sexta-feira, 16 de abril de 2010

PSDB x PT

Caro Carlos Hermes,
Você pode falar com propriedade sobre as coisas do PT por ser um dos seus dirigentes, por viver seus bastidores, isso é normal, natural; o mesmo não se pode dizer quando falas sobre o PSDB. A especulação pode ser válida, inverdades não.
Não é verdade que a cúpula do PSDB nacional esteja impondo a candidatura de Roberto Rocha ao governo do Estado. Informe-se melhor!
Ele é dirigente do partido, tem legitimidade para querer ser
candidato; assim, como os demais dirigentes, como o prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira, tem legitimidade para não concordar com ela. É assim em todos os partidos, inclusive no seu.

Não é o Madeira do PSDB que não costuma cumprir com compromissos. Em seus quase 20 anos de vida pública nunca demonstrou dubiedade em suas decisões ou posições; ás vezes, até enfrentando a direção nacional do seu partido para fazer vale os interesses da legenda, no Estado. A covardia não faz parte do ideário desse grande nome da política do Maranhão.
O ex-governador Jackson Lago, esse cidadão a quem você chama preconceituosamente de “velho”, é o nome que o prefeito de Imperatriz defende, e apoiará para o Governo do Estado, e não esconde isso de ninguém.
Disse isso ao ex-governador José Serra, ao presidente   nacional do partido Sérgio Guerra e ao partido, em São Luís. Só não  apoiará Jackson Lago se este, voluntariamente não quiser ser candidato ou rejeitar seu apoio.
Ao receber e agradecer a governadora Roseana pelos recentes gestos para com a cidade o prefeito de Imperatriz demonstra que não faz política com o “ figado”, com ranço, olhando pelo retrovisor. Para ele os interesses da coletividade estão acima das querelas políticas.  O Madeira é o Madeira, a população , a quem ele representa na Prefeitura, é a população.
Não é humilhação ou perda de dignidade receber, ou agradecer alguém, principalmente uma autoridade como um governador de Estado, sobretudo quando traz algo para a cidade.
Isso é Educação! Esse comportamento do prefeito não mudou sua posição política, e o povo, e a própria governadora sabem disso.

2 comentários:

  1. Madeira tem que arrumar mais serviço para o Elson, ele ta muito desocupado, por isso fica respondendo esse C. Hermes. Isso é um desesperado! Ta doido pra que o Dino ganhasse, pra ele arrumar uma babinha.

    ResponderExcluir
  2. Caro Wilian, peço que em nome da liberdade de expressão publique esta nota, assim como publicastes a resposta do Elson Araújo.

    Nova resposta à Elson Araújo

    Caro Elson Araujo

    Realmente não conheço os bastidores do PSDB, por isso falei apenas o que é público, afinal, a candidatura de Roberto Rocha ao governo do Estado já é algo ventilado há muito tempo e não foi este seu prezado aqui quem inventou a roda. Durante toda a semana a reunião que tratou do assunto na casa do prefeito João Castelo está na blogosfera e na mídia estadual. Não vi nenhuma fúria de vocês quando os blogueiros de Roseana publicaram isso.

    Quando você diz: “A covardia não faz parte do ideário desse grande nome da política do Maranhão”. Achei bonita a voraz defesa, mas o termo covardia em nenhum momento foi usado para referir-se diretamente ao prefeito Madeira, você é que está vestindo a carapulsa, amigo. Talvez Sigmund Freud explique essa sua preocupação em defender o prefeito de algo que não foi acusado diretamente.

    Jackson Lago

    O nobre jornalista, a quem, tirando nossas diferenças partidárias, tenho respeito e até estima foi extremamente infeliz ao ofender-me com a acusação de preconceito afirmando: “o ex-governador Jackson Lago, esse cidadão a quem você chama preconceituosamente de “velho”, Seu equívoco, como prefiro chamar, está na sútil leviandade em alterar a essência semântica do termo “velho” dando a ele uma conotação diferente da que está expressa no meu texto. Sou um educador, nunca fui e jamais seria preconceituoso com qualquer diferença, pelo contrário defendo o respeito ao humano em todas as suas dimensões.

    Roseana

    Não critiquei o fato do prefeito receber a governadora institucionalmente, isso é normal e tem que acontecer, não conheço nenhum prefeito que tenha se negado a receber um governante maior em Imperatriz. Fui muito claro em dizer: Em Imperatriz Sebastião Madeira ultrapassa a linha tênue do institucionalismo..., ou seja, fiz apenas uma avaliação que é feita por muitos imperatrizenses.

    Afinal, o povo acompanha quase diariamente a alta exposição em mídia, tanto em Imperatriz quanto em todo o Estado, da proximidade de Roseana e Madeira. Soma-se a isso: o fato de diversos sarneysistas ocuparem cargos estratégicos no governo municipal; a inauguração de escola municipal com o nome da mãe de Ildon Marques; a forte aproximação do prefeito com o senador Edson Lobão; a relação de comadre com a TV Mirante; o apoio de todos os vereadores da base sarneysistas na cidade ao governo; o fato de ter o líder do governo, Joel Costa, como homem de confiança do prefeito Madeira, enfim,tudo isso cria no imaginário popular no mínimo uma idéia de dubiedade de posição política, coisa para além do institucionalismo.

    Não me queira mal meu caro, o meu papel como cidadão é analisar criticamente as relações sociais em nossa cidade e é isso que vejo, leio, ouço, assisto e sinto.

    ResponderExcluir