sábado, 7 de novembro de 2009

PEC dos jornalistas

Apesar da preocupação os jornalistas provisionados regularmente no Ministério do Trabalho, serão preservados pela redação da proposta que esta em tramitação no Congresso e que vai exigir o diploma de jornalista para os profissionais trabalharem. Veja a PEC.

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO (PEC do Diploma)



Acrescenta o art. 220-A à Constituição Federal, para dispor sobre a exigência do diploma de curso superior de comunicação social, habilitação jornalismo, para o exercício da profissão de jornalista.


As Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, nos termos do § 3º do art. 60 da Constituição Federal, promulgam a seguinte Emenda ao texto constitucional:

Art. 1º A Constituição Federal, passa a vigorar acrescida do seguinte art. 220-A:


Art. 220-A O exercício da profissão de jornalista é privativo do portador de diploma de curso superior de comunicação social, com habilitação em jornalismo, expedido por curso reconhecido pelo Ministério da Educação, nos termos da lei.


Parágrafo único. A exigência do diploma a que se refere o caput é facultativa:


I – ao colaborador, assim entendido aquele que, sem relação de emprego, produz trabalho de natureza técnica, científica ou cultural, relacionado com a sua especialização, para ser divulgado com o nome e qualificação do autor;


II – aos jornalistas provisionados que já tenham obtido registro profissional regular perante o Ministério do Trabalho e Emprego.


Art. 2º Esta Emenda Constitucional entra em vigor na data de sua publicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário