quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Lilia Diniz

Recebi comentários feitos pela poetisa e assesora da Fundação Cultural na qual ela retrata alguns pontos abordados pelo blog em relação a "ocupação" do antigo prédio da Biblioteca Publica. Os esclarecimentos foram oportunos, pois como bem disse a poetisa, foram necessários para tirar qualquer duvida sobre a importancia do movimento. Na verdade, não fui e não serei contra o movimento, sou contra e serei em ocupações de prédios publicos pois caracteriza-se ilegalidade. Acho que devem sim brigar por um espaço próprio. E quanto a sua personalidade não tive e não tenho interesse em detratá-la. Continua sendo digna dos elogios que tem recebido por parte de pessoas ilustres como Livaldo Fregona e Agostinho Noleto, entre eles. Foi Noleto quem me falou pela primeira vez sobre Lilia Diniz a Cora Coralina que para nós deve ser motivo de orgulho contar com uma pessoa que é comparada a este icone cultural. Se algo, foi duro, tenho a humildade de pedir desculpas a poetisa a quem encontrei apenas uma vez.
(com correções)

Um comentário:

  1. Leila ou Lília?
    Acho que vc misturou as bolas.
    Ela é referÊncia na cultura da cidade.

    ResponderExcluir