quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Hidreletrica

Do bom jornalista amigo, transcrevo seu comentario acerca da hidreletrica que esta sendo construida em Estreito.

Primeiro um abraço pra lá de apertado a este queridíssimo irmão, William Marinho. Parabéns, meu velho. Sempre atuante... Tenho orgulho de ser seu amigo e saber que a nossa imprensa da "Imperosa" continua firme, como voce sempre foi.

"Mas, William e amigos do Maranhão do Sul, estou agora do outro lado da moeda. Moro na Maravilhosa cidade de Araguaina, Tocantins. Só queria fazer aqui um registro do sofrimento sem recompensa das onze cidades impactadas(tem delas que vai até sumir)por esta necessária, mas, injusta obra.
Daqui fico vendo a fortaleza que é a representatividade política deste estado, que conseguiu, mesmo com apenas um município impactado(sim, por que os impactos em Estreito são todos positivos), a sede, os "royalties" e os benefícios maiores da obra ficam aí. Se te conheço bem, vais achar que é dor de cotovelo. Não é não, meu irmão. É sede de justiça! Até bem sabes que sou impratrizense de coração. Mas queria dizer que o quê este consórcio esta fazendo com famílias, comunidades e cidades impactadas no estado do Tocantins, chega a ser cruel e desumano, no melhor estilo "holocausto". Não estou exagerando, não! A verdade é que estes municípios estão sendo estuprados e seu povo desrespeitado "sem ferrolho e nem tramela" pelas forças nefastas do poder(voce sabe bem a fonte dessa força) que oprimem e, pior, não dão a menor chance de reação. E ainda "abduzem" as mentes com falsos programas de apoio social que só enchem os bolso de alguns e lascam a vida dos outros!
Desculpe o descarrego, parceiro!
nada tenho a ver com a famigerada hidreletrica. Nem ela interfere em minha vida pessoal. Mas, como me disseste um dia: "A verdade tem que ser dita. Doa a quem doer".
Te adoro, meu mano
meus contatos:
reporterguerrero@hotmail.com
063 9215 2588
Roberto Guerrero

Nenhum comentário:

Postar um comentário