sexta-feira, 16 de abril de 2010

Começa a segunda etapa do Primeiro Emprego em Imperatriz

 Seiscentos jovens imperatrizenses estão prontos para entrar no mercado de trabalho, desde sexta-feira (16), por intermédio do Programa Viva Meu Primeiro Emprego, um esforço conjunto do Governo do Estado com o empresariado maranhense. Imperatriz chega a sua segunda etapa, ampliando o número de oportunidades de 200, na primeira fase, para o triplo, na segunda.
“Imperatriz é a segunda maior cidade do Maranhão, cumpre um papel muito importante na Região Tocantina e merece uma atenção especial do Governo do Estado”, esclareceu José Antônio Heluy, secretário de Trabalho e Economia Solidária. “Estamos fechando o relatório de desempenho do município durante a primeira etapa, mas temos a certeza de que a sociedade imperatrizense compreendeu a dinâmica do programa e teremos sucesso em todas as etapas por aqui”, destacou Heluy.
Os bolsistas selecionados serão recebidos na Aula Inaugural da Segunda Etapa, que acontece no Palace Eventos, no bairro Juçara, nesta sexta-feira (16), às 14h30. Na oportunidade, eles assistirão a uma palestra motivacional proferida pelo consultor em Recursos Humanos (RH), Guilherme Júnior. “Este é o momento de fazer os bolsistas compreenderem que esta pode ser a oportunidade da vida deles”, orientou Guilherme. “Estamos aqui para que eles acreditem em seu potencial produtivo”, enfatizou.
O programa Viva Meu Primeiro Emprego foi criado em 1995, pela governadora Roseana Sarney, que retomou o projeto no ano passado. Ele é voltado para jovens de 18 a 30 anos, que não tenham experiência profissional registrada na carteira de trabalho. Por meio do programa, os jovens selecionados são encaminhados para uma vivência profissional no mercado de trabalho, diretamente nas empresas conveniadas com a Secretaria de Trabalho e Economia Solidária. Durante três meses, os bolsistas aprendem uma profissão e recebem uma bolsa-aprendizagem no valor de R$ 508, paga pelo Governo do Estado. Até o fim deste ano, 12.100 jovens terão sido beneficiados pelo projeto, que conta com um investimento de R$ 22 milhões.

Um comentário:

  1. eu mesmo na minha empresa, empreguei naquela época um rapaz sem experiência alguma e hj ele é um profissional qualificado em sua área, graça esse programa

    luiz

    ResponderExcluir