sexta-feira, 13 de maio de 2011

Madeira envergonhado

O secretário de Estado da Saúde (SES), Ricardo Murad, propôs, nesta sexta-feira (13), um pacto aos prefeitos e secretários municipais de Saúde para melhorar os índices de cobertura vacinal registrados nos últimos anos no Maranhão. Esse foi um dos assuntos discutidos na reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) realizada no auditório da Assembléia Legislativa.


Ricardo Murad mostrou os índices de cobertura vacinal de rotina, com as vacinas do calendário básico para crianças com menos de um ano, e da campanha de vacinação contra Infleunza H1N1, encerrada nesta sexta-feira (13). Dos 80% de cobertura prevista para a imunização contra gripe, o Maranhão atingiu 57% e São Luís, 59%.

“Não há justificativa para a baixa cobertura vacinal no estado. Vamos, a partir de agora, fazer aqui uma pactuação com os gestores e estabelecer avaliações trimestrais porque os baixos índices de vacinação põem em risco a saúde de todos os maranhenses”, enfatizou o secretário.

O encontro contou com a participação de deputados estaduais, do presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Júnior Marreca; da presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), Iolete Arruda; e dos 18 gestores regionais de saúde, além de secretários adjuntos e técnicos da SES.

“A governadora Roseana Sarney tem dado toda a infraestrutura necessária para que possamos desenvolver um grande trabalho na área de saúde e vamos alcançar as metas de cobertura vacinal, com o apoio dos prefeitos”, enfatizou Ricardo Murad.

Imperatriz- O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, foi o primeiro a assumir o compromisso de atingir e ultrapassar os indicadores este ano. “Quero parabenizar a atitude do secretário Ricardo Murad de chamar os gestores para mostrar a cobertura de cada um dos municípios. Estou com vergonha dos dados apresentados do meu município e vou sentar com a equipe para reavaliar e cobrar mais empenho no trabalho”, afirmou ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário