segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Lula e Roseana visitam canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Estreito

A governadora Roseana Sarney receberá nesta terça-feira (30), às 9h, no aeroporto de Imperatriz, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de onde seguirão em helicóptero com destino ao município de Estreito para uma visita ao canteiro de obras da usina hidrelétrica que está sendo construída no Rio Tocantins, na divisa dos estados do Maranhão com Tocantins.
O empreendimento de R$ 4 bilhões em investimentos, com capacidade para gerar 1087 MW de energia elétrica, é considerado a maior obra do conjunto de ações de geração de energia do Programa Aceleração do Crescimento (PAC I).
Roseana Sarney embarcou ao final da tarde desta segunda-feira (29) no trem de passageiros da Vale, com chegada prevista em Imperatriz às 5h da manhã. Acompanham a comitiva da governadora, o seu marido Jorge Murad; o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Jamil Gedeon; o vice-governador João Alberto; o vice-governador eleito Washington Oliveira; os secretários Hildo Rocha (Secpam), Maurício Macedo (Sinc) e José Antonio Heluy (Setres); o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva; e o deputado estadual Max Barros.
Antes do embarque no trem, Roseana Sarney destacou a importância dessa grande obra geradora de energia para o Brasil, que está gerando milhares de empregos. “Essa é um empreendimento estratégico para o país que estarei visitando juntamente com o presidente Lula, com quem conversarei sobre outros projetos estruturantes de interesse do Maranhão”, disse a governadora.
Em Estreito, o presidente Lula, governadora Roseana Sarney e comitivas serão recepcionados por José Renato Ponte, diretor-presidente do Consórcio Estreito Energia (Ceste), formado pelas empresas GDF Suez-Tractebel Energia, Vale, Alcoa e Camargo Corrêa.
Situado na divisa do Maranhão e Tocantins, a Usina Hidrelétrica de Estreito (UHE) se prepara para iniciar o enchimento do reservatório, abrangendo 12 municípios dos dois estados.
Paralelamente ao processo de enchimento do lago, as obras civis e de montagem da UHE Estreito chegam à reta final. Atualmente, cerca de 8 mil homens trabalham para que a primeira unidade geradora comece a funcionar no início do próximo ano. As estruturas do Vertedouro e da Barragem foram concluídas.
A Casa de Força, localizada no lado maranhense, conta com 90% das obras civis finalizadas. Agora, o Ceste se dedica à finalização da montagem da primeira unidade geradora para que sejam iniciados os testes operacionais para a entrada em operação comercial no início do próximo ano.
Para desocupar a área de abrangência da usina, o Ceste movimentou 3.500 processos, avaliando cada caso individualmente, com solução amigável em 98% deles. Apenas 2% das negociações foram questionadas na Justiça. Em todo este processo, o consórcio teve o cuidado de visitar, uma a uma, as famílias, levando informação e esclarecendo dúvidas. Foram mais de 2.350 visitas individuais e 53 reuniões coletivas com a população local.
Programas

O consórcio responsável pela obra destinará cerca de R$ 550 milhões para a implementação dos 39 programas socioambientais do Projeto Básico Ambiental (PBA) da UHE Estreito, avaliado e aprovado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). São ações preventivas, mitigatórias e compensatórias nos meios físico, biótico e socioeconômico.
Os programas ambientais abrangem clima, sismo, água, solo, peixes, flora, fauna, arqueologia, saúde, população, uso do solo, fomento de atividades econômicas e educação ambiental. Além deste investimento, o Ceste alocará mais aproximadamente R$ 60 milhões em ações sociais não previstas no licenciamento ambiental da usina.
Com o objetivo de assegurar o desenvolvimento da região nas áreas de educação, segurança, saúde, meio ambiente e infraestrutura, o Ceste firmou parcerias com os governos estaduais, municipais e entidades da sociedade civil.
Desde o início do empreendimento, o consórcio reaparelhou hospitais, reformou e ampliou postos de saúde, doou ambulâncias, tratores e viaturas policiais e construiu novas sedes para as polícias civil e militar, escolas, casa de abrigo para idosos e creches.
Com as prefeituras da região, o Ceste estabeleceu Termos de Compromisso Mútuo (TCM) para proporcionar benefícios diretos, além dos previstos no PBA. Instalou sistemas de coleta e tratamento de esgoto, construiu praças, ginásios esportivos, pocilgas e mercados públicos, implantou laboratórios de informática, realizou campanhas de vacinação e de combate e prevenção a doenças como dengue, doença de Chagas, hepatite A e DST-Aids.
Foram desenvolvidos projetos voltados para a melhoria da qualidade de vida da população, como o “Crianças saudáveis, futuro saudável”, que beneficia 14 mil crianças; o “Usina social”, que contabilizou mais de 580 mil atendimentos em dois anos; e o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, voltado aos alunos da educação básica.

Atividades econômicas

O Ceste está desenvolvendo o Complexo Integrado de Escoamento, Beneficiamento e Comercialização do Pescado, em parceria com as colônias de pescadores da região, o Ibama e o Ministério da Pesca e Aquicultura. Para colocar o projeto em prática foi assinado um acordo de cooperação no valor de R$ 4,8 milhões com o ministério e o Ibama, em benefício dos pescadores da área de abrangência da usina.
Outra ação será a construção de oito praias artificiais permanentes, com barracas, energia, instalações sanitárias e atracadouros nos municípios da área de influência direta da usina. Para melhor desenvolver e promover as atividades turísticas e de lazer, o Ceste realizou cursos de capacitação para barqueiros e barraqueiros.
Além da área da pesca e do turismo, foram desenvolvidos projetos de apoio às atividades lindeiras e à produção familiar de subsistência.

Dados da Usina Hidrelétrica de Estreito (UHE)

- Capacidade instalada: 1.087 MW
- Energia assegurada: 641,1 MW médios
- Localização: no Rio Tocantins, na divisa dos estados do Maranhão com Tocantins.
- Área do reservatório: 400 km2
- Geração de emprego: aproximadamente 11 mil diretos (no momento de pico da obra) e 25 mil indiretos
- Investimento: R$ 4 bilhões
- Municípios da área de influência: Estreito e Carolina (no estado do Maranhão); Aguiarnópolis, Palmeiras do Tocantins, Babaçulândia, Barra do Ouro, Filadélfia, Darcinópolis, Goiatins, Itapiratins, Palmeirante e Tupiratins (no estado do Tocantins)
- Volume de concreto lançado: 933.740 m³ (Casa de Força, Tomada d’Água e Vertedouro)
- Capacidade de vazão do Vertedouro: 62.719 m³/s
- Queda nominal: 18,94 m
- Unidades Geradoras: Oito turbinas tipo Kaplan
- Acionistas: GDF SUEZ / Tractebel Energia (40,07%), Companhia Vale do Rio Doce (30%), Alcoa (25,49%) e Camargo Corrêa (4,44%).

domingo, 28 de novembro de 2010

Empório Portobello abre franquia na cidade de Imperatriz - MA

O Estado do Maranhão recebe mais uma loja Empório Portobello, da única rede especializada em revestimentos cerâmicos no Brasil, a Portobello Shop. Isto porque a segunda maior cidade da região, Imperatriz, passa a contar com uma franquia comandada por Gualter Santana Júnior e pela arquiteta Cristiane Heringer. A unidade, localizada na Rua Ceará, 620, Centro, traz como uma das principais novidades o serviço de assentamento especializado e cortes especiais.
De acordo com Gualter Santana Júnior e Cristiane Heringer, a Empório Portobello Imperatriz também tem como diferencial a execução de projetos em 3D e projetos de paginação de revestimentos, que são desenvolvidos no local em parceria com profissionais da arquitetura. A loja, de 280m2, conta com uma ampla exposição de revestimentos para atender todas as necessidades dos consumidores que buscam novidades para reforma ou construção.
A franqueada Cristiane Heringer tem grandes expectativas, pois acompanha o desenvolvimento do mercado durante os seus 12 anos de atuação no segmento da arquitetura e decoração. “Imperatriz tem muito a ganhar com a chegada de uma empresa conceituada como a Portobello. Acredito que assim contribuiremos para agregar valor à economia local, gerando emprego e renda. Temos ainda um objetivo muito claro e definido, que é valorizar o trabalho dos profissionais. Para isso, colocamos nossa estrutura de loja à disposição deles. Esse contato é muito importante para nós, tanto é que a Portobello tem um grande programa de relacionamento voltado aos arquitetos, designers de interiores e engenheiros, o SER Portobello Shop”.
O diretor de Varejo da Portobello, Juarez Leão, acredita nesta expansão, já que o município está passando por momentos de prosperidade impulsionados pelo crescimento de diversos setores da economia, principalmente o da construção civil. “É a nossa segunda franquia no Maranhão, um Estado que tem demonstrado grande desempenho e potencial para comercialização dos produtos Portobello, sobretudo para o público que busca qualidade e atendimento personalizado”, afirma o executivo.

Artigo

O povo é refém do Congresso

Para especialista, o combate ao crime organizado depende da criação de um procedimento para as leis existentes

“O Rio de Janeiro, hoje, parece o cenário de mais um novo filme Tropa de Elite mas, infelizmente, a realidade é bem diferente da ficção”, assim resume o criminalista Antonio Gonçalves* sobre o conflito na cidade do Rio de Janeiro.
Desde o dia 21 de novembro, a cidade vem travando uma batalha entre policiais e traficantes dos morros, resultando numa série de ataques, incêndios e mortes, causando terror em moradores.
Em meio a tanta violência, não há como não colocar em xeque a falta das reformas processuais penais em nosso País. Para Gonçalves, “o Brasil tem lei de combate ao crime organizado, mas não tem procedimento. Com isso, o Estado acaba se tornando refém do Congresso para implementar medidas de segurança mais severas. Os projetos não caminham sequer para votação”.
De acordo com o especialista, o País sofre pelas medidas midiáticas, onde o presidente afirma que vai adotar normas mais rígidas, mas acaba por não ter nenhum procedimento. “Na prática, não há nenhuma ação. Isso prejudica tanto os cidadãos, que ficam à mercê da violência, como os presos, insatisfeitos, pois também dependem do Congresso para terem os direitos fundamentais garantidos pela Constituição e garantir a eficácia da Lei de Execução Criminal”.
Gonçalves acredita que a solução ainda estará longe de ser resolvida enquanto não existir uma análise mais rápida sobre as questões urgentes, no que tange a segurança nos projetos de lei pendentes no Congresso. “São Paulo parou em 2006 pelas ondas de ataques do crime organizado, hoje o Rio de janeiro também está parado. O que o Congresso vai esperar para criar subsídios para Estados poderem trabalhar em função da segurança, protegendo o cidadão?”, finaliza o especialista.

* Antonio Gonçalves é advogado criminalista, especialista em Criminologia Internacional: ênfase em Novas armas contra o terrorismo pelo Istituto Superiore Internazionale di Scienze Criminali, Siracusa (Itália); em Direito Penal Empresarial Europeu pela Universidade de Coimbra (Portugal); membro da Association Internationale de Droit Pénal - AIDP. Pós-graduado em Direito Penal - Teoria dos Delitos (Universidade de Salamanca - Espanha). Mestre em Filosofia do Direito e Doutorando pela PUC-SP. Fundador da banca Antonio Gonçalves Advogados Associados, é autor, co-autor e coordenador de diversas obras.

Sampaio campeão

Ao vencer o Iape por dois a um neste domingo, o Sampaio Correa conquistou o titulo estadual de futebol 2010.
O vice ficou com o time de Santa Qutéria que derrotou o São José pelo placar de quatro tentos a dois.
O Iape fechou tudo com alguns dirigentes mas esqueceu de combinar com os adversários e por isso mesmo dançou.
Mas como já havia vencido a Copa União vai disputar ao lado do Sampaio a Copa do Brasil do ano que vem.
Ao Sampaio a Copa do Brasil e o Brasileiro da série D.
O Iape ficou em terceiro, o Maranhão em quarto e o Imperatriz em quinto.
Depois vem São José, Nacional, Bacabal e Viana, este rebaixado para o ano que vem.
Quanto ao campeonato de 2011, nada acertado. Nem mesmo a data do inicio que estava previsto para o dia 29.
Os dirigentes irão voltar a discutir tabelas e alteração na formula de disputa na sexta-feira.
Querem que além dos pontos corridos, haja um quadrangular e final.
Vão incorrer nos mesmos erros e mudar o que é proibido pelo Estatuto do Torcedor que manda alterar formula de disputa de dois em dois anos.

DK6 é finalista nacional em São Paulo

Organizadores do Concurso Musical Vem Pro Novo, da Caixa Econômica Federal, vão estar em Imperatriz para fazer entrevista com a Banda DK6, uma das 5 finalistas da última fase do evento.
Foram classificadas 3 bandas de São Paulo, 1 do Rio de Janeiro e a DK6, de Imperatriz, representando o Norte e o Nordeste.
No video abaixo, a apresentadora Renata Simões, do Multi Show, apresenta as finalistas, parabeniza a rapaziada pelo talento e elogia as mais novas e melhores bandas do Brasil. Imperatriz está no circuito da revelação musical em nível nacional.
Valeu, DK6. Vamos para a torcida - Imperatriz no alto do pódium - Deus continue abençaondo(blog do Pastor Laercio de Castro.
A proposito, Laércio está deixando o departamento de jornalismo da Rádio Terra FM, por extinção do departamento por ato da direção da emissora. Foi um período inovador em que Castro, conseguiu mostrar seu jeito versatil de transmitir a noticia. Uma pena.

Defensoria intensifica atendimento em Imperatriz e Açailândia

A Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE-MA), por meio do Núcleo Regional de Açailândia, garantiu a gratuidade do transporte coletivo urbano aos idosos do município, sem limite de vagas nos veículos. A iniciativa é mais uma ação que visa melhorar a qualidade de vida das pessoas menos favorecidas da Região Tocantina.
Implantados em agosto passado, nos municípios da Região Tocantina com maior densidade populacional e grande demanda por assistência jurídica gratuita, os núcleos da Defensoria em Imperatriz e Açailândia realizaram, em apenas 4 meses, 1370 atendimentos nas área de saúde, moradia, execução penal, criança e adolescente, conflitos fundiários, tutela coletiva em geral, entre outras.
Os dados estatísticos são considerados significativos, haja vista o reduzido número de defensores que atuam na região. “São apenas sete. No Maranhão são 59 ao todo, o que representa um defensor para cada 104 mil habitantes e uma cobertura territorial de apenas 2,76% das comarcas maranhenses. O Ministério da Justiça aponta a necessidade de 200 defensores para o Estado.
O defensor geral do Estado, Aldy Mello de Araújo Filho, observou que essas atuações são resultado do processo de interiorização iniciado recentemente com a criação dos núcleos de Imperatriz e Açailândia e o reforço à atuação da Defensoria em São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Açailândia, Caxias, Timon, Bacabal e Imperatriz, com a nomeação de 12 defensores no segundo semestre deste ano. “Estamos planejando a criação de unidades de atendimento também em Codó, Carolina, Pinheiro, Rosário, Raposa e Itapecuru em 2011. A inauguração desses núcleos e, conseqüentemente, a ampliação do atendimento, só depende da aprovação da proposta orçamentária pelo Legislativo”, informou.

Região Tocantina

De acordo com o defensor Bruno Dixon de Almeida, em Açailândia, as ações mais frequentes são relativas à saúde e à moradia. Por meio da atuação extrajudicial, a equipe já garantiu mais de 30 tratamentos médicos, internações e medicamentos junto à Secretaria Municipal de Saúde.
De forma pioneira no país, segundo informou o defensor Fábio Machado, o Núcleo de Imperatriz está realizando plantão 24 horas na área de saúde, em sistema de revezamento com o Ministério Público, atendendo casos urgentes, que se não agilizados podem levar a pessoa a óbito.
A equipe também realizou inspeção no Núcleo de Atenção Integrada em Saúde de Imperatriz (Naisi). A fiscalização buscou levantar os problemas do núcleo, que tem funcionado como um centro de tratamento psiquiátrico em regime de internação, assim como assegurar a pessoas portadoras de transtornos mentais um atendimento digno de acordo com modelo assistencial em saúde mental.
Acolhendo pedidos da Defensoria Pública e recomendação do Ministério Público, o Município de Imperatriz se comprometeu em dar maior agilidade ao atendimento a pacientes com câncer, tendo sido firmado ainda o compromisso entre as instituições para a criação da rede integrada de atendimento aos pacientes, evitando, com isso, o ajuizamento de ações perante o Poder Judiciário.
Moradia
Na garantia do direito à moradia adequada já foram realizadas inúmeras ações, como a abertura de procedimentos administrativos para averiguar casos coletivos de poluição causada por carvoarias nas proximidades do assentamento Califórnia, em Açailândia.
“Temos feito também visitas constantes aos assentamentos, convocando o Incra para conhecimento e resolução dos problemas ali identificados, assim como temos acompanhado de perto o processo de remanejamento das famílias da Comunidade de Pequiá de Baixo, que sofrem com a poluição oriunda das carvoarias”, informou o defensor público Luís Otávio.
Idosos
A garantia da gratuidade do transporte coletivo urbano a idosos do município de Açailândia demonstra o empenho dos defensores na luta pela efetividade de direitos de segmentos vulnerabilizados. Mesmo com número reduzido de profissionais, são apenas três em Açailândia e quatro em Imperatriz, a Defensoria tem marcado presença e feito a diferença na prestação de assistência jurídica gratuita.
Durante reunião, a empresa de transporte coletivo urbano, que assumiu esse serviço na cidade, informou que iria disponibilizar apenas 10% das vagas ao segmento. Os defensores, no entanto, argumentaram que o Estatuto do Idoso garante o benefício sem impor qualquer limitação de uso.

João Alberto e Hildo Rocha participam das comemorações pelos 25 anos da Famem

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) comemorou os 25 anos de fundação da entidade, na quinta-feira (25), com um coquetel no Espaço 1000 Eventos, em São Luís, com a presença de diversos convidados especiais e autoridades, entre as quais o vice-governador João Alberto e o secretário de Estado da Coordenação Política e Articulação com os Municípios, Hildo Rocha.
A programação incluiu apresentações artísticas e homenagens a ex-presidentes da organização. Hildo Rocha, um dos homenageados, recebeu uma placa pelos serviços prestados à entidade, sendo muito cumprimentado pelo trabalho que está realizado em defesa dos municípios.
O presidente da Famem, Raimundo Lisboa, fez uma retrospectiva das principais realizações realizadas por ex-presidentes da entidade e ressaltou as conquistas de sua gestão.
Hildo Rocha parabenizou o desempenho da atual diretoria e falou das realizações históricas da Famem. “A destinação de recursos para iluminação pública e a participação dos municípios na partilha da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico [Cide] são exemplos de conquistas das quais teve a honra de lutar”, recordou.
“É animador ver que a Famem se fortalecendo a cada dia. Os prefeitos maranhenses podem ter certeza de que o Governo do Estado vai continuar mantendo uma relação respeitosa, elevada e construtiva, com essa importante instituição. Essa é uma vontade, convicção e determinação da Governadora Roseana Sarney”, enfatizou Hildo Rocha.
O vice-governador João Alberto, fez uma retrospectiva dos principais estágios da economia maranhense e ressaltou que, graças aos grandes empreendimentos instalados no Maranhão e a chegada de novos investimentos, como a com a Refinaria Premium I, da Petrobras, no município de Bacabeira.
“Temos tudo para voltar a ser uma das economias mais fortes do Brasil, repetindo a experiência vivenciada no período glorioso em que a agroexportação do algodão, ao final do século XVIII até meados do século XIX, elevou o Maranhão à condição de uma das regiões mais ricas do país”, informou João Alberto. “Não podemos desperdiçar essa oportunidade; cabe a todos nós lutarmos, com todas as nossas forças, para que o nosso estado volte a essa condição”, destacou. O vice-governador disse que, no Senado, será um defensor do municipalismo

Conciliação

De 29 de novembro (segunda) a 3 de dezembro (sexta) toda a Justiça brasileira estará mobilizada para a Semana Nacional de Conciliação. O evento é coordenado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) juntamente com os Tribunais estaduais e federais, contando também com a parceria de várias empresas em todo o brasil. Este ano o evento tem como tema é “Conciliando a gente se entende”. No Maranhão, a CEMAR é parceira da Semana de Conciliação desde 2006 e, neste ano, intensificará sua participação nesse mutirão em todos as comarcas onde houver casos que envolvam a Companhia

Investimentos do estado em Imperatriz na saúde

A governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado de Saúde, José Márcio Leite, entegam, nesta segunda-feira (29), às 10h, 13 leitos de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) Neonatal no Hospital Infantil Juvêncio Mattos, em São Luis.
No mês passado foram entregues 13 leitos de UTI neonatal destinados aos pacientes referenciados do interior do Maranhão que chegam ao Juvêncio Mattos. Com essas unidades entregues nesta segunda-feira, o hospital passa a oferecer 26 novos leitos neonatais, infantis e pediátricos.
Resultado de uma ação emergencial, as medidas de instalação e implantação das novas unidades fazem parte dos esforços do Governo do Estado em solucionar o déficit de UTI's neonatais no Maranhão. Em apenas seis meses, 62 novas unidades de UTI's neonatais, em São Luís e no interior, foram instaladas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).
O secretário de Saúde, José Marcio Leite, afirmou que o compromisso do Governo do Estado é colocar em atividade 200 leitos de UTI's neonatais, meta prevista para ser cumprida em 2011. Ele informou que estão sendo instalados cerca de 10 leitos por mês desde que a SES iniciou a ofensiva para zerar este déficit.
A SES colocou mais 10 leitos de UTI neonatal na Maternidade Marly Sarney, que hoje conta com 50 leitos e 13 novos no Hospital Infantil Juvêncio Mattos.
Em parceria com o governo federal, a SES instalou, semana passada, em Imperatriz, 26 leitos de UCI (Unidades de Cuidados Intermediários) no Hospital Regional Materno Infantil. Nesta parceria, o Governo do Estado investiu R$ 1,8 milhão na construção do espaço e o Governo Federal equipou as unidades.

Investimentos
O montante investido pelo Governo do Estado, na implantação de leitos de UTI's neonatais e pediátricas em Imperatriz e São Luis supera a faixa de R$ 6 milhões só para reforma, estruturação e aquisição dos equipamentos.
O primeiro repasse de verbas foi feito à saúde municipal de Imperatriz, por meio de uma parceria firmada entre o Governo Estado (via SES) e Prefeitura de Imperatriz.
A parceira desse convênio envolveu R$ 5 milhões destinados a implantação de leitos de UTI's pediátricas que ficaram sob a responsabilidade do poder municipal. Além deste primeiro montante, a Região Tocantina recebeu como beneficio, a reforma no Hospital Regional de Imperatriz Materno Infantil (pertencente à rede do Estado), no valor superior a R$ 1,8 milhão para construção do espaço das UCI's.
Cada um dos leitos de Imperatriz custa aos cofres públicos uma quantia diária de 1 mil reais, o que representa a despesa de R$ 1,8 milhão por mês. Este último dado representa na verdade uma redução de valores, já que, nos casos em que o aluguel de leitos em clínicas e hospitais particulares eram a garantia de atendimento, a locação onerava bastante o custo de um leito, que girava em torno de R$ 2 mil.

Em um ano, Estado investe R$ 78 milhões na Saúde de Imperatriz
Num período de 12 meses o socorro prestado pelo Governo do Estado à da Saúde de Imperatriz ultrapassa os R$ 74 milhões, valor maior do que aquele município recebe do Governo Federal para sustentar todos os atendimentos de média e alta complexidade. Serviços altamente especializados, como os de tratamento do câncer (oncologia), e a manutenção de 55 leitos de UTI/UCI (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e 20 de adultos) correm 100% por conta do estado. Não fosse essa ajuda, o sistema de saúde da segunda mais importante cidade do estado estaria há meses estrangulado.
Imperatriz tem o serviço de Saúde municipalizado. Em tese, recebe recursos do SUS para manter todos os serviços. Nos 9 primeiros meses deste ano o SUS transferiu para aquele município R$ 56.123.250,00 para a alta e médica complexidade, média de R$ 6.235.917,00 por mês. Num período de 12 meses, o governo do estado terá destinado para o mesmo município R$ 74.831.000,00 .
A crise da falta de UTI’s em Imperatriz que repercutiu nacionalmente no começo do ano teria sido catastrófica se já naquela época o governo do estado não mantivesse 20 leitos alugados para a prefeitura junto aos hospitais particulares da cidade. Depois disso a governadora Roseana Sarney, PMDB, determinou a transferência fundo a fundo de mais um socorro de R$ 5 milhões para o município, dos quais R$ 4 milhões já foram pagos. Desses R$ 4 milhões o prefeito Sebastião Madeira utilizou R$ 2 milhões para instalar 10 leitos de UTI’s infantis no Hospital Municipal.
Na semana passada o governo do Estado inaugurou 26 novos leitos de UTI/UCI neonatal no Hospital Regional de Imperatriz. A obra física custou R$ 1.831.000,00 e os equipamentos foram doados pelo Ministério da Saúde. A manutenção dessas novas UTI’s vai custar ao estado mais R$ 1,65 milhão por mês, além dos R$ 1.700.000,00 por mês que já exige de custeio o Hospital Regional que é a grande e moderna maternidade pública da região.O Estado ainda mantém em Imperatriz uma unidade da AME, Ambulatório Médico Especializado, para exames, e o laboratório de imuno-histoquímica, que é o único do estado, para identificação dos marcadores tumorais do câncer. A UPA, Unidade de Pronto Atendimento, em fase final de construção, feita em parceria com o Governo Federal, exigiu dos cofres do estado R$ 4 milhões e o seu funcionamento gerará uma despesa mensal de R$ 900 mil.

Ações feitas pelo Governo do Estado

Valor mensal  Em 12 meses
Credenciamento de 20 leitos de UTI particulares 1.000.000,00

12.000.000,00

Serviço de oncologia (São Rafael)

600.000,00

7.200.000,00

Serviço de hemodinâmica (São Rafael)

200.000,00

2.400.000,00

Obra de Instalação UTI’s neonatal (Regional)

Cota única 1.831.000,00

Manutenção de 55 leitos de UTI’s /UCI neonatal (Regional)

1.650.000,00

19.800.000,00

Ambulatório Médio Especializado (AME)

300.000,00

3.600.000,00

Manutenção Hospital Regional

1.700.000,00

20.400.000,00

Imuno-histoquímica (exames detecção do câncer)

300.000,00

3.600.000,00
Repasse fundo a fundo (para prefeitura)

Quatro parcelas

4.000.000,00

Investimento do Estado na UPA Imperatriz

4.000.000,00

Total  R$ 78.831.000,00

Média mensal
Investimento do Estado na Saúde de Imperatriz = em um ano R$ 78.831.000,00

6.569.250,00

Recursos do SUS para média e alta complexidade, de janeiro a setembro/2010 R$ 56.123.250,00

6.235.916,60

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

No Papel

A coluna desta quinta

Partidos buscam rumos

O PMDB mudou sua estratégia e, desde a derrota de Orestes Quércia para a Presidência em 1994, optou por uma condição de linha auxiliar (e decisiva) em várias sucessões presidenciais. Seu avanço foi tal que, agora, já conta com a vice-presidência e terá, como na gestão Lula, vários ministérios no governo Dilma. O PFL virou DEM numa proposta que visava renovação. Agora chegou a vez do PSDB fazer suas avaliações internas. Existem manifestações nesse sentido em expressivo número, desde a derrota de José Serra, a terceira desde 2002. Para o futuro dos tucanos está voltado o meio político, diante das reiteradas manifestações a partir da própria cúpula e o presidente Sérgio Guerra. As sucessivas vitórias do PT desde 2002 estão precipitando tais manifestações. E este parece ser um dos temas mais em evidência no “ninho tucano”, ultimamente. O que chama atenção é a sequência de declarações que apontam para mudanças com alguma urgência, ainda no calor da última derrota. Quem mais fala a respeito é a própria direção partidária, nem transcorrido um mês da eleição.

Imperatriz

Neste amaranhado de vertentes, podemos questionar a situação dos tucanos em Imperatriz e no próprio estado. Sem rumos há algumas eleições em que não consegue apresentar uma alternativa segura para disputar o governo do estado, o PSDB maranhense terá que encontrar também seu rumo.

Fracassou

Mesmo porque com o fracasso nas urnas na campanha eleitoral, os tucanos viram descer ladeira abaixo seu futuro e agora terão que encontrar novos nomes, como bem disse seu atual presidente; A oposição terá que se reencontrar se quiser continuar no mapa político. Roberto Rocha, sem rumo, pois não quer disputar governo e sim a prefeitura de São Luis onde já está outro tucano, João Castelo.

Quem?

Assumirá o ônus de assumir uma candidatura do governo pelo PSDB e não apenas participar,mais brigar pelo primeiro lugar e desta forma, fortalecer a sigla? Jackson Lago que estaria de malas prontas para o ninho e sem folego; Vidigal? Ou o prefeito de Imperatriz,Madeira, que sonha com esta candidatura e prepara para voar mais alto? São respostas que os tucanos precisam responder e com urgência, já nas eleições municipais daqui a dois anos

Iguais

A situação do PSDB no estado é a mesma dos principais partidos em Imperatriz,que precisam rever suas posições e suas lideranças, caso contrário, podem ficar assistindo os tucanos no poder. Com Ildon e o DEM indefinidos, é quase certo de que não irão encarar as urnas. A não ser que renove seus quadros e que defina o que serão para os dois anos. Ildon é ainda indiscutivelmente um dos grandes nomes da politica local e não sofreu desgastes ao contrário por exemplo de Jomar e João Batista, estes sim, desceram a ladeira.
Favorito

Mesmo não sofrendo desgaste não significa dizer que é favorito. Pode sim, ser incluído entre os nomes com potencial para retornar ao comando do município. Para isso, deve repensar a forma de conduzir seu grupo e entrar na cena política o quanto antes e não esperar que caia de mão beijada como ocorreu no inicio em que ganhou a interventoria.

Renovação

Por outro lado, surgem nomes que a princípio de forma tímida e por estarem se comportando desta forma, podem ver o cavalo passar selado na porta e perderam a oportunidade. Quando se pretende disputar uma eleição de prefeito de uma cidade como Imperatriz, deve-se antes de tudo iniciar a formação de um grupo político que dará a sustentação ao nome. Individualmente, nenhum candidato vai a lugar algum.

Espaço

Há espaços e já foram apontados os caminhos, no entanto, Fátima Avelino,Ribinha Cunha e Franciscano continuam fechados em sete copas e deixando o barco correr, sem um comando deum grupo político que possa questionar, formalizar decisão e traçar metas. E mais, perdem tempo, quando não dizem suas pretensões a quem comanda o grupo, a governadora Roseana. Em política,não se espera.

Premio Fapema

O Teatro Artur Azevedo será palco, nesta sexta-feira (26), da maior premiação cientifica do Norte/Nordeste: o Prêmio Fapema 2010. A cerimônia de entrega será às 19h.
A premiação é concedida pelo Governo do Estado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) e tem como objetivo reconhecer o talento dos pesquisadores locais e estimular a divulgação cientifica e tecnológica do Maranhão.
Durante o evento, para convidados, haverá uma homenagem às personalidades que contribuíram para o desenvolvimento científico e tecnológico do Maranhão.
Além de troféu, os ganhadores receberam certificados e valores que variam de R$ 1.800,00 (pesquisador Júnior) a R$ 6.200,00 (pesquisador Sênior). O evento será presidido pela presidente da Fapema, Rosane Guerra e vai contar com as participações de secretários de estado, entre os quais o de Ciência e Tecnologia, Lauro Assunção, pesquisadores e reitores de instituições públicas e privadas, entre outras autoridades. O evento conta com o apoio da Vale, Alumar, Fiema e SEBRAE.
O Prêmio envolve as mais diferentes áreas do conhecimento. No total, serão premiados 28 pesquisadores e um trabalho de divulgação científica, categoria que contempla os comunicadores. Há trabalhos de alunos da iniciação científica júnior (que ainda estão no Ensino Médio), passando pela Iniciação Científica, com a categoria Jovem Cientista, Dissertação de Mestrado, Tese de Doutorado, pesquisa sênior (voltada a doutores com experiência em estudos científicos) e inovação tecnológica.
O tema escolhido para esta edição foi "Preservação Ambiental e Planejamento Urbano das Cidades". Mesmo sem a obrigatoriedade de abordagem dessa temática, a preocupação com questões ambientais aparece em dez dos dezoito trabalhos premiados, o que pode ser indício da vocação de pesquisadores maranhenses para pensar o desenvolvimento sustentável.
Entre os trabalhos premiados está uma prótese de borracha para ser colocada em cavalos de tração usados por carroceiros, um sistema de identificação e localização automática de ônibus urbanos, o universo lingüístico da mandioca no Maranhão e um método computacional para auxiliar na detecção do câncer de mama usando mamografias digitalizadas.

Viagem presidencial à cidade de Estreito – MA

Redações de rádio, televisão e jornais já estão recebendo informações sobre como proceder para fazerem o credenciamento dos profissionais que cobrirão a visita do presidente Lula a cidade de Estreito no próximo dia 30. O blo, informa o documento enviado pela presidencia da republica, detalhando como proceder. É só seguir. Veja abaixo.

"No dia 30 de novembro, o Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, estará na cidade de Estreito - MA. A programação será fornecida posteriormente.

Os órgãos de imprensa interessados na cobertura do evento devem solicitar o credenciamento de seus profissionais até as 11 horas do dia 29 de novembro de 2010, IMPRETERIVELMENTE.

O pedido deve ser feito em papel timbrado da empresa, assinado pela chefia imediata e enviado via FAX (0XX61) 3411-1021, 3224-0824 ou e-mail: credenciais@planalto.gov.br. As solicitações incompletas e fora do prazo não serão atendidas. Mais informações pelos telefones: (0XX61) 3411-1267, 3411-1269 e 3411-1236. Pedido por e-mail: só será aceito o pedido feito através do e-mail da empresa.

Será necessário informar os seguintes dados: nome completo, função, número do registro profissional, livro, folha, DRT, número da carteira de identidade, órgão expedidor, telefone, fax e e-mail da empresa para contato.

É importante que o veículo encaminhe o e-mail do setor de jornalismo da empresa ou do repórter que vai participar da cobertura para o caso de a Secretaria de Imprensa da Presidência da República vir a disponibilizar antecipadamente algum material sobre o evento.

Atenção! Os profissionais de imprensa com credenciamento de viagem e credenciamento fixo no Palácio do Planalto estão isentos dessas formalidades e devem informar, obrigatoriamente, o nome do profissional e nº de registro da credencial pelo e-mail.

credenciais@planalto.gov.br

Será obedecido o seguinte critério por empresa:

Televisão: 1 repórter, 1 repórter cinematográfico e 1 auxiliar; Rádio: 1 repórter; Jornal/Revista: 1 repórter e 1 repórter fotográfico; Agência de Notícias: 1 repórter e 1 repórter fotográfico.

As credenciais serão entregues em local e data a serem divulgados posteriormente, mediante apresentação de carteira de identidade e uma foto 3x4.

Solicitamos que o próprio jornalista compareça para retirar a sua credencial.

CEMAR ALERTA PARA A SEGURANÇA COM ENERGIA ELÉTRICA

Acidentes envolvendo energia elétrica são mais frequentes do que imaginamos. Situações de risco estão presentes em nosso cotidiano e é necessário tomar certos cuidados para evitar que sua família corra perigo.
No período de final de ano, dada tradição da decoração natalina, acidentes envolvendo energia elétrica podem ocorrer com mais freqüência. Alguns cuidados simples com as instalações elétricas e equipamentos usados na decoração e o uso seguro da energia elétrica ajudam a reduzir números e conseqüências desses acidentes, que podem ser fatais.

DICAS DE SEGURANÇA PARA VOCÊ:

• Ao utilizar a iluminação fora de casa ou em jardins adquira produtos indicados para ambiente externos. Estes produtos vem com proteção especial, uma vez que ficarão expostos ao tempo e às chuvas;
• Dê preferência para produtos com certificação do INMETRO e busque um profissional habilitado para esse tipo de serviço;
• As árvores de natal montadas dentro das casas, decoradas com pisca-piscas, devem ficar longe de outros móveis. Em caso de curto-circuito, podem prejudicar outros móveis e eletrodomésticos;
• A quantidade de lâmpadas instaladas tem que ser compatível com a tomada em que serão ligadas, pois se houver sobrecarga há risco de incêndio;
• Evite o uso do “T” ou benjamim. Dê preferência por filtro de linha
• Se for manusear as lâmpadas (pisca-piscas), desligue-as da tomada;
• Evite emenda de fios. Caso seja necessário, utilize fita isolante. Nunca use fita adesiva ou fita crepe;
• A ligação dos equipamentos na tomada só deve ser feita depois da conclusão da montagem, para evitar acidentes causados por falhas no isolamento de fios ou nas emendas;
• Não instale objetos natalinos ou equipamentos próximos a rede de energia elétrica. É perigoso e pode causar acidentes.
Eletricidade não é brincadeira e a segurança da comunidade é um compromisso da CEMAR.

O povo é refém do Congresso

Para especialista, o combate ao crime organizado depende da criação de um procedimento para as leis existentes

“O Rio de Janeiro, hoje, parece o cenário de mais um novo filme Tropa de Elite mas, infelizmente, a realidade é bem diferente da ficção”, assim resume o criminalista Antonio Gonçalves* sobre o conflito na cidade do Rio de Janeiro.
Desde o dia 21 de novembro, a cidade vem travando uma batalha entre policiais e traficantes dos morros, resultando numa série de ataques, incêndios e mortes, causando terror em moradores.
Em meio a tanta violência, não há como não colocar em xeque a falta das reformas processuais penais em nosso País. Para Gonçalves, “o Brasil tem lei de combate ao crime organizado, mas não tem procedimento. Com isso, o Estado acaba se tornando refém do Congresso para implementar medidas de segurança mais severas. Os projetos não caminham sequer para votação”.
De acordo com o especialista, o País sofre pelas medidas midiáticas, onde o presidente afirma que vai adotar normas mais rígidas, mas acaba por não ter nenhum procedimento. “Na prática, não há nenhuma ação. Isso prejudica tanto os cidadãos, que ficam à mercê da violência, como os presos, insatisfeitos, pois também dependem do Congresso para terem os direitos fundamentais garantidos pela Constituição e garantir a eficácia da Lei de Execução Criminal”.
Gonçalves acredita que a solução ainda estará longe de ser resolvida enquanto não existir uma análise mais rápida sobre as questões urgentes, no que tange a segurança nos projetos de lei pendentes no Congresso. “São Paulo parou em 2006 pelas ondas de ataques do crime organizado, hoje o Rio de janeiro também está parado. O que o Congresso vai esperar para criar subsídios para Estados poderem trabalhar em função da segurança, protegendo o cidadão?”, finaliza o especialista.

* Antonio Gonçalves é advogado criminalista, especialista em Criminologia Internacional: ênfase em Novas armas contra o terrorismo pelo Istituto Superiore Internazionale di Scienze Criminali, Siracusa (Itália); em Direito Penal Empresarial Europeu pela Universidade de Coimbra (Portugal); membro da Association Internationale de Droit Pénal - AIDP. Pós-graduado em Direito Penal - Teoria dos Delitos (Universidade de Salamanca - Espanha). Mestre em Filosofia do Direito e Doutorando pela PUC-SP. Fundador da banca Antonio Gonçalves Advogados Associados, é autor, co-autor e coordenador de diversas obras.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

No papel

A coluna desta terça


Chororó Sim

A Assessoria de Comunicação do Município de Ribamar Fiquene, contestou os dados levantados pelo líder político do município de Campestre, Marconi Ribeiro, abordando a crise nos municípios e a anunciada queda dos repasses institucionais. Disse a nota da assessoria de RF, que os dados oferecidos por Marconi Ribeiro em referência ao movimento dos prefeitos de 12 cidades da região contra a queda no repasse do FPM, e que ele fez questão de explicitar dois municípios, incluso Ribamar Fiquene, estão incorretos. A queda FPM é uma realidade nacional, a Confederação Nacional dos Municípios aponta que a receita do FPM permanece, em valores reais, no mesmo patamar verificado no auge da crise em 2009. Em valores brutos corrigidos pelo IPCA, o FPM acumulado entre janeiro e setembro de 2010 foi 1% menor que o mesmo período do ano passado. Foram 13 meses de uma trajetória descendente, de dezembro de 2008 a janeiro de 2010. Em setembro, por exemplo, o montante de 2010 foi 11% menor que o de 2008.

Parou

O prefeito de Ribamar Fiquene, Dioni Alves para compensar as perdas, diminuiu os investimentos a obras e até mesmo em serviços essenciais, mantendo rigorosamente o pagamento de salários do funcionalismo. Observa-se que a coluna em momento algum citou algo contra a administração citada ou que tenha deixado de trabalhar ou fazer pagamentos.

Ganhos

Mais uma vez foi infeliz o colunista ao dar crédito ao seu informante Marconi Ribeiro. – Observe que qualquer leigo diferencia os repasses entre o ano de 2004 para 2010. O FPM de 2004 foi baseado na receita prevista pelo governo federal, naquela época. Naturalmente não estagnou. Lógico que há os acréscimos de valores segmentados com base nas receitas da união, a cada ano. Relacione-se ai, valores da época no salário mínimo, custos operacionais de investimentos, além dos descontos constitucionais direto. Faça-se o comparativo com o quadro atual com informações junto a CNM.

Explicações ?

Considerando o período de 6 anos, entre 2004 a 2010, seria absurdamente inacreditável que o município de Ribamar Fiquene se mantivesse retrógrado no mesmo patamar. Com a lenta recuperação do FPM, os prefeitos enfrentam sérios problemas na gestão. As prefeituras que dependem exclusivamente do FPM, tem gasto com pessoal, custeio administrativo e investimentos.

Da coluna

Conforme observações acima, em nhum momento se fez qualquer comparativo de paralisações, redução ou gastos e sim, baseado no que os prefeitos de maneira generalizada alegam, queda em suas receitas e os dados demonstraram claramente que não houve. Houve sim, redução ao que estava previsto nos repasses e não queda. Também foi citado que os gastos feitos sem receita estava comprometendo as administrações.

Destaque

O Maranhão foi destaque na premiação Procel Cidade Eficiente em Energia, realizada esse mês em Campinas, São Paulo. O objetivo do prêmio é reconhecer, todos os anos, as iniciativas ambientalmente corretas relativas ao uso de energia elétrica. Esse ano, a cidade de Timon foi premiada na categoria Educação. A participação do estado no evento foi uma oportunidade de levar a CEMAR e, em consequência, o Maranhão a uma posição de destaque no cenário nacional.

Empreendedorismo

Começar um negócio pode ser complicado, é necessário conhecer os fatores políticos, econômicos e sociais que podem influenciar a empresa. Para fazer esse planejamento o empreendedor deve dispor de tempo e habilidade. A alternativa para poupar tempo sem abrir mão da segurança é abrir uma franquia. O bom franqueador dispõe do estudo necessário para o empreendedor abrir o negócio de forma segura.

Franquia

Para orientar melhor a população sobre franquias, o Imperial Shopping Center, em parceria com o Banco do Nordeste, vai realizar I Feira de Franquias de Imperatriz. O evento acontece dia 26 de novembro, no Palácio do Comércio, das 8h às 18h. Os interessados devem se inscrever até dia 25, no stand do Imperial na BR-010, próximo a Cemar.

domingo, 21 de novembro de 2010

Governo do Estado reforça oferta de leitos de UTI em Imperatriz

O Governo do Estado, com apoio do Ministério da Saúde, inaugurou, na manhã deste sábado (20), as novas instalações de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) neonatal do Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz. São 22 novos leitos de UTI neonatal e quatro de UCI (Unidade de Cuidados Intermediários), oferecendo à comunidade da Região Tocantina, um atendimento especializado que reúne modernos em equipamentos.
A inauguração contou com a presença dos secretários de Estado da Saúde, José Márcio Leite (representando a governadora Roseana Sarney), e Sul do Maranhão, Adhemar Freitas; do prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB); o diretor do hospital, Clidenor Sansão; do gestor regional de Saúde, Rênio Pereira; políticos, servidores da saúde estadual, entre outros.
Para colocar em funcionamento os novos leitos, o Ministério da Saúde adquiriu os equipamentos e o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), investiu R$ 1,8 milhão na reforma e ampliação do Hospital Regional de Imperatriz. Cada leito de UTI custará ao Estado R$ 1 mil por dia, o que significará um gasto mensal de R$ 660 mil.
“Hoje, estamos ganhando um avanço considerável no atendimento de UTI neonatal em Imperatriz, cumprindo uma determinação da governadora Roseana Sarney de busca da solução dos problemas neste setor. Temos aqui, equipamentos modernos e instalações prontas para oferecerem dignamente, a prestação de serviços nessa área às crianças recém nascidas”, destacou José Márcio, lembrando, que só este ano, 66 novas unidades de UTI neonatal, foram abertas pelo Governo do Estado, com uma média de 11 leitos, nos últimos seis meses.
A abertura dos novos leitos em Imperatriz é resultado de um compromisso assumido entre o Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde (SES) e o Ministério Público Federal, com objetivo de desafogar o atendimento na área de assistência a recém-nascidos oriundos dos municípios da Região Tocantina.
O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB), elogiou a iniciativa do Governo do Estado, na implantação dos leitos de UTI neonatal no Hospital Materno Infantil e destacou, que a medida irá contribuir na melhoria significativa, do atendimento especializado aos bebês prematuros. “É o resultado concreto da solução de um grave problema que afligia nossa gente. Só temos que elogiar esta medida e enfatizar, que quem ganha com isso é a população. O governo do Estado está de parabéns”, afirmou.

Franquias do Imperial

As inscrições para a I Feira de Franquias estão abertas, até o dia 25 de novembro, no stand de vendas do Imperial Shopping, cerca de 40% das vagas já foram preenchidas . O evento será realizado dia 26 e é voltado para os interessados em abrir alguma franquia. As vagas são limitadas.

Alerta contra o Câncer

De acordo com o Inca, estudos mostram que o vírus do papiloma humano (HPV) tem papel importante no desenvolvimento do câncer no colo do útero. O vírus está presente em mais de 90% dos casos.
Segundo Evandro Júnior, oncologista da Oncoradium, a realização periódica do Papanicolau permite reduzir a mortalidade por câncer do colo do útero na população de risco. O exame detecta alterações iniciais causadas pelo vírus HPV nas células do colo do útero, permite tratamentos precoces e impede a evolução para o câncer

Coluna de domingo

UTI Neonatal

Cumprindo rigorosamente a meta de ampliar os leitos da Unidade de Terapia Intensiva, no Hospital Regional Materno Infantil, o governo do estado, coloca a disposição dos récem nasciados a partir de hoje, mais seis leitos e na semana que vem, outros mais oito. Em solenidade que contará com a presença do secretário de saúde do estado e dos diretores do Regional marcada para a manhã deste sábado, Imperatriz e a região ganhará mais estes leitos. Mais uma clara demonstração de que a governadora Roseana Sarney, não pensa pequeno em isolar Imperatriz da sua administração. Ao contrário, e podem esperar que vem mais coisas boas por aí. A própria UPA, que será inaugurada em janeiro do ano que vem.

Alerta

De acordo com o Inca, estudos mostram que o vírus do papiloma humano (HPV) tem papel importante no desenvolvimento do câncer no colo do útero. O vírus está presente em mais de 90% dos casos.

Cancer

Segundo Evandro Júnior, oncologista da Oncoradium, a realização periódica do Papanicolau permite reduzir a mortalidade por câncer do colo do útero na população de risco. O exame detecta alterações iniciais causadas pelo vírus HPV nas células do colo do útero, permite tratamentos precoces e impede a evolução para o câncer

Franquias

As inscrições para a I Feira de Franquias estão abertas, até o dia 25 de novembro, no stand de vendas do Imperial Shopping, cerca de 40% das vagas já foram preenchidas . O evento será realizado dia 26 e é voltado para os interessados em abrir alguma franquia. As vagas são limitadas.

Reforma

O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB) criticou hoje (18), ao participar de painel do seminário Reforma política - um projeto para o Brasil, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a cláusula de barreira e a influência nefasta que o poder econômico tem tido sobre as eleições brasileiras. "Essa influência entra nos partidos políticos e resolve eleições de forma anormal. É preciso valorizar mais os partidos e conter, de forma efetiva, esse tipo de interferência", afirmou o parlamentar ao debater o tema cláusula de barreira no painel "Sistema Partidário", presidido pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia Antunes Rocha.

Politica

Ao abordar a questão da fidelidade partidária, Aldo Rebêlo afirmou que esta não deve estar apenas focada nos objetivos e compromissos de cada partido. Para o parlamentar, a fidelidade partidária deve ser combinada principalmente com a fidelidade para com o eleitor. "O que nem sempre tem ocorrido".

Necessária

Ao final, o deputado classificou a reforma política como necessária. O problema, segundo ele, está em se obter um consenso no Congresso. Para tanto, sugeriu que as propostas de reforma sejam apresentadas e votadas de forma fatiada, para que se possa aprovar, na próxima legislatura, pelo menos o que for possível. "Temos visto que será muito difícil aprovar tudo de uma vez no Congresso".

Chororó

A proposito da nota da coluna na qual responsabiliza os prefeitos pela situação administração que estão vivendo e não a queda nos repasses, recebi do leitor Marconi Ribeiro, o seguinte email:

“Diante desse movimento dos prefeitos de algumas cidades de nossa região alegando que as receitas das transferências constitucionais estão caindo, tive a curiosidade de dar uma verificada apenas em dois municípios, Campestre do Maranhão que é minha cidade e Ribamar Fiquene, nossa cidade vizinha, e constatei que não tem fundamento o que eles estão alegando, confirmando sua tese me parece na coluna de ontem que os prefeitos atuais estão é gastando mal mesmo. Veja o levamento que fiz em anexo, inclusive são dois anexos, o que está em excel é o comparativo ano a ano dos dois municípios citados desde o ano de 2004, na verdade a receita está é aumentando.

Ganhos

No comparativo, Marconi revela que em 2004, a receita do município de Ribamar Fiquene foi de R$ 2.957,43 e agora em 2010 pulou para R$ 5.481,41. Já a prefeitura de Campestre, recebeu em 2004, 4.086,000 e este ano recebeu R$ 7.551.17. Ou seja, não houve queda alguma e sim, desorganização e gastos desenfreados por parte dos prefeitos.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

IMPERATRIZ GANHA CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DA CEMAR

A CEMAR inaugurou na tarde de quinta-feira (18) o seu mais novo Centro de Distribuição. O empreendimento localizado na Avenida Pedro Neiva de Santana traz para Imperatriz um melhor fluxo logístico de materiais usados pela Companhia no Maranhão. A escolha da cidade para a instalação do centro se deu pela sua localização geográfica e por ela ser o pólo difusor aos demais 48 municípios do sul do estado.
A diretoria da CEMAR, autoridades e colaboradores participaram da inauguração. Segundo Augusto Miranda, presidente da CEMAR, o centro traz vários benefícios para região. “O empreendimento gera mais empregos e os programas de expansão da empresa vao ser atendidos com mais rapidez, pois os materiais necessários vão estar aqui. É benefício para Companhia e comunidade”.
O prefeito Sebastião Madeira esteve presente na inauguração e disse que esse novo empreendimento da CEMAR significa um melhor atendimento para o imperatrizense. ““Eu quero parabenizar a CEMAR que tem avançado muito. O material que passava pelo Sul e ia direto para São Luis, agora vai ficar também por aqui. Isso reflete no corforto do consumidor, num serviço mais confiável”.
Com um investimento de aproximadamente três milhões de reais, o Centro de Distribuição conta com um galpão para armazenagem interna de 1.416,88m² para estoque coberto e uma área externa de 8.078,06m² para estoque descoberto; um refeitório com 40,00 m² com capacidade para 24 pessoas e uma sala de reunião com 20,00m². Além de contar com uma moderna balança rodoviária para a manutenção de um rígido controle dos materiais através do seu peso.
De acordo com Clayton Malheiros, gerente de Suprimentos e Logística da CEMAR, uma empresa que opera em outras grandes concessionárias do Brasil vai atuar no novo centro. “O Grupo Amara Brasil tem muita experiência na área, e com um maior volume de materiais, a empresa vai contribuir para utilizar a estrutura física em plenitude para podermos fazer mais obras e em prazos menores”.
O Centro de Distribuição possui sistemas de ponta na área do gerenciamento da cadeia de suprimentos da Companhia (Supply Chain Management ), tais como a automação do processo de armazenagem através do sistema WMS (Warehouse Management System), potencializando os ganhos nos processos de controle, endereçamento e roteirização dos materiais. ASSESSORIA DE IMPRENSA

Prefeitos choram sem razão

Veja o que diz o atento observador das questões municipais a respeito da grita dos prefeitos da região, que alegam dificuldades para administrar. Na coluna Fora da Pauta de O Progresso, tratei do assunto para dizer que na verdade, os prefeitos estão é desorganizados em suas contas e agora, recebo este email. Confira:

"WILLIAN MARINHO,
Diante desse movimento dos prefeitos de algumas cidades de
nossa região alegando que as receitas das transferências
constitucionais estão caindo, tive a curiosidade de dar uma verificada
apenas em dois municípios, Campestre do Maranhão que é minha
cidade e Ribamar Fiquene, nossa cidade vizinha, e constatei que não
tem fundamento o que eles estão alegando, confirmando sua tese
me parece na coluna de ontem que os prefeitos atuais estão é
gastando mal mesmo.
Veja o levamento que fiz em anexo, inclusive são dois anexos, o que
está em excel é o comparativo ano a ano dos dois municípios citados
desde o ano de 2004, na verdade a receita está é aumentando.
Curiosidade nenhum ano foi pior que o anterior sempre melhor e se
confirmar as previsões de entradas para o mês de novembro e
dezembro, a receita vai bater novo recorde. E isto está em sintonia
com o aumento do PIB nacional e Estadual, porque somente os PIBs
dos municípios estão, segundo eles, caindo?
Abraços,
MARCONES RIBEIRO

Coluna desta sexta

Suspensão

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, manifestou total apoio à decisão do presidente da Seccional da OAB de Minas Gerais, Luis Claudio da Silva Chaves, de determinar a abertura de procedimento de suspensão preventiva de Ércio Quaresma, advogado do goleiro Bruno, do Flamengo, acusado da morte de Eliza Samúdio. Quaresma admitiu publicamente ser viciado em crack desde 2003, mas que nunca teria entrado "doidão" em um plenário de tribunal. A decisão da OAB mineira foi baseada no artigo 70, parágrafo 3º, do Estatuto da Advocacia da OAB (Lei 8.906/94), que prevê a possibilidade de suspensão preventiva em caso de repercussão prejudicial à dignidade da advocacia.


Conduta

Para Ophir Cavalcante, é dever do advogado preservar, em sua conduta, a honra, a nobreza e a dignidade da profissão, além de atuar com decoro, zelando por sua reputação pessoal e profissional. "A partir do momento em que o advogado não tem esse cuidado, obviamente fere as disposições do Código de Ética e Disciplina da OAB, que é de obrigação para toda a advocacia", afirmou. "A OAB não abre mão da aplicabilidade do seu Código de Ética porque a respeitabilidade e credibilidade da profissão estão ligadas à ética profissional", acrescentou.

Zelar

Os deveres do advogo, segundo Ophir, estão previstos no artigo 2º, parágrafo único, incisos I a III do Código de Ética e Disciplina da OAB, que prevê que o profissional deve zelar por sua reputação profissional, atuar com independência, honestidade e decoro, entre outras determinações. O Tribunal de Ética e Disciplina de Minas Gerais concedeu prazo de 48 horas para que o advogado se manifeste. Em seguida, se reunirá para decidir sobre a suspensão preventiva.

Pescadores

A Polícia Federal do Maranhão acaba de constatar que os números de pescadores no Maranhão que recebem o Seguro Defeso, uma espécie de bolsa do governo federal dada durante o período da piracema (época da reprodução dos peixes em que é proibido pescar comercialmente), dobrou de 45.000 para 90.000 de forma bastante estranha.

Fantasmas

Diversas colônias, que fazem o cadastramento dos novos “pescadores” estão sendo investigadas e, com o auxílio de órgãos do Ministério do Trabalho, ficou constatado também que boa parte dos beneficiados sequer diferencia um anzol da isca, sendo a maioria políticos, comerciantes, empresários, esposas, filhos, irmãos e até empregadas domésticas.

Limitar

O Ministério do Trabalho no Maranhão tomou como medida nesta semana limitar o número de pescadores por colônia, estabelecendo uma cota máxima de 1.500 para cada entidade. Existem municípios em que as colônias estão com mais de 3 mil pescadores, que recebem durante quatro meses (período da piracema) R$ 2.040,00 cada, sem contar com os benefícios dados para as “pescadoras” durante a após a gestação, que ultrapassam a R$ 4 mil. Tudo verba federal.

Tranquilo

Em Imperatriz, o presidente da Colonia dos Pescadores – 29, Salomão Santana, informou que não teme investigação,pois, a situação está normal e mantém o mesmo rigor para acatar inscrição de novos pescadores. Na semana passada, inclusive, promoveu reunião na beira-rio quando expôs aos pescadores detalhes sobre o seguro que é pago no período da Piracema. E mais, os dois candidatos das colônias de pescadores apontados pela PF com irregularidades,Kleber Verde e Edson Araújo, não foram bem votados aqui.

Chumbo

Grosso. O embate entre os dois grupos que disputam o comando do PSB em Imperatriz, promete render. O ex-presidente Kleber Verde, dispara contra Luís Gonçalves e vice versa. Vale aguardar os próximos capítulos.

Evangélico

Muitos tem perguntado sobre a minha conduta religiosa.
Embora não deva satisfação, devo informar que estou trilhando o caminho de ser evangélico.
Os primeiros passos já deu.
Aceitei Jesus, estou lendo a biblia e mudando meus habitos e costumes.
O próximo passo será o batismo espiritual que espero logo, logo.
Não tive arrependimento, não cometi crimes ou qualquer delito.
Apenas decidir que estava na hora de seguir um outro caminho, mais alegre e leve.
Minha esposa e meus filhos são evangelicos, então, juntos iremos permanecer na fé.
Por conta deste novo caminho ao qual venho iniciando os passos, devo abdicar de muitas coisas, que infelizmente tive que conviver. Na minha igreja, a Assembléia de Deus, tenho encontrado novo jeito de congregar. Melhor e muito.
Pessoas invejosas, que roubam, extorqui e ainda insistem em denegrir as outras pessoas, que não tem a mesma conduta.
Já há muito vinha me comportando de forma independente em relação ao que pensam ou acham as pessoas especialmente do meio em que trabalho.
Como nunca me preocupei com o que eles fazem ou deixam de fazer, acho que tem espaço para todos viveram sem perseguições, não foi e não está sendo dificil.
Espero que todos vivam e deem o melhor para suas famílias  e a Deus.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Luis Fernando na casa civil

Em São Luis é dada com certa pela imprensa a ida do atual prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando para a Casa Civil do Governo e que terá mais forças a partir de janeiro do ano que vem.
Veja o que escreveu em seu blog, o jornalista Décio Sá.
"Em primeira mão às 11h20. O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (DEM), deve assumir a Casa Civil do governo Roseana Sarney (PMDB) dentro do projeto de reforma administrativa em curso na administração. Para ocupar a nova função, ele deve renunciar ao cargo de prefeito até o final do mês. Com isso, o vice Gil Cutrim (PSL) assumirá em definitivo o comando do município.

Luis Fernando deve renunciar em Ribamar até dia 31 Luis Fernando teve uma conversa com a governadora há duas semanas. Não teve como resistir ao apelo para ocupar o cargo. Da conversa também participou o marido de Roseana, Jorge Murad. O prefeito quis garantias de que terá uma certa autonomia na Casa Civil. Quer se reportar apenas a Roseana.
A possível ida do prefeito para o posto mostra que as articulações para a disputa pelo Palácio dos Leões em 2014 já estão em curso. No posto, o democrata tem tudo para viabilizar seu nome como substituto da governadora. Ele, porém, deve mudar de partido. Outro nome forte é do senador e possível futuro ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB).
Roseana sempre teve Luis Fernando em sua cota de possível substituto. Não foi à toa que ele foi nomeado coordenador-geral da campanha. Foi uma forma que ela e encontrou de aproximá-lo mais da classe política. Na Casa Civil, essa aproximação vai aumentar.
O democrata aumentou seu cacife junto à governadora e ao grupo Sarney por conta do bom trabalho que faz em Ribamar. Roseana chegou a pensar em lançá-lo candidato a prefeito de São Luís em 2012.
No entanto, apesar de alguns exemplos ocorridos principalmente no Piauí, o TSE entende como terceiro mandato o fato de um prefeito reeleito renunciar a qualquer tempo do segundo mandato e tentar um novo em outra cidade.
O jogo de 2014 já começou".

Prefeito

Como a decisão do PSB estadual em lançar candidatos a prefeitos em São Luís e em Imperatriz, o odontólogo Kleber Miranda, genro do falecido ex-vereador André Paulino, surge como eventual nome para encarar o desafio. Ou a missão.
No momento, o partido está dividido em Imperatriz, mais Luis Gonçalves e o professor Nonato, não terão coragem de irem para o sacrificio e como Kleber já comunicou a direção do partido que aceita ser jogado aos leões, pode ganhar sobrevida no comando do Socialista.
É pagar para ver e crêr.

Reeleito

A mesa diretora atual da Câmara de Vereadores de Imperatriz será reeleita sem muito trabalho na manhã desta quarta.
Antecipada pelos vereadores, a eleição possivelmente terá apenas uma chapa, a que tem Hamilton como candidato a reeleição e mais, Alberto Souza, Fatima Avelino e Luis Gonçalves.
Isolado, sem grupo politico, Rildo Amaral que ensaia lançar seu nome, não é visto como adversário ou pareo para Hamilton.
Mesmo assim, Amaral tenta a todo custo montar a chapa para a eleição da mesa diretora.
Na verdade, ao ficar fora da brincadeira, ele busca pelo ao menos ser valorizado, coisa que aliás, gosta de fazer.
Mais não deve dar em nada.

domingo, 14 de novembro de 2010

Tiririca x Serra

Muita gente duvidava, mas Tiririca, o deputado mais votado do país, mostrou que sabe ler e escrever. Pelo menos o suficiente para passar no teste simples a que foi submetido.Muita gente pediu para ver o diploma de economista de José Serra. Mas ficaram sem ver. Aliás, José Serra dizia que também tinha diploma de engenheiro. Com o passar do tempo, não tocou mais no assunto e nada ficou provado.
Ou seja, Tiririca provou que sabe ler e escrever e contar piadas.
Serra, sabe ler, escrever, mais não provou que é formado e tampouco sabe fazer graças.
Suas piadas são de mau gosto.

Cavalo de Aço

Sem chances de chegar ao título de campeão ou de vice, depois da derrota para o Iape(Instituto de Administração de Projetos Especiais),  sábado por um a zero, o time do Imperatriz deverá sofrer modicações para o restante da temporada.
A principal delas será a redução do elenco, dispensando os jogadores considerados medalhões que não corresponderam e contam com salários mais elevados.
O próprio treinador Hugo Sales está na corda bamba e será chamado a conversar com estes quinze dias finais da temporada.
Os tres próximos jogos o time será basicamente formado com os pratas da casa já visando o inicio da temporada do ano que vem.
E pouco provável que o atual presidente Léo Cunha permaneça no comando da equipe. O Conselho Deliberativo já foi informado sobre este pensamento pelo próprio Leo e deverá convocar ainda este mês eleições para preencher os cargos que ficarão vagos, do presidente e do vice, além de outros diretores que devem seguir o atual mandatário cavalino.

Partidos começam a articular disputa municipal

Na reta final para a conclusão do processo eleitoral estadual, quando o TRE fará a diplomação dos eleitos, as atenções dos dirigentes dos principais partidos políticos locais começam a trabalhar na formação dos blocos que disputarão o pleito municipal de 2012, quando serão eleitos o prefeito e os vereadores. Nesta disputa, mais uma vez, travarão duelos à parte os principais partidos e grupos políticos.
Ao analisar o quadro que está se apresentando neste momento, a tendência é de que o número de candidatos a prefeito deverá repetir a eleição passada, quando quatro candidatos disputaram para valer, embora cinco fizeram campanha. Tudo indica que ficará neste número.
O que deverá mudar serão as novidades na disputa. Na eleição passada, foram candidatos Ildon Marques, Sebastião Madeira, Jomar Fernandes, João Batista e Justino Filho.
Para 2012, a previsão é de que os candidatos sejam outros, embora dos mesmos partidos, com exceção do atual prefeito Madeira, que tem reafirmado o desejo de disputar a reeleição. No PT, a bola da vez será a esposa do ex-prefeito Jomar, Terezinha Fernandes, que disputou sem sucesso uma vaga na Câmara dos Deputados. No PMDB, três nomes estarão colocados à disposição do partido para serem seus candidatos: Fátima Avelino, Franciscano e Ribamar Cunha Filho. Dos três, sairá o candidato do grupo da situação do governo do estado. Como o DEM ainda não tem definido seu futuro, ainda não se pode acrescentar o nome do ex-prefeito Ildon como pré-candidato que, por sua vez, não confirma se pretende voltar a disputar mandato.
Com a reorganização do PV, acredita-se que esta legenda partirá para disputar o mandato de prefeito, contudo fica a ressalva de que, se o PMDB lançar candidato, o PV deverá acompanhar, a exemplo do DEM, PTB, PSC e outros partidos da base governamental. O empresário Rogério Frota deve ser a bola da vez dos verdes.
João Batista, derrotado na campanha municipal e agora na estadual, ainda é incógnita e irá depender muito de como reagirá política e financeiramente a estas duas derrotas e a passar dois anos sem mandato.(Oprogresso)

Postando

Estou de volta a prometo manter diariamente atualizado o blog em decorrencia do respeito aos leitores que cobra e acessa o sitio em busca de informações sobre o que acontece em Imperatriz.Especialmente no campo político.

Não espero agradar a todos, mais, sim, incentivar o debate em todas as linhas.

Como sabem, publico todos os comentários, desde que não sejam ofensas e com autor. Anonimos não.
Boa leitura

Demissões

Não há o que se discutir quando se trata de demissões de assessores de qualquer administração.
O nomeado para exercer o cargo sabe que está assumindo as funções por contar com a confiança do prefeito.
Portanto, quando não segur o que determina a linha de trabalho, será demitido.
Assim é como funciona as coisas na administração publica.
E mais, estão querendo valorizar demais a demissão do ex-secretário Márcio Rene.
E podem apostar que não tem nada a ver com apoio a candidatura e se tiver, ele foi o responsável pelo ato.
O mandatário pode a qualquer momento,sempre que achar importante, trocar assessores, principalmente, quando são do primeiro time.
Não joguem portanto para apoio a Roseana sua demissão, como querem entender alguns, até para valorizar o apoio do seu padrinho Hamilton Miranda a então candidata do qual cujos resultados todos já sabem, a queda da votação da governadora eleita, que chegou a estar 27 por cento em Imperatriz e depois caiu assustadoramente para 16 por cento.
Está correto Madeira em administrar com quem é aliado e da sua confiança.
Assim vale para todos. Não escreveu na cartilha do seu comandante, deve pedir o boné antes de ser convidado a sair.

Segurança avança nas investigações sobre motim

Em entrevista coletiva realizada no sábado (13) à tarde, no Auditório da Secretaria de Segurança Pública, o secretario Aluísio Mendes apresentou informações a cerca das investigações que estão sendo feitas pela Polícia Civil sobre a rebelião ocorrida no último dia 8 de novembro, no prédio Anexo do Presídio São Luis, localizado no Complexo de Pedrinhas. O gestor da Segurança do Maranhão também falou da situação dos índios Guajajaras da Reserva Canabrava em Barra do Corda.
Aluísio Mendes destacou que desde o fim das negociações e já garantida à pacificação interna no Complexo de Pedrinhas, o 12º Distrito Policial e a Delegacia de Homicídios iniciaram uma ampla investigação no intuito de identificar responsáveis e participantes da ação e elucidar as circunstâncias que levaram a tal ação criminosa. Por determinação da Justiça, o inquérito policial prossegue em sigilo absoluto.
“Nas investigações estão sendo apurados os nomes dos possíveis envolvidos e os responsáveis pelas ações que culminaram nas mortes dos internos e ainda quem motivou o motim”, disse Aluísio.
Como resultado inicial dos trabalhos, a polícia efetuou a prisão de Jorge Henrique Rabelo Pereira, de 48 anos, detido temporariamente por envolvimento na rebelião. Jorge Rabelo é agente administrativo há mais de 10 anos e estava trabalhando atualmente no Sistema Prisional do Estado.
Ele é apontado como o responsável por fornecer os dois revólveres usados durante a rebelião aos internos do presídio. Segundo indícios testemunhais e documentais, Jorge Rabelo entregou as armas em troca de R$ 1 mil cada e um celular por R$ 300,00. “Todos os envolvidos, assim que forem identificados, serão imediatamente responsabilizados”, acrescentou Aluísio.
Ainda segundo o secretário, uma das medidas emergenciais adotadas pelo Sistema Prisional do Maranhão em convênio com o Departamento Nacional Penitenciário (Depen), é transferir imediatamente para um presídio federal todo e qualquer detento que praticar algum ato de violência dentro de um estabelecimento prisional no estado.
De acordo com o juiz José Ribamar Goulart Heluy Júnior, do regime de plantão criminal, que determinou a prisão do agente administrativo, “dificilmente teria ocorrido à rebelião se o agente não tivesse, em troca de dinheiro, fornecido as armas que ceifaram a vida de dezoito internos”.
Segurança na Rodovia
Ainda durante a coletiva, a cúpula do Sistema de Segurança falou sobre a operação conjunta entre as polícias Federal, Rodoviária Federal, Civil e Militar que resultou, na manhã da última sexta-feira (12), por volta das 10h, no fim da manifestação criminosa promovida por índios que interditavam a BR-226, nas proximidades do município de Barra do Corda.
De acordo com o superintendente de Polícia Civil do Interior, Jair Lima de Paiva Júnior, o plano foi traçado a partir de um sobrevôo feito na tarde da última quinta-feira, onde se percebeu a dimensão do engarrafamento e a aglomeração exaltada dos índios.
A partir disso, já na manhã da sexta (12), o superintendente Jair Lima de Paiva juntamente com a delegada Bernadete Teodoro (ex-delegada regional de Barra do Corda) e mais dois agentes federais, foram ao encontro dos indígenas na barreira montada, a fim de realizar uma negociação amigável, enquanto toda a tropa policial aguardava recuada.
No acordo, que segundo informações policiais durou cerca de 50 minutos, ficou acertado que os índios liberariam o tráfico na rodovia, além de devolver a motocicleta do delegado e a promessa de não voltarem a bloquear a BR. Em contrapartida, as instituições de segurança asseguravam a autorização, já na próxima semana, de abertura de uma mesa de negociações entre os índios e representantes da Procuradoria da República no estado, Funai e Ministério Público.
Equipes do Sistema de Segurança e da Polícia Rodoviária Federal permanecem com o patrulhamento na Rodovia. Homens da Força Nacional também já foram deslocados à região para reforçar a segurança. “A polícia permanecerá no local enquanto for necessário. A operação só vai terminar quando todos os envolvidos forem presos”, afirmou o secretario de Segurança. Existem mais de 50 mandados de prisão a serem cumpridos contra índios e brancos envolvidos na manifestação.
Participaram também da coletiva o delegado geral da Polícia Civil, Nordman Ribeiro; os superintendentes de Investigações Criminais, Affonso Júnior; de Polícia Civil da Capital, Sebastião Uchoa; de Polícia Civil do Interior, Jair Lima de Paiva Júnior e a delegada do 12º DP, Regina de França Barros.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Idiotice

Outra asneira está sendo noticiada
Que Dilma venceria sem os votos do Norte e Nordeste.
Quanta falta de imaginação.
Se os votos dos Nordestinos e Nortistas não fossem maioria a Dilma, iram para quem, caras palidas?
Claro para  o outro candidato e ai.
Fim da eleição no Primeiro turno.
E depois no segundo.
Foi sim com os votos nossos e dos Nortistas que Dilma foi eleita.
O resto e conversa de quem não tem o que escrever.
Hasta la vistas, Baby!

Que Pena

Não querendo dar o braço a torcer pela vergonhosa derrota na eleição presidencia do seus lideres, alguns blogs alinhados a linha de Deoclides, Madeira, Jomar e Cia tentam a todo custo mostrar que eles não foram derrotados.
Foram sim.
Todos eles estavam em campanha, o próprio Madeira fazendo inclusive apostas. Pagou todas é verdade.
E ainda por cima de que a vitória da nova presidente foi por acaso e não por interferencia política.
Ora, vamos deixar de lado o amor e a paixão desenfreada.
O empenho do senador Lobão, do vereador Chagão, do Franciscano e de Hassan com os recursos foram pontos positivos para que Dilma vencesse e até ampliasse seus votos em Imperatriz. A este comentarista coube a missão de colocar a campanha na rua, mesmo sem recursos milionários. Mais foi feito e considero a missão cumprida.
Se estas pessoas não tivessem ido para as ruas, Madeira teria vencido as apostas e Serra um maior número de votos.
Chegaram a comemorar a falsa impressão de que Serra seria vencedor em Imperatriz.
Agora, chegam a dizer que Madeira não perdeu e Dilma ganhou por ela e Lula.
Verdade, os dois foram 99 por cento da vitória. O grupo, tem problema não, ficam com um por cento.
Mais reconhecido o empenho.