claro, dos beneficios que traria a guarda neste momento em que os índices de violência estão elevados em Imperatriz. É pensando bem, tem razão.

Celular

Porque algumas pessoas quando assumem cargos públicos a primeira coisa que fazem é trocar de número ou não atender mais chamadas em seus celulares? Tentar falar com os atuais secretaŕios por telefone é complicado e sempre estão na caixa postal, quando,não, fora do ar. Com exceção, por exemplo, Elson Araujo da comunicação e Daniel Souza, na Ouvidoria.

Balanço

Na semana que vem o presidente da Camara Hamilton Miranda deverá reunir os vereadores e principais assessores para apresentar o relatorio que está sendo concluido na administração do parlamento municipal. Por enquanto, não se comenta absolutamente nada sobre o que está sendo feito ou o que será feito. Vai deixar mesmo para a reunião com os seus colegas.

Eleição

Vai acontecer mesmo nova eleição para prefeito no município de Vila Nova dos Martirios, conforme informações do TRE. A mesma coisa deverá acontecer em Amarante, onde os grupos políticos disputam o comando do município e até indios tem manifestado intenção de protestar.

Rabeira

Saido de uma administração em que esperava continuar por mais quatro anos, o ex-prefeito de Lajeado Novo, Antonio Pereira está de braços dados com o prefeito Madeira. Das duas uma, ou ele está querendo uma boquinha no município ou no Estado. É, são coisas que o poder deixa naqueles que não sabem conviver com ele.

Cargos

Mesmo porque na supersecretaria extraordinária do Sul do Maranhão, há cargos vagos com a eleição de adjuntos como prefeitos ou secretários. Só de Imperatriz, deixaram os cargos, Lula Almeida e Carlinhos Amorim; Vete Botelho,eleita prefeita de Itinga; Zequinha Coelho, eleito prefeito de Estreito. Quer dizer,lugar para quem quer uma boquinha é o que não falta.

Um comentário:

  1. Eu me divirto nesse blog. Devería chamar-se Blog do Ildão.

    ResponderExcluir