sexta-feira, 12 de junho de 2009

Bomba

Começaram a chegar as redações e aos blogueiros os primeiros sinais de que a Kelly da Umes, demitida do cargo de coordenadora do ProJovem, por divergencias com a secretária Conceição Formiga.
E foram apenas os primeiros sinais de que o negócio não ficará da forma que querem que fique.
Promete dizer os motivos reais que levaram a colocar-la no olho da rua.
Há uma lista e esta lista foi o estopim, ela pediu esta relação de pessoas que não trabalham e recebem e daí começou tudo.
Podem anotar que ainda virá mais coisas.
E todas com alvo certo, provocar estragos na Sedes.

Um comentário: