sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Estado adota novo modelo na educação de Imperatriz



A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) adotou um novo modelo de separação de níveis nas escolas públicas em Imperatriz visando melhorar a qualidade de ensino e sistematizar o trabalho dos professores. Elaborada pelo gestor regional de Educação, Agostinho Noleto, a mudança foi aprovada pelo secretário de Estado da Educação, César Pires.
O novo modelo já está em vigor. A partir de agora, nove escolas oferecerão o ensino médio em três turnos; outras nove somente ensino fundamental em dois turnos; e um terceiro grupo, também com  nove escolas, usarão o sistema misto (ensino médio e fundamental) em três turnos. O programa Educação de Jovens e Adultos (EJA) funcionará em cinco escolas.  "Adotamos esse modelo como forma de melhorar a qualidade de ensino e também para sistematizar o trabalho de nossos professores", justificou Agostinho Noleto.
Imperatriz tem 30 escolas públicas da rede estadual com 30 mil alunos (sete mil no ensino fundamental e 13 mil no ensino médio).O secretário César Pires informou que a determinação da governadora Roseana Sarney é que todos os alunos da rede estadual tenham a rematrícula garantida.
As rematrículas foram iniciadas segunda-feira (4) e serão encerradas no dia 15 deste mês. As aulas começarão no dia 1º de fevereiro.


Novidades - Agostinho Noleto anunciou novidades para o ano letivo 2010, entre elas o funcionamento da primeira escolar militar em Imperatriz, idealizada na gestão de César Pires; a construção de um centro de formação de professores e a implantação de um projeto pedagógico do Ministério da Educação em escola de ensino médio.
A Escola Militar Tiradentes substituirá a Escola Jonas Ribeiro, que foi desativada. Funcionará em dois turnos, oferecendo ensino fundamental a 800 alunos. A direção administrativa e o currículo são de responsabilidade da Polícia Militar do Maranhão e o projeto pedagógico e o quadro de professores da Secretaria de Estado da Educação.
 De acordo com César Pires, o Centro de Formação Permanente de Professores faz parte do programa de melhoria da educação da governadora Roseana Sarney e atenderá professores de Imperatriz e Açailândia. O projeto já foi licitado e a obra será iniciada imediatamente em terreno anexo à Escola Dorgival Pinheiro de Sousa.


O projeto Ensino Médio Inovador, do MEC, será implantado na Escola Caminho do Futuro, no bairro Vila Nova, com uma verba anual de R$ 80 mil para implantação de projetos pedagógicos que melhorem a qualidade de ensino.



Nenhum comentário:

Postar um comentário