sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Bancarios fecham agencias pressionando contra descasos

Hoje(10) os bancários do Maranhão paralisaram a agência do Itaú Unibanco da Rua da Paz. Ontem foi a vez da agência do Itaú Unibanco do Tropical Shopping. A estratégia da categoria é pressionar os patrões contra o descaso que caracteriza mais uma campanha salarial e empurra os trabalhadores pra greve.
Até o momento, após três rodadas de negociações, os bilionários donos de bancos/Governo, em busca do lucro fácil, negaram todas as reivindicações referentes à preservação do emprego, saúde do trabalhador e melhores condições de trabalho, como o fim das metas abusivas, o combate ao assédio moral e mais segurança contra assaltos e sequestros.
A próxima negociação acontece nos dias 15 e 16 de setembro, quando bancários e Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) discutirão índices de remuneração. A categoria no Maranhão reivindica, entre outros, 24% de reajuste e o cumprimento da lei das filas.
O Itaú Unibanco obteve no primeiro semestre deste ano, pela segunda vez, o maior lucro da história do setor financeiro no Brasil para esse período, com R$6,4 bilhões. A defasagem salarial dos bancários do setor privado chega a 24% nos últimos anos e a exploração é desmedida. Nos bancos públicos, a situação é ainda pior. Enquanto isso, segue solta a extorsão de clientes e usuários de todos os bancos submetidos a altas tarifas e taxas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário