segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Desespero:Jornalista agredido em Vila Nova

Por Sininger Vidal

Na tarde de domingo dia 15, o proprietário do jornal Gazeta do Sul do Maranhão, que circula em Vila Nova e adjacências, jornalista Josué Vieira recebeu uma denúncia de que em um comício do candidato impugnado Vá Batista estaria sendo distribuído cartelas da raspadinha da Caixa Econômica Federal como chamariz para as pessoas participarem daquela reunião, ao chegar ao local do comício para fazer a cobertura foi identificado por lideranças da coordenação que imediatamente incitaram populares a agredirem e quebrarem a maquina fotográfica do jornalista Josué Vieira.

O jornalista depois de alguns tempo sendo agredido severamente, por vários integrantes da comitiva de Vá Batista, conseguiu se livrar do tumulto graças a intervenção de populares, e se dirigiu-se a delegacia de Vila Nova onde prestou queixa e foi encaminhado na manhã da segunda feira 16 para fazer exame de corpo delito em imperatriz, e receber atendimento medico alem de levar o atentado ao conhecimento da promotoria eleitoral.

A população de Vila Nova que e conhecida pala passividade e cordialidade amanheceu com um forte sentimento de indignação coletiva independente da coloração partidária, nas ruas o assunto foi corrente e a repulsa permeava o sentimento popular.

O que não diz um prenuncio de derrota que se avizinha, heim? Pois não é que o ex-prefeito Vá mostrou que está ruim das pernas e sua turma partiu para agressões covardes. Que coisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário