segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Polícia Civil prende homem acusado de matar namorada

A Polícia Civil da cidade de Porto Franco investiga o homicídio de Keyth Mota do Nascimento, 20 anos, ocorrido na madrugada do último sábado (26), naquela localidade. O ex-namorado da vítima, Adriano Barros Lima, é apontado como o principal suspeito do crime.
A jovem foi encontrada morta na Rua Ipiranga, centro da cidade, com o pescoço decapitado. Populares que encontraram o corpo de Keyth Mota acionaram a polícia.
Segundo informações do delegado de Porto Franco, Jackson Farias, a ela teria saído de uma festa que acontecia no “Bar do Vein” para ir se encontrar com Adriano, próximo à sua residência. A polícia encontrou na camisa de Adriano mancha semelhante à de sangue. A camisa foi encaminhada ao Instituto de Criminalística (Icrim) para ser analisada.
No local onde estava o corpo de Keyth, foi encontrada ainda, uma bainha de faca, provavelmente utilizada no crime. Os familiares de Adriano informaram que a bainha se trata de uso doméstico da residência deles.
Keyth teria terminado o namoro com Adriano por ele ter fama de ser uma pessoa agressiva e ciumenta. Em depoimento, o acusado negou a autoria do crime. Ele se encontra detido na delegacia de Porto Franco à disposição da Justiça.

Um comentário:

  1. esse cara merecia o pescoço degolado também.
    mas como essa lei não vinga o que vai acontecer é ele ser condenado e responder em liberdade. pois é assim que a lei funcíona no brasil.enquanto a vitima ta la no cemiterio enterrada sem poder se defender ou dizer qual quer coisa, e a familia sofrendo sem poder fazer nada tambem. o mundo em que vivemos hoje é mundo enjusto com pessoas inocentes e justo com bandidos!

    ResponderExcluir