domingo, 29 de maio de 2011

Gessé comemora resultados positivos dos primeiros seis meses 2011


Gesse comemora saldo do primeiro semestre
 O presidente da Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp), Gessé Simão, fez uma avaliação positiva dos trabalhos desenvolvidos pela empresa Colossus na Nova Mina de Serra Pelada nesse primeiro semestre de 2011. Segundo ele, o projeto está indo muito bem e a perfuração do túnel principal da galeria já atingiu a marca de 265 metros esta semana.


“Estamos trabalhando firme. A Colossus continua com o firme propósito de até ao final do ano iniciar a produção mineral. Este é o compromisso que ela tem conosco. Embora o contrato prevê que esta produção mineral tenha inicio em março de 2012. Acredito que até dezembro as primeiras barras de ouro serão entregues. E Isso é o que o garimpeiro espera. O compromisso da nossa gestão é fazer o garimpo produzir. As coisas estão indo muito bem”, afirmou.
Aposentadoria dos garimpeiros- Simão informou que conversou recentemente com representantes de algumas cooperativas sobre o compromisso do projeto de aposentadoria para o garimpeiro e surgiu a ideia de criação de um Fundo Mineral. “Eu já entrei em contato com a Vale, com a Vertical e com a Colossus e elas estão achando maravilhosa esta proposta. O que falta neste momento é a gente conversar com a Agasp-Brasil, que não sei qual o pensamento dessa entidade, para mostrar que este é o caminho para a aposentadoria e que é o principal assunto a ser discutido. Devemos apresentar a seguinte proposta para a CEFEM (Compensação Financeira por Exploração Mineral) para que ela possa ter subsídio para definir a questão: 1% para os municípios; 1% para o estado da mineração; 1% para a Nação e 1% para os garimpeiros da área da mineração. E assim a coisa vai funcionar”, frisou.

Para o presidente da Coomigasp, já existe um compromisso no Senado de aprovar o projeto de aposentadoria do garimpeiro, que no momento encontra-se em tramitação na Câmara dos Deputados. De acordo com ele, o Fundo é importante para poder mostrar ao governo a fonte de receita da aposentadoria do garimpeiro. “A ideia é que o governo não venha reclamar que não tem condição de bancar a aposentadoria e vete o projeto”, destacou Gessé.

Seminário sobre Ações

Ao reforçar que nunca dá uma informação duvidosa para o garimpeiro, Gessé Simão citou como exemplo a questão das ações em discussão entre a categoria. Ele disse que, por se tratar de assunto muito complexo e bastante técnico, pretende realizar um encontro, possivelmente em julho – em local a ser definido – para discutir o assunto com alguns técnicos dos ministérios do Trabalho e da Previdência Social; e com a participação de dois funcionários da Bolsa de Valores.

Segundo Gessé, vão participar do seminário todos os delegados regionais, diretores e funcionários e consultores. “Após o encontro, todos vão estar habilitados para falar sobre o assunto envolvendo ações”, argumentou o presidente da Coomigasp, ressaltando que posteriormente haverá um encontro com os delegados regionais e diretores. “Depois disso, vamos realizar uma assembleia com todos os garimpeiros para tratar do assunto. O tema é muito delicado. Temos que estar preparados. Tenho compromisso com a sociedade garimpeira e eles me conhecem e sabem como eu sou. Meu compromisso é ver o garimpo em pleno funcionamento”, disse ele.

Penhora

Sobre a decisão do juiz federal do trabalho de Parauapebas, que responde hoje pela comarca de Marabá, Dr. Jônatas Andrade, que determinou a penhora da concessão de lavra da Nova Mina de Serra Pelada, para garantir o pagamento de dívidas trabalhistas avaliadas em mais de R$ 17 milhões, Gessé reconheceu que o momento é difícil, mas destacou que a assessoria jurídica da Cooperativa está tomando as providências necessárias e já recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho, com sede em Belém. “Fizemos uma proposta para a Justiça Trabalhista, dando uma garantia de que realmente vamos pagar a dívida trabalhista.

Com essa garantia queremos fazer com que a justiça entenda de vez que nós não estamos nos negando a pagar a dívida, que é de direito. Na verdade, entendo que aquilo que foi determinado para a penhora foi com base em ações consideradas fraudulentas, mas se a justiça determinou e reconheceu como débito, nós vamos conversar com eles através de nossos advogados, questionar os valores, e pagar as dívidas”, afirmou.

Para Gessé Simão, ao recorrer ao TRT do Pará a Coomigasp quer que a Justiça reconheça que houve excesso por parte do juiz. “A nossa concessão de lavra custa R$ 3 bilhões e o juiz determinou a penhora por causa de um valor de pouco mais de R$ 17 milhões, que nós entendemos que não são nem R$ 17 milhões”, explicou. Segundo ele, houve um acordo com a justiça do trabalho e a cooperativa estava pagando todos os débitos das dívidas que foram reconhecidas. “A penhora é resultado de ações de pessoas que recorreram à Justiça depois do acordo que firmamos e que suas dívidas não foram reconhecidas e os valores são exorbitantes”, destacou.

PIOR PREFEITO

BOM, ESTA CHEGANDO A HORA.
AMANHÃ AO MEIO DIA SE ENCERRA A ENQUETE SOBRE QUEM É O PIOR PREFEITO DA REGIÃO.
VOTEM E  ESQUENTE AINDA MAIS AS DISCUSSÕES.

Região Metropolina

Cada dia Imperatriz vai ampliando sua força na região. Veja a ultima na qual a cidade passou a ser conhecida por parte da Anatel. Agencia Nacional de Telecomunicações. Confira abaixo toda nova conquista da Capital da Energia, Princesa do Tocantins, cidade dos trilhos e cidade das águas:


"A partir de 28 de maio, usuários de telefones fixos de 39 regiões metropolitanas e três regiões integradas de desenvolvimento poderão realizar chamadas a custo de ligação local para municípios que apresentem continuidade geográfica e mesmo código de área nacional ("DDD"). A medida beneficiará, direta ou indiretamente, até 68 milhões de pessoas em todo o Brasil, em cerca de 560 municípios.

A mudança foi publicada pela Anatel em 21 de janeiro de 2011, com a revisão do Regulamento sobre Áreas Locais para o Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC). O novo Regulamento amplia os critérios de definição de áreas locais, que passa a abranger o conjunto de municípios pertencentes a uma região metropolitana ou região integrada de desenvolvimento (Ride) que tenham continuidade geográfica e pertençam a um mesmo código nacional de área (DDD).

O novo regulamento também estabelece que as novas situações que se enquadrem na definição de Áreas com Continuidade Urbana ou em decorrência de solicitação fundamentada por parte da concessionária de telefonia fixa na modalidade do serviço local, serão revistas anualmente. As revisões de configuração da área local resultante da criação ou da alteração de regiões metropolitanas ou de Rides ocorrerão junto com as revisões quinquenais dos Contratos de Concessão. Os valores de ligações entre fixos e móveis - e vice-versa - não sofrerão mudanças com as alterações de áreas locais.

As regiões metropolitanas contempladas no Regulamento são: Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Londrina (PR), Maringá (PR), Baixada Santista (SP), Campinas (SP), Belo Horizonte (MG), Vale do Aço (MG), Rio de Janeiro (RJ), Grande Vitória (ES), Goiânia (GO), Vale do Rio Cuiabá (MT), Salvador (BA), Aracaju (SE), Maceió (AL), Agreste (AL), Campina Grande (PB), João Pessoa (PB), Recife (PE), Natal (RN), Cariri (CE), Fortaleza (CE), Sudoeste Maranhense (MA), Belém (PA), Macapá (AP), Manaus (AM), Capital (RR), Central (RR), Sul do Estado (RR), Florianópolis (SC), Chapecó (SC), Vale do Itajaí (SC), Norte/Nordeste Catarinense (SC), Lages (SC), Carbonífera (SC), Tubarão (SC). Quanto às regiões de Foz do Rio Itajaí (SC), Grande São Luís (MA) e São Paulo (SP), todos os seus municípios já são considerados uma mesma área local. As Rides são Distrito Federal e Entorno (DF/GO/MG), Pólo Petrolina e Juazeiro (PE/BA) e Grande Teresina (PI/MA).

Maranhão


No Maranhão, 335 mil moradores dos oito municípios da Região Metropolitana do Sudoeste Maranhense serão beneficiados com a criação da área local de Imperatriz. A área local que abrange a Região Metropolitana de São Luis não foi alterada. O Estado do Maranhão tem 405,5 mil acessos fixos; 33 mil telefones públicos; e 4,2 milhões de acessos móveis. Veja a relação de localidades beneficiadas.

Buritirana-

CAJA,
CAJA BRANCA
CENTRO DO ZENEL
CENTRO NOVO
SANTA LUZIA
SARAMANDAIA
SERRINHA
TABOLEIRAO II
TANQUE
VARJAO

DAVINÓPOLIS
AGUA VIVA
ALEGRIA
ASSENTAMENTO 1 DE MAIO
JUCARA
MATA GRANDE

EDISON LOBÃO
BANANAL
GAMELEIRA
RIBEIRAOZINHO DA ROCA
SETOR AGRICOLA
VILA DOS PALMARES

IMPERATRIZ
CACAUZINHO
CAMACARI
COQUELANDIA
KM 1700
OLHO D'AGUA DOS MARTINS
PETROLINA
SAO FELIX
VILA CONCEICAO I
VILA CONCEICAO II

 JOÃO LISBOA
ALTO DAS PALMEIRAS
BOM LUGAR
CAPEMBA DAGUA
CENTRO DOS CARLOS
MUSSAMBE
PINDORAMA
SAO RAIMUNDO

MONTES ALTOS

ALDEIA SAO JOSE
MATA VELHA
VALE DO JORDAO

RIBAMAR FIQUENE

ARRAIAS
LAJEADO VELHO

SENADOR LA ROCQUE
ACAIZAL GRANDE
ALVORADA 1
ALVORADA III
ARAPARI
BOCA DA MATA
CENTRO DO TOINHO
CENTRO DO ZEZINHO
CUMARU
JENIPAPO
LAGOA DO CAJU
NOVA BRASILIA
OLHO DAGUA DO FELIPAO
PINGO DE OURO
SUMAUMA

Fonte: Sistema Interativo da Anatel - SGMU e estudos da PBCPP


 

sábado, 28 de maio de 2011

PREFEITO

JÁ ESTAMOS AS VESPERAS DO FINAL DA  ENQUETE SOBRE QUEM É O PIOR PREFEITO DA REGIÃO.
CONTINUE VOTANDO.
AMANHÃ DIVULGAREMOS O FINAL DA ENQUETE.

SIM

VAMOS ESPALHAR MUNDO AFORA E DIZER QUE ESTAMOS A FAVOR

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Chiquinho Escórcio integra luta pela aprovação da PEC 300

Deputado maranhense recebeu elogios do autor da proposta pelo apoio incondicional à alteração constitucional que prevê benefícios a policiais e bombeiros militares

O deputado federal Chiquinho Escórcio (PMDB-MA) tem se tornado um importante interlocutor na Câmara dos Deputados em defesa da aprovação, em regime de urgência, da Proposta de Emenda Constitucional 300/2008, de autoria do também deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP). O projeto que tramita há três anos no Congresso Nacional prevê a equiparação dos vencimentos de policiais e bombeiros militares de todo o Brasil aos salários das mesmas categorias no Distrito Federal. “Temos que unir todos os esforços possíveis em torno da votação urgente dessa proposta de suma importância para a sociedade brasileira e que resgata a dignidade dos policiais e bombeiros militares do Brasil”, defendeu o deputado Chiquinho.

Como vice-líder do PMDB na Casa, Chiquinho Escórcio tem liderado conversas com outros colegas para engrossar a mobilização pela aprovação da PEC. Esse esforço, inclusive, foi reconhecido pelo próprio autor da PEC 300, deputado federal Arnaldo Faria de Sá, por meio do Ofício 0195/2011: “Agradeço pelo seu apoio incondicional à PEC 300, de minha autoria, bem como de suas manifestações públicas pela aprovação da PEC das Polícias e Bombeiros Militares de todo o País”, traz o document

Comissão do Meio Ambiente discute mortandade de peixes e outros impactos trazidos pela UHE


Deputados presentes a audiencia
 Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Léo Cunha (PSC), realizou, na manhã desta quinta-feira (26), no município de Estreito, uma audiência pública que discutiu o que causou a mortandade de toneladas de peixes no rio Tocantins, e outros impactos trazidos com implantação da Usina Hidrelétrica de Estreito. O evento foi proposto pelo próprio Léo Cunha.

Participaram da audiência representantes da sociedade civil organizada, iniciativa privada, colônias de pescadores, organizações de defesa do Meio Ambiente, Ministério Público, Ibama, poder público e representantes do Ceste, consórcio responsável pela UHE.

O presidente da Comissão explicou que o principal objetivo da audiência era chegar a uma conclusão do que causou a mortandade de toneladas de peixes e entender quais os demais impactos ambientais, sociais e econômicos, causados à região com a construção usina hidrelétrica, principalmente nos municípios de Carolina, Estreito e Porto Franco, que são as cidades que mais sofrem com os impactos diretos da UHE.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo, parabenizou a iniciativa do deputado Leo Cunha pela realização da audiência e disse que o tema discutido é de suma importância e merece toda atenção. Ele ressaltou a importância da Usina Hidrelétrica de Estreito, mas criticou a política ambiental adotada pelo consórcio da UHE, por causar danos ao meio ambiente e prejudicar a qualidade de vida da população. “A Assembleia veio até aqui (Estreito) para ouvir e dar voz a sociedade e se colocar à disposição para colaborar na solução desses problemas”, declarou.

Além dos citados, todos os demais deputados presentes - Alexandre Almeida (PT do B), Valeria Macedo (PDT), Carlinhos Amorim (PDT), dr. Pádua (PP), Gardênia Castelo (PSDB) e Antonio Pereira (DEM) repudiaram a ausência dos representantes do Ceste, consórcio responsável pela UHE.

Eles também criticaram a política ambiental e a filosofia do desenvolvimento a todo custo que pensa apenas no lucro sem pensar na qualidade de vida da população.

O prefeito de Estreito, Zequinha Coelho, destacou a importância da audiência pública como canal de diálogo entre a sociedade e a Assembléia Legislativa.

NEGLIGÊNCIA

Orlando Assunção, gerente executivo do Ibama de Imperatriz, informou que o Ceste foi autuado em R$ 8 milhões por conta da mortandade de sete toneladas de peixes (números oficias) no rio Tocantins.

Ele disse ainda que uma investigação comprovou que a mortandade dos peixes foi causada por negligência do Consórcio.

Durante avaliação dos técnicos do Ibama foi verificada uma falha técnica nos testes da primeira turbina da UHE, o que causou a morte dos peixes.

Vídeos

Durante a audiência foram apresentados vários vídeos com imagens dos impactos causados pela barragem de Estreito, contra o meio ambiente da região, que afetam os municípios de Carolina e Estreito.

O primeiro vídeo foi apresentado por Domingos César, diretor da Fundação Rio Tocantins, que mostrou os impactos no rio Tocantins, como a mortandade de toneladas de peixes e ameaça de morte do rio por conta da UHE. Segundo ele, a mortandade dos peixes e o risco iminente da morte do rio foram anunciados durante as primeiras discussões de instalação da UHE.

O advogado Luís Sales Neto, presidente da ONG “Atingidos pela Barragem do Tocantins”, apresentou o segundo vídeo, que denunciou, além dos impactos ambientais, várias irregularidades e o descumprimento de quase todas as condições cometidas pelo Consórcio.

De acordo com Sales Neto, o Ceste não cumpre algumas condições estabelecidas pela licença para funcionamento da Usina de Estreito emitida em 24 de novembro de 2010. Em outros casos, as exigências foram feitas apenas em parte.

Entre as exigências não cumpridas pelo Consórcio estão a não conservação das estradas vicinais, apoio à população migrante, plano diretor do reservatório resgate e salvamento da fauna e flora, apoio às comunidades e à produção familiar de subsistência, entre outros.

O promotor do Meio Ambiente de Imperatriz, Jadilson Sirqueira, informou que vai enviar relatório solicitando ao governo do Estado do Maranhão que realize uma auditoria no Ceste para constatar se o consórcio está cumprindo com as exigências para o funcionamento.

Colônia de Pescadores

O presidente da Colônia de Pescadores de Estreito, Luís Abreu Moura, disse que com a chegada da UHE não há mais peixes para pescar no rio Tocantins. Segundo ele, antes da chegada da usina os cerca de 1300 pescadores espalhados em sete colônias da região chegavam a ter uma produção de cerca de 1,2 tonelada de pescado por semana, cerca de cinco toneladas/mês e 60 toneladas por ano.

Hoje, Luis Abreu disse lamentar que a produção sirva apenas para consumo próprio e que os pescadores tenham que sobreviver de salário de miséria e da doação de cestas básicas. “Hoje não produzimos mais nada, o rio não tem mais peixes”.

Ao final da audiência os deputados da Comissão do Meio Ambiente fizeram uma visita ao Ceste.

ATENCAO PESSOAL DOS BLOGS

VAMOS ENCAMPAR A IDEIA DO PROJETO MARANHAO DO SUL.
TODOS TEM A FORÇA PARA CRIAMOS A FRENTE POPULAR PRÓ MARANHAO DO SUL
VAMOS NOS REUNIR E DECIDIR A DATA DO GRANDE ENCONTRO.
A HORA E ESSA.
OU NÃO QUEREM O NOSSO ESTADO?

Novos Estados

Recentemente, o Congresso Nacional aprovou a realização de um plebiscito no Pará, objetivando a aprovação ou não da divisão do Estado paraense e a criação de mais dois estados: Tapajós e Carajás. Além do Pará, outros estados poderão ser divididos e novos criados: Maranhão do Sul (Maranhão), Gurgueia (Piauí), Solimões (Amazonas), Território Federal do Oiapoque (Amapá), Araguaia e Mato Grosso do Norte (Mato Grosso), Planalto Central (desmembramento de Minas Gerais e Goiás), Rio São Francisco (Bahia), Triângulo Mineiro e Minas do Norte (Minas Gerais) e a recriação do Estado da Guanabara (Rio de Janeiro).

Os defensores dessa divisão alegam que se for aprovado esses novos estados e municípios, os recursos serão melhores distribuídos, além de contribuir para uma melhor distribuição das riquezas.
A região de Carajás possui uma das maiores reserva de minérios do mundo, destacando-se o minério de ferro, manganês, ouro, prata, alumínio, dentre outros.
As regiões de Tapajós e Solimões possuem a maior parte de sua área inexplorada e com a criação desses estados, haveria uma maior possibilidade de exploração dessas riquezas e, conseqüentemente, contribuiria para aumentar o PIB do país. Com a criação desses estados, novos municípios seriam criados e as populações ribeirinhas e indígenas, receberiam mais assistência à saúde, educação e aos programas sociais do Governo.
Do lado oposto dessa divisão estão, principalmente, os ambientalistas, os integrantes de ONGs e a Igreja. Para eles, a exploração dos recursos naturais geraria danos ambientais, como, desmatamento, poluição, desaparecimento de espécies da fauna e da flora, valorização das terras, o aumento de conflitos no campo, dentre outros. Poderia haver também, o aumento da corrupção, pois os novos governantes teriam mais facilidade em desviar dinheiro público. Sem contar ainda, nos custos do erário público com o aumento do número de governadores, senadores, deputados, prefeitos e vereadores, e na falta de infraestrutura que esses novos estados e municípios teriam.
Há também, os interesses políticos, pois muitos prefeitos e governadores que não podem mais se candidatarem pelos municípios ou estados que governam, podem se elegerem por essas novas unidades da Federação.
Há muitos municípios que sobrevivem basicamente do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Essa baixa renda é decorrente, em parte, desses municípios que são criados apenas para atenderem aos interesses de uma minoria, que se beneficiam do bem público.


Como ficará o novo Mapa do Brasil

ACORDA IMPERATRIZ

Não podemos continuar calados diante da inércia daqueles que antes defendiam o projeto do Maranhão do Sul.
A hora é essa.
Convidos a todos que ainda querem e desejem a nossa emancipação politica e administrativa para iniciar uma campanha em apoio ao projeto.
Não podemos deixar que aconteça o mesmo que ocorreu quando estavámos prontos para ser um novo estado o Tocantins e fomos excluidos.
Os lutadores dos projetos no Pará estão próximos de comemorarem e nós olhando tudo calados.
Na semana que vem, estaremos realizando uma grande reunião para traçar a linha de atuação.
Vamos criar uma Frente Popular Pró Maranhão do Sul e iniciar manifestação em Brasília e onde for necessário.
E por favor, não se trata de movimento para candidatura e pessoal. É como imperatrizense que sou, nascido de família tradicional desta cidade, sempre ouvir falar em um novo estado e por isso não posso cruzar os braços logo agora que o clima no Congresso Nacional estar sendo favorável aos projetos.

Pior prefeito

Depois de saber dos nossos leitores o que acham sobre o pior vereador de Imperatriz, o blog lança a partir de hoje, nova enquete, desta feita, querendo saber quem é o pior prefeito da região tocantina.
A enquete que não tem valor cientifico, irá até domingo.
Portanto, aos visitantes, boa leitura e votem naquele que para voce é o pior gestor municipal.
A lista incluiu todos os prefeitos do Itinga ao Estreito.
Votem

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Recepção

O prefeito Madeira fez as honras de casa e recebeu os deputados estaduais que integram a comissão do meio ambiente na cabana do sol.
Durante esta quinta-feira, os parlamentares estarão em Estreito na audiencia publica proposta pelo deputado Leo Cunha, presidente da Comissão do Meio Ambiente.
Com certeza, o clima por lá, esquentou.

Condenação Ildon

Sobre a condenação do ex-prefeito Ildon Marques por improbidade administrativa, muito se falou ontem, mas a condenação é antiga e o que todos divulgaram ontem foi a negação de um agravo regimental solicitado pelo advogado do ex-prefeito - ninguém menos que o ex-procurador da república Aristides Junqueira. O julgamento se deu em 16 de dezembro de 2010 e o agravo foi negado por unanimidade pela primeira turma do Superior Tribunal de Justica. Isso torna o ex-prefeito inelegível. Agora, quem garante que não exista mais um recurso? Desde a eleição de 1996, que ouço falar em cassação de direitos políticos do empresário e político de Imperatriz. Lembremos o caso de Paulo Maluf, que de recurso em recurso, parece que vai morrer em plenário. Caldo de galinha e prudência, não fazem mal a ninguém. Leia mais no blogue do Samuel Souza.(isnandebarros.blogspot.com)

Moção

Os vereadores de Imperatriz, aprovaram na manhã desta quarta-feira, a indicação do presidente da Casa Hamilton Miranda, conferindo Moção de Aplausos ao presidente do Senado José Sarney.
O unico voto contrário foi do vereador Rildo Amaral que vem adotando o lema de "ser contra tudo e contra todos".
Miranda justificou o pedido pelo historico e a coragem do senador maranhense em relatar sua vida em um livro.
E mais, sugeriu que a autora do livro seja convidada a fazer o lançamento em Imperatriz, durante a Feira de Livros.
Edmilson Sanchez prometeu apresentar o pedido a organização da Salimp, a Academia de Letras.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Justiça afasta Boca Quente seu vice Itamarf

O juiz da 1ª Vara de Porto Franco, Antonio Donizete Aranha Baleeiro, afastou dos cargos nesta sexta-feira o prefeito e vice-prefeito de São João do Paraíso. O presidente da Câmara deve assumir nas próximas horas o comando da cidade.


Raimundo Galdino Leite, o Boca Quente, e Itamar Gomes Aguiar, foram presos há duas semanas em ação conjunta da Polícia Federal e CGU durante a Operação Usura. Duas ações civis públicas pedindo o afastamento dos políticos foram ajuizadas em outubro de 2009 pela promotoria de Porto Franco. Ele foi afastado pela primeira vez naquele ano.

Na época, a sangria dos cofres municipais era tão nítida que a prefeitura deixou de pagar os servidores, gerando uma série de protestos dos moradores que interditaram a entrada da cidade.

Boca Quente, principalmente, é acusado de emitir diversos cheques do SUS, Fundeb e FPM a terceiros. Até a data do ajuizamento da ação em 2009, somente ao agiota Josival Cavalcante da Silva, o Pacovan, também preso pela PF, ele havia pago mais R$ 1 milhão através de 91 cheques da prefeitura. Os negócios entre os dois são decorrentes da eleição de 2008, quando o agiota emprestou dinheiro para a campanha do então candidato a prefeito.
“O requerido Raimundo Galdino Leite confessa o empréstimo com o agiota Pacovan, garantidos com cheques do FPM e SUS, e que estas transações financeiras tiveram participação do secretário de Finanças, Antonio Almeida, e do ex-secretário de Saúde, o requerido Itamar Gomes Aguiar (vice-prefeito), o que também foi confirmado por este último em depoimento ao Ministério Público e à Polícia Federal. Aduz que o prefeito afirma ter efetuado pagamento superior a R$ 1 milhão apenas ao referido agiota com cheques do município”, diz o juiz na sentença.
E completa: “O prefeito encontra-se tão certo de sua impunidade que alega não ter conhecimento de nenhuma licitação no município e que assinava qualquer papel que colocassem em sua mesa, afirmando que a contabilidade era comandada pela contadora Marissandra Lima Barros. Contudo, confirmou a contadora, que o prefeito tinha pleno conhecimento de todos os documentos que despachava e assinava, ou seja, tinha conhecimento de todas as ilegalidades apuradas em processos licitatórios fraudulentos”.

De acordo com o juiz, Boca Quente conduzia o município “como se fosse extensão de sua fazenda ou residência”. Ele cita o caso do vice cujo irmão, Itaerson, “recebia valores e oferecia vans à prefeitura sem qualquer licitação e emitindo notas ao município”. Em outra situação, conta que a então secretária de Saúde Edna Vale Cerqueira depositou R$ 4 mil, de uma conta da saúde, na conta da mulher do prefeito, Ednalva Oliveira Lima.

“Nunca me deparei com um caso de tamanha desorganização e descaso no trato com o patrimônio público. O que geralmente se encontra são irregularidades isoladas. Mas, a mistura de negócios públicos com particulares, assinatura de papéis sem saber do que se trata, agiotagem, negócios de forma puramente verbal com dinheiro público, entre outros absurdos aqui noticiados, infelizmente se trata de uma inovação desastrosa e inaceitável na forma de administrar o município”, completa Antonio Baleeiro.

Artigo

Mães que matam ou abandonam os próprios filhos

Bernardo Campos Carvalho*

Cresce no País o número de crianças abandonadas ou mortas logo após o nascimento. Ultimamente, os noticiários têm relatado inúmeros casos do gênero, o que choca a sociedade. Abandono ou assassinato de recém-nascidos pelas genitoras é uma espécie de crime especial, contendo instituto próprio (artigo 123 do Código Penal) e denominado infanticídio, já que somente pode ser praticado pela mãe, em estado agudo de depressão, durante o parto ou no pós-parto, face ao denominado estado puerperal, período compreendido entre a expulsão da placenta e a volta do organismo da mãe para o estado anterior a gravidez.

A mãe, em geral, no estado puerperal, apresenta um quadro crônico de depressão, não aceitando a criança, não desejando amamentá-la e, normalmente, também fica sem se alimentar, entrando em crise psicótica, podendo chegar a matar o próprio filho. O infanticídio tem tratamento diferente do homicídio comum, pois é diferenciado, principalmente, pela pena, já que no crime comum (artigo 121 do Código Penal) é de reclusão, de seis a 20 anos, ao passo que crime de Infanticídio (artigo 123 da Lei Penal) a pena é mais branda, com detenção de dois a seis anos.

Não existe um prazo matemático para a ocorrência ou para ficar patente o diagnóstico psicodinâmico de transtorno de estresse agudo no estado puerperal, tendo o Código Penal de 1940 transferido sabiamente à perícia médica legal a responsabilidade pela comprovação material desse delito, já que existem muitas correntes a respeito, umas delimitando o prazo de um dia e, em outras, estendendo em meses.

As variações psíquicas, decorrentes do estado puerperal, são tão intensas que os crimes cometidos sob esse estado são frios e cruéis, como, por exemplo, o ocorrido na Comarca de Guaratinguetá (SP), testemunhado por uma médica que relatou ter sido chamada para atender um caso hemorragia. De acordo com a médica, a mulher estava vestida com uma calça de lycra e não teria como saber se a roupa tinha elasticidade que possibilitasse a criança nascer e ficar sob o corpo dela. A médica pediu que a mulher tirasse a roupa para examiná-la e a criança caiu. A profissional comentou com a mulher que ela tinha dado à luz a uma criança e estava sentada sobre ela e a mulher respondeu que "a criança não era nem para ser nascida".

Com esse caso para ilustrar, é preciso esclarecer que tanto o infanticídio, o homicídio, quanto o aborto, por força de lei são julgados pelo Tribunal do Júri, ou seja, são julgados pelo povo. É a forma mais democrática e limpa de fazer Justiça. Por isso, esta instituição é tão importante e ressalte-se, o jurado brasileiro, por ser leigo, é muito humano, mas em momento algum é omisso ou irresponsável. A verdadeira democracia, necessariamente, passa pelo Tribunal do Júri.

* Bernardo Campos Carvalho é advogado formado pela PUC Campinas. Participou de cursos como "Estatuto do Desarmamento" e "Prerrogativas do Advogado". É integrante da Comissão de Prerrogativas da OAB, regional de Barueri. Foi dirigente da OAB, subsecção de Guarujá por duas gestões consecutivas. Ganhou diploma de honra ao mérito da OAB-SP, pela excelência dos serviços prestados no convênio de assistência judiciária à população. É especialista em Tribunal do Júri, participado como defensor em cerca de 600 Júris, destacando-se alguns de grande repercussão nacional: Em 2.007, foi defensor de Pernambuco, perante o Tribunal de Júri, quando este foi acusado de ter, junto com Champinha, praticado o emblemático crime de homicídio, contra um casal de namorados, na cidade de Juquitiba. 2.009 – Julgamento na cidade de Atibaia, de mãe acusada de ter assassinado sua filha de seis meses, amarrando-a pelos pés, com a cabeça dentro de um balde de água, sendo absolvida. 2.010 – foi um dos advogados de defesa perante o Tribunal do Júri, de Marcos, acusado de ter assassinado o Prefeito Celso Daniel, em Santo André.

Exame

Já está a disposição dos internautas a nova enquete
Desta feita, estamos saindo do campo político para um assunto bastante comentado em todo o País.
Trata-se da questão da obrigatoriedade do Exame da Ordem para os bacharéis em direito.
Então, acessem e votem.
Vamos conhecer o que pensa os bachareis em Imperatriz sobre o assunto.
O leitor, também pode dar seu pitaco.

Final

Terminou a enquete sobre quem é o pior vereador de Imperatriz.
Pela ordem, mas sem dar numeros coube ao presidente Hamilton Miranda o primeiro lugar. seguido do Buzuca,Sanchez, Fatima Avelino, os mais votados pelos internautas que acessaram o blog nos cinco dias da enquete.
Obrigado a todos e sábado, tem nova enquete.

Por Email

Sem alteração e da forma que chegou via email, abaixo o que pensa o leitor Alexansdro Barbosa sobre a:

Sucessão municipal


Na política não se pode negligenciar nenhuma ala ou segmento social. Em imperatriz a grande mídia, a blogosfera e a boca miúda têm apresentado vários nomes para a sucessão municipal. No entanto um segmento tem sido esquecido o dos evangélicos.

A igreja evangélica nos ultinos anos tem se organizados no sentido de lançar candidatos. E nas próximas eleições não será diferente. Alguns nomes da ala evangélica podem surgir como candidatos a prefeito ou a vice-prefeito da cidade. Entre eles podemos citar.

Pastor porto – já foi vice-governador e inclusive já lançou sua pré-candidatura.

Prof. moab Cesar – foi secretario de educação e candidato deputado estadual e teve uma votação expressiva. Com o apoio da assembléia de deus e de varias denominações como a comunidade evangélica Shalom nas eleições para deputado.

Joel costa – hoje membro da assembléia de deus. Esta em seu sexto mandato de vereador.

Pr. Luis Gonçalves – vereador membro da assembléia de deus. já foi candidato a vice-prefeito na chapa de Carlinhos Amorim.

Bom, de qualquer forma esses nomes pelo segmento que representam ou tentam representar, como e o caso de alguns da lista acima se houver um apoio forte do segmento eles poderão se torna no fiel da balança. Ou quem saber compor como vice em uma das chapas majoritária. Madeira, IIdon ou Carlinhos.

Como na política ate boi voa, vamos espera o que vai acontecer.

Deu no Blog Rei dos Bastidores

"Valdinar Barros pode ser vice de Franciscano"

Fontes ligadas ao PT me informaram que o partido a nível estadual já manobra para conseguir persuadir setores do diretório de imperatriz para que a chapa PMDB / PT. Seja fechada também em imperatriz, e o nome que estaria sendo trabalhado nas hostes governistas é o do ex-vereador e ex-deputado Valdinar Barros. Que em uma composição com o ex-prefeito de Brejão Franciscano PMDB, faria uma chapa bastante consististe e forte para a disputa municipal de imperatriz. É aguardar para ver.

Post meu: Para a maioria dos petistas ligados ao vice-governador Washinton Oliveira, esta chance existe mesmo, contudo, ainda tem muitos passos a serem dados, entre eles, a resistencia dos petistas ligados a Jomar Fernandes, que controla o partido em Imperatriz.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Movimentação

Para quem pensa que o empresário Franciscano está brincando quando diz que vai colocar o nome dele a disposição da sociedade para o pleito do ano que vem.Está enganado e muito. Ele tem dedicado a fortalecer seu nome.
Tem se reunido com lideranças do PMDB acertando os passos do projeto.
Franciscano quer a participaçao dos integrantes do partido na formação do projeto.
E todos tem assegurado presença e empenho.
Franciscano não tem demonstrado preocupações quanto ao surgimento de outros nomes dentro do partido, entende que todos tem o direito de mostrar seus projetos.
Mas quer mesmo é o apoio da sociedade e isso vai buscar.

terça-feira, 17 de maio de 2011

JAFEST

Começou neste momento, a Jornada Academica da Faculdade Santa Teresinha.
Durante tres dias, professores, alunos e palestrantes estarão discutindo ideias que devem ser incluidos no dia a dia da formaçao superior.
Até o dia 20, a Setima Jafest promete movimentar todos da Faculdade Santa Teresinha.
Além das palestras, serão ainda mostrados projetos dos próprios academicos e que seguem pesquisas feitas no campo.
O aprender a Fazer Profissional é o tema deste ano da Jornada Academica.
Tudo acontece no moderno e aconchegante auditório da própria faculdade.

Programação da Romanos Pizzaria para esta semana

Programação Semanal:

Quarta-feira (18/05): Rodízio de Pizzas e telão com os principais jogos (PORTARIA LIBERADA).
Quinta-feira (19/05): QUINTA UNIVERSITÁRIA: TADIM DE NÓS, STÊNIO e o melhor do sertanejo com ALEX CARVALHO de BH.
Sexta-feira (20/05): O melhor do PÉ DE SERRA: BANDA CABROBÓ (PORTARIA LIBERADA).
Sábado (21/05): O melhor dos anos 70, 80 e 90 com a BANDA PILANTROPIA (PORTARIA LIBERADA)
Domingo (22/05): Domingo Gospel com ED E ALDORAYA e palhaços para animar a criançada (PORTARIA LIBERADA).
Uma programação diversificada e interessante, sem é claro, deixar de elogiar a variedade dos pratos.

Governadora Roseana lança editais para construção de 11 Cetecmas no Maranhão


Mais de 50 mil jovens maranhenses serão preparados anualmente para o mercado de trabalho por meio dos 11 Centros de Educação Tecnológica (Cetecmas) que serão construídos pelo Governo do Estado. Os editais de licitação foram lançados, nesta segunda-feira (16), pela governadora Roseana Sarney, em reunião de trabalho no Palácio dos Leões. O encontro, que concretizou mais um passo na efetivação do Programa Maranhão Profissional, lançado semana passada, contou com a participação de deputados, secretários estaduais, prefeitos e outras autoridades.
“Não basta atrair os investimentos, mas é importante também inserir os maranhenses nesse contexto”, declarou Roseana Sarney. Ela lembrou que os 10 primeiros Cetecmas foram lançados durante o seu primeiro e segundo governos e estão em pleno funcionamento nos municípios de São Luís, Imperatriz, Santa Inês, Açailândia, Caxias, Codó, Pinheiro, Pedreiras, Barra do Corda e Brejo.
“Estamos dando continuidade ao programa dos Cetecmas que também já possui outras três unidades em fase final de construção nos municípios de Carolina, Cururupu e Timon”, revelou. A governadora afirmou que os novos Cetecmas garantirão o atendimento a todas as regiões maranhenses. “Nenhum outro estado brasileiro possui um programa tão ousado como o nosso voltado para formar pessoas para atender às demandas de mercado de trabalho”, assinalou.
Os novos Cetecmas serão construídos em Balsas, Porto Franco, Rosário, Axixá, Bacabal, Chapadinha, Coroatá, Pindaré-Mirim, Santa Luzia, São José de Ribamar e São Luís (Escola de Pesca). A iniciativa é uma parceria do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sectec), com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação (MEC).
 O investimento total é de R$ 28,1 milhões. O secretário de Ciência e Tecnologia, João Bernardo Bringel, informou que os Cetecmas devem ser concluídos dentro de um ano. Com a ação, o governo visa diminuir em aproximadamente 60% o percentual de pessoas na linha de pobreza em todo o estado. “Já iniciamos a qualificação profissional de maranhenses que vão ser absorvidos pelos grandes empreendimentos, mas os novos centros terão um relevante trabalho de atender jovens que ainda esperam ocupar uma vaga no mercado”, ressaltou.
Segundo o secretário chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva, o Maranhão Profissional, programa lançado há uma semana pela governadora, é uma realidade. “Já são mais de 20 mil jovens sendo qualificados numa parceria que o governo formalizou com instituições de ensino e empresários com o objetivo de garantir aos maranhenses as oportunidades que se abrem com os novos investimentos. São R$ 100 bilhões de investimentos para os próximos quatro anos”.

Unidades tecnológicas
O projeto de construção dos novos Cetecmas contempla dois tipos de unidades tecnológicas. Sete terão investimentos de R$ 3 milhões, cada um, em área de 2.752 m2 (Axixá, Bacabal, Chapadinha, Coroatá, Pindaré-Mirim, Santa Luzia e São José de Ribamar). Três custarão R$ 1,7 milhão cada, com área de 1.506,24m2 (Balsas, Porto Franco e Rosário). O valor da obra da Escola de Pesca é de R$ 2 milhões, com área de 1.852m2.
Os novos Cetecmas disporão de um auditório de 100 lugares, uma biblioteca, uma sala de videoconferência (50 lugares), quatro salas de aula, quatro laboratórios práticos (química, biologia, física e informática), até dois laboratórios específicos (de acordo com a vocação da unidade), uma sala de professores, uma quadra de esportes, área de vivência e estacionamento.
O prefeito de Pindaré-Mirim, Henrique Salgado, disse que esse é um presente maravilhoso do governo estadual para a região. “Será a oportunidade para os jovens se qualificarem e terem mais perspectivas de trabalho”.
A prefeita de Axixá, Sonia Campos, destacou que a iniciativa promove a inclusão da juventude no mercado de trabalho. “Esse Cetecma significa a capacitação e a formação de técnicos que vão poder concorrer a uma vaga na Refinaria Premium I, em Bacabeira”, ressaltou. Ela declarou que Axixá fica no coração do Munim, estrategicamente bem localizada e o Cetecma na cidade vai viabilizar a qualificação de jovens de toda a região.
Em todos os municípios as novas unidades do Cetecma terão uma vocação definida. Em Balsas, enfocará recursos naturais e produção industrial; já em Porto Franco seguirá o setor de produção alimentícia, hospitalidade e lazer; e em São José de Ribamar buscará atender às áreas de infraestrutura, produção alimentícia, recursos naturais e produção industrial. A Escola de Pesca trabalhará a produção alimentícia e os recursos naturais.

QUADROS

11 NOVOS CETECMAS
- Investimento total: R$ 28,1 milhões
Novas unidades: Balsas, Porto Franco, Rosário, Axixá, Bacabal, Chapadinha, Coroatá, Pindaré-Mirim, Santa Luzia, São José de Ribamar e São Luís (Escola de Pesca).

São dois modelos de unidades
- Sete terão investimentos de R$ 3 milhões, cada um, em área de 2.752 m2 (Axixá, Bacabal, Chapadinha, Coroatá, Pindaré-Mirim, Santa Luzia e São José de Ribamar)
- Três terão investimentos de R$ 1,7 milhão cada, com área de 1.506,24m2 (Balsas, Porto Franco e Rosário).
- Escola de Pesca orçada em R$ 2 milhões, com área de 1.852m².

As unidades disporão de:
Um auditório de 100 lugares, uma biblioteca, uma sala de videoconferência (50 lugares), quatro salas de aula, quatro laboratórios práticos (química, biologia, física e informática), até dois laboratórios específicos (de acordo com a vocação da unidade), uma sala de professores, uma quadra de esportes, área de vivência e estacionamento.

Estrutura já existente:
- Maranhão já possui 10 Cetecmas em pleno funcionamento em São Luís, Imperatriz, Santa Inês, Açailândia, Caxias, Codó, Pinheiro, Pedreiras, Barra do Corda e Brejo
- Três unidades estão em fase final de construção Carolina, Cururupu e Timon; o valor investido nessas obras é de R$ 5,1 milhões. O recurso é próprio do Governo do Estado.

Outras ações do Maranhão Profissional
- Nesta terça-feira (17), 2 mil alunos iniciarão capacitação em cursos de eletricista, eletrônica, eletrônica de manutenção e eletrônica de telecomunicações.

Artigo

Como se fazem boas leis



Fernando B. Meneguin*
Marcelo Guedes Nunes*
O ordenamento jurídico e o Poder Judiciário detêm a capacidade de alterar profundamente o desenvolvimento econômico de uma sociedade. Tanto as leis quanto as decisões judiciais fornecem um conjunto de incentivos aos cidadãos e empresas, que têm reflexos sobre a eficiência das transações econômicas. Por exemplo, uma lei de patentes, que proteja as inovações tecnológicas e gere lucros aos inventores, será um incentivo para o desenvolvimento científico. Por outro lado, uma Justiça que crie dificuldades para credores obterem seus direitos faz crescer a taxa de juros, pois, não havendo segurança judiciária de que o crédito será recuperado rapidamente, a tendência é que já se inclua na taxa de juros um adicional para cobrir as perdas com créditos não pagos.
Antever o efeito de uma legislação ou o resultado de uma disputa judicial diminui o grau de incerteza no mercado. Para ambos os casos, existem ferramentas que podem ajudar a antecipar o reflexo das leis ou o que será decidido nos tribunais. Falamos da “avaliação de impacto legislativo” e da jurimetria.
A disciplina chamada legística ocupa-se de como fazer as leis, de forma metódica e sistemática, tendo por objetivo aprimorar a qualidade desses atos normativos. A avaliação de impacto legislativo, técnica integrante da legística, é extremamente útil para analisar os efeitos decorrentes da aplicação de uma legislação. Entende-se, assim, que a avaliação legislativa deve examinar ex ante se a legislação será: efetiva, ou seja, se o comportamento adotado pelos destinatários da norma estará de acordo com o esperado; eficaz, no sentido de que o texto legal deve estar formulado para que os objetivos sejam alcançados; e eficiente, isto é, se os benefícios oriundos da lei compensarão os custos impostos por ela, além de serem os menores possíveis. A avaliação de impacto legislativo deveria ser elaborada no âmbito das Casas Legislativas relativamente aos projetos de lei relevantes, de forma a municiar os parlamentares com análises técnicas sobre os projetos. No entanto, também a iniciativa privada pode elaborar as avaliações de impacto, pois se beneficiará das informações consolidadas na medida em que o tema da proposição interesse aos negócios.
Uma das ferramentas mais úteis para a avaliação de impacto legislativo é a jurimetria. Define-se jurimetria como a aplicação dos métodos da Estatística e da Probabilidade ao estudo e elucidação dos fenômenos jurídicos. Enquanto a forma clássica de estudo do Direito se preocupa em identificar os possíveis significados das normas gerais e abstratas (como as que encontramos nas leis), a proposta da jurimetria é avaliar como o Direito se manifesta concretamente nas inúmeras sentenças, acórdãos, contratos, fatos e atos jurídicos produzidos diariamente na sociedade. Se, por exemplo, a análise da norma que regula a obrigação de indenizar do Código Civil é feita através de um estudo de seu significado gramatical, histórico, sistemático ou teleológico, o estudo do universo de acórdãos proferidos pelos tribunais brasileiros com base nessa norma exige modelos aptos a entender a sua multiplicidade e, ao mesmo tempo, resumir a sua variabilidade, permitindo a elaboração de cálculos de probabilidade a respeito do comportamento dos tribunais.
Ao compreender o Direito “de baixo para cima”, partindo do plano concreto para chegar à abstração da lei, a jurimetria traz elementos importantes a serem considerados na elaboração de políticas públicas, que, nas democracias, passam freqüentemente pela atividade legislativa. Entender o perfil dos conflitos levados ao Poder Judiciário ajuda a compreender as características da demanda pela atividade jurisdicional. Esse indicador é fundamental para que o Poder Público identifique os casos de hiper-regulação (excesso de normas para casos irrelevantes) e hiporregulação (ausência de normas para casos relevantes). Da mesma forma, entender como os juízes aplicam as normas gerais auxilia a identificar a mens judicanti (como pensam os juízes) e a evitar conflitos entre a dicção das leis e a mentalidade de quem as aplica, dando mais estabilidade e previsibilidade ao sistema. O mesmo pode ser dito a respeito da eficácia de garantias contratuais, da recuperabilidade de créditos, das causas de inadimplemento e de todos os fatos jurídicos que borbulham no plano concreto e cotidiano da vida em sociedade. A compreensão desses conjuntos de eventos nos mostra a realidade do Direito, que nada mais é do que a plataforma sobre a qual futuras reformas serão edificadas.
As decisões sobre a realização de investimento produtivo dependem das previsões acerca dos lucros futuros e de quão confiável são essas previsões ou expectativas. O nível de confiança, por sua vez, depende da disponibilidade de boa informação e de um sistema jurídico transparente e estável. Nesse ponto é que a avaliação de impacto legislativo e a jurimetria surgem como peças fundamentais na construção de um país moderno, pois fornecem dados aos agentes privados, diminuindo as suas incertezas, e auxiliam os agentes públicos a produzir leis mais adequadas à realidade do país. O Brasil é uma economia emergente, com um enorme potencial de crescimento, que só se manifestará em toda a sua grandeza se soubermos implementar corretamente as reformas institucionais de que o nosso país precisa. Compreender a realidade da aplicação do Direito para, a partir dessa base, avaliar de forma mais precisa o impacto de novos sistemas legislativos é o caminho para que as reformas institucionais atinjam os seus objetivos.
* Fernando B. Meneguin - Doutor em Economia. Diretor do Centro de Estudos da Consultoria do Senado Federal.
* Marcelo Guedes Nunes - Doutorando em Direito Empresarial pela PUC-SP, Diretor do Instituto de Direito Societário Aplicado – IDSA, advogado em São Paulo. Sócio-titular do Guedes Nunes, Oliveira e Roquim Sociedade de Advogados – Gnor. 

domingo, 15 de maio de 2011

Coêrencia

Dentro deste pensamento, o senhor Francisco Santos Soares, mais conhecido como Franciscano tem se pautado ao longo da sua vida em Imperatriz, desde que aqui chegou em 1964. Nestes anos todos, construiu uma vida empresárial, comercial, rural e politica sólida
Sua visão como empreendedor é exemplo. Fundador e presidente por dois mandatos da Associação Comercial de Imperatriz; também foi um dos fundadores do Sindicato Rural de Imperatriz e exerceu por dois mandatos o comando do mesmo.
Como político com mandato exerceu por oito anos o mandato de prefeito do município de São Francisco do Brejão. Em seis anos, sofreu nas mãos dos ex-governadores José Reinaldo e Jackson Lago por recusar a aderir ao grupo de oposição ao PMDB.Manteve a sua palavra e retidão.
Fizeram de tudo, desde a ofertar milhões para ele, aos famigerados convenios eleitorais.
Abdicou de todos eles e foi fiel ao seu grupo e a sua palavra.
Se alguém tem dúvida de como a população do Brejão, aprovou o jeito Franciscano de administrar, visite o município e critique ele.
Por isso ele tem o direito de ser candidato e apresentar seu projeto de governar Imperatriz e cabe a nós eleitores, responder ou não sobre seus planos.
O resto é conversa de quem não tem mostrado um comportamento ético e de grupo político.
Há, Franciscano, nunca mudou de partido.Sempre foi filiado ao PMDB e só aceita ser  candidato se for pelo 15.
Com os eleitores, a resposta.

Democracia

O ex-vereador suplente, Rui Porão, precisa saber que numa democracia politica em que vivemos todos tem o direito de se apresentar a sociedade  sua vontade e projeto de melhorar uma comunidade.
Não compete a nós, jornalistas e aqueles que fazem comentários em blogs, julgar-los.
Tampouco afirmar que o ciclo de uma campanha está fechado.
Quem tem que dizer isso é a sociedade. Ou melhor, quem vota.
Os eleitores é quem deve analisar os projetos e os nomes a sua disposição.
Foi os eleitores que não entenderam sua mensagem como candidato a vereador e também reprovou seu trabalho como vereador suplente e que assumiu graças a engenharia feita por Ildon Marques, que depois ele criticava na campanha passada.
Coerencia, deve existir entre os politicos, no que fazem ou agem.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Edinho já fala com familiares

O UDI Hospital divulgou boletim médico agora há pouco informando que o senador Edison Lobão Filho, o Edinho Lobão (PMDB), teve os sedativos reduzidos e se comunica com familiares.


Ele ainda respira com ajuda de aparelhos, mas tem todos os sinais vitais estáveis.
Ainda hoje será submetido a cirurgia para correção de ferimentos no rosto. Leia a íntegra do boletim:

Boletim Médico – Edison Lobão Filho – 18h

O Senador Edison Lobão Filho permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva do UDI Hospital, em São Luís, respirando com auxílio de aparelhos e sinais vitais estáveis. O senador teve os medicamentos sedativos reduzidos e já se comunica com seus familiares.
Edison Lobão Filho será submetido a procedimento cirúrgico, ainda hoje, para correção de ferimentos na face.
O quadro clínico atual é estável.
Dr. Alexandre Guilherme

Madeira envergonhado

O secretário de Estado da Saúde (SES), Ricardo Murad, propôs, nesta sexta-feira (13), um pacto aos prefeitos e secretários municipais de Saúde para melhorar os índices de cobertura vacinal registrados nos últimos anos no Maranhão. Esse foi um dos assuntos discutidos na reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) realizada no auditório da Assembléia Legislativa.


Ricardo Murad mostrou os índices de cobertura vacinal de rotina, com as vacinas do calendário básico para crianças com menos de um ano, e da campanha de vacinação contra Infleunza H1N1, encerrada nesta sexta-feira (13). Dos 80% de cobertura prevista para a imunização contra gripe, o Maranhão atingiu 57% e São Luís, 59%.

“Não há justificativa para a baixa cobertura vacinal no estado. Vamos, a partir de agora, fazer aqui uma pactuação com os gestores e estabelecer avaliações trimestrais porque os baixos índices de vacinação põem em risco a saúde de todos os maranhenses”, enfatizou o secretário.

O encontro contou com a participação de deputados estaduais, do presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Júnior Marreca; da presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), Iolete Arruda; e dos 18 gestores regionais de saúde, além de secretários adjuntos e técnicos da SES.

“A governadora Roseana Sarney tem dado toda a infraestrutura necessária para que possamos desenvolver um grande trabalho na área de saúde e vamos alcançar as metas de cobertura vacinal, com o apoio dos prefeitos”, enfatizou Ricardo Murad.

Imperatriz- O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, foi o primeiro a assumir o compromisso de atingir e ultrapassar os indicadores este ano. “Quero parabenizar a atitude do secretário Ricardo Murad de chamar os gestores para mostrar a cobertura de cada um dos municípios. Estou com vergonha dos dados apresentados do meu município e vou sentar com a equipe para reavaliar e cobrar mais empenho no trabalho”, afirmou ele.

A proposito

O vereador e Pastor Luis Gonçalves estar iniciando o tratamento quimioterapico.
A quimioterapia é uma das fases mais preocupantes do tratamento dos pacientes de cancer.
Tudo por conta da fragilidade do organismo a forte medicação.
Amigos e familiares, oram e torcem para que tudo dê certo e que o vereador resista bem ao tratamento.
Nos aliamos a esta corrente.

Unacom:Alta Complexidade em Oncologia em Imperatriz

O Maranhão conta agora com mais uma Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACOM) credenciada pelo Ministério da Saúde, além do Hospital Aldenora Belo. Trata-se do Hospital São Rafael, de Imperatriz, que já era contratado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) para oferecer, na Região Tocantina, diagnóstico e tratamento quimioterápico e cirúrgico aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) portadores de câncer.

O credenciamento foi confirmado pela Portaria nº 175 do Ministério da Saúde, que estabeleceu, ainda, recurso anual a ser incorporado ao teto financeiro de média e alta complexidade do Maranhão, para o custeio do Hospital São Rafael. Isso significa dizer que, a partir de agora, as despesas da unidade de Imperatriz serão pagas, também, pelo Governo Federal e não só pelo estadual, que vinha assumindo todos os custos para não suspender o atendimento.

Para o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, a habilitação do São Rafael como UNACOM é um reconhecimento da qualidade dos serviços desempenhados naquela unidade. O gestor acrescentou que a SES está ultimando, também, o processo de credenciamento do Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral), em São Luís, que se tornará a terceira unidade de assistência de alta complexidade em oncologia do Maranhão. A unidade atualmente oferece atendimento oncológico, mas custeados com recursos exclusivos do Estado.

“Estamos acabando de cumprir as últimas exigências do Ministério da Saúde para obtermos também a habilitação do serviço Oncológico do Hospital Geral”, detalhou o secretário.

Vereador

O blog começou uma nova enquete, desta feita quer saber dos seus leitores, quem é o pior vereador da atual legislatura.
Não é pesquisa cientifica,apenas, opinião dos leitores sobre quem não conseguiu obter o apoio pela sua atuação na Camara.
Então, acesse e votem.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Comite????

Não  entendir a proposta da deputada Valeria Macedo ao pedir a formação de um comite formado por deputados federais e estaduais sobre o Maranhão do Sul.
Acho que o tempo de formar este comite já passou.
O momento agora é unir forças em torno do projeto que estava arquivado e por iniciativa do deputado Francisco Escórcio está de volta as discussões em torno do projeto.
Não tem esta de criar comites, o que precisamos é iniciar campanha em Brasilia para que os parlamentares aprovem como fizeram no Pará.
Isto é o que deve ser feito e pronto.

Enquete

Termino mais uma enquete do blog sobre a corrida eleitoral em Imperatriz.
Carlos Amorim, mostrou que é a bola da vez.
Madeira se recuperou em relação a anterior.
Teresinha Fernandes, mantém na mesma posição.
Expedito Barroso, confirnou que é o mais avaliado e tem apoio para ser o candidato do PT.
Sanchez, apesar de usar muito as redes sociais, não consegue contabilizar apoios dos internautas.
Não tem efeito cientifico, mas, aponta situação eleitoral.
Daqui a pouco, tem nova enquete.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Pouco tempo

Restam ainda três horas para o termino da enquete sobre nomes que estão em evidencia para disputar a prefeitura de Imperatriz no ano que vem.
É claro, que não serve como dado cientifico, mas, pode incentivar a militancia de cada um dos pre candidatos.
Afinal, sempre é bom, estar ao lado de quem está bem avaliado.
Então é acessar e votar.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Nova Enquete

Já está a disposição dos leitores a nova rodada de pesquisa virtual sobre as eleições de Imperatriz no ano que vem.
Foram incluidos novos nomes, como forma de medir estas indicações.
Também, quem ainda não anunciou que é pre candidato, como no caso do ex-prefeito Ildon que ainda não disse se vai realmente disputar, até porque, precisa antes resolver questões juridicas ainda da sua primeira passagem pela prefeitura.
A enquete irá até segunda-feira.
Não tem valor cientifico, mais, pode ser analisada por quem esteja querendo ser indicados pelos partidos.

Confirmando

O atrual diretor do Campus da Uema, Expedito Barroso,confirmou seu favoritissimo entre os nomes do PT a sucessão do prefeito Madeira. Em enquete encerrada ontem, Expedito venceu os outros dois nomes pré indicados pelo PT, Teresinha Fernandes e Adalberto Franklin.
Com a confirmação, o professor e ex-secretário do governo Jomar, vai se tornando o nome mais forte do PT local para ser candidato, embora, tenha ressalvado que não pensa nesta hipotese.
Como em eleição tudo pode acontecer, Barroso deverá ser a bola da vez da campanha petistas em busca de repetir o feito Jomar.
Nova enquete será iniciada pelo Blog e desta feita, com os nomes em evidencia, excluindo outros, como forma de medir para onde vão os votos de determinado pré candidato.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Vamos realizar um grande Congresso Esportivo

Jornalistas e radialistas esportivos de todo o País vão se reunir entre os dias 11 e 14 de maio em Palmas-TO para o 37º Congresso da Associação Brasileira dos Cronistas Esportivos (Abrace). Este ano, o tema do encontro será “Copa de 2014. Qual o nosso papel?”. A idéia é que, durante quatros dias, os participantes discutam como deverá ser a atuação dos cronistas esportivos durante o maior evento de futebol do mundo.

São esperados na capital cerca de 150 convidados de outros estados, além de jornalistas e radialistas tocantinenses e autoridades locais. O evento será aberto também aos estudantes de comunicação e profissionais esportivos, como jogadores, técnicos, arbitros, educadores físicos e demais interessados. As inscrições já podem ser feitas pelo site da Associação de Cronistas Esportivos do Tocantins (Aceto).

Para o vice-presidente da Associação da Aceto e presidente da Comissão Organizadora do Congresso, Salomão Wenceslau, “o Congresso é uma oportunidade de mostrar aos representantes da mídia esportiva de todo o Pais o que é feito no Tocantins em relação ao esporte”.

Campanha

O Congresso será ainda uma oportunidade de projetar a capital tocantinense no cenário esportivo, já que Palmas é uma das candidatas a subsede da Copa do Mundo de 2014. As cidades escolhidas como subsede vão servir de base, locais de hospedagem e treinamento das seleções, o que deve atrair jornalistas, torcedores e turistas estrangeiros para a capital.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Deputados, Procons e empresas debatem atendimento a clientes de telefonia celular

Internautas poderão participar do debate pelo e-mail pergunte@camara.gov.br

A Comissão de Defesa do Consumidor realiza audiência pública nesta quarta-feira (4) para ouvir Procons e empresas telefônicas sobre os serviços pós-venda de celulares. O debate foi proposto pelo deputado Roberto Santiago (PV-SP). Com base em informações do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça, ele diz que um dos setores com maior número de reclamações é o da telefonia celular, em todos os seus aspectos.

"Tem chamado a atenção dos órgãos de defesa do consumidor, entretanto, o considerável número de queixas referentes ao pós-venda dos celulares, sobrecarregando os serviços dessas entidades, além de causar desconforto e prejuízo àqueles que se dispõem a adquirir um desses aparelhos", disse.

Em uma parceria da comissão com a Agência Câmara, os internautas poderão enviar antecipadamente perguntas para os convidados pelo e-mail pergunte@camara.gov.br. Os questionamentos serão feitos por intermédio dos deputados que participarão do debate. A audiência será transmitida ao vivo pela Agência Câmara.

Roberto Santiago cita como exemplo o fato de um aparelho recém-adquirido apresentar defeito - caso em que o consumidor pode ficar por mais de 30 dias sem o telefone, à espera de conserto. "Fica nítido o enorme prejuízo imposto ao consumidor, em flagrante desrespeito ao Código de Defesa do Consumidor, que estabelece que os fornecedores de produtos de consumo respondem pelo vício de qualidade dos produtos", disse.

Foram convidados:

- a diretora do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça, Juliana Pereira da Silva;

- o presidente da Associação Nacional do Ministério Público do Consumidor, José Augusto de Souza Peres Filho

- o presidente do Procon/ES e coordenador do Fórum Nacional dos Procons, Antônio Caldas Brito;

- a assistente de Direção de Atendimento e Orientação ao Consumidor do Procon/SP, Marta Cassis Aur;

- o gerente de Relações Governamentais da Nokia do Brasil, Luiz Cláudio Farias Carneiro;

- o vice-presidente de Novos Negócios na América Latina da Samsung, Benjamin Sicsu;

- o representante de pós-vendas da Sony Ericsson do Brasil, Jason Sampaio;

- o diretor de Relações Governamentais da Motorola, Giuseppe Marrara;

- o diretor de Relações Institucionais da LG, Dilson Suplicy Funaro

- o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Elétrica e Eletrônica (Abinee), Humberto Barbato.

A reunião será realizada às 14h30. O local ainda não foi definido.

Dicas de segurança

Os profissionais da CEMAR possuem a identificação necessária para que os consumidores os reconheçam, transmitindo assim, confiança e credibilidade durante o relacionamento com os clientes. Para evitar ocorrências de crimes por pessoas utilizando fardamento da CEMAR, fique atento: os colaboradores parceiros possuem crachás com seu nome, a marca da parceira na qual ele presta serviço e a da CEMAR. As marcas são obrigatórias em todo o uniforme: camisa, calça, capacete ou crachá

O uniforme possui cores padronizadas e é usado tanto por colaboradores próprios, quanto parceiros, sejam atendentes das agências, eletricistas, leituristas ou demais profissionais de campo. Os carros contém, além da marca da parceira e da CEMAR, o número da Central de Atendimento 116 e a frase “A serviço da CEMAR”.

Adiada

A IDA DA COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, AO MUNICIPIO DE ESTREITO, FOI REMARCADA PARA O PROXIMO DIA 26.


OS DEPUTADOS RESOLVERAM REMARCAR A VISITA DEVIDO A ALGUNS COMPROMISSOS DA AGENDA PARLAMENTAR. A IDA DA COMISSÃO TEM

COMO OBJETIVO A REALIZAÇÃO DE UMA AUDIENCIA PÚBLICA, A FIM DE OUVIR DOS REPRESENTANTES DO CESTE (CONSÓRCIO ESTREITO ENERGIA),EXPLICAÇÕES SOBRE A MORTANDADE DE PEIXES, OCORRIDA NO FINAL DE MARÇO, NA BARRAGEM DA HIDRELETRICA. FATO QUE

FOI DENUNCIADO NA TRIBUNA DA CASA PELO PRESIDENTE DA COMISSÃO, DEPUTADO LÉO CUNHA (PSC).

VIVO INAUGURA LOJA COM CONCEITO INOVADOR EM IMPERATRIZ

Uma loja moderna em todos os sentidos, com conceito inovador de atendimento. É assim que o cliente de Imperatriz receberá a nova loja da Vivo que foi totalmente reformulada para garantir cada vez mais a qualidade no atendimento. A loja será reaberta ao público no próximo dia 5 de maio. Localizado à avenida Getúlio Vargas, número 1462, no Centro, o espaço traz um novo modelo de vendas para a cidade no qual o cliente poderá experimentar os serviços e aparelhos que mais se adéquam ao seu perfil.
Com 14 pontos de atendimento e projetada para garantir o acesso de portadores de necessidades especiais por meio de rampas e balcões personalizados, a loja vai permitir que o cliente possa experimentar os aparelhos com a ajuda de atendentes devidamente treinados que irão ajudar na escolha do celular e farão demonstrações de uso do aparelho para tirar qualquer dúvida do cliente.
“Este é um grande presente da Vivo para a cidade de Imperatriz. A loja totalmente reformulada segue o padrão nacional e é única no Estado com esse visual mais moderno e elegante. Os consumidores dispõe agora de um ambiente mais agradável para conhecer, experimentar e adquirir nosso serviço”, comentou o diretor regional da operadora, Mauricio Santos.
Para a reinauguração a Vivo preparou dois combos promocionais. Na compra de um Samsung Galaxy 5 no plano Smart 60, o cliente ganha um Samsung C276 no plano Controle pagando apenas R$ 129. Além dessa oferta, a operadora também oferece o modelo Samsung Corby no plano Smart 45 com Samsung C276 como dependente por apenas R$ 38.
A Vivo é a operadora que mais cresce no Maranhão e Imperatriz é uma das cidades brasileiras que mais cresce no Índice de Desenvolvimento Municipal (IDM). Por isso, a operadora realiza desde o início de 2010, investimentos na região para garantir um melhor atendimento e ampliar a cobertura com qualidade. Em um ano, a operadora instalou na cidade seis novas antenas, ampliando a capacidade da rede para 75% na região, permitindo que o cliente tenha acesso a uma comunicação mais ágil e eficaz.
“Imperatriz recebe uma loja com conceito nacional, com a equipe reforçada e preparada para atender toda a demanda da região. Isso faz com que a gente sinta muito orgulho”, comenta o Gerente Regional de Imperatriz, Jorge Ximenes, que destaca o apoio aos projetos locais “Mama África” e “Faça Uma Criança Feliz”.
No mapa brasileiro de telecomunicações, o Maranhão pertence a regional Norte, formada também pelos estados do Pará, Amapá, Amazonas e Roraima. De acordo dados recentes da Anatel, a Vivo é líder na regional com uma fatia de 38,4% do mercado e está presente em 234 municípios, o que representa mais de 50% da população. No Maranhão, a empresa lidera no ranking de terminais de acesso a internet com mais de 35% de participação. Dos 71 municípios nos quais a operadora disponibiliza o sinal no Estado, 35 são 3G permitindo mais velocidade na hora na hora de enviar e receber e-mails, mais velocidade no acesso às redes sociais e para assistir e postar vídeos no Youtube com maior rapidez, usar serviços de mensagem instantânea com qualidade. Os municípios de Bacabal, Codó, Viana, Açailândia e Barra do Corda.
Os números comprovam o empenho da empresa em oferecer sempre os melhores serviços aos mais de 60 milhões de clientes, em todo o Brasil. Esses são resultados da busca diária da Vivo para manter a excelência na prestação de serviço, com foco na qualidade em todos os pontos de contato com o cliente na transmissão móvel de dados baseada na maior e na melhor rede de segunda e de terceira geração do País.

Sobre a Vivo

A Vivo (Bovespa: VIVO3, VIVO4; NYSE: VIV), empresa do Grupo Telefônica, é a líder do mercado de telecomunicações móveis no Brasil desde sua criação, em abril de 2003, e hoje possui mais de 60 milhões de clientes. A empresa é destaque em todos os indicadores de desempenho e qualidade avaliados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Esse desempenho é resultado do trabalho de mais de 47 mil colaboradores diretos e indiretos, focados diariamente em garantir a qualidade em todos os pontos de contato do cliente com a marca Vivo. A empresa investe continuamente para construir e manter a maior e melhor rede de telecomunicação móvel do País, com 3.647 municípios cobertos (90,2% da população).
Em junho de 2010, lançou o Plano Vivo Internet Brasil para ampliar a cobertura de sua rede 3G. Hoje já são mais de 1.320 que contam com a rede com de Terceira Geração (3G) da Vivo, que possibilita o acesso móvel à internet em alta velocidade. Até o final de 2011 esta rede estará disponível para 85% da população brasileira, em 2.832 municípios.
A marca Vivo está ligada aos esportes, à cultura e à responsabilidade sócio-ambiental. A empresa é patrocinadora da Seleção Brasileira de futebol e das tradicionais equipes de vôlei Vivo/Minas e de basquete, o Vivo Franca Basquetebol Clube. O Conexão Vivo e o Vivo arte.mov são programas de destaque na área cultural ao inovar na expressão artística e abrir espaço para diferentes e ecléticos estilos.
A empresa atua em rede para promover a inclusão digital, social e cultural. Com apoio do Instituto Vivo, promove iniciativas voltadas à educação e à difusão de novas formas de aprendizagem. O cuidado com o meio-ambiente fez a Vivo desenvolver pioneiramente um programa de reciclagem de aparelhos celulares, baterias e acessórios, que já coletou mais de 2,5 milhões de itens.
O reconhecimento do trabalho da Vivo está em diversos prêmios de renomados institutos e publicações. A empresa é uma das melhores para se trabalhar, de acordo com a Revista Você S.A. e o Great Place To Work Institute. A Vivo foi destaque em melhores práticas na relação com os investidores do setor de Telecomunicações, Mídia e Tecnologia pela Institutional Investor. Além disso, a Vivo é a maior e a melhor Empresa do Setor de Telecomunicações pelo ranking Valor 1000, do jornal Valor Econômico; a Empresa mais Admirada do Brasil no setor de Telecomunicações Móveis, pela Revista Carta Capital; a Empresa de Maior prestígio do Brasil, pela Revista Época Negócios; Top of Mind pelo Datafolha; e Empresa da Década na relação com o consumidor, pela Revista Consumidor Moderno.
Informações para a Imprensa:
Assessoria de Comunicação e Relações Institucionais Regional Norte
Norimar Muller – norimar.muller@vivo.com.br (92) 9114-4575 / (91) 9230-6565
Parlato – Agência de Comunicação Integrada – (81) 3342-0019
José Fonteles – jose.fonteles@vivo.com.br (91) 9144-2961
Ana Lins – ana@parlato.com.br (91) 9144-2937 / (81) 9127-3593

Nova Enquete

Como o diretório do PT foi o primeiro a anunciar a escolha de três nomes para serem indicados candidatos do partido à prefeito de Imperatriz. O blog quer ouvir seus leitores a opinião sobre qual deles reúne mais forças para ser o indicado petista nas eleições do ano que vem.
Portanto, acessem e votem.