quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Rapido Açailandia renova frota de onibus

A direção da empresa Expresso Açailândia vai entrar 2012 com a renovação de sua frota de ônibus para melhor servir às linhas. A empresa já chegou a operar em 17 estados e 366 cidades, percorrendo 1 milhão de km ao mês pelas estradas brasileiras. Agora, circula em três estados - Maranhão, Pará e Piauí - e em 117 cidades. Com novo designi planejado e executado pela filha do comandante da empresa Carlos Galleti, os novos onibus apresentam um visual novo e moderno. Em entrevista dada a um semanário de Açailandia, o gerente geral da empresa Antonio Januário, falou sobre os investimentos da Expresso para 2012.


Foi um investimento grande o que foi feito na renovação da frota de ônibus?
R - Antônio Januário: Sem dúvida alguma, sim. A empresa se preparou durante algum tempo para que pudesse fazer este investimento de grande envergadura, que viesse corresponder às necessidades do mercado e à satisfação dos usuários neste novo processo de renovação do transporte nacional.

Qual a quantidade de novos ônibus adquiridos?
R- Na primeira etapa, foram adquiridos 14 ônibus e na segunda, 16 veículos.

Como funciona o que tem de melhor nos ônibus para que os passageiros sintam-se confortáveis e seguros?
R- Os ônibus são o que há de mais moderno no transporte de passageiro no Brasil. As poltronas são confortáveis e reclináveis, além de termos geladeira a bordo e banheiros masculino e feminino.

Os motoristas terão que fazer reciclagem para dirigir os novos veículos?
R-  Os nossos motoristas já são preparados para estes ônibus, mas terão que fazer um treinamento porque trata-se de uns carros diferenciados . O treinamento é feito pela própria empresa Volvo, que tem várias linhas operando, principalmente no estado do Pará. A empresa foi fundada em 1980 e em 1990 passou a ser comandada pelo novo grupo: o Galletti.

Veículos novos para Açailândia Carga
Paralelamente ao trabalho feito com o transporte de passageiro, houve mudança também no sistema de carga, que está com 8 unidades novas.
Com relação a empregos, o que a Expresso Açailândia representa para a região?
R- As duas empresas juntas têm um número bem expressivo de funcionários, chegando a 300 diretos e em torno de 900 indiretos.
Hoje, a empresa está moderna?
A empresa hoje tem procurado se modernizar. A Expresso Açailândia se tornou uma das maiores empresas de transporte de passageiro do Sul do Maranhão, transportando pessoas com conforto, modernização, segurança e tranquilidade.

domingo, 25 de dezembro de 2011

Governo aumenta salário mínimo

A presidente Dilma Rousseff assinou, nesta sexta-feira, o decreto que fixa em seiscentos e vinte e dois reais o valor do salário mínimo, a partir de primeiro de janeiro de 2012. A informação é da Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Atualmente, o salário mínimo é de quinhentos e quarenta e cinco reais. O novo valor vai passar a ser pago, a partir de fevereiro, referente ao mês de janeiro. Em novembro, o Ministério do Planejamento enviou ao Congresso Nacional a proposta que corrigia o valor do salário mínimo de quinhentos e quarenta e cinco reais para seiscentos e vinte dois reais e setenta e três centavos. A expectativa era de que Dilma Rousseff arredondasse o valor para seiscentos e vinte e cinco reais. De acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, sancionada recentemente pela presidente, o aumento de um real no salário mínimo equivale ao gasto adicional de aproximadamente trezentos milhões de reais para os cofres públicos. Com isso, o aumento de setenta e sete reais, como está previsto para 2012, representa uma despesa extra de cerca de vinte e três bilhões de reais para o governo federal. Pelo formato de correção acordado entre o governo federal e os sindicatos, em 2015, o salário mínimo pode passar dos oitocentos reais.

Reportagem, Juliana Costa

IPC-S registra 0,78% em dezembro, segundo a FGV

O Índice foi o mais elevado, desde a terceira semana de maio deste ano
A inflação medida pelo IPC-S, Índice de Preços ao Consumidor – Semanal, acelerou, na terceira semana de dezembro. De acordo com os dados divulgados, nesta sexta-feira, pela Fundação Getúlio Vargas, o índice registrou um avanço de zero vírgula setenta e oito por cento. No período, esta foi a maior alta, desde a terceira semana de maio de 2011, quando o indicador chegou a zero vírgula noventa e seis por cento. Segundo a FGV, neste levantamento, cinco das sete classes de despesa que fazem parte do IPC-S apresentaram alta nas taxas de variação de preços entre a segunda e a terceira quadrissemana de dezembro. Entre elas, Transportes, que subiu de zero vírgula quarenta e três por cento para zero vírgula sessenta e um por cento; Alimentação, de um vírgula vinte e sete por cento para um vírgula trinta e oito por cento; e Saúde e Cuidados Pessoais, com variação de zero vírgula cinquenta e seis por cento para zero vírgula sessenta e oito por cento. Já os grupos de Habitação e Despesas Diversas tiveram desaceleração, no mês de dezembro. Ainda segundo a pesquisa da FGV, entre os produtos analisados, os vilões da inflação foram o mamão papaya, com trinta e cinco vírgula trinta e nove por cento; e alcatra, com alta de sete vírgula trinta e quatro por cento. Entre os produtos que registraram queda de preços estão a batata-inglesa, menos onze vírgula setenta e dois por cento, e o limão, que registrou menos nove vírgula oitenta e três por cento.

Reportagem, Juliana Costa

França acha defeito em proteses de mama

Estão com defeito vinte e cinco mil próteses de mama, da PIP, fabricadas na França e implantadas em brasileiras. De acordo com o governo francês, há suspeitas de que o gel de silicone seja de má e são grandes as chances de romper. Para solucionar o problema, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, aguarda a conclusão das autoridades francesas da área de saúde para orientar as brasileiras que implantaram as próteses de mama. Os especialistas da França já recomendaram que as mulheres do país retirem os implantes. As operações serão pagas pelo governo francês. As próteses vêm se rompendo em uma taxa acima do normal, pelo menos na França. A Anvisa informou que, provavelmente, a responsabilidade pela retirada dos implantes será do fabricante e que o caso deverá ser resolvido no âmbito do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, órgão vinculado ao Ministério da Justiça. Segundo a Anvisa, caso a decisão seja pela retirada das próteses, caberá ao Ministério da Saúde determinar de quem será a responsabilidade pelas cirurgias para a remoção.

Reportagem, Juliana Costa

O confrade Pinheiro

*Por Raimundo Primeiro

Destes um susto na gente, os amigos teus, pessoas que gozam do teu carinho e, claro, da tua amizade. A exemplo de uma verdadeira legião de simpatizantes, de pessoas que gostam deste fotógrafo que vai além da imagem, tendo em vista também inserir dados consubstanciados na informação que repassa para os editores, visando que a notícia seja posteriormente divulgada com o máximo de exatidão possível, também externo votos de breve e plena recuperação.

Que o nosso Deus – Criador do universo e nosso Pai –, esteja sempre do teu lado, ajudando o colega a recuperar as energias, possibilitando, desta forma, o teu efetivo restabelecimento, a fim de que em pouco espaço de tempo, já esteja entre nós.

Sem dúvida, contumaz ‘caçador’ da notícia, ou seja, tal qual a águia, permanecerá sempre de prontidão, principalmente a cata daquela informação ‘quente’, em busca do tão almejado furo jornalístico. Imperatriz e o jornalismo ainda carecem do teu trabalho, desenvolvido sob o ‘olhar clínico’ de quem nasceu para realmente narrar os fatos que marcam o cotidiano da comunidade na qual se encontra inserido.

Pinheiro: não ficaste sozinho. Além da proteção Divina, tens a certeza do apoio dos familiares e amigos. A propósito, vale a máxima de Ralph Waldo Emerson: “Um amigo é uma pessoa com a qual se pode pensar em voz alta”. Já trabalhamos juntos várias vezes. E, sobre você, com certeza, posso mais do que isso: ecoar o que sinto em momento tão doloroso para todos nós.

O Pinheiro, com o advento das novas tecnologias, não permaneceu inerte aos cenários vislumbrados. Imediatamente, sob a chancela de confrades, já estava, por exemplo, postando comentários no seu blog, notadamente os que eram inerentes ao nosso mundo político. Farpas para uns, entretanto, o certo é que estava opinando, participando e contribuindo com o processo de desenvolvimento da Grande Imperatriz e região.

Continue assim: determinado, perseguindo novos horizontes, pois “a mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original” (Albert Eistein). Pinheiro volte logo para o nosso meio, para o nosso convívio. Os internautas da Terra do Frei estão ávidos, esperando por suas “pérolas”.

(Raimundo Primeiro, em 23 de dezembro de 2011, às 10h39)

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Lei que institui taxa ambiental deve aumentar exigências em auditorias de empresas

Com o advento da lei estadual nº 14.626/2011, que instituiu a taxa ambiental estadual para empresas potencialmente poluidoras, uma nova exigência deve ser incorporada às auditorias para aquisição de empresas.

O alerta é feito pelo advogado Pedro Fonseca*, da área de infraestrutura do SABZ Advogados. “Passaremos a exigir a comprovação que a empresa a ser adquirida está inscrita no Cadastro Ambiental Estadual e pagou a taxa devida até o momento da aquisição”, afirma.

O advogado diz ainda que a taxa não representa aumento da carga tributária, já que será compensada com a taxa federal que deve ser paga ao Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais). “Mas a lei estadual cria novas obrigações acessórias, como a inscrição no cadastro técnico estadual e a entrega de um relatório das atividades exercidas no ano anterior”, completa.

De acordo com a lei, as empresas que praticam atividades potencialmente poluidoras, que lidam com produtos que podem degradar o meio ambiente ou que utilizam produtos e subprodutos da fauna e da flora devem ser inscrever no cadastro técnico estadual no prazo de 90 dias após a regulamentação da lei, que só entra em vigor em fevereiro de 2012. Novas empresas têm 30 dias para se inscrever.

ATIVIDADES POLUIDORAS

A lei obriga empresas de 20 segmentos a se inscrever no cadastro e pagar a taxa ambiental estadual. “Indústrias com potencial poluidor pequeno, médio e alto devem se inscrever. É importante verificar, caso a caso, se a empresa se enquadra nas hipóteses previstas na lei”, diz Fonseca. Indústrias metalúrgicas, de extração de minerais, químicas, madeireiras, têxteis e até do setor turístico – como os complexos de lazer e parques temáticos – estão sujeitas à nova regra.

A taxa ambiental, que será paga trimestralmente ao Estado, varia entre R$ 30 – para microempresas com alto potencial poluidor – e R$ 1350, valor que será pago por empresas de grande porte.

A taxa não representa aumento da carga tributária porque poderá ser deduzida do pagamento da TCFA (Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental), devida ao Ibama. A taxa estadual corresponde a 60% do valor da TCFA.

* Pedro Leal Fonseca. Especialista em Direito Contratual. Advogado associado de SABZ Advogados, onde atua na área de infraestrutura.

Começou o verão. Inverno será maior na região

O verão começou oficialmente nesta quinta-feira, às três e meia da manhã, horário de Brasília. A estação mais esperada do ano vem acompanhada de temperaturas sempre elevadas, muito sol e ... chuva, também. De acordo com o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos, a possibilidade de chuvas está acima da média, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, consequência do fenômeno La Ninã, até, pelo menos, o início do ano que vem. No centro-sul do Rio Grande do Sul, a previsão de chuvas fica entre normal e abaixo do normal. Durante o verão, com a atmosfera mais quente, a temperatura sobe acima dos trinta graus em vários estados. Consequência do forte calor é a ocorrência de temporais, mais comuns no final da tarde. Os especialistas recomendam que o verão seja aproveitado com moderação. Beber bastante água, para manter o corpo hidratado, e sempre usar o protetor solar, para neutralizar os efeitos dos raios ultravioleta, causadores do tipo mais comum do câncer de pele. Outro alerta para o verão é em relação à dengue. A água empoçada da chuva é o ambiente perfeito para a proliferação do Aedes Aegypti, o mosquito transmissor da doença. Então, as autoridades da área de saúde, alertam para que a população não deixe acumular água em recipientes vazios, dentro e fora de casa. Pneus, caixas d´água, sacos de lixo e até os vasos de plantas devem ser observados permanentemente. Os sintomas mais comuns da dengue são manchas na pele, enjoo, vômitos, febre alta, cansaço e dor pelo corpo, nas articulações e no globo ocular. Caso apareça algum desses sintomas procure um médico o mais rápido possível.

Reportagem, Juliana Costa

Aglomerados subnormais

Mais de onze milhões de pessoas moravam em favelas e ocupações – os chamados aglomerados subnormais - no ano passado. De acordo com o levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, isso representa seis por cento da população brasileira. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira e fazem parte do Censo Demográfico 2010, que também traça o perfil de serviços, como água e esgoto, disponíveis nesses locais de ocupação irregular. De acordo com o IBGE, essas habitações variam entre barracos, casas ou outras moradias consideradas carentes. Quando as ocupações de terra são ilegais e concentram, no mínimo, cinquenta e uma unidades habitacionais, é identificada como favelas, invasões, grotas, baixadas, comunidades ou vilas. Esse levantamento é feito pelo IBGE desde 1991, mas neste último foram utilizadas imagens de satélite de alta resolução para atualizar essas áreas. Ao todo, foram identificados mais de seis mil aglomerados habitacionais em trezentos e vinte e três municípios brasileiros. Os dados do Censo mostram também que, nesses aglomerados, existiam mais moradores por domicílio, se comparados a outras áreas urbanas. O contraste é ainda mais acentuado nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste.Os domicílios em favelas e comunidades carentes se concentram na região Sudeste, com quarenta e nove vírgula oito por cento.São Paulo e Rio de Janeiro abrigam as favelas de maior população. A Rocinha, no Rio de Janeiro, é a primeira, com mais de sessenta e nove mil pessoas, vivendo em um pouco mais de vinte e três mil domicílios, uma média de três pessoas por habitação. Em São Paulo, estão Paraisópolis e Heliópolis, respectivamente, com mais de quarenta e dois mil e quarenta e um mil habitantes, vivendo em treze mil e doze mil residências.

Reportagem, Juliana Costa

Inflação sobe em dezembro

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA-15, que mede a inflação oficial - acelerou para zero vírgula cinqüenta e seis por cento neste mês, depois da alta de zero vírgula quarenta e nove por cento, no mês passado. De acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, em dezembro do ano passado, a taxa havia ficado em zero vírgula sessenta e nove por cento. Em 12 meses, o IPCA-15 acumulado, fechou o ano em seis vírgula cinqüenta e seis por cento - taxa acima do teto do sistema de metas para inflação estimado pelo Banco Central, de seis vírgula cinco por cento. O maior vilão da inflação de dezembro foi grupo de despesas com alimentação e bebidas, com alta de zero vírgula setenta e sete por cento para um vírgula vinte e oito por cento. A maior pressão foi exercida pelas carnes, que ficaram quatro vírgula trinta e seis por cento mais caras, em dezembro. Na sequência, está o item refeição fora de casa, com alta de um vírgula treze por cento, neste mês, depois do aumento de zero vírgula setenta e cinco por cento, em novembro. Por região, Salvador apresentou a maior alta - um vírgula doze por cento. Curitiba ficou com a inflação mais baixa - zero vírgula vinte e dois por cento.

Reportagem, Juliana costa

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Madeira vai copiar escola em tempo integral de Ribamar

As boas ações da gestão do então prefeito Luis Fernando, à frente da prefeitura de São José de Ribamar, continuam repercutindo em todo o Maranhão e, agora, fazendo escola.

Durante audiência na Câmara Municipal de Imperatriz, que contou com a presença da governadora Roseana Sarney e de quase todo o staff do governo estadual, semana passada, o prefeito Sebastião Madeira informou que em janeiro irá lavar sua equipe da área da Educação para São José de Ribamar. O objetivo é mostrar aos educadores e gestores a rede de ensino em tempo integral, implantada na gestão do então prefeito Luis Fernando.

Madeira informou que conseguiu junto ao governo federal a garantia de recursos na ordem de R$ 5 milhões para implantação da primeira escola no município.

“Vamos com toda equipe conhecer as escolas em tempo integral de Ribamar e copiar o modelo implantado pelo Luis Fernando. Temos que acabar com essa história de não fazer uma coisa só porque outro já fez. Não tenho problema algum de copiar o que é bom. Vamos copiar o que deu certo, para o bem do povo de Imperatriz”, destacou o prefeito Sebastião Madeira.

A implantação do sistema de educação em tempo integral em outros municípios do Maranhão é um sonho do secretário chefe da Casa Civil, que, neste ano, durante os onze seminários regionais de lideranças, nas suas palestras, falou da política exitosa das escolas em São José de Ribamar e do desejo de que demais municípios implantem o sistema contribuindo, dessa forma, para a melhoria da educação maranhense.

Construído, implantado e mantido pela administração Luis Fernando, o Liceu Ribamarense, primeira unidade pública de ensino em tempo integral do Maranhão, apresentou Ideb de 6.6, um dos melhores indicadores a nível nacional e que a iguala aos resultados obtidos pelas melhores escolas particulares do país.

No início deste ano, o prefeito Gil Cutrim inaugurou a segunda escola da rede, o Liceu Ribamarense II, deixada praticamente pronta por Luis Fernando, quando renunciou do mandato para assumir a chefia da Casa Civil do Governo do Maranhão.

Gastos com educação no Brasil

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada divulgou nesta quarta-feira, em São Paulo, um estudo que faz o diagnóstico sobre os gastos com educação no Brasil. Segundo o IPEA, embora o setor tenha recebido mais recursos nos últimos anos, eles não são suficientes para aumentar o acesso e melhorar a qualidade do novo Plano Nacional de Educação – o PNE. O documento adverte que o valor é distante daquele indispensável ao financiamento das necessidades, mas reconhece que houve aumento real. Segundo o estudo, entre mil 995 e dois mil e nove, os governos federal, estaduais e municipais aumentaram os investimentos em educação de 73 bilhões e 500 milhões para 161 bilhões e duzentos milhões de reais. Ou seja, em quinze anos, houve um crescimento reais de 119 vírgula 4 por cento, o equivalente a 5 vírgula nove por cento ao ano. Mesmo assim, segundo o IPEA, é preciso encontrar outras fontes de financiamento. O estudo apresenta cinco possibilidades: incremento no financiamento tributário; uso de recursos do pré-sal; utilização da folga orçamentária, proveniente da redução de despesas com juros; captação de recursos; e a melhoria e recomposição do gasto público em educação. Para o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a política de financiamento deve ser estruturada a partir do planejamento de ações com a participação dos diversos setores da sociedade envolvidos com a educação.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Montes altos calma

Quem tem conversado com os politicos de montes altos tem percebido clima de tranquilidade reinando neste periodo.
Na verdade esta como curio na muda.
Nos bastidores a campanha esta correndo solto.
Ha inclusive entendimentos de o atual prefeito devera ter como aliado o ex, nelson castilho.
E ai,quem e aliado do Valdivino com ciumes estao descontentes.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Unidade Maranhão da Suzano Papel e Celulose caminha a passos largos e no cronograma previsto

A unidade industrial do Maranhão conta com garantia de suprimento de madeira, tem à disposição uma excelente malha logística para escoar o produto, contratou um time de fornecedores de primeira linha, além de uma equipe de profissionais capacitados e experientes na construções de fábricas de grande dimensões.

Ao final de 2013, o Maranhão terá uma das mais modernas fábricas de celulose do mundo com capacidade de produção de 1,5 milhão de toneladas/ano de celulose para exportação, totalmente autossuficiente em energia e que terá gerado mais de 15 mil empregos. Esta será a mais nova unidade da Suzano Papel e Celulose, a ser instalada na cidade de Imperatriz.

Desde 2008, a empresa já tem preparado a base florestal necessária para o funcionamento da planta industrial. O suprimento de madeira virá de plantios próprios, do Programa Vale Florestar e de outros produtores locais através do Programa de Parceria Florestal. Todo o conhecimento e sua longa experiência em tecnologia florestal, garantindo um portfólio genético apropriado para diferentes regiões, investimentos em pesquisas de novas tecnologias, aliados a um modelo de manejo sustentável e eficiente, têm viabilizado o cultivo de eucalipto na região tocantina, respeitando as condições ambientais, sociais e econômicas locais.

Em paralelo à preparação florestal, as obras da planta industrial foram iniciadas em abril de 2011 e seguem rigorosamente no prazo. Toda a superfície de 180 hectares está sendo preparada para o inicio da construção da fábrica e, na primeira fase da obra, a terraplenagem, já foram movimentados aproximadamente 13 milhões de m³ de terra entre corte e aterro, o que significa 32 mil viagens de caminhão por semana.

A terraplenagem já está no fim e já foi iniciado o estaqueamento. Esta é a fase onde são colocadas as vigas ou estacas que dão base à sustentação de uma parte importante da fábrica, as caldeiras. Mais de 300 estacas já foram colocadas no site e ao todo, serão 1.100 estacas de 80 centímetros de diâmetro por 12 metros de comprimento que servirão de base para a construção das caldeiras.

A tecnologia utilizada é a mais avançada disponível e a parceria com empresas renomadas garante uma expansão eficiente. Dentre os parceiros já contratados temos a fabricante de equipamentos sueco-filandesa Metso, que será responsável por todas as ilhas de processos; a alemã Siemens, responsável pelo projeto e fabricação dos turbo-geradores, que resultarão no abastecimento da fábrica e num excedente de capacidade de energia de 100MW e a empresa finlandesa de engenharia Pöyry, responsável pelo projeto e pelo gerenciamento de parte da obra.

A grandiosidade do projeto também é traduzida pelos números de pessoas envolvidas nele. Atualmente estão envolvidas aproximadamente 1800 pessoas na construção da fábrica, sendo mais de 78% da região tocantina. Para o pico da construção, serão mais de 7000 profissionais e quando iniciarmos as operações, no quarto trimestre de 2013, serão mais de 3500 trabalhando nas frentes industrial e florestal da empresa.

Preparando futuros profissionais para as funções na planta de Imperatriz, a Suzano oferece o Programa de Formação de Pessoas, que iniciou suas atividades com o curso técnico em Celulose e Papel. Aproximadamente 230 pessoas estão se formando e se preparando para participar dos processos seletivos da empresa, na região.

Outra iniciativa que qualifica a população da região para as obras da Unidade industrial em Imperatriz e ainda para o mercado de trabalho local é o Capacitar, Programa de Capacitação de Pessoas nas áreas de Construção Civil e Montagem Industrial, que em parceria com o Governo, outras empresas e entidades locais, oferece aulas gratuitas e acontece em 5 municípios maranhenses, integrando vários setores da sociedade em prol de uma única causa. Hoje, já são mais de 1.500 alunos formados e 1.100 em sala de aula, dos mais de 6.000 profissionais que deverão ser formados.

Tudo está em sintonia para fazer uma das mais modernas e grandiosas fábricas de celulose do mundo , que irá colaborar para transformar uma região e ajudar no desenvolvimento do Brasil.

Seduc realiza reunião de gestores em Imperatriz

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por intermédio da Secretaria-Adjunta de Ensino (SAE), realiza, a partir desta quinta-feira (15) até sábado (17), reunião de Gestores das Unidades Regionais de Educação (UREs). O evento está acontecendo em Imperatriz, na Academia de Letras, e é voltado para gestores da Seduc, das UREs, secretários-adjuntos e corpo técnico da Secretaria.

O evento tem como foco discutir o novo modelo de governança corporativa e o calendário específico para o sistema educacional do estado. A implantação desse modelo tem como finalidade proporcionar o aumento dos indicadores educacionais, objetivo principal do Governo do Maranhão.

Outra meta do encontro é promover a interatividade entre os gestores das UREs e corpo técnico da Seduc, no sentido de unirem esforços em prol do planejamento de ações para o início do ano letivo de 2012, estabelecido para começar no dia 6 de fevereiro e encerrar em 28 de dezembro de 2012.

Segundo a secretária-adjunta de Ensino, Graça Tajra, o encontro de Imperatriz é uma extensão das discussões que já foram levantadas nas duas últimas reuniões realizadas em Barreirinhas e Balsas. Segundo ela, todo esse processo está sendo importante para colocar em pauta as questões específicas das escolas, professores e demais demandas pedagógicas.

“Essas reuniões estão sendo pontos centrais de discussões sobre a educação em nosso estado. Nelas estamos podendo perceber as questões específicas de nossas escolas e dos nossos professores. O secretário de Educação, João Bernardo Bringel, está muito empenhado em participar de todas as atividades e isso denota a responsabilidade com que a educação no Maranhão está sendo tratada”, comentou.

Graça Tajra informou que essas reuniões serão periódicas, acontecendo mensalmente e, havendo necessidade, esses encontros com os gestores podem acontecer em prazos menores.

IPEA: recursos públicos não garantem metas do Plano Nacional de Educação

Estudo nesta quarta-feira, em São Paulo, recomenda novas fontes de financiamento para o setor

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada divulgou nesta quarta-feira, em São Paulo, um estudo que faz o diagnóstico sobre os gastos com educação no Brasil. Segundo o IPEA, embora o setor tenha recebido mais recursos nos últimos anos, eles não são suficientes para aumentar o acesso e melhorar a qualidade do novo Plano Nacional de Educação – o PNE. O documento adverte que o valor é distante daquele indispensável ao financiamento das necessidades, mas reconhece que houve aumento real. Segundo o estudo, entre mil 995 e dois mil e nove, os governos federal, estaduais e municipais aumentaram os investimentos em educação de 73 bilhões e 500 milhões para 161 bilhões e duzentos milhões de reais. Ou seja, em quinze anos, houve um crescimento reais de 119 vírgula 4 por cento, o equivalente a 5 vírgula nove por cento ao ano. Mesmo assim, segundo o IPEA, é preciso encontrar outras fontes de financiamento. O estudo apresenta cinco possibilidades: incremento no financiamento tributário; uso de recursos do pré-sal; utilização da folga orçamentária, proveniente da redução de despesas com juros; captação de recursos; e a melhoria e recomposição do gasto público em educação. Para o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a política de financiamento deve ser estruturada a partir do planejamento de ações com a participação dos diversos setores da sociedade envolvidos com a educação
Reportagem Juliana Campos

Governadora Roseana assina convênio de R$ 5 milhões para obras de pavimentação em Imperatriz

Sorridente, Roseana deu mais uma prova de que não administra com rancor
A governadora Roseana Sarney e o prefeito Sebastião Madeira assinaram, na manhã desta quarta-feira (14), na Câmara Municipal de Imperatriz, convênio no valor de R$ 5,252 milhões para realização de obras de pavimentação e drenagem de vias urbanas da cidade.

Para o plenário lotado, Roseana Sarney apresentou uma espécie de prestação de contas das ações do Governo do Estado em Imperatriz. Na área da saúde, destacou o credenciamento de 20 leitos de UTI e manutenção de 60 leitos de UTI neonatal, repasse de R$ 1 milhão à Prefeitura e construção e inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

"Temos trabalhado muito aqui. Só na área da saúde, o governo fez investimentos mensais de R$ 5.981.666,67, enquanto o SUS (Sistema Único de Saúde) transfere R$ 4,5 mensais", informou a governadora, dando ainda dados de obras de infraestrutura e outras.

Na área de infraestrutura, a governadora citou obras de pavimentação na Avenida da Liberdade, na Vila Ipiranga; da Rua Rui Barbosa, na Vila Redenção II; Rua Dom Marcelino, na Vila Nova; e a conclusão da ponte de concreto sobre o Riacho do Meio, no Bacuri.

Roseana ressaltou ainda obras em andamento, entre as quais a pavimentação na Rua da Assembléia, na Vila Lobão; da Avenida Getúlio Vargas - da Dom Pedro II ao Entroncamento; e a construção da ponte de concreto sobre o Riacho Bacuri, na Vila Redenção II.

O prefeito Sebastião Madeira declarou que a parceria com o governo tem proporcionado muitos avanços para a cidade. "A governadora Roseana tem trabalhado por Imperatriz, e digo isso com a consciência tranquila", declarou.

Já o presidente da Câmara Municipal, Hamilton Miranda, destacou o compromisso da governadora com Imperatriz e o apoio dos vereadores às ações do Governo do Estado. “Tomamos uma atitude correta em prol do povo de Imperatriz e agora estamos colhendo os frutos, por meio do trabalho da governadora Roseana Sarney. As obras estão ai, para todos”, afirmou.

Presentes vereadores como Hamilton Miranda (PSD); Francisco das Chagas, o Chagão do PSD; Joel Costa (PMN); Raimundo Roma (PSL); Raimundo Costa (PP); Fátima Avelino (PMDB); Chiquinho da Diferro (PMN); Zé do Crea (PSDB), Luís Gonçalves (PSB); Alberto Sousa (PDT) e José Carneiro, o Buzuca (PSDB). Participaram também os prefeitos Alex Santos, de São Francisco do Brejão; Wellington Pinto, de Vila Nova dos Martírios; e Emiliano Menezes, de João Lisboa.

Acompanharam a governadora Roseana os secretários chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva; de Assuntos Políticos, Hildo Rocha; de Comunicação Social, Sérgio Macedo; de Cultura, Luís Bulcão; e de Políticas Públicas, Israel Ferreira, além do deputado federal Chiquinho Escórcio e o deputado estadual Léo Cunha.

Antes da reunião na Câmara, a governadora teve um encontro com grupo de dirigentes da Assembléia de Deus. Eles foram abençoar a governadora e pedir mais graças ao seu governo. "Esse é um governo grandioso e fizemos um momento de oração para abençoar as ações do governo", ressaltou o pastor Raul Cavalcante, presidente da Assembléia de Deus de Imperatriz.

De Imperatriz, a governadora Roseana seguiu juntamente com sua comitiva para Grajaú, onde na tarde desta quarta-feira, como compromisso de agenda, inaugurou o Hospital Geral de 50 leitos.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Madeira Contra????

Muitos leitores tem procurado informações acerca do comportamento do prefeito Madeira durante sua fala na reunião com a Bancada Maranhense na Câmara dos Deputados.
A  maioria sem entender o comportamento e a frieza do autor do projeto que durante décadas usou a bandeira do novo estado como campanha eleitoral.
no pronunciamento diante dos 13 deputados federais e um senador, Madeira simplesmente jogou um balde de água fria nos presentes ao criticar a campanha e a pressa de aprovar o plebiscito.
Para Madeira não se pode autorizar a consulta popular por aprovar.
Ele teme que na campanha de convencimento sobre o voto, seja derrotado o sim.
Todos os deputados e os presentes ao encontro foram totalmente contrários e reafirmaram que deve sim, ser aprovado o plebiscito e deixar a população decidir no voto se quer um novo estado.
Perdeu um bom momento para ficar calado ou reafirmar que o projeto continua sendo sua bandeira e não apenas para se eleger.

Empresários esperam aumento de vendas

Pesquisa do Serasa Experian de Perspectiva Empresarial, divulgada nesta quinta-feira, revela que cinquenta e cinco por cento dos empresários brasileiros esperam aumento do faturamento no Natal deste ano, em relação ao de 2010. De acordo com levantamento, trinta e um por cento acreditam que vão repetir o desempenho do ano passado e quatorze por cento acham que vai haver uma queda nas vendas. De acordo com a sondagem, feita entre os dias 16 e 24 de novembro, para vinte e seis por cento dos empresários, o consumidor vai gastar, em média, até cinquenta reais. Trinta e nove por cento deles acreditam que os presentes de natal vão ficar na faixa de cinquenta e um a cem reais. Para vinte e dois por cento dos empresários o valor vai subir, ficando entre cento e um a duzentos reais, e treze por cento acreditam que o consumidor vai gastar, em média, mais de duzentos reais na compra de presentes. A Pesquisa Serasa Experian de Perspectiva Empresarial mostrou, também, que os produtos mais procurados no Natal deste ano, vão ser roupas, sapatos e acessórios. Segundo a Serasa, por causa do endividamento maior da população, com inadimplência e juros altos, o consumidor procura produtos com maiores opções de preços, como é o caso de vestuário e perfumaria. A expectativa dos empresários é de que quarenta e nove por cento das compras sejam feitas à vista, quarenta e dois por cento esperam o pagamento em dinheiro e vinte e cinco por cento, no cartão de crédito.

Auxilio financeiro

Os jogadores campeões mundiais de cinquenta e oito, sessenta e dois e setenta poderão receber auxílio-financeiro mensal do governo. Esse é um dos itens previstos no projeto da Lei Geral da Copa, que está sendo analisado na Câmara dos Deputados. De acordo com a proposta, o objetivo da medida é garantir uma ajuda aos titulares e reservas das campanhas do tri, em dificuldades financeiras. O relatório do projeto, apresentado nesta semana na comissão especial criada para analisar a Lei Geral da Copa, observa que, durante o cinquentenário do primeiro Mundial conquistado pelo Brasil, foi constatado que vários dos ex-jogadores vivem em condições indignas. Segundo o projeto, o pagamento desse auxílio deve respeitar o teto do Regime Geral da Previdência, que hoje é de três mil seiscentos e noventa e um reais e setenta e quatro centavos e os recursos sairiam do Tesouro Nacional e do Orçamento do Ministério do Esporte. Além desse auxílio, existe a previsão do pagamento de um prêmio para os heróis brasileiros. Outra medida prevista no projeto da Lei Geral da Copa é a criação de campanhas sociais, durante a Copa das Confederações e a Copa do Mundo, como explica o relator da proposta, o deputado federal, Vicente Candido, do PT de São Paulo.

Léo Cunha acompanhará operação que visa evitar desastre ambiental na Baía de São Marcos.

Preocupado com a ameaça de um possível desastre ambiental na Baía de São Marcos, em São Luis, devido a rachaduras no casco do navio cargueiro Beijing, o deputado Léo Cunha (PSC), presidente da Comissão do Meio Ambiente da Assembléia, já esta se articulando com os demais membros da comissão para acompanhar junto com o IBAMA e a SEMA todas as medidas que estão sendo tomadas a fim de evitar que a poluição ocorra.

A embarcação Vale Beijing que é um dos maiores navios cargueiros do mundo, apresenta duas rachaduras, o que comprometeu seu equilíbrio e proporcionou que sua parte traseira afundasse, ameaçando que o cargueiro se rachasse ao meio e jogasse toda a carga de minério, 260mil toneladas no mar, ocasionando um acidente ambiental sem precedentes no Maranhão.

Inicialmente a embarcação estava ancorada no terminal marítimo da Ponta da Madeira, de propriedade da Vale, onde estava sendo carregada de minério para posteriormente seguir rumo a Holanda. Logo depois de detectado o risco de afundamento, o cargueiro foi rebocado para uma área mais profunda, na Baía da São Marcos, onde deverá receber reparos.

Léo Cunha explicou que uma vez lançado ao mar, o Minério causaria a destruição de vários ecossistemas da Baía de São Marcos, o que, segundo ele, seria uma verdadeira “tragédia ambiental.” Por isso, logo que tomou conhecimento da situação, o deputado imediatamente articulou-se para acompanhar todas as medidas que estão sendo tomadas pelas empresas responsáveis pela embarcação, como forma de garantir que os envolvidos não poupem esforços para evitar um desastre ambiental.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Economia fica estagnada no 3º trimestre de 2011, aponta IBGE

O principal motivo foi a queda da atividade na indústria e em serviços

De acordo com o balanço divulgado, nesta terça-feira, pelo IBGE, a economia brasileira ficou estagnada no terceiro trimestre de 2011, em comparação com o desempenho no trimestre anterior. O principal motivo foi a queda da atividade na indústria e em serviços. Segundo o levantamento, o crescimento do PIB, Produto Interno Bruto, que significa toda a riqueza gerada no país, ficou em zero por cento no período. Em valores reais, o PIB ficou acima de um trilhão de reais. Neste tipo de comparação, ou seja, trimestre contra trimestre, este foi o pior resultado, desde o primeiro trimestre de 2009, o ano da crise global, quando o PIB caiu um vírgula sete por cento em relação ao quarto trimestre de 2008. Mas, de acordo com o IBGE, o resultado está de acordo com as estimativas dos analistas, que oscilava da queda de zero vírgula trinta por cento à expansão de zero vírgula sessenta por cento para o PIB deste ano. O destaque positivo no período foi a agropecuária, com aumento de três vírgula dois por cento. Já os setores de indústria e serviços tiveram variações negativas de menos zero vírgula nove por cento e menos zero vírgula três por cento, respectivamente.

Reportagem, Juliana Costa

Projetos da Cemar são apresentados na plenária da ACM

Investimentos, melhorias operacionais, modernização e universalização da oferta de energia no Maranhão. Esses são os pontos que deverão ser abordados pelo Diretor de Planejamento e Relações Institucionais da CEMAR, José Jorge Leite Soares e pelo gerente de planejamento, José Carlos Alves do Nascimento, na sessão plenária da Associação Comercial de hoje (07).



Além da apresentação institucional da CEMAR, os executivos deverão abordar também o projeto ECOCEMAR, cujo objetivo consiste na troca de resíduos recicláveis por bônus na fatura de energia elétrica, com destinação organizada do material à indústria de reciclagem.



Para o presidente Haroldo Jr, trata-se de uma oportunidade para intercâmbio e para que os associados possam conhecer detalhes sobre como opera a concessionária e as melhorias que estão sendo programadas no atendimento ao consumidor, além de planos de expansão, sobretudo neste momento em que se anunciam novos empreendimentos no Maranhão.

Agência do Sine de Açailândia em novo prédio

A Agência do Serviço Nacional de Emprego (Sine), de Açailândia, está funcionando em novo endereço, localizado à Rua Pau d’Arco, s/n – Jardim Glória II. Passou a integrar o Centro de Capacitação do Trabalhador, ligado à Secretaria Municipal de Indústria e Comércio de Açailândia. O prédio foi entregue à população, sexta-feira (2) pelo prefeito Ildemar Gonçalves, acompanhado do secretário de Trabalho e Economia Solidária, José Antônio Heluy, gestor do Sine no Maranhão.

Com a entrega do prédio, o atendimento da Agência do Sine passa a funcionar em horário integral, das 8h às 18h. Para participar dos cursos de qualificação oferecidos pelo Centro, o trabalhador precisa fazer sua inscrição no local.

O prédio conta com salas de aula para capacitação de trabalhadores na área de construção civil, comércio e informática, além de um telecentro com mais de 40 computadores, que irão complementar a formação dos trabalhadores atendidos e ainda responder às demandas da comunidade.

O complexo também inclui a sede da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio. A capacidade de atendimento da Agência do Sine também dobrou, com instalações que procuram manter o conforto e o bem-estar dos trabalhadores atendidos. Os serviços do Sine continuarão sob a supervisão e gestão da Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária (Setres).

De acordo com José Antônio Heluy, a inclusão do Sine num complexo de capacitação profissional é o modelo ideal para os serviços oferecidos pelo Sistema Público de Trabalho. “A Prefeitura de Açailândia está de parabéns pela iniciativa de agregar todos os serviços ao trabalhador num mesmo local. Facilita muito o processo de encaminhamento para o mercado porque quem chegar ao Sine sem qualquer qualificação que o habilite para uma vaga, vai poder receber essa capacitação imediatamente”, elogiou.

Para o prefeito Ildemar Gonçalves, a concretização do complexo é um investimento que a prefeitura está fazendo nos trabalhadores de Açailândia. “Nossa região tem sido beneficiada com investimentos e empreendimentos de todos os cantos do Brasil e nada mais justo do que preparar nossos moradores para ocupar as vagas de emprego que estão chegando por aqui”, assinalou o prefeito.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

PREVENÇÃO: Mapa da Dengue no Brasil

Dos 561 municípios pesquisados, 48 estão em situação de risco, 236 em alerta e 277 apresentam índice satisfatório. LIRAa orienta as ações de controle da doença

O resultado do LIRAa 2011 (Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti) revela que 48 municípios brasileiros estão em situação de risco para ocorrência de surto de dengue. O mapa, que permite identificar onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito transmissor foi realizado entre os meses de outubro e novembro deste ano, pelo Ministério da Saúde, em parceira com as secretarias municipais de saúde. Nos municípios em situação de risco, mais de 3,9% dos imóveis pesquisados apresentaram larvas do mosquito. Ao todo participaram 561 cidades.

Confira:

O mapa do LIRAa

Na manhã desta segunda-feira (5), ao apresentar os resultados do LIRAa 2011, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, explicou que o estudo é uma espécie de fotografia que permite ao Ministério da Saúde conhecer a situação da dengue em todo o país. “As cidades que estão em situação de alerta, não podem baixar a guarda: ao contrário, devem intensificar suas ações. Já os municípios em situação de baixo risco podem migrar para uma grande epidemia”, alertou.

Para ele, o LIRAa é um instrumento fundamental para orientar as ações de controle, pois possibilita que os gestores locais de saúde antecipem as ações de prevenção. O ministro reforçou que os dados do levantamento não significam que a situação não possa ser revertida. “Um determinado município, que apresenta situação de risco, poderá mudar este cenário com a intensificação das medidas nas áreas de maior risco”, destacou Alexandre Padilha.

O Ministério da Saúde acompanhará de perto a evolução da dengue nos estados e municípios. O mapa revelou que 4,6 milhões de pessoas vivem em áreas de risco para epidemia de dengue. “Além do sistema de vigilância convencional, contamos, a partir de agora, com o Observatório da Dengue, mais uma ferramenta que irá nos ajudar no monitoramento da doença por meio das redes sociais”, ressaltou o ministro.

A nova avaliação aponta, ainda, que 236 cidades estão em alerta (com índice entre 1% e 3,9%) e 277 possuem índice satisfatório, abaixo de 1%.

Os municípios em situação de risco, incluindo três capitais - Rio Branco (AC), Porto Velho (RO), Cuiabá (MT) - estão localizados em 16 estados brasileiros: quatro na Região Norte; sete no Nordeste ; três no Sudeste; um no Centro-Oeste e um na Região Sul. (veja tabela abaixo).

ALERTA

Entre as capitais em situação de alerta, destacam-se Salvador, com índice de infestação de 3,5%; Recife (3,1); Belém (2,2); São Luis (1,6%); e Aracaju (1,5%). Fortaleza e Natal, que no ano passado estavam em estado de alerta, passaram para situação considerada satisfatória, com índices de infestação de 0,9 e 0,8, respectivamente.

Neste ano, o LIRAa foi ampliado para 561 municípios, um acréscimo de 53% com relação a 2010, quando foi realizado em 427 cidades. O levantamento passará a ser feito, pelo menos, três vezes ao ano. A medida tem como objetivo possibilitar que as comunidades conheçam os lugares mais críticos.

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, explicou que o LIRAa possibilita aos gestores municipais atuarem de forma mais eficaz para a eliminação dos criadouros de mosquitos nos locais identificados de maior incidência. Essa ação, segundo ele, também pode ser desempenhada, com sucesso, pela própria comunidade.

“Para remover os focos do mosquito transmissor não é preciso usar tecnologia. É preciso, apenas, a adoção de medidas simples, que qualquer pessoa pode utilizar em suas casas”, observou o secretário, durante a apresentação dos resultados do LIRAa 2011.

Comissão vai a Belém discutir paralisação de obras no rio Tocantins

A Comissão de Viação e Transportes vai realizar debate em Belém (PA) sobre a paralisação das obras da Hidrovia Tocantins-Araguaia e de derrocamento do Pedral do Lourenço, no rio Tocantins (PA). Ainda não há data marcada.

O deputado Lúcio Vale (PR-PA), que sugeriu o debate, afirma ser lamentável a saída desses projetos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo ele, uma das soluções sempre apontadas para os problemas de logística de transporte do País é “o incremento do transporte aquaviário, por ser este, dentre todos os modais de transporte, o menos oneroso, o mais eficiente e aquele que menos impactos causa ao meio ambiente”.

As obras, afirma Vale, estavam “em vias de ser iniciadas” e garantiriam o transporte de embarcações de grande porte na hidrovia de 2.794 quilômetros. “Essa hidrovia será uma importante alternativa ao escoamento da produção e de insumos, interligando o centro-oeste brasileiro ao sul do Pará”, defende o deputado.

Estudo confirma papel relevante dos avós na evolução da espécie humana

Avós amorosos deram aos seres humanos vantagem evolutiva de sobrevivência sobre as demais espécies, dizem cientistas

Os seres humanos são praticamente a única espécie animal a contar com avós envolvidos na vida dos netos. Uma pesquisa de suíços e australianos, que analisou estudos anteriores de todo o mundo para definir o papel dos avós, destaca como fundamental o papel dos avós no início da vida. O estudo foi publicado na mais recente edição do Psychological Science, publicação da APS, Association for Psychological Science.

Segundo um dos autores da pesquisa, David Coall, da Universidade Edith Cowan, os avós têm um papel muito relevante na história da vida humana, que só é compartilhado com uma ou duas outras espécies, tais como algumas baleias.

“Os avós, nas sociedades industrializadas, investem uma quantidade significativa de tempo e dinheiro em seus netos”, diz o pesquisador. E cuidar dos netos enquanto os pais estão no trabalho, fornecendo recursos financeiros e apoio emocional, são apenas algumas das muitas maneiras pelas quais os avós expressam seu amor pelos netos.

Depois de examinar diversas evidências das tradicionais sociedades humanas, os pesquisadores chegaram à conclusão de que a presença dos avós pode aumentar substancialmente as chances de uma criança sobreviver durante a infância.

Seu apoio prático e financeiro ajuda a manter os jovens em forma e saudáveis, enquanto seu amor e capacidade de escuta ajudam crianças e adolescentes a passarem por períodos difíceis, como o divórcio de seus pais.

Vários estudos têm relacionado avós com a sobrevivência da espécie. Por exemplo, uma análise dos registros da Finlândia revelou que crianças, cujos avós ainda eram relativamente jovens, quando eles nasceram, apresentavam uma probabilidade de viver mais tempo do que crianças com avós mais idosos. E neste processo, os avós maternos são particularmente importantes. Eles produzem o segundo nível mais alto de cuidados das crianças, seguido pelos avós paternos.

Ainda segundo os pesquisadores, os avós também se beneficiam muito da convivência com os netos, pois os avós que tomam conta de seus netos apresentam uma maior probabilidade de manterem-se fisicamente ativos, nos anos seguintes.

O papel dos avós na família

A importância da mutualidade da relação entre avós e netos foi reconhecida sobretudo durante a década de 80 e, desde então, o interesse sobre a avosidade cresceu consideravelmente. Dentre os fatores que contribuíram para esta situação, está o aumento na expectativa de vida, o que tem levado a maior tempo de permanência dos indivíduos na função de avós.

O século XXI será o século dos avós. Entre os americanos, cerca de 50% tornam-se avós entre 49 e 53 anos, passando de 30 a 40 anos exercendo este papel. Na França, cerca de 80% das avós têm mais de 65 anos e 50% delas tornar-se-ão bisavós, enquanto em torno de 20% das mulheres com mais de 80 anos já são tataravós.

Na Inglaterra, quase metade da população tem netos, sendo que 25% do grupo são os principais cuidadores dessas crianças, passando, em média, seis horas por semana substituindo os pais.

No Brasil, quanto mais elevado o número de filhos, maior é a chance de a mulher acima de 60 anos ter filhos e netos residindo em sua casa. “Por aqui, segundo dados do IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, os avós são cada vez mais responsáveis por cuidar dos netos, uma vez que os pais precisam se dedicar ao trabalho para manter a renda familiar”, afirma a médica Renata Diniz, que dirige a VRMedCare, empresa especializada em cuidados domiciliares na terceira idade.

De acordo com dados dos Indicadores Sociais Municipais do Censo Demográfico 2010, na distribuição das pessoas residentes, destaca-se a importância dos netos (4,7%) um contingente mais expressivo que o de outros parentes ou conviventes, revelando a existência de uma convivência intergeracional no interior das unidades domésticas brasileiras.

Importância dos netos para os avós

“Estar perto de filhos ou netos têm efeitos extremamente positivos - tanto emocional quanto fisicamente - sobre a saúde dos pais idosos. Netos que rotineiramente vivem em torno de seus avós idosos irão notar mudanças em sua saúde com mais facilidade, incentivando-os a procurar um médico mais cedo”, afirma a médica Vanessa Morais, que também dirige a VRMedCare, empresa especializada em cuidados domiciliares na terceira idade.

"Se a família e os entes queridos estão por perto criam uma rede de apoio favorável à permanência do idoso em casa, mesmo quando este está enfermo. Na ausência de familiares, o mais freqüente é a internação hospitalar, geralmente, de longa duração”,diz Vanessa Morais.

CONTATO:
Site: http://www.vrmedcare.com.br/site/
E-mail: atendimento@vrmedcare.com.br
Siga-nos: http://twitter.com/#!/vrmedcare
Facebook: http://www.facebook.com/vrmedcare
Nosso canal de videos: http://www.youtube.com/user/vrmedcare#p/u

Governadora Roseana agradece apoio do Exército Brasileiro


Governadora Roseana em audiencia com Militares
 A governadora Roseana Sarney recebeu nesta segunda-feira (5), no Palácio dos Leões, o general da 10ª Região Militar de Fortaleza, Gomes de Matos, e o comandante do 24º Batalhão de Caçadores, Coronel Flávio Peregrino, além de outros oficiais. Ela agradeceu o apoio do Exército na garantia da segurança aos maranhenses durante o período de paralisação dos policiais militares e bombeiros.

“Agradeço em nome do povo do Maranhão o apoio incondicional do Exército Brasileiro, que se somou aos homens da Força Nacional e aos policiais que não aderiram à paralisação, garantindo a tranqüilidade e segurança de nossa população”, declarou Roseana Sarney.

Presentes ao encontro, o presidente do Senado, José Sarney, os secretários Aluísio Mendes (Segurança), João Alberto de Sousa (Programas Especiais), Sérgio Macedo (Comunicação) e José de Ribamar Vieira (Gabinete Militar).

No encontro, o general Gomes de Matos oficializou a escolha da governadora Roseana Sarney para receber dia 19 de janeiro de 2012 a condecoração do Mérito Militar.

Acompanharam o general Gomes de Matos e o comandante geral do 24º BC, Flávio Peregrino, o tenente coronel Charles Moura, coronel Medeiros Filho e coronel Ribeiro.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Candidato a presidência do Sinrural quer atrair pequenos, médios e grandes produtores rurais

A principal meta do candidato a presidência do Sinrural, pela chapa União Rural, Ribamar Cunua Filho, o Ribinha Cunha, informou esta semana após registrar-la que pretende caso seja eleito fazer com que o sindicato seja aberto para toda classe ruralista,independente da sua participação no setor.

“Precisamos fazer com que os produtores rurais, tenham no sindicato seu aporte em todos os sentidos. Não podemos discriminar nenhum deles, seja de gado, ovinos, suínos, pisicultura, caprinos, enfim, em todos os setores da produção rural”.
A chapa União Rural foi registrada com os seguintes membros e cargos:

PRESIDENTE Ribamar Cunha Filho
VICE-PRESIDENTE - CEL Ventura
1º SECRETÁRIO Gesse Leite
2° SECRETÁRIO Gladstone Pimenta
1º TESOUREIRO Franciscano
2° TESOUREIRO Edson Jr.

CONSELHO FISCAL

João Barbudo
Osvaldo Milhomem
Roberto Honório
Thiago Lopes
Fernando Vaz
Ribamar Cunha

DIRETORIA ESPECIAIS

NEGÓCIOS - Jurandir Carvalho e Enriquinho
JURÍDICA - Afonso Danda
AMBIENTAL- Mauroni Cangussú
CORTE - JB Carneiro
LEITE - Paulo Curado
AGRICULTURA - Guilherme Maia
EQUESTRE - Evando Jr., Kiko e Eli Marinho
OVINOS / CAPRINOS Carlos Cangussú e Jurandir Carvalho
INFRA-ESTRUTURA E PATRIMÔNIO – Renato Fernandes e Luis Salani
EVENTOS, MARKETING E COMUNICAÇÃO Macélio Cangussú e Laio Maia
PISCICULTURA Esmeraldo

Léo Cunha indica melhorias para os municípios de Governador Edison Lobão e Imperatriz

Atendendo solicitação do jornalista William Marinho, o deputado estadual Leo Cunha entrou com requerimento na Assembléia Legislativa, denunciando e cobrando melhorias na Escola Francisco Fiim no município de Edison Lobão.
Localizada no Povoado Bananal, no município de Governador Edison Lobão, a escola estadual Francisco Fiim, necessita ser totalmente reformada, conforme informou o deputado Léo Cunha (PSC), em indicação protocolada na Assembléia Legislativa. O pedido do deputado será encaminhado á governadora Roseana Sarney (PMDB), para que a obra seja executada com urgência.

O parlamentar ressaltou que o centro de ensino encontra-se em total estado de abandono, precisando passar por uma reforma completa em toda a sua estrutura física, incluindo-se ai a construção de um muro, a fim de proteger a escola da ação de vândalos que oferecem risco a depredação do patrimônio público.

Em outra indicação, o deputado também solicitou que a governadora autorize a construção de uma quadra poliesportiva na mesma escola. O deputado enfatizou que a construção da quadra irá incentivar a prática de esporte, propiciando uma melhor qualidade de vida aos alunos que ali estudam.

Obra para Imperatriz

Para o município de Imperatriz, o parlamentar solicitou que o governo disponibilize recursos a fim de viabilizar a perfuração de um poço artesiano, no bairro São João. Para justificar o pedido ele informou que essa comunidade está em estado de calamidade, pela falta d’água.

O deputado ressaltou que, sem água suficiente para consumir e realizar higiene pessoal, os mais de três mil moradores, do Bairro São João, ficam expostos a contraírem várias doenças. Uma situação, que segundo Léo Cunha, “é muito preocupante, pois coloca a saúde dessa comunidade em risco”.

As três indicações do deputado foram protocoladas nessa semana e deverão ser publicadas no diário oficial da Assembléia, tão logo a Casa retorne ás suas atividades normais, paralisadas devido á greve dos policiais militares e bombeiros.

O parlamentar acredita que o governo atenderá suas solicitações, por se tratarem de necessidades básicas da população, que são educação e saúde: “vamos aguardar que o Poder Legislativo retorne a normalidade e encaminhe tão logo nossas indicações, a fim de que sejam recebidas pela governadora que deverá autorizar a execução dessas obras” disse.

Câmara promulga lei que restringe circulação de veículos pesados em São Luís

Os vereadores de Imperatriz, bem que poderiam seguir o exemplo da capital e aprovar matéria igual para tentar pelo ao menos reestabelecer a normalidade no transito de nossa cidade. Está tudo aí a disposição dos nobres edis.
Promulgado pela Câmara Municipal de São Luís, o projeto de lei nº 010/2011, de autoria do vereador Chico Viana (PSDB), que restringe a circulação de veículos pesados na zona urbana de São Luís e dá outras providências. O artigo 1º da agora lei proíbe caminhões, carretas e similares a circularem na cidade de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 20h e aos sábados, das 8h às 13h.
Segundo o vereador Chico Viana, a criação desta lei se deu em razão aos apelos da população, que já enfrenta problemas diários no trânsito da cidade. Além do aumento da frota de veículos pesados, que contribui para deixar o trânsito de São Luís cada vez mais congestionado.
Já o primeiro parágrafo da norma, excetua-se da proibição a circulação do material transportado que se caracteriza de urgente necessidade e que sua falta pode causar danos irreparáveis à população.

Além disso, o parágrafo segundo estabelece que os proprietários de veículos pesados deverão requerer, previamente, junto a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), a expedição do cartão que autoriza a livre circulação nas vias de São Luís.

Multa pecuniária – O artigo segundo desta lei prevê, em consonância com o artigo 187 da lei Federal nº 9.503/97, que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), uma infração média, culminando em multa pecuniária no valor de mil reais (R$ 1.000,00), a cada ocorrência, além da pontuação pertinente na carteira de habilitação. E o artigo terceiro solicita à SMTT ampla divulgação da proibição da circulação de veículos pesados nas vias do Centro da cidade.

Negociação não é imposição; greve dos militares poderia ter acabado ontem

A greve dos PMS e do Corpo de Bombeiros perdeu a oportunidade de ser encerrada hoje. Como desejava o coronel Ivaldo Barbosa, um dos militares mais importantes pelo equilíbrio e sensatez do movimento, os manifestantes iriam dormir em suas casas, na noite de hoje. Um sonho que deveria se transformar em realidade. Era o fim da greve tão almejada por eles e, principalmente, pela sociedade, e uma derrota da insensibilidade do governo.

Mas a intransigência falou mais alto. Faltou raciocínio lógico e maturidade para que a manifestação paredista chegasse ao final vitoriosa. A tropa não tem culpa.

Ora, quem quer negociar não pode impor 100% do que pretende. Negociação, em hipótese alguma, significa imposição. Do contrário, melhor seria nem sentar à mesa.

O Governo do Estado, após relutar, flexibilizou e cedeu. Primeiro acatou as propostas de anistia, de não retaliações ou punições aos grevistas. Já era uma vitória.

Agora, já no início da noite de hoje, conforme informações prestadas ao blog por um deputado verdadeiramente oposicionista, o governo aumentou de 10% para 19% o reajuste de 30% das perdas salarias reclamadas pelos grevistas. E mais: 10% em 2012 e 10% em 2013.

Quem luta por um reajuste salarial de 30% não pode radicalizar se os índices não chegam aos pleiteados. É uma negociação.

Seria o grande momento de fechar o acordo já, com mais da metade da conquista almejada. Para quem pretendia punir com deserções (expulsões), descontos na folha dos dias parados, o não recebimento do décimo terceiro salário.

Mas a questão salarial emperrava o acerto. Pior se o outro lado oferecesse apenas menos ou a metade do que queriam os grevistas.

Mas existe uma explicação para o caso. O comando da greve local virou nacional. Existe um movimento, que começou exitoso no Tocatins, desembocou no Piauí e agora deve se alastrar em diversos outros estados para pressionar a presidente Dilma Rousseff a colocar na pauta do Congresso a PEC 300, que unificará os salários dos militates em todos o país, com soldos de até R$ 3,9 mil.

Nada contra. O militar tem, sim, de ganhar, bem. Afinal, exerce uma função fundamental; até porque mantém a segurança do nosso lar e de nossas vidas, expondo sua própria existência.

Mas querer que a PEC 300 seja logo implantada no Maranhão, antes de ser aprovada no Congresso Nacional – até que seria um grande avanço – pode resultar inicialmente em prejuízos para manifestações locais.

Creio que o movimento perdeu o time de devolver, hoje à noite, militares cansados, estressados, ansiosos e impacientes, aos seus lares, ao convívio familiar, e, amanhã, ao trabalho. Mas nada que não possa ser reavaliado os próximos passos.

E o blog, assim como tem se colocado desde o início da greve, que tem sido ordeira e pacífica, continuará registrando e analisando as manifestações favoráveis à luta por melhores condições de vida e de dignos salários.
* Luis Cardoso

domingo, 27 de novembro de 2011

Elucidado

A Policia Civil já elucidou o crime na qual foi vitima o jovem Sandes.
O crime foi desvendado e falta detalhes para que sejam anunciados o desfecho.
Para evitar que os suspeitos possam sumir, está sendo mantido sigilo nas investigações.
E mais, vai surpreender muitos o desfecho final sobre o caso.
Tem gente grande sendo investigado e a PC não descansa.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Frentes pró novos estados do Pará, tem maiores arrecadação

A divulgação da segunda parcial das prestações de contas das frentes de campanha para o plebiscito no Pará demonstra a disparidade no volume arrecadado entre os que são favoráveis à divisão e os que são contra. As duas frentes que defendem a criação dos estados do Tapajós e Carajás já arrecadaram juntas R$ 1,322 milhões, enquanto as que defendem o estado unido conseguiram pouco mais de R$ 242 mil, ou um quinto do arrecadado pelos que querem a divisão.

A maior parte da arrecadação dos adeptos do “sim” é oriunda de doações de empresários, sendo que o principal volume de recursos é da região do Carajás: ao todo R$ 946 mil, sendo R$ 816 de doações de pessoas jurídicas e R$ 130 de pessoas físicas. O Tapajós arrecadou um total de R$ 375 mil, sendo R$ 317 mil de pessoas jurídicas e R$ 58 mil de pessoas físicas.

A receita das duas frentes contrárias à divisão do Estado, por sua vez, demonstra que a frente contra a divisão do Tapajós conseguiu arrecadar pouco mais de R$ 39 mil, sendo o maior volume oriundo de comercialização de bens ou realização de eventos, num total de R$ 28,6 mil. As doações de pessoas jurídicas contra o Tapajós somam apenas R$ 4,9 mil e de pessoas físicas R$ 5,7 mil.

DOAÇÕES

Já os que são contrários à criação do Estado do Carajás conseguiram arrecadar cerca de R$ 202 mil, sendo a maior parte de doações de empresários, num total de R$ 156 mil. As pessoas físicas doaram R$ 20 mil e a comercialização de bens ou realização de eventos arrecadou R$ 26,3 mil.

As campanhas favoráveis à divisão ainda não prestaram contas das despesas, o que deverá ser feito apenas no balanço final, a ser entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Já as duas frentes que são contra a criação dos dois novos estados concentraram seus gastos, principalmente na produção de materiais impressos e na contratação de carros de som.

O teto de despesas estipulado pelo TSE é de R$ 10 milhões para cada frente, o que poderia implicar em um gasto total de R$ 40 milhões.

As prestações de contas estão disponíveis para consulta no site do Tribunal Superior Eleitoral. É possível visualizar as prestações de contas parcial das frentes plebiscitárias favoráveis e contrárias ao desmembramento do Estado do Pará.

As frentes tiveram até o último dia 11 para apresentar os números à Justiça Eleitoral. As primeiras prestações de contas foram apresentadas pelas frentes no dia 11 de outubro e também está disponível para consulta no site do TSE. A prestação final deve ser apresentada ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará até o dia 10 de janeiro de 2012.

O plebiscito está marcado para o próximo dia 11 de dezembro e tem a finalidade de consultar todos os eleitores paraenses acerca do desmembramento ou não do Estado para a criação de duas novas unidades da Federação: Tapajós e Carajás. O resultado da votação será encaminhado ao Congresso Nacional, que terá a palavra final sobre a criação ou não dos Estados, que depende da edição de lei complementar, conforme prevê a Constituição.

ONDE CONSULTAR
As prestações de contas da campanha podem ser conferidas no site www.tse.jus.br.
DEFENDEM A DIVISÃO
As duas frentes que defendem a criação dos Estados do Tapajós e Carajás já arrecadaram juntas R$ 1,322 milhões.
CONTRA A DIVISÃO
As duas frentes que defendem o Pará unido conseguiram pouco mais de R$ 242 mil, um quinto dos que querem a divisão.
fonte: http://wagnerdiass.blogspot.com/

Despesas

Por nada não..
Mais onde foram gastos os quatro mil reais do jogo entre combinado e deputados federais?
E será que a prefeitura e Cãmara não poderiam terem assumidos estas despesas?
Onde foram mesmo que as duas instituições entraram na realização do evento?
São por estas e outras, que o o prefeito Madeira fica ruim na foto com o povo.

Segura, meninos que ela vem com tudo.Gleide Santos é elegível

São Luis - Na ultima quarta-feira, dia 16/11, o Juiz da 3º Vara da Fazenda Pública, da capital do Estado, o  José Jorge Figueiredo dos Anjos, concedeu sentença favorável a ex- prefeita de Açailândia, Gleide Lima Santos, no processo em que a ex-prefeita movia contra o TCE, pedindo a anulação do parecer do Tribunal que ensejou a reprovação das contas na mesma na câmara municipal de Açailândia,


Com a sentença as contas da ex prefeita retroage ao status quo de antes da análise, portanto, se não existe o parecer técnico do TCE a sessão da câmara municipal de Açailândia que reprovou suas contas também deixa de existir. Deixando a mesma apta a concorre no pleito eleitoral do ano que vem. Isto porque, nova analise por parte do TCE, deverá ocorrer depois das eleições municipais do ano que vem.

Resumo da decisão:

“ANTE AO EXPOSTO, em desconformidade com o parecer do Ministério Público, JULGO PROCEDENTE o pedido constante na inicial, com base no art. 269, I, do Código de Processo Civil, para que o Requerido, através do Tribunal de Contas do Estado, proceda a uma nova análise técnica da prestação de contas do exercício financeiro de 2003 da requerente, obedecendo as leis e legislação competente, dentro do prazo Constitucional vigente, com razoável duração do processo, produzindo, assim, novo julgamento, oferecendo a autora o direito a ampla defesa e ao contraditório. Sem custas. Fixo os honorários advocatícios em R$ 1.000,00 (um mil reais), consoante o disposto no § 4° do art. 20 Código de Processo Civil. Sentença sujeita à remessa necessária, ex vi do artigo 475, I do Código de Processo Civil. Publique-se. Registre-se. Intimem-se”.
São Luís (MA), 16 de novembro de 2011
Juiz JOSÉ JORGE FIGUEIREDO DOS ANJOS
Titular da 3ª Vara da Fazenda Pública

Hélio Santos Fica e Weverton Rocha vai prestar contas a Justiça

O deputado federal Helio Batista dos Santos acaba de vencer o processo da cassação que o ministério Publico movia contra o parlamentar, o pleno do TRE votou e por 3 votos a favor do deputado e 2 contrários Helio manteve o mandato de deputado para continuar representando o sul do Maranhão no Congresso Federal.

Vale ressaltar que os dois votos dados contrários ao deputado não foram pedindo a cassação e sim uma pena alternativa de três anos de inelegibilidade. Foram votos vencidos.
Se ja estava ruim para o deputado dos rolos, Weverton Rocha, agora ficou pior.
O moço que apostava na queda de Hélio para continuar na Câmara e desta forma ficar imune a prisão, terá que prestar contas mesma à justiça por tudo o que fez no estado.
Pior, o deputado Carlos Brandão, ficou mais delicado, pois, sabedor da confusão que estava próximo de cair sobre a cabeça de Rocha, pediu licença da Câmara por um período de 120 dias, prazo que acreditava que Santos iria para a degolar e o ex-secretário enrolado do Jackson Lago assumiria de vez, fugindo da lei.
Literalmente dançaram e Hélio Santos respira aliviado.

Quer voar mais alto

Deputado Léo Cunha cria debate em torno da reeleição da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa e Consegue derrubar o projeto de antecipação da eleição da mesa diretora na Assembléia.


Conforme informações publicadas em matéria da edição de domingo (06), do jornal O Estado do Maranhão, o deputado Léo Cunha (PSC) tem mantido conversas com os lideres de bancadas da Assembléia Legislativa, a fim de articular sobre o fim da reeleição para a Mesa Diretora da Casa.

Segundo declarações dadas aos colegas parlamentares, pelo próprio deputado, sua intenção é candidatar-se à presidência da Casa, com a finalidade de valorizar a região Sul do Maranhão, a qual é representada por ele na Assembléia.

Morre a esposa de João Claudino

Faleceu na noite desta segunda-feira (21/11) a esposa do empresário João Claudino Fernandes, dona Maria Socorro de Macêdo Claudino, a dona Socorro Claudino, de 74 anos. Ela estava internada no Hospital São Marcos já há alguns meses.

O assunto era tratado de forma delicada pela família. Reservados e discretos, evitavam comentar inclusive com amigos mais próximos sobre o estado de saúde de dona Socorro Claudino. Ela tinha um câncer na medula, considerado raro, e iniciou um tratamento no hospital Sírio Libanês, em São Paulo (SP), há pelo menos cinco meses.
No entanto, os médicos da capital paulista disseram para a família Claudino que nada poderiam mais fazer, pois o câncer estava em estado avançado. Dona Socorro, como sempre fora, resistiu até onde pôde e pediu para ser trazida para Teresina, onde estão esposo, filhos e netos. Ficou no Hospital São Marcos, chegou a ir para UTI, voltou para o apartamento do hospital, mas por volta das 21h voltou para a UTI e após uma recaída não resistiu e faleceu.

QUEM ERA

Dona Socorro Claudino nasceu em 28 fevereiro de 1937 na cidade de Lavras da Mangabeira, no Ceará. Estudou em colégio interno de freiras na cidade do Crato, retornando em seguida para sua cidade Natal onde foi escrivã de cartório, sendo uma das primeiras mulheres da região a exercer a função. Era filha de Vicente Favela Macêdo e de Alayde Aquino de Macêdo e teve 10 irmãos Conheceu o então comerciante João Claudio Fernandes. Casaram-se em 17 de dezembro de 1961 (fariam 50 anos no próximo mês) e mudaram-se para Teresina na década de 70, quando Seu João, como é conhecido o grande patriarca da família Claudino, construiu seu império. O Grupo Claudino hoje inclui mais de dez bem sucedidas empresas, como o Armazém Paraíba, a Houston Bikes, a Construtora Sucesso, o Frigotil, o Teresina Shopping etc. Dona Socorro era empreendedora, mas gostava mesmo era de ajudar as pessoas.

NO HOSPITAL

Cuidava de várias instituições de caridade e era católica praticante, sempre indo às missas do amigo pessoal Padre Tony Batista. Era devota de Santa Edwirges. Deixa o esposo, que é o empresário Seu João Claudino, o homem mais rico do Piauí, deixa cinco filhos, João Vicente Claudino (senador da República), João Marcelo (empresário), João Júnior (empresário), Cláudia Claudino (empresária) e Alaíde Claudino (empresária) e deixa ainda catorze netos. O Hospital São Marcos só confirmou oficialmente a morte de dona Socorro Claudino por volta das 22h. Ela deu entrada na UTI por volta das 19h30 e veio a óbito por volta das 21h30. A família inteira foi até o hospital dar o último adeus à matriarca da família. Seu João ficou o tempo todo no hospital, até a liberação do corpo de dona Socorro. Ele foi para casa desolado, após ter chorado muito, e foi consolado pelo prefeito de Teresina Elmano Ferrer, que era primo dela.

VELÓRIO E ENTERRO

A assessoria de imprensa do Grupo Claudino, ‘Ícone Comunicação’, encaminhou a seguinte nota: “É com imenso pesar que anuncio o falecimento da minha esposa Maria Socorro de Macêdo Claudino. Nós, da família, estamos tomando as devidas providências e em breve será informado o local e o horário do velório e do sepultamento. Neste momento agradecemos as manifestações de pesar e solidariedade”, assina João Claudino Fernandes e família. O velório ocorreu  na casa da família, localizada no bairro Jockey Club, zona Leste de Teresina. No entanto, o espaço foi completamente fechado por seguranças particulares e somente familiares e amigos mais próximos poderiam entrar. A imprensa foi proibida de circular até mesmo pela rua da mansão da família. Nesta terça-feira, às 14h, foi realizada uma missa na Igreja de Nossa Senhora de Fátima. O sepultamento aconteceu às 16h, no cemitério Jardim da Ressurreição. Todas as lojas do Armazém Paraíba ficaram fechadas nesta terça. Funcionários ainda sem saber, foram pegos de surpresa e demonstraram solidariedade à família Claudino.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Gabinete de Gestão Integrada define ações preventivas em caso de paralisação da polícia

Os comandos dos órgãos que integram o Gabinete de Gestão Integrada de Segurança Pública (GGI) do Maranhão participaram de reunião, nesta segunda-feira (21), na sede da Secretaria de Segurança (SSP). Na ocasião, entre outros assuntos, foram discutidos a possível paralisação de policiais militares e bombeiros, que vem sendo anunciada para esta semana, e um planejamento com ações preventivas ao movimento.

O secretário de Segurança, Aluísio Mendes, afirmou crer no diálogo que vem sendo realizado entre governo e policiais, mas ressaltou que os órgãos decidiram tomar providências para garantir tranqüilidade à população em todo o Maranhão. “Não acreditamos que vá acontecer o movimento porque temos uma polícia ordeira, disciplinada. Porém, caso haja necessidade estamos com uma ação articulada para que a população não seja penalizada”, ressaltou Mendes.

Presentes ao encontro representantes dos órgãos comprometidos com a ação planejada e coordenada pela Secretaria de Segurança Pública, incluindo o Exército Brasileiro (24º BC), tenente-coronel Flávio Peregrino; da Aeronáutica, coronel aviador Ricardo Rodrigues Rangel; da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), major Alexandro Aragon; da Polícia Federal no Maranhão, superintendente Cristiano Barbosa; da Polícia Rodoviária Federal, inspetor Almir Alencar; o secretário adjunto de Administração Penitenciária, João Bispo Serejo; a delegada geral da Polícia Civil, Cristina Meneses; além dos comandantes da Polícia Militar, coronel Franklin Pacheco, e do Corpo de Bombeiros, coronel Marcos de Sousa Paiva; e Jones Correia, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

“A partir desse planejamento que envolve instituições como o Exército Brasileiro, a Força Aérea, a Força Nacional, os efetivos da Polícia Civil e até militares comprometidos com a legalidade, teremos condições de prover toda a segurança necessária à população, para que ninguém seja prejudicado caso esse movimento de policiais venha a acontecer”, assinalou o secretário, afirmando que não falaria sobre os números da operação por serem sigilosos.

Bom senso

Aluísio Mendes ressaltou que acredita no bom senso dos militares e bombeiros, que estão cientes do compromisso do Governo do Estado com as categorias. “O governo está finalizando um projeto amplo, que atenderá todo o funcionalismo público, no qual os militares estão incluídos, a ser anunciado em breve. E o governo sempre valorizou essas categorias e vai continuar valorizando”.

O secretário também destacou avanços obtidos pelas categorias durante as negociações. “O governo está negociando há muito tempo e várias melhorias já foram acertadas, como aumento do vale alimentação, que passou de R$ 130,00 para R$ 250,00, entre outras”.

Mendes ressaltou ainda que, em 2009, o Governo do Estado concedeu reajuste médio de 22,7% aos militares, fazendo com que o salário pago no Maranhão seja o sétimo melhor no ranking nacional. Ele elencou conquistas como a redução do interstício de 10 anos para cinco anos da promoção do soldado a cabo PM. Redução do interstício de 8 anos (tempo de serviço) e 6 anos (antiguidade e merecimento) para apenas 3 anos em ambos os casos, para a promoção do cabo a 3° sargento. Redução do interstício de 4 anos para 3 anos, para a promoção do 3° sargento a 2° sargento. A decisão permitiu a efetivação de 3.388 promoções de praças em todas as graduações.

Terceira Via

Embora longe do pleito em Imperatriz os analistas politicos dos pré candidatos a prefeitos precisam começar a observar horizontes maiores em relação ao surgimento de uma terceira via.
É facil prever que a disputa não ficará restrita ao que está se apresentando até o momento.
E se não tomarem cuidados serão surpreendidos.
Esta é apenas uma dica para os sabichões de plantão.
Cuidados para não escorregarem na maionese.
Esta dica é grátis.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

ATAQUES

Tem gente preparando farta munição para atacar o deputado do tudo resolve, Escórcio.
O moço que só não fez ainda o prefeito Madeira cair nas graças da população promete tudo como sem falta, para faltar como sem duvida,.
E por isso mesmo estão preparando nitroclirecina pura contra ele.
Ti segura Escórcio que ainda vem chumbo grosso.

Léo Cunha aproveita feriado para cumprir agenda na Região Tocantina

O deputado Léo Cunha (PSC) esteve durante todo o final de semana e feriado, na Região Tocantina onde cumpriu uma extensa agenda de atividades. Entre elas, ele realizou visitas em vários bairros de Imperatriz, ás obras do presídio em construção na cidade e também, prestigiou a ação social, realizada pelo Exercito, naquele município.

O deputado enfatizou que apesar do feriado, ele não parou de trabalhar, aproveitando-se desse tempo para dá atenção a sua região: “sempre que há uma oportunidade como essa, aproveito para visitar as comunidades, para ouvir nossa população e saber dos seus anseios, pois entendo que, com essa aproximação, é possível direcionar minha atuação na Assembléia, para as prioridades daqui da região” disse.

Entre os bairros visitados pelo parlamentar, está a Vila Conceição I, onde se reuniu com lideranças e recebeu a reivindicação de que solicite junto ao Governo Estadual o asfaltamento de 8 quilômetros, interligando as vilas Conceição I e II á BR-010.

Ainda no sábado o deputado esteve no local onde está sendo construído o presídio, no bairro Vale do Sol, em Imperatriz, a fim de ver de perto o andamento da obra. A casa de detenção contará com 18 celas, tendo no total, capacidade para 250 presos.

No domingo, o parlamentar prestigiou as ações sociais promovidas pela 23ª Brigada de Infantaria do Exercito, no conjunto Vitória, em Imperatriz. A ação denominada: “De mãos dadas com a comunidade,” proporcionou á população, principalmente serviços básicos na área de saúde. Uma iniciativa bastante elogiada por Léo Cunha: “nosso exercito está de parabéns, pela iniciativa, é muito bom ver que o governo federal está empenhado junto com o Exercito Brasileiro, trazendo esse tipo de beneficio aos mais carentes,” disse.

Durante o feriado do dia 15, terça-feira, o parlamentar esteve, acompanhado do presidente do PR, Ribinha Cunha, visitando os bairros da Caema, Santa Inês, Sol Nascente, São José e Ouro Verde. Na oportunidade, a comunidade do bairro São José solicitou a ele, que interceda junto à governadora para que ela autorize a obra de pavimentação asfáltica da Rua 14, que serve de ligação entre aquele bairro e a Vila Macedo. Sobre o pedido o deputado comprometeu-se para já no seu retorno á Assembléia, indicar a obra ao Governo.

Já como parte de sua agenda política, ainda na terça-feira (15), o deputado reuniu-se, na cidade de Campestre, com o pré-candidato a prefeitura municipal, Marcones Ribeiro (PMDB), com alguns vereadores e lideranças com os quais reafirmou seu apoio e compromisso em continuar lutando para levar as melhorias de que os municípios da Região Tocantina necessitam.

Após o ferido, Léo Cunha, que é presidente da Comissão do Meio Ambiente da Assembléia, viajou a Brasília, onde representou o Legislativo Maranhense, no III Seminário de Agro extrativismo no Cerrado, que aconteceu nessa quarta (16) e quinta-feira (17) na capital federal.

TCE-MA CONDENA PREFEITO DE BURITIRANA A DEVOLVER MAIS DE R$ 3 MILHÕES AO ERÁRIO PÚBLICO

O Tribunal de Contas do Estado condenou o prefeito de Buritirana, José Wiliam de Almeida, o “Zé do Mundico” a devolver um total de R$ 3.242.970,47 (três milhões duzentos e quarenta e dois mil e novecentos e setenta reais e quarenta e sete centavos) ao erário. A decisão foi tomada na reunião do Pleno realizada no dia 20 de julho de 2011, e circulou no Diário Oficial do Estado do Maranhão (http://www.diariooficial.ma.gov.br/) na sessão de terceiros no dia 21 de outubro do corrente ano.

Foram desaprovadas as contas do gestor relativas ao exercício de 2007. Do total a ser devolvido, R$ 335.701,28 é referente a gastos irregulares de recursos do Fundeb, R$ 82.972,75 são decorrentes de recursos do Fundo Municipal de Assistência Social, R$ 11.353,97 do Fundo Municipal de Saúde e R$ 2.478.308,81 são decorrentes de Tomada de contas de gestão da administração direta.

Além do débito, foram impostas ao prefeito multas no total de R$ 334.633,66. Dentre as muitas irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, destaca-se: ausência de procedimento licitatório para fornecimento cestas básicas no valor de R$ 54.415,00; notas fiscais usadas na comprovação das despesas que não foram informadas à SEFAZ, no valor total de R$ 82.972,75; alimentos adquiridos em papelaria; pagamento indevido de despesas com o FUNDEB; o percentual gasto com profissionais de magistério (55,51%) ficou abaixo do percentual legalmente exigido (60%), irregularidades no recolhimento de encargos sociais dos servidores e da parte patronal.

O Tribunal de Contas ainda determinou o envio à Procuradoria Geral do Estado e a Procuradoria do Município de Buritirana, em cinco dias, após o trânsito em julgado, cópia dos Acórdãos e demais documentos necessários ao eventual ajuizamento de ação judicial de cobrança das multas aplicadas e débitos. O prefeito ainda pode recorrer da decisão.

Governadora entrega prêmios do sorteio do Viva Nota

A governadora Roseana Sarney presidiu, nesta sexta-feira (18), às 9h30, no Palácio dos Leões, a solenidade de entrega dos prêmios do primeiro sorteio do Programa Viva Nota, realizado em dia 31 de outubro.


Os principais ganhadores são Hélio Silva dos Santos, que receberá o prêmio de R$ 100 mil, e Iolene de Jesus Lobo, que levará R$ 15 mil. Foram sorteados ainda, 4.525 maranhenses para os quais foram distribuídos valores no total de R$ 95 mil. Os próximos sorteios acontecem nos dias 30 de novembro e 26 de dezembro e distribuirão prêmios totalizam R$ 460 mil.

Com o Programa Viva Nota, o governo além da premiação em dinheiro promove a distribuição gratuita de ingressos de futebol e devolução ao consumidor de uma parte do ICMS, que está incluído no preço das mercadorias. O Programa foi instituído pela Lei 9.120/2010.

O objetivo do programa é conscientizar o consumidor de que em todas as compras de mercadorias incide o Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), incluído no preço das mercadorias e, se não for emitida a nota fiscal, o imposto pago pelo consumidor não será recolhido aos cofres do governo, reduzindo as disponibilidades do governo para investimento em obras e políticas públicas para a população

domingo, 13 de novembro de 2011

Quem diria

Declaração dada pelo deputado federal Francisco Escórcio, em São Luis de que se o PMDB não lançar candidato a prefeito ele irá apoiar a reeleição do Madeira deverá provocar criticas dos aliados na cidade.
Isto porque se Ildon não for candidato, partidos aliados como o DEM e PR estarão na disputa.
E também não poderá servir de extensão de todo o grupo sua fala, isto porque todos conhecem sua fama de falar demais e muitas das vezes-maioria- sem pensar.
Na busca por espaço político em Imperatriz, Escórcio tem procurado sombra dentro de quem até pouco tempo eram ferozes adversários do grupo ao que integra.
Coisas que na politica acontece e vai de encontro a famosa frase: Em politica até boi avoa.

sábado, 12 de novembro de 2011

Culpa do PDT e Weverton Rocha

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, atribuiu ao PDT a responsabilidade pelo avião que usou durante viagem ao Maranhão. Segundo reportagem da revista "Veja", Lupi fez uma viagem oficial ao Estado do Maranhão em dezembro de 2009 a bordo de um avião "providenciado" pelo empresário Adair Meira. Ele controla duas ONGs beneficiárias de convênios no valor de R$ 10,4 milhões com o ministério.


Em nota divulgada neste sábado em resposta à revista, o Ministério do Trabalho afirma que Lupi cumpriu "agendas oficiais e partidárias" durante viagem ao Maranhão nos dias 11, 12 e 13 de dezembro de 2009.

E que "os deslocamentos realizados dentro do estado do Maranhão para agendas, parte em veículos de filiados, e parte em aviões de pequeno porte, tipo Sêneca, foram de responsabilidade do Diretório Regional do PDT do Maranhão, do ex-governador Jackson Lago [morto em abri], e do Deputado Federal Weverton Rocha".

"A medida", segundo a nota, "foi tomada para evitar que dinheiro público fosse utilizado nesta agenda".
Ainda segundo a nota, Lupi desconhecia que "seu ex-assessor Ezequiel Nascimento, então Secretário de Políticas Públicas de Emprego do ministério, tenha solicitado avião particular para que ele o acompanhasse nesta agenda".

Ezequiel é quem confirma à revista "Veja" o empréstimo de avião do empresário.

"Importante esclarecer também que o responsável, conforme a revista 'Veja' afirmou, pelo empréstimo do avião, à época não tinha nenhum tipo de relação com convênios do Ministério".

Ainda segundo a nota, Lupi viajou em voo regular de Brasília a São Luís. De acordo com a nota,"a aeronave que acompanhava o ministro Lupi na agenda não se trata de um modelo King Air, conforme a revista 'Veja' afirmou, mas do modelo Sêneca".

A nota não informa os donos dos aviões usados durante a viagem, nem se o empresário acompanhou o ministro durante as atividades oficiais.

O deputado Weverton Rocha (PDT-MA) disse à Folha hoje à tarde, por telefone, que o ministro Lupi não utilizou aviões pertencentes ou sob controle do empresário Adair Meira. Segundo o parlamentar, dois aviões foram utilizados pela comitiva, ambos cedidos, um por um prefeito do interior do Maranhão e outro por uma indústria têxtil.

Rocha afirmou ainda que conhece Meira, mas que não esteve com ele na viagem ao Maranhão. Segundo a revista "Veja", Rocha, o ministro e o empresário estavam num avião que apresentou problemas mecânicos, durante o périplo pelo Maranhão.

O deputado disse ontem à Folha que Meira não estava no avião com problema, e que o aparelho não pertencia ou era controlado pelo empresário. Seria um dos dois Sêneca cedidos para a comitiva, mas o deputado não soube, ontem, apontar com certeza qual dos dois.

IMPERATRIZENSE PARTICIPA DO CONGRESSO LATINO AMERICANO DE CIÊNCIA DO MAR

A oceanógrafa Imperatrizense Bruna Maria Lima Martins, formada pela UFPA, participou em CAMBORIÚ-SC, do XIV Congresso Latino Americano de Ciência do Mar. O evento teve início dia 31/10 e terminou dia 04/11. O congresso reuniu cerca de 2500 especialistas de todo o mundo no balneário Camboriu,em Santa Catarina.Para a realização deste evento foi reservado um dos maiores e mais importantes centro de convenções do Brasil.

O evento teve como objetivo realizar reuniões técnicas-científicas, onde aconteceram debates e discussões sobre assuntos relacionados à Ciência OCEANOGRÁFICA, BIOLÓGICA, Entre outros.

Bruna Maria Lima Martins proferiu a palestra do grupo GEMAM do Pará. Abaixo o trabalho da equipe,

Sessão: Mamíferos, Tartarugas e Aves Marinhas
INTERAÇÕES ENTRE A PESCA ARTESANAL E O BOTOCINZA (SOTALIA GUIANENSIS) NA APA DE ALGODOAL/MAIANDEUA, LITORAL AMAZÔNICO
Autores: BRUNA MARIA LIMA MARTINS, MAURA ELISABETH MOARES DE SOUSA, PABLO REMIGI, RENATA EMIN e LIMA SALVATORE SICILIANO.

Pesquisa revela que passageiro de ônibus não sabe que paga ICMS e o de avião não

Os passageiros de linhas de ônibus interestaduais e intermunicipais desconhecem que pagam ICMS na passagem e de que os passageiros de avião estão isentos deste imposto há praticamente 10 anos, por decisão do STF – Supremo Tribunal Federal.

O portal www.estradas.com.br realizou pesquisa inédita, entre os dias 20 de outubro e 05 de novembro, com 1.200 passageiros de ônibus em pontos de parada nas rodovias Rio-São Paulo, Rio-Santos, São Paulo-Belo Horizonte , São Paulo-Curitiba e Rio de Janeiro-Vitória. Os passageiros eram consultados se sabiam que pagavam de ICMS na passagem e apenas 23% informaram estar cientes disso. Quando questionados sobre o percentual do ICMS pago, 96% desconheciam quanto pagavam, pois a alíquota varia conforme o estado. Os 4% que demontraram saber, compraram passagem de ida e volta com valor distinto, conforme o estado de partida e perguntaram a razão da diferença. Foi assim que tomaram conhecimento.

Quando perguntados se sabiam que o ICMS é cobrado nas passagens de ônibus interestaduais e intermunicipais mas não é cobrado nas passagens de avião, 98,5% dos entrevistas informaram desconhecer. Questionados se achavam justa ou injusta a cobrança de ICMS dos passageiros de ônibus e a inseção para os passageiros de avião, 100% informaram achar injusta.

O portal www.estradas.com.br decidiu fazer a pesquisa depois que descobriu que há quase 10 anos o STF decidiu pela isenção de cobrança de ICMS nas passagens aéreas e há 10 anos analisa se deve ou não conceder o mesmo benefício para os passageiros de ônibus. Paralelamente, o Trem-Bala, que por enquanto é apenas um projeto, já garantiu esse benefício aos seus possíveis passageiros graças a interveniência da ANTT-Agência Nacional de Transportes Terrestres que nunca interveio para conseguir o mesmo para os passageiros de ônibus.

Para o editor do www.estradas.com.br , Rodolfo Rizzotto, a pesquisa contribui para informar os passageiros de ônibus desse tratamento desigual. Desde dezembro de 2001, tramita no STF uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 2669) que requer o mesmo benefício para os passageiros de ônibus. “Juridicamente sempre teremos argumentos contra e a favor, assim como ocorreu com as passagens aéreas, mas é uma questão de justiça fiscal e social. Além do mais, é difícil entender como um processo dessa importância e tão simples, passe 10 anos no STF sem decisão.”, afirma Rodolfo Rizzotto, Editor do Estradas.com.br .

MAIORES INFORMAÇÕES:
Estradas.com.br : (21) 4042 6069 ou diretamente com o editor pelo: (21) 8162 3857

MAIORIA DOS JOVENS PREFERE VIAJAR DURANTE AS FÉRIAS

Uma enquete realizada pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) detectou que a maioria dos estudantes (37%) prefere viajar durante as férias. A segunda opção para o período (28%), segundo os respondentes é participar de cursos livres. A terceira opção é animadora, já que 15% afirmaram dedicar os momentos de lazer à leitura de livros. Já 8% dos respondentes preferem aproveitar os eventos culturais de suas cidades no período, enquanto 12% clicou em “outras opções”. O levantamento foi feito com 11.258 jovens cadastrados no banco de dados da organização.

Tabulação:

· Enquete realizada no segundo semestre deste ano com 11.258 respondentes.


EM SUAS FÉRIAS O QUE VOCÊ PREFERE

FREQUÊNCIA

%

Viajar 4.117  37%

Fazer Cursos Livres 3.135 28%

Atualizar a Leitura de Livros   1.764 15%

Aproveitar Eventos Culturais da Cidade 912 8%

Outros 1.330  12%

TOTAL 11.258 100%

Sobre o CIEE

Fundado há 47 anos, o Centro de Integração Empresa-Escola - CIEE é uma organização não governamental (ONG), filantrópica e sem fins lucrativos, que tem como finalidade principal a inclusão profissional de jovens estudantes no mercado de trabalho, por meio de programas estágio e de aprendizagem, contando com a parceria de 250 mil empresas e órgãos públicos de todo o País. Mantido pelo empresariado, sua atuação se pauta pela legislação específica: a Lei 11.788/2008 para o estágio e a Lei 10.097/2000 para a aprendizagem.

MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA
Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE)
Assessoria de Comunicação
Jacyra Octaviano (jacyra@cieesp.org.br)
Roberto Mattus (roberto_mattus@cieesp.org.br)
55 11 3040-6525/6526
Site: www.ciee.org.br

Opinião:

O fim da tolerância alcoólica no trânsito



* Antonio Gonçalves

O Senado aprovou o Projeto de Lei que determina que os condutores terão tolerância zero na relação bebida alcoólica e a direção, pois, o Projeto prevê que o condutor não pode ter nenhuma percentagem de álcool em seu sangue, o que vale dizer que até um bombom de licor pode representar uma infração que poderá ser considerada como crime.

O objetivo é a redução forçada dos elevados índices de acidentes (fatais ou não) que envolvem condutores dirigindo sob o efeito do álcool. O Congresso já tentou em diversas oportunidades reprimir os condutores que ingerem bebida alcoólica e, para isso, foi editada a Lei Seca. A polícia foi instrumentalizada com aparelhos que medem o teor alcoólico à distância, sem a necessidade do teste do bafômetro e, em entendimento recente, houve um endurecimento ainda que tácito da legislação de trânsito com vários autores de acidentes com vitimas fatais sendo indiciados por homicídio doloso (com intenção de matar).

De tal sorte que a questão segue sendo a falta de conscientização do brasileiro que prefere não apenas arriscar a sua vida como a dos demais ao invés de andar de táxi ou de algum outro meio no qual não seja o condutor.

Ao invés de auxiliar no controle, o motorista passou a traçar rotas alternativas para ludibriar as blitz da Lei seca. Agora, o Projeto, que ainda irá para uma segunda votação no Senado e, se aprovado, seguirá para a Câmara dos Deputados, considerará como crime dirigir com algum traço de álcool no corpo.

A medida segue o pacote de endurecimento das leis de trânsito. Resta saber como serão os procedimentos e, principalmente, a pena a ser adotada, pois, a pena de multa na Lei Seca não surtiu um efeito prático.

Nesse diapasão, a união da possibilidade de indiciamento por crime doloso, com aplicação de penas, ainda que de detenção, bem como serviços compulsórios de desintoxicação, obrigação de frequentar centro de reabilitação, são as nossas sugestões para que paremos de ver nossas crianças perderem a vida ao serem atropeladas ou verem o fio de esperança se esvair por conta de um motorista imprudente, ou melhor, delinquente.

* Antonio Gonçalves - é advogado criminalista, pós-graduado em Direito Penal - Teoria dos Delitos (Universidade de Salamanca - Espanha).Doutor em Filosofia do Direito pela PUC-SP. É especialista em Direito Penal Empresarial Europeu pela Universidade de Coimbra (Portugal); em Criminologia Internacional: ênfase em Novas armas contra o terrorismo pelo Istituto Superiore Internazionale di Scienze Criminali, Siracusa (Itália). Fundador da banca Antonio Gonçalves Advogados Associados, é autor, co-autor e coordenador de diversas obras, entre elas, "Quando os avanços parecem retrocessos -Um estudo comparativo do Código Civil de 2002 e do Código Penal com os grandes Códigos da História" (Manole, 2007).

Alterações no Supersimples

O advogado Fabio Augusto Rigo de Souza, titular do Rigo de Souza Advogados e Consultores*, destaca que ontem foi sancionado o PL 77/11, que altera o SUPERSIMPLES. No dia 6 de outubro o PL havia sido aprovado pelo Senado e seguiu para a sanção presidencial. Entre as principais alterações são:


1. Simplifica o processo de abertura, registro, alteração e baixa do Microempreendedor, mediante trâmite eletrônico;
2. cria possibilidade da ME, EPP e do MEI inativas há mais de 12 meses solicitar o encerramento de suas atividades nos órgãos públicos competentes, mesmo existindo pendências quanto as obrigações tributárias, previdenciárias ou trabalhistas.

3. Quando optante pelo Simples Nacional, a empresa ou microempreendedor aceitará, automaticamente, o sistema de comunicação eletrônica, inclusive para receber notificações e intimações;

4. Define regras de compensação e restituição tributária;

5. Cria a possibilidade parcelamento de débitos em até 60 parcelas mensais, sendo admitido o reparcelamento;

6. Dispensa a emissão de documento fiscal de venda ou de prestação de serviços para os MEIs, salvo quando o consumidor final por pessoa jurídica inscrita no CNPJ;

7. Cria novas hipóteses de exclusão de ofício do Simples Nacional;

8. Alteração dos limites de receita bruta anual para fins de enquadramento no Simples Nacional. MEs: receita bruta anual igual ou inferior a R$ 360.000,00; EPP: receita bruta anual igual ou inferior a 3.600.000,00;

9. Define o limite de receita bruta anual para que o empresário individual se enquadre na MEI, sendo R$ 60.000,00/ano ou R$ 5.000,00 multiplicado pelos meses compreendidos entre o início de atividade e o final do ano-calendário, em caso de empresário iniciando suas atividades

* Rigo de Souza Advogados & Consultores Jurídicos,

PONTO FACULTATIVO

O Governo do Estado informa que o ponto será facultativo nas secretarias e órgãos da administração estadual nesta segunda-feira (14), véspera da data em que se comemora a Proclamação da República (15 de novembro).

A medida não contempla os órgãos que prestam serviços essenciais à população, a exemplo dos plantões nas áreas de saúde e polícia.