terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Corrida Eleitoral

Saiu a primeira pesquisa Escutec sobre a eleiçao em Imperatriz. Deixou alguns alegres e outros tristes. Como sempre, desconfiança nos numeros. Mas nao e de todo para ficarem bravos ou pulando.Natural que os numeros fossem assim, isto porque a coletados dados foram feitos em pleno inverno e rigoroso.Tambem nao serve como desculpas. Tanto Madeira quanto Ildon devempontuarosdados e ver qual o caminho a s,eeguir para melhorar os numeros. Por fim, parece que nao havera uma terceira via.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Chefe de quadrilha especializada em roubo a caminhões é preso pela Polícia Civil em Imperatriz

Uma investigação da Policia Civil culminou na prisão do chefe de uma quadrilha especializada em roubo de carga, no final de semana, em Imperatriz, a 637 quilômetros da capital maranhense.

De acordo com o delegado Regional de Imperatriz, Francisco de Assis Ramos, a ação contou com o apoio da Policia Rodoviária Federal (PRF), e resultou na detenção de Francisco Teles Silva, o vulgo Sergipano, 64 anos, natural de Sergipe, no posto da PRF em Imperatriz.

Segundo o delegado, o mandado de prisão preventiva era da Comarca de Porto Franco, uma vez que Sergipano é suspeito de chefiar uma quadrilha especializada em roubo a caminhões na região de Imperatriz e de Porto Franco, que atuava principalmente na BR 010. “Além de roubar a carga dos veículos, o bando ainda subtraía todos os pneus dos caminhões das vítimas”, frisou o delegado Assis.

Foi expedido também um mandado de busca e apreensão pela Comarca de Porto Franco, cumprido em uma fazenda situada no Povoado de Córrego Novo, na cidade de Açailândia, que é de propriedade do Francisco Teles, no entanto nenhuma carga foi encontrada pela polícia.

Francisco Teles já possui antecedentes por roubo e furto no estado de Sergipe. Já no Maranhão, ele responde por roubo. O criminoso foi encaminhado para delegacia de Porto Franco e ficará à disposição da Justiça.

PM prende traficantes e assaltantes em Balsas

Uma ação da Polícia Militar, em Balsas, prendeu, durante o fim de semana, três pessoas, sendo duas envolvidas com tráfico de drogas e uma suspeita de cometer assaltos a residência naquela região. Na primeira, ocorrida na noite de sábado (28), a PM prendeu Aluísio Leno Noleto dos Santos e Eufrásio Farias da Silva.

Em poder de Aluísio foram apreendidas 35 pedras de crack. Com Eufrásio, a polícia encontrou uma pedra de crack pesando aproximadamente três gramas; um pequeno canivete, que segundo informações policiais, seria para cortar a droga, além de uma quantia de R$ 140,00 em notas trocadas. Os dois foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e permanecem presos nas carceragens da Delegacia Regional da cidade à disposição da justiça.

Assalto

Em uma ação conjunta foi preso, no sábado (28), Gregory Lima Gomes, que segundo a polícia, seria o autor de furto ocorrido em uma residência no Bairro Catumbi, naquela localidade. Na ação criminosa, foram subtraídos da casa um notebook, um aparelho DVD, jóias, entre outros objetos.

De acordo com o delegado Alcides Martins, titular do 1º DP de Balsas, em depoimento, Gregory delatou o local onde estariam os objetos furtados. De posse das informações, os investigadores de Polícia Civil se deslocaram até a residência de Vitor Fonseca Mota. No local, a Polícia encontrou além dos objetos furtados, oito pedras de crack, um recipiente contendo maconha prensada e um revólver calibre 32.

Gregory Lima foi autuado em flagrante por furto qualificado e Vítor Fonseca foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, receptação e tráfico de drogas. Ambos permanecerão presos detidos à disposição da Justiça.(Secom)

Ricardo Neves será Pilatos na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém – PE

Depois de 8 anos longe do espetáculo, ator e jornalista volta com o grande papel

O pernambucano Ricardo Neves que hoje mora em São Paulo, fará o papel de “Pilatos”no espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém – PE. Ricardo já atuou como o apóstolo João no mesmo espetáculo e volta depois de 8 anos para o papel de Pilatos, ultimamente só encenado por globais.

Ricardo que além de ator é jornalista, atualmente integra a equipe da Tv Bandeirantes em São Paulo e já foi repórter dos programas de estrelas como Adriane Galisteu e Silvia Poppovic, além de integrar a equipe responsável pela transmissão do BandFolia há cinco anos.
Sobre Ricardo Neves
Ricardo Neves é pernambucano, ator, jornalista e reside em São Paulo há cerca de três anos. Atualmente integra a equipe da Tv Bandeirantes como repórter e já passou pelos programas Toda Sexta (com Adriane Galisteu), Dia a Dia (com Lorena Calabria, Patrícia Maldonado e Daniel Bork), Boa Tarde (com Silvia Poppovic), Video News (com Nadja Haddad) e participou da cobertura de diversos eventos transmitidos pela Band como Band Folia, Festa do Peão de Barretos, Festival Folclórico de Parintins e Copa do Mundo de 2010.

Karina Alves
(11) 6423-0137

Discriminação na terceira idade é mais comum do que pensamos

Os idosos são tratados com menos respeito?

Você já se sentiu tratado com menos respeito ou cortesia do que os outros? Já sentiu que estão te tratando como se você não fosse “tão esperto” ou “tão bom” quanto os demais que estão no mesmo ambiente que você? Enfim, você já se sentiu discriminado por causa de sua idade, sexo, renda, etnia, aparência?

Pois um número surpreendente de idosos relata que já experimentaram situações discriminatórias: 63%, para ser exato. As informações são de um estudo publicado recentemente sobre o envelhecimento, no Research On Aging.

Segundo o autor da pesquisa, o sociólogo Ye Luo da Clemson University, a causa mais citada para se sentirem discriminados é a idade avançada. 30% dos idosos entrevistados afirmou já ter sido maltratado por causa de sua idade. A percepção de ter sido discriminado em função de gênero, raça, deficiência ou aparência é mencionada por poucos.

A discriminação, por si só, já é um dado social preocupante. Mas ela não vem sozinha, vem acompanhada de outro achado da pesquisa: a discriminação, por um período de dois anos ou mais, está associada a taxas mais elevadas de depressão e a um pior estado de saúde entre os idosos.

Para chegar a tais conclusões, Luo e sua equipe analisaram dados sobre a saúde de 6.400 aposentados – todos com mais de 53 anos quando o estudo começou, em 2006 – e aplicaram questionários para descobrir o que eles pensavam sobre o comportamento discriminatório contra a terceira idade.

Luo não ficou surpreso com a alta taxa de idosos que disse ter passado por algum tipo de situação discriminatória, pois os números encontrados por ele são condizentes com estudos anteriores sobre o tema.

Como os pesquisadores já esperavam, algumas pessoas estavam mais propensas a relatar casos de discriminação do que outras. Os negros, aqueles que são separados, divorciados ou viúvos e aqueles com menor poder aquisitivo relataram níveis mais elevados de discriminação. Brancos, casados, os que viviam com alguém, bem como os que contavam com maior poder aquisitivo relataram menos casos de discriminação.

Dois anos após a aplicação do questionário, aqueles que apontavam altos níveis de discriminação apresentavam piores condições de saúde. Depois que os pesquisadores controlaram o nível de estresse geral (problemas financeiros, por exemplo, eventos traumáticos ou doenças crônicas), os efeitos mais significativos da discriminação foram maiores níveis de sintomas depressivos e estado de saúde inferior ao auto-avaliado.

A discriminação na terceira idade

“Se ainda precisássemos de qualquer outro motivo para tentar combater a discriminação contra a terceira idade, ou qualquer tipo de discriminação, aqui está ele: a atitude discriminatória é prejudicial para a saúde das pessoas idosas”, afirma a médica Renata Diniz, que dirige a VRMedCare, empresa especializada em cuidados domiciliares na terceira idade.

A discriminação cotidiana é como “um pedágio” que o idoso paga sem perceber. “Abusos de idosos ocorrem em uma variedade de formas: física, mental, sexual, financeira e negligência. Idosos que sofrem abuso, negligência e/ou exploração estão em risco consideravelmente maior de morte prematura”, diz a médica Vanessa Morais, que também dirige a VRMedCare, empresa especializada em cuidados domiciliares na terceira idade.


Incontáveis ​​idosos são vítimas de abuso. “E entre os abusadores mais comuns dos idosos estão membros da família, especialmente cônjuges e filhos adultos. Os idosos que são vítimas de abuso, muitas vezes, preferem suportar o abuso ao invés de arriscar a perda da independência, sendo retirado da sua família, ou, eventualmente, sendo forçado a se mudar para uma casa de repouso”, revela Renata Diniz.

Para Vanessa Morais, a pouca atenção reflete um medo muito comum na sociedade moderna: “o medo de ver-nos nas vítimas, de enfrentar o nosso próprio futuro inevitável: vulnerabilidade e morte. O resultado trágico é a nossa incapacidade – ou falta de vontade – de nos imaginar em um futuro distante, potencialmente sozinho e desprotegido. Então, não vemos que a proteção aos idosos de hoje ajuda a proteger-nos amanhã”, defende a médica.

“Em uma sociedade tão centrada em priorizar a si mesmo e encontrar a auto-realização, é irônico que, aparentemente dispensemos tão pouca atenção para os nossos ‘próprios eus futuros’. Precisamos dar mais atenção aos idosos discriminados, pois é muito importante saber que um dia estaremos no seu lugar”, defende Renata Diniz.Parte inferior do formulário

CONTATO:
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO:
Márcia Wirth
MW- Consultoria de Comunicação

domingo, 29 de janeiro de 2012

Prévia da inflação oficial medida fecha janeiro em 0,65%

Segundo o IBGE, alimentação fora de casa e tarifas de transportes impulsionaram o IPCA-15

Aumentou para zero vírgula sessenta e cinco por cento, em janeiro, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15, IPCA-15, que é a prévia da inflação oficial. Em dezembro do ano passado, o aumento foi de zero vírgula cinquenta e seis por cento. Os dados foram divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Em doze meses, o indicador acumula alta de seis vírgula quarenta e quatro por cento. Em janeiro do ano passado, o IPCA-15 ficou em zero vírgula setenta e seis por cento. A principal causa da aceleração foi o aumento da despesa com transporte, que subiu para zero vírgula setenta e nove por cento, na comparação com dezembro do ano passado. De acordo com o IBGE, a despesa com transporte sofreu a influência do reajuste das tarifas dos ônibus urbanos, nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e Belo Horizonte, e dos ônibus intermunicipais em várias regiões do País. Em janeiro, o maior impacto individual foi da alimentação fora de casa - um vírgula sessenta e três por cento, contra um vírgula treze por cento, em dezembro. Ficaram mais caros o lanche, com alta de um vírgula cinquenta e sete por cento para um vírgula quarenta e dois por cento, refrigerante, de um vírgula zero seis por cento para um vírgula trinta e sete por cento; e a cerveja, que aumentou de um vírgula dezoito por cento para um vírgula vinte e sete por cento.
Reportagem, Priscila Leite

Como controlar o incontrolável?

É muito complicado para um casal que deseja engravidar entender que, apesar das relações sexuais sem uso de qualquer método anticoncepcional, o filho não vem

“Controlar os eventos da nossa própria vida” é algo que, desde muito cedo, achamos que podemos fazer.

Entendíamos que se tivéssemos um bom comportamento, de alguma forma, a recompensa de nossos pais viria; se estudássemos para as provas durante o ano, com certeza, passaríamos de ano; se batalhássemos bastante no emprego, uma promoção e um bom ganho financeiro seriam os resultados mais prováveis... E assim por diante.

Desta maneira, é inevitável acreditar que somos responsáveis, sim, pelos acontecimentos de nossa vida. Porém, o que pensar quando algo sai do esperado, apesar de estarmos fazendo tudo “conforme manda o figurino”?

Costumo dizer que a vida, mais hora, menos hora, nos coloca frente às situações onde o incontrolável predomina. Assim, como seres humanos, somos obrigados a rever nossa posição, muitas vezes onipotente, de acreditar que temos o controle sobre tudo, e reconhecer nossos limites, afinal, não somos deuses.

Momento de engravidar é incontrolável...

Percebo que a dificuldade de gravidez, para alguns casais, funciona como a primeira grande desilusão a respeito “deste controle” que venho falando até agora. É muito complicado para um casal que deseja engravidar entender que, apesar das relações sexuais sem uso de qualquer método anticoncepcional, o filho não vem.

Isso sem contar com as comparações inevitáveis com amigos que engravidam facilmente e com as pessoas que, mesmo sem querer engravidar, acabam engravidando...

Realmente, não é nada fácil lidar com essa frustração e, principalmente, com a falta de controle que ela traz consigo; uma vez que, nem mesmo os tratamentos de infertilidade podem garantir o tão esperado bebê.

Acredito que todo momento de crise é uma oportunidade para crescimento pessoal. Lidar com a infertilidade, sem dúvida, pode promover amadurecimento. O reconhecimento de nossos limites é algo nobre e que requer humildade para que possamos reconhecer que existem coisas que não podemos controlar.

Isso, de maneira alguma, significa “desistir da luta pelo filho”, mas sim, sermos menos rígidos com nós mesmos e não nos culparmos diante de resultados que não dependem somente de nós.

Luciana Leis é psicóloga, especializada no atendimento a casais que enfrentam problemas para engravidar.
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO:
Márcia Wirth
MW- Consultoria de Comunicação

Valdenir Morais, irmão do pré-candidato do PT em Campestre, desmente acusações.

Depois de tomar conhecimento de denúncia envolvendo seu nome em suposta contratação de pistoleiro para matar o fazendeiro Jorge Nei Araujo Neres, Valdenir Morais Lima de 26 anos de idade, compareceu à Delegacia da Policia Civil em Porto Franco para desmentir as acusações, feitas por um homem que, segundo a Polícia Civil já respondeu por crime de homicídio no estado de Pernambuco.
Mesmo tendo deixado cláro e por não ter sido provado seu envolvimento na suposta contratação de Adeildon Bertoldo da Silva, para matar o fazendeiro Jorge Neres, o assunto ganhou conotação na imprensa, devido o caso ter sido encaminhado ao Fórum de Justiça de Porto Franco, onde deve terminar após audiência de instrução marcada para o dia 23 de maio de 2012.
Valdenir Morais, não foi procurado pela imprensa para falar desse assunto, mesmo assim, os meios de comunicação exploraram o assunto, fazendo citações ao nome do irmão, que é pré-candidato a prefeito pelo Partido dos Trabalhadores nas eleições de 2012, no município de Campestre do Maranhão, onde moram. Portanto vem esclarecer que todas essas denúncias são infundadas e tem por objetivo atingir a imagem da família e do pré-candidato, sem a preocupação do prejuízo moral. “A família Morais, sempre gozou de bom relacionamento em toda a sociedade, nunca se envolveu em episódio de crime ou qualquer outro, e não será essa denúncia sem provas que vai atingir nossa moral e conduta, até porque tudo pode ser armação política”, disse Valdenir Morais.

Valdenir esclarece ainda que, jamais fez ou faria qualquer proposta para mandar matar uma pessoa, e acusa o fazendeiro Jorge Neres de está escondendo alguma coisa, por se tratar de um caso ocorrido na fazenda dele, depois de dá abrigo a uma pessoa segundo ele, desconhecida e com características de mendigo, por fim descoberta pela Policia que se trata de um criminoso, conforme documentos exibidos na matéria que circulou repercutindo o assunto.
Ainda como forma de esclarecimento, Valdenir Morais disse que não se intimidou com a denúncia, não vai deixar de comparecer ao Fórum para a audiência em maio, ficará a disposição da Policia, Justiça e Imprensa, para esclarecer qualquer dúvida que possa surgir, por ter absoluta certeza de sua inocência e tudo ficará provado ao contrário, e que pretende ao final desse processo, entrar com ação de indenização por dano material e moral contra os autores da denúncia.

Feita os esclarecimentos de um dos envolvidos feita a pedido. E nem precisava, pois o blog não tem interesse em atingir ninguém.

90 ANOS DO PCB AOS MILITANTES, AMIGOS E SIMPATIZANTES DO PCB IMPORT

!Camaradas:A Comissão Política Nacional do Partido, reunida nos dias 23 e 24 desta semana, tomou várias deliberações sobre o aniversário de 90 anos do PCB, com destaque para a comemoração nacional, que se dará no Rio de Janeiro, de 20 (terça-feira) a 25 (domingo) de março de 2012.Foi decidida toda a programação do evento, cujos detalhes informaremos oportunamente:
20 a 22 de março: SEMINÁRIO NACIONAL - dois conjuntos de palestras: PCB ONTEM e PCB HOJE;
23 de março:SEMINÁRIO INTERNACIONAL; LANÇAMENTO E LIVROS; EDIÇÃO ESPECIAL DO IMPRENSA POPULAR; JORNAL DA UNIDADE CLASSISTA- EXIBIÇÃO DO DOCUMENTÁRIO “FOMOS, SOMOS E SEREMOS COMUNISTAS”
Principais acontecimentos do IX Congresso (1991), da vitória contra os liquidacionistas (1992) e do X Congresso (1993);
ATO PÚBLICO NACIONAL DOS 90 ANOS DO PCB.
24 de março:ENCONTROS NACIONAIS DA UNIÃO DA JUVENTUDE COMUNISTA E DA UNIDADE CLASSISTA;
SEMINÁRIO INTERNACIONAL;
GRANDE FESTA VERMELHA (música ao vivo e outras atrações)
25 de março:- REUNIÃO AMPLIADA DO COMITÊ CENTRAL E ATIVIDADES MILITANTES.

Celulares de São Paulo passam a ter nove dígitos, a partir de julho

A medida da Anatel foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira

Os números de telefones celulares de São Paulo vão passar a ter nove dígitos, a partir do dia vinte e nove de julho deste ano. A medida da Agência Nacional de Telecomunicações, Anatel, foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira. O objetivo é ampliar os recursos de numeração da capital paulista e municípios da região metropolitana. O novo dígito – o número nove - vai ser acrescentado à esquerda dos atuais números. Ele deverá ser discado por todos os usuários de telefone fixo e móvel que liguem para os celulares da área 11, independentemente do local de origem da chamada. A decisão de aumentar os dígitos foi tomada pelo Conselho Diretor da Anatel em dezembro passado. O conselho chegou a avaliar a possibilidade de criar um novo código de área para São Paulo – além do 11, usado nas ligações interurbanas – implantando o DDD 10. Mas, os conselheiros da Anatel, no entanto, acabaram decidindo pelo acréscimo de mais um dígito aos atuais números dos celulares de São Paulo.
Reportagem, Priscila Leite

Arrecadação atinge R$ 969 bilhões bate recorde em 2011, contabiliza Receita

O valor representa um aumento de 10,1% em relação a 2010.

A arrecadação federal de 2011 bateu mais um recorde. Foram novecentos e sessenta e nove bilhões de reais em impostos, contribuições e demais receitas do governo, como os royalties - um aumento real de dez vírgula um por cento em relação a 2010, que havia registrado o recorde anterior, com oitocentos e vinte e seis bilhões de reais recolhidos. Segundo a Secretaria da Receita Federal, o crescimento da arrecadação, em 2011, se concentrou, principalmente, nos primeiros meses do ano. Isso se deve ao pagamento de tributos do ano anterior, quando o crescimento da economia estava muito mais forte, sete e meio por cento. Ainda de acordo com os dados da Receita, entre as medidas que impulsionaram a alta da arrecadação estão a atualização dos preços de referência da tabela de bebidas, que gerou novecentos e quarenta e oito milhões de reais a mais, e o aumento do IOF, Imposto Sobre Operações Financeiras, de pessoas físicas, que passou para três por cento, em abril de 2011, aumentando a receita em pouco mais de três bilhões de reais.
Reportagem, Juliana Costa

Braide Ribeiro abre o verbo e conta sua versão sobre a saída repentina do Cavalo de Aço

Ele chegou de mansinho. Foi mostrando seu trabalho e logo se tornou o treinador da seleção de futebol Amador de São Francisco do Brejão, que disputou o Copão Maranhão do Sul de 2011, e foi campeã.

Mostrou seu serviço, surpreendeu torcedores brejaoenses e da região tocantina e no fim do ano passado foi convidado para comandar o time do Imperatriz, o Cavalo de Aço, na temporada de 2012. Mas tão logo se iniciou o ano, veio à demissão e algumas notas na imprensa o acusando de não saber dialogar com os atletas. Agora ele abre o verbo e conta sua versão. Acompanhe a entrevista que fizemos com Braide Ribeiro.

Jornal A Hora: Braide, você foi convidado para assumir o Imperatriz como uma supercontratação. O que aconteceu para que você saísse da equipe antes mesmo de iniciar o Estadual?

Braide: Eu não era de acordo com as contratações feita pelo presidente. Os atletas não tinham condições de ser titulares na equipe. Eu não tinha a liberdade de contratar. Tudo era através do presidente, então se tornou difícil trabalhar neste clima. Toda hora ele comunicava à diretoria que os atletas queriam uma reunião, mas sem a minha presença. Essas reuniões eram com os atletas que o presidente trouxe, e eles sabiam que não iriam jogar comigo. Portanto só tinha uma condição, era se reunir com os atletas dele e pedirem a minha cabeça, alegando que eu não tinha diálogo com o grupo.

JAH: A quem você atribui esse desconforto?
Braide: Ao presidente do clube. Nunca foi a favor da nossa contratação, e nós temos um nome a zelar e um serviço prestado ao futebol do nosso Estado, não é possível que tenha desaprendido da noite para o dia. Veja a enquete que a Mirante fez: não houve nenhum torcedor contra a nossa pessoa, e os atletas que indiquei foram o Rubens, Ricardinho e o Denis, revelação do maranhão do sul, o resto todo foi obra do presidente.

JAH: Apesar dos acontecimentos você ainda se vê treinando o Cavalo nesta temporada?

Braide: O Cavalo é uma entidade. O presidente é passageiro. Não guardo magoa de ninguém. Aproveito a oportunidade para agradecer a toda imprensa, e ao vice-presidente Alexandre, por ter depositado a confiança no nosso trabalho.
JAH: Você foi acusado de não dialogar cordialmente com o plantel de atletas, o que você tem a dizer sobre essas notas que saíram na imprensa?
Braide: Eles tinham que arranjar uma justificativa, sempre estive um bom relacionamento com os atletas. Agora os que sabiam que ia embora não poderiam estar satisfeito como o nosso trabalho, mas o tempo dirá tudo.
JAH: O que o experiente treinador planeja para o futuro profissional, neste ano?

Braide: Estamos em evidência, vamos descansar um pouco, e pensar no futuro.
JAH: Obrigado Braide. Deixamos o espaço para que você possa deixar sua mensagem final, nesta entrevista?
Braide: Queremos mais uma vez agradecer a vocês da imprensa pelo apoio que eu sempre tive; agradecer a torcida do Cavalo de Aço pelo carinho e a confiança que depositaram na nossa pessoa, e desejar ao Cavalo de Aço muita sorte neste campeonato. Também a você Carlos pela seriedade que conduz as suas entrevistas.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

As peças do xadrez do Madeira rumo a sua reeleição.

Alguns assessores e simpatizantes da reeleição do prefeito Madeira estão demonstrando muito otimisto e começam a pregar o já ganhou.
Talvez por isso, o próprio Madeira não tem iniciado conversas com outras lideranças ou partidos. Vai esperar os dias passarem e conquistar sem muitos custos as adesões.
Um jogo perigoso em se tratando de eleição em que vários especialistas de cursos de markting eleitoral nos quais participo tratam como uma verdadeira guerra.
Fincado na promessa de que vai manter na vice o PDT conforme acordo alinhado em São Luis com alguns caciques e ainda por querer Carlinhos Amorim ao seu lado, Madeira não tem feito questão de discutir vices ou alianças.
Deve manter o PDT mais sem Gean Carlos. O vice será outro nome.
A tese do está ficando melhor e não posso antecipar alianças é reforçada pelo fato de que os principais concorrentes ainda não demonstraram nenhuma força capaz de vencer-lo.
Claro, sem desconsiderar Ildon Marques, ainda dependendo da justiça.
Mesmo com o ex-prefeito na disputa e com problemas juridicos ou registrando a candidatura com liminar, irá com certeza enfrequece-lo junto aos eleitores e aí o atual prefeito ficará mais tranquilo.
O sumiço de Ribinha Cunha desde que perdeu a eleição no sinrural parece que é o prenuncio de que não irá mais a frente seu projeto. E tem mais, gente ligada a Madeira teria revelado que Ribinha inviabilizou até mesmo uma vice. Ou seja, deu a chance de Madeira dizer não.
Para se ter uma idéia de como Madeira trabalha o seu jogo eleitoral é que apesar de todo o apoio que a governadora tem lhe dado e proporcionado condições de tocar a sua administração, até hoje, ele não chegou a ela e apresentou um gesto tipo, oferecer quem sabe secretaria ou a indicação do vice.
Mesmo sem este gesto a Roseana, Madeira poderia conversar com pessoas ligadas a ela, como Franciscano, Ribinha, Ademar Freitas e atrair-los para seu lado. Ainda não teve este gesto.

Tarifa das chamadas de fixo para celular vai ser reduzida, a partir de fevereiro

O anuncio foi feito pelo Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações

A tarifa das chamadas de telefone fixo para celular vai ser reduzida. A autorização foi dada pelo Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações, Anatel, na noite desta terça-feira. De acordo com o comunicado da agência, a redução líquida será de aproximadamente dez por cento, em relação aos valores pagos, atualmente, pelos usuários e passa a valer, a partir do mês que vem. A tarifa atual que é de cinquenta e quatro centavos por minuto, vai ser de quarenta e oito centavos e, até dois mil e catorze, os usuários vão passar a pagar apenas quarenta e dois centavos por minuto. Segundo a Anatel, o ganho para o consumidor com a redução da tarifa pode chegar a quarenta e cinco por cento nesse período – considerando, também, o reajuste da tarifa que seria feito nos próximos anos, se fosse mantida a regra atual. A medida vale apenas para chamadas feitas de telefones fixos para celulares. O valor da tarifa é dividido entre a operadora de telefonia fixa e a móvel.
Reportagem, Priscila Leite

Leo Cunha acompanha visita de secretários em obras do governo

O deputado Léo Cunha (PSC) acompanhou, nesta terça-feira (24), a fiscalização feita por secretários de governo em obras que estão sendo executadas pelo Governo, na cidade de Imperatriz.

Na comitiva do executivo estavam os secretários Luis Fernando Silva (Casa Civil), Hildon Rocha (Assuntos Políticos) e Bernardo Bringel (Educação).

A primeira obra a ser vistoriada foi a escola estadual Amaral Raposo, que após a reforma passara para o município, agregando ali o Colégio Militar Tiradentes, que passa a oferecer 1500 vagas, antes a escola tinha capacidade para atender a apenas 800 alunos. O coordenador regional de educação de Imperatriz, Agostinho Noleto, também acompanhou os secretários.

Logo após, a comitiva esteve também ao Centro de Formação de professores, obra concluída e que devera ser entregue a comunidade docente em fevereiro próximo.

Ao falar sobre a importância da visita, o deputado Leo Cunha, disse “ser de suma importância para garantir que as obras em andamento sejam executadas dentro do cronograma e do projeto estabelecidos pelo Governo do Estado, a fim de atenderem as expectativas da população”.

Após concluírem as visitas em Imperatriz, os secretários foram a cidade de Açailândia. Alem de Imperatriz a visita dos secretários também se estendeu a outros municípios da região tocantina, onde obras estão em andamento.

Maranhão bate novo recorde de cobertura vacinal contra a febre aftosa

O Maranhão bateu novo recorde no índice de cobertura vacinal contra a febre aftosa, com 97% do rebanho imunizado contra a doença durante a segunda etapa da campanha de vacinação, ocorrida no período de 14 de novembro a 14 de dezembro. O anúncio desta boa notícia para o setor agropecuário maranhense, que com esse resultado deu mais um passo rumo à classificação de zona livre de febre aftosa, foi feito pelo secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Cláudio Azevedo, durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (25), na sede da Sagrima.

O resultado atingiu a meta da Sagrima e seu órgão vinculado, a Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) que era o de repetir ou superar o índice recorde de 96,59% registrado na primeira etapa da campanha, realizada em maio de 2011.

Cláudio Azevedo informou ainda que, de acordo com o banco de dados da Aged, atualizado durante a campanha, houve um aumento de 2,06% no rebanho maranhense, que atualmente possui 7.272.822 de cabeças de bovídeos - sendo 7.194.459 bovinos e 78.363 bubalinos, criados em 81.624 propriedades rurais cadastradas na Aged.

Também participaram da coletiva de imprensa o diretor geral da Aged, Fernando Lima; o secretário adjunto da Sagrima, Raimundo Coelho de Sousa; o superintendente substituto da Superintendência Federal do Maranhão, Fábio Bessa de Lima; e o presidente do Fundo de Desenvolvimento da Pecuária do Maranhão (Fundepec), Osvaldo Serra.

O alcance desse índice de cobertura vacinal é fundamental para que o estado seja classificado como zona livre de febre aftosa; já que esta é uma das principais exigências feitas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para que o Maranhão mude de status sanitário.



Na abertura da coletiva, o secretário Cláudio Azevedo fez um relato das ações desenvolvidas desde o ano passado pelo governo estadual para que o Maranhão seja declarado pelo Mapa e pela Organização Internacional de Epizotias (OIE), como zona livre da doença. Atualmente, o Maranhão integra um novo bloco composto pelos estados do Maranhão, Piauí e Pará, que pleiteiam a elevação conjunta da classificação sanitária.



Cronograma

Em reunião realizada este mês com o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, ficou decidido que estes estados serão classificados como zona livre em meados de outubro deste ano, após o cumprimento de uma série de providências, segundo cronograma definido pelo Governo Federal em acordo com os governos estaduais.

O novo cronograma a ser cumprido pelo Maranhão inicia em fevereiro com uma nova auditoria nos estados avaliados, para checar o cumprimento dos itens apontados na primeira avaliação. Em março será iniciado o processo de sorologia do rebanho em 300 propriedades sorteadas pelo ministério, que vai comprovar a inexistência e a não circulação do vírus da febre aftosa nos estados avaliados.

Nos meses de maio e junho será realizada a coleta de sangue dos animais selecionados e envio do material colhido para laboratórios credenciados pelo Mapa. É importante ressaltar que os animais selecionados para a sorologia não participarão da primeira etapa da campanha de vacinação de 2012, prevista para acontecer de 1º a 31 de maio.

Após o término do envio de todo o material coletado para laboratórios credenciados pelo Mapa, estima-se que o ministério realizará a análise sorológica em um período de até 60 dias, que coincidirá com o prazo final para a conclusão dos relatórios de auditoria realizada nos estados candidatos à zona livre. Assim, espera-se que até outubro deste ano o Mapa anuncie, nacionalmente, a nova classificação sanitária dos estados do Maranhão, Piauí, o leste do Pará e também o de Pernambuco, que está em busca da nova classificação.

A caminhada para o reconhecimento internacional será iniciada em novembro, quando o Ministério da Agricultura enviará a documentação para análise da nova classificação sanitária dos estados à Organização Mundial de Saúde (OIE). A expectativa é que a nova classificação sanitária seja pauta da reunião anual da entidade, ocorrida em maio de 2013, quando, finalmente, espera-se que o Maranhão seja declarado oficial e internacionalmente zona livre de febre aftosa com vacinação, estando apto a comercializar sua carne tanto com o mercado nacional como com os principais mercados externos (Estados Unidos e Europa).

Parcerias

O superintendente substituto da Superintendência Federal do Maranhão, Fábio Bessa de Lima afirmou que o novo recorde do índice de cobertura vacinal de 97% é um reflexo enorme do trabalho realizado pelas unidades regionais e locais da Aged. “Estamos satisfeitos com este trabalho árduo da Aged e nós celebramos um convênio no valor de R$ 6,5 milhões porque percebemos que o Maranhão está apresentando resultados”, avaliou ele.

O recurso do convênio celebrado entre o Governo do Estado e o Mapa está sendo utilizado na renovação da frota veicular, informatização e reestruturação física dos escritórios da Aged.

O presidente do Fundepec, Osvaldo Serra ressaltou que os resultados da campanha se devem também ao apoio de diversos parceiros. “A Sagrima e a Aged estão conduzindo esse processo e os criadores perceberam a importância desse trabalho, prova disso é de que o Fundepec arrecadou no ano passado R$ 923.000,00 de contribuição dos criadores por meio das Guias de Trânsito Animal. Em 2010, esse número foi de apenas cerca de R$ 300.000,00”, afirmou Osvaldo Serra.

Estado civil? Tabagismo? Grande ingestão de álcool?

O que provoca a queda de cabelos nas mulheres?

Estudos com gêmeos encontraram vários novos preditores para a queda de cabelo em mulheres e homens

Idade e genética têm sido tradicionalmente considerados os preditores mais confiáveis para a perda de cabelo, em mulheres e homens. No entanto, dois novos estudos, envolvendo gêmeos idênticos, apresentados durante a última conferência anual da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (ASPS), revelam novos fatores de risco para a perda de cabelo em homens e mulheres.

De acordo com dados do estudo The Relative Contribution of Endogenous and Exogenous Factors to Female Alopecia: A Study of 84 Genetically Identical Females, que examinou dados de 84 mulheres gêmeas idênticas, o mais forte preditor de perda de cabelo feminino foi o estado civil. Aquelas que eram divorciadas ou viúvas apresentaram maior perda de cabelo que as mulheres casadas.

Além disso, um grande consumo semanal de álcool levou a níveis mais elevados de perda de cabelo feminino ao longo da frente da cabeça. O tabagismo pesado foi um fator significativo para a queda de cabelo feminina na área do templo. No entanto, as mulheres que bebiam moderadamente - duas doses de bebidas alcoólicas por semana - experimentaram perda de cabelo significativamente menor do que suas irmãs gêmeas.

"Os gêmeos idênticos são geneticamente programados para experimentar padrões semelhantes de envelhecimento e perda de cabelo. Se um gêmeo perde mais cabelo do que o outro, esta perda está relacionada a fatores externos", explica a dermatologista Cristine Carvalho, diretora do CDE – Centro de Dermatologia e Estética.

Alopécia masculina

Um segundo estudo - The Relative Contribution of Endogenous and Exogenous Factors to Male Alopecia: A Study of 66 Genetically Identical Males - analisou dados de 66 homens gêmeos idênticos e descobriu que, embora a genética seja o mais forte preditor de perda de cabelo masculina, ao longo da frente da cabeça, o tabagismo, a exagerada exposição ao sol e um histórico de caspa também contribuem para uma maior queda de cabelo nos homens.

Além disso, condições médicas - como a hipertensão, a falta de exercícios físicos regulares - e níveis de testosterona elevados contribuem também para o aumento das taxas de perda de cabelo nos homens.

"No dia-a-dia, não percebemos tanto interesse na prevenção e no tratamento da perda de cabelo, como em fórmulas e tratamentos para rejuvenescer. No entanto, nos deparamos com muitas mulheres e homens profundamente afetados pela perda de cabelo. Descobrir os fatores de risco controláveis e mutáveis ​​que contribuem para a perda de cabelo pode nos ajudar a preveni-la com mais sucesso, pois podemos desenvolver meios mais eficazes para controlar esta condição preocupante", defende a médica, que também é chefe do Departamento de Fototerapia do Curso de Pós-Graduação em Dermatologia da Fundação Pele Saudável, Instituto BWS.

CONTATO:
Blog: http://dracristinecarvalho.wordpress.com/
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO:
Márcia Wirth
MW- Consultoria de Comunicação

IBGE: Mulheres ganharam 28% a menos que os homens, no ano passado

Pesquisa Mensal de Emprego também aponta desvantagem de trabalhadores negros

As mulheres ganharam, em média, vinte e oito por cento a menos que os homens no ano passado. Em média, as trabalhadoras brasileiras receberam mil trezentos e quarenta e três reais e oitenta e um centavos e os homens, mil oitocentos e cinquenta e sete reais e sessenta e quatro centavos. Ou seja, uma diferença de quinhentos e treze reais e oitenta e três centavos. Os dados são da Pesquisa Mensal de Emprego, divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE. O rendimento mensal do trabalhador brasileiro tem sido, em média, de mil seiscentos e vinte e cinco reais e quarenta e seis centavos. O valor é equivalente a aproximadamente três salários mínimos e foi a maior média, desde 2003, dois vírgula sete por cento superior à de 2010. A diferença salarial não foi apenas entre homens e mulheres. Em 2011, os trabalhadores de cor preta ou parda ganharam, em média, pouco mais da metade do rendimento recebido pelos trabalhadores de cor branca. A média anual de renda, no ano passado, foi de mil e setenta e três reais e vinte e dois centavos para os trabalhadores negros e de mil cento e vinte e um reais e quarenta e quatro centavos para os de cor parda, enquanto segundo a pesquisa do IBGE, a dos trabalhadores de cor branca foi de dois mil e cinquenta reais e vinte e cinco centavos.

Reportagem, Priscila Leite

Pesquisa mostra que obesidade aumenta entre crianças brasileiras de 5 a 9 anos






O índice chegou a 16,6% dos meninos e 11,8% das meninas, segundo a SBEM





Dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, com base em números do IBGE, revelam um aumento de crianças com sobrepeso e obesidade no Brasil, principalmente na faixa etária de cinco a nove anos de idade. De acordo com a pesquisa, o sobrepeso atinge trinta e quatro vírgula oito por cento dos meninos e trinta e dois por cento das meninas. Já a obesidade, foi diagnosticada em dezesseis vírgula seis por cento dos meninos e em onze vírgula oito por cento das meninas. Os números são referentes a 2010. Segundo a presidente do Departamento de Obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Rosana Radominski, esses números são alarmantes. De acordo com ela, no período de 1989 a 2009, o índice de sobrepeso entre os meninos de cinco a nove anos de idade, chegava a quinze por cento e entre as meninas, onze vírgula nove por cento. O levantamento mostra, também, que entre as crianças acima de dez anos e jovens de até dezenove anos de idade, o excesso de peso atinge vinte e um vírgula sete por cento do total de meninos e a obesidade, quase seis por cento. Nas meninas da mesma faixa etária, quinze vírgula quatro por cento apresentaram sobrepeso e quatro vírgula dois por cento, obesidade. Entre os adultos, os percentuais são maiores: em 2010, quarenta e oito e meio por cento apresentavam sobrepeso  e quinze por cento, obesidade.

  Reportagem, Juliana Costa

Seduc firma convênio com Prefeitura de Imperatriz na área de educação

Os secretários chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva, e de Educação (Seduc), João Bernardo Bringel, assinaram, nesta quarta-feira (25), Termo de Cooperação Técnica com a Prefeitura de Imperatriz. Pelo acordo, o Governo do Estado transfere para o Município a gestão de imóveis, matrículas de alunos e recursos financeiros das escolas de ensino fundamental. A solenidade aconteceu no auditório da prefeitura de Imperatriz e contou com a presença do prefeito Sebastião Madeira, do secretário de Estado de Assuntos Políticos, Hildo Rocha, e do gestor da Regional de Imperatriz, Agostinho Noleto.
O secretário Bernardo Bringel falou de sua grande satisfação em assinar o terno com o município de Imperatriz. Ele destacou a determinação do Governo do Estado em buscar meios para aperfeiçoar a educação no estado, oferecendo um ensino de qualidade.
“A partir deste ordenamento poderemos direcionar o nosso trabalho na luta para alavancar os índices educacionais do Maranhão e o ordenamento da infraestrutura das escolas é apenas o primeiro passo”, explicou Bernardo Bringel. Ele ressaltou que a partir da assinatura do termo o Estado fará o aporte dos meios necessários para que a prefeitura possa manter o ensino fundamental, aumentando a sua qualidade.
O secretário Luís Fernando exaltou o trabalho realizado pelo secretário de Educação e destacou o compromisso da governadora Roseana Sarney com as crianças e jovens de todo o Maranhão. “A busca pela qualidade da educação está acima de qualquer motivação política. O nosso grande compromisso é com as crianças e jovens, que são o futuro do Maranhão”, declarou, parabenizando o prefeito Sebastião Madeira e toda a equipe.  
O prefeito Sebastião Madeira destacou o tratamento que a governadora Roseana Sarney vem dando ao município de Imperatriz e disse que com a assinatura do Termo a prefeitura fará um trabalho que já lhe compete naturalmente, que é cuidar do ensino fundamental.
“O Governo do Estado vem dando sistematicamente demonstrações de apoio a nossa administração. Isso mostra o compromisso da governadora com a população de Imperatriz. Vamos trabalhar com afinco na melhoria da qualidade de ensino, pois nosso principal compromisso é com a nossa população”, disse Madeira.
Participaram, também, da solenidade os secretários adjunto de Gestão Institucional da Seduc, Fernando Silva, do chefe da assessoria jurídica da Seduc, Hugo Gedeon e assessores técnicos da Secretaria e da Prefeitura de Imperatriz.

Municipalização
Com a municipalização do ensino fundamental, a Seduc objetiva fortalecer o regime de colaboração com os municípios, para viabilizar o propósito comum de universalizar o acesso e promover a melhoria da qualidade da educação pública.
Com essa medida, a Seduc cumpre a legislação que determina que o município oferte prioritariamente o ensino fundamental e o Estado, o ensino médio.  Dentre as ações de municipalização, a Secretaria da Educação vem disponibilizando prédios escolares, mobiliário e com aporte de recursos e programas destinados ao ensino fundamental.

Escolas
De acordo com o Termo, a Seduc transfere para o município as seguintes unidades de ensino: Adelina Lopes, Amazônia, Rui Barbosa, Santa Rita de Cássia, São José do Egito, Tancredo Neves e Francisco Alves.  A escola Militar Tiradentes II, que funciona no prédio Jonas Ribeiro, passa a funcionar no Amaral Raposo e terá sua capacidade de atendimento duplicada, indo de 12 para 24 salas.
A prefeitura municipal repassou para o Estado um pavilhão da Darci Ribeiro com 12 salas com capacidade de receber cerca de 1.300 alunos do ensino médio nos três turnos.

CORRELATA

Secretários visitam duas obras do governo em Imperatriz
Os secretários de Estado Luis Fernando (Casa Civil), Hildo Rocha (Assuntos Políticos) e João Bernardo Bringel (Educação) visitaram, nesta terça-feira (24), na companhia do prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, duas importantes obras do Governo do Estado no município, ambas em fase de finalização. Eles foram à antiga escola Amaral Raposo e o Centro de Formação de Professores.
No primeiro compromisso, os secretários visitaram as instalações da antiga escola Amaral Raposo, que será reaberta com 1.600 alunos matriculados nos ensinos fundamental e médio. No prédio, irá funcionar, a partir do dia 6 próximo, o Colégio Militar Jonas Ribeiro.
“Ao instalar nesse prédio o Colégio Militar, estamos valorizando o patrimônio público, e a qualidade do ensino já que os sistemas pedagógico e disciplinar dessa instituição, são conhecidos por sua eficiência e qualidade”, destacou Bernardo Bringel.
Em seguida, os secretários visitaram as instalações do Centro de Formação de Professores, que, de acordo com o que informou o secretário Luis Fernando Silva, terá um papel importante tanto para os professores da rede de ensino estadual quanto para professores da rede municipal das cidades da Região Tocantina.
“Trata-se de uma moderna instalação física que vai contribuir com o compromisso da governadora Roseana Sarney de investir fortemente na Educação. Esse projeto faz parte de nossa meta de criar políticas eficazes para melhorar a qualidade do ensino público onde os professores terão a oportunidade de trabalhar a formação continuada num ambiente confortável e agradável”, disse o chefe da Casa Civil.

Secretário Bulcão reúne prefeitos da Região Sul e mostra projetos para 2012

Com o objetivo de informar e prestar esclarecimentos sobre a Lei de Incentivo Cultural que estará em vigor a partir deste ano, o secretário de Estado de Cultura, Luis Henrique Bulcão, reuniu prefeitos e secretários municipais de cultura em Governador Edison Lobão, a 690 km de São Luís. Durante o encontro, o secretário ouviu dos prefeitos e membros do Conselho Estadual de Cultura sugestões quanto a aplicabilidade dos recursos do fundo de cultura orçado em 12 milhões de reais.
Também fez questão de destacar que a governadora Roseana Sarney tem assegurado todas as condições no sentido de que os municípios possam ser beneficiados com os recursos. A reunião foi na sexta-feira (20).
“Por exemplo, hoje, estamos aqui reunidos com o principal objetivo de mostrar aos senhores a importância de regularizar o sistema de cultura em seus municípios, tomar conhecimento da documentação exigida e apresentar os projetos para que sejam viabilizados a liberação de recursos deste fundo”, disse Bulcão.
Ele acrescentou também que estará colocando a disposição dos municípios uma equipe de técnicos para ministrar cursos rápidos aos secretários municipais no sentido de que venham a adquirir mais experiência e, desta forma, fazer com que não haja dificuldade na apresentação da documentação necessária para que os projetos sejam aprovados e liberados.
Para Bulcão é “muito importante esta integração Secma e municípios, pois o alvo final será a implementação de ações que irão fomentar ainda mais a cultura maranhense”.
Outra preocupação exposta pelo secretário é quanto a falta de um planejamento nos municípios quanto aos eventos locais. Muitos prefeitos e secretários procuram a secretaria no dia da realização do evento pedindo apoio, no que fica praticamente impossível atende-los.
“Todos sabem que para a liberação dos recursos existem critérios, como projeto, empenho, recursos disponíveis e para isso, sugiro para os senhores prefeitos e secretários façam um calendário anual de eventos e apresentem na secretaria e depois, iniciem os entendimentos visando a liberação dos recursos de cada um deles. Ou seja, ficará mais fácil para conseguir-los”, alertou.
O secretário anunciou, ainda, a implantação da Escola de Música em Imperatriz que iniciará com aulas de violão e flautas e depois com outros instrumentos. “Já fizemos o convênio para definir o local onde funcionará a escola e entreguei os violões para serem utilizados nas aulas. O projeto conta com o apoio da Secretaria de Educação que fez a doação dos violões e espero estender este projeto a outros municípios da região”, ressaltou.
Atendendo solicitação, Bulcão vai estender o horário e a periodicidade das aulas na Escola de Música em Governador Edison Lobão, por três dias na semana e, informou que estará adotando todas as providências para que os jovens do vizinho município de Imperatriz possam ser também, beneficiados. “Não vejo porque não atender esta solicitação. É uma cidade próxima e poderemos fazer o mesmo em outras cidades, como Montes Altos”, salientou.
O secretário de Cultura, da viagem a Governador Lobão, esteve, ainda, na cidade de São Francisco do Brejão expondo todos os projetos da sua pasta em encontro realizado na Câmara de Vereadores em companhia do prefeito Alex Santos.

Secretário de Educação visita escola Pizon em Edison Lobão

Secretario Bringel,Serlene, Agostinho, Leo e Willian Marinho
Durante viagem a Imperatriz para assinar o termo de colaboração técnica com a prefeitura do município, o secretário de Estado de Educação, João Bernardo Bringel, atendeu convite formulado pelo jornalista Willian Marinho e visitou as instalações da Unidade Escolar Vicente Yanez Pinzon, localizada no município de Governador Edison Lobão. O secretário foi acompanhado na visita pelo gestor da regional de Imperatriz, Agostinho Noleto, pelo deputado Leo Cunha, Marinho e foi recebido pelos diretores e funcionários da escola.

A escola Vicente Pinzon, atende alunos do ensino médio, e possui 12 salas que e funcionam nos turnos matutino e vespertino. Durante a visita a diretora da escola, Serlene de Sousa Abreu, solicitou ao secretário que fossem realizados alguns serviços emergenciais na escola. Outra solicitação da diretora foi o pedido de novas carteiras. O gestor da URE de Imperatriz, Agostinho Noleto, informou à diretora que as carteiras seriam enviadas para a unidade de ensino antes do início do ano letivo.

"Ainda esta semana enviarei um técnico da URE para fazer um levantamento para que as carteiras sejam enviadas", disse Agostinho Noleto.

"Constatamos a necessidade de fazer reparos na escola e vamos fazer tudo que estiver ao alcance para que os nossos alunos tenham um ambiente saudável para as suas atividades escolares", disse Bernardo Bringel.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

poio do Ceste a Ribeirinhos é insignificante

por Adalberto Franklim

Os jornais deste domingo anunciam que o Consórcio Estreito Energia (Ceste) "confirma apoio aos desabrigados" da enchente do Rio Tocantins, causada pela liberação repentina e sem aviso prévio de suas comportas. A leitura apenas da manchete dá a impressão de que a empresa realmente se compromete a fazer um gesto de responsabilidade à altura dos prejuízos causados, mas não foi isso que aconteceu. Os redatores da matéria gastaram um monte de parágrafos, "enchendo linguiça", apenas para dizer que a empresa enviara colhões para os desabrigados.

É realmente um acinte o descaso da Ceste com os municípios impactados por esse empreendimento. Até hoje, há diversas ações mitigadoras não cumpridas com as comunidades ribeirinhas e com os municípios. E há diversos impactos que agora ocorrem sem que tenham sido previstos no projeto da obra, o que leva a crer que os relatórios de impacto ambiental foram mal dimensionados (ou mesmo propositadamente escondidos).

Foram assumidos impactos praticamente a montante (rio acima) da barragem, quando os demais, a jusante, estão agora sentindo os efeitos danosos e prejuízos financeiros não previstos. Desde Estreito-MA até São João do Araguaia-TO, os municípios agora são obrigados a arcar as despesas com as constantes cheias do rio, em que se veem obrigadas a dar socorro, abrigo e alimentos para as famílias atingidas. Além disso, no período de veraneio não podem mais contar regularmente com suas praias fluviais, que geravam ocupação, renda e atividades esportivas e culturais.

Não se compreende como os gestores desses municípios se contentam com esse mísero "apoio" de uma empresa privada, causadora de tamanho dano, que vem sendo injustamente pago com o dinheiro do público (do próprio povo). A se manter essa postura, daqui pra frente os municípios tocantinos terão que reservar uma boa parcela do seu orçamento somente para cobrir os impactos provocados por essa empresa, reduzindo ainda mais a capacidade de seus investimentos.

Pelo que se sabe, o projeto da Ceste não previu nenhum impacto sobre Imperatriz, mas nesse pouco tempo já deu muitos prejuízos ao município. A continuar assim, muitos milhões terão que ser gastos para cobrir os prejuízos causados pela Ceste, que ganhará centena de milhões vendendo sua energia sem qualquer responsabilidade com a região.
Nota do Adalberto Franklim: Texto sem correções, postado em 22-01-2012

Concursos não são proibidos em ano de eleição, apenas nomeações

Restrição é feita nos três meses que antecedem o pleito até a posse dos eleitos.
Lei eleitoral restringe as nomeações na esfera em que ocorrem as eleições.

Ao contrário do que muitos pensam, a realização e homologação de concursos públicos não são proibidas em ano eleitoral. A lei das eleições (9.505/97), artigo 73, restringe apenas a nomeação, contratação ou admissão do servidor público nos três meses que antecedem o pleito até a posse dos eleitos, restrição esta feita à esfera em que ocorre a eleição, no caso deste ano, somente no âmbito municipal.
Mas se a homologação do concurso municipal for feita até três meses antes das eleições - no caso, até julho, as nomeações podem ocorrer em qualquer período do ano. Já em âmbitos federal e estadual, as nomeações ocorrem sem restrições.

De acordo com o promotor de Justiça eleitoral e Justiça criminal e autor do livro "Direito Eleitoral" pela Editora Campus/Elsevier, Francisco Dirceu Barros, o Tribunal Superior Eleitoral entende que a regra deve ficar restrita à esfera em que ocorre o pleito.

Como este ano haverá eleições municipais, ficam liberadas no decorrer do ano todo as nomeações nos estados e na União. O contrário ocorrerá em 2010, quando haverá eleições para presidente, senador e deputados federais e estaduais. Somente os municípios poderão fazer nomeações de aprovados em concursos no decorrer do ano.

Segundo Barros, o objetivo da lei é proporcionar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais, evitar apadrinhamentos eleitorais, impedindo que a nomeação seja trocada por votos, e impedir perseguições por politicagem, ou seja, que a opção do eleitor não seja obstáculo ao seu ingresso no serviço público.

Caso a lei não seja cumprida, o concurso não será anulado, pois não existe impedimento para a realização dos exames em ano de eleição. Mas, segundo Barros, podem haver sanções para o servidor e para a administração, como a anulação da nomeação e multa que varia de 5 a 100 mil UFIRs (unidade fiscal de referência). Em caso de reincidência as multas são duplicadas. O ato pode ainda caracterizar improbidade administrativa, de acordo com o promotor.

A lei, entretanto, abre exceções às nomeações. No período que vai dos três meses que antecedem o pleito até a posse dos eleitos, pode haver nomeação para cargos do Judiciário, do Ministério Público, dos tribunais ou Conselhos de Contas e dos órgãos da Presidência da República; e a nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais. Mas para isso é necessária autorização prévia e expressa do chefe do Executivo.

Fonte:g1.

Empreendedores individuais tem até o dia 31 de maio para declarar imposto de renda

Somente a cidade de Imperatriz tem quase 3 mil empreendedores individuais aptos a prestarem as informações

Os microempreendedores individuais de todo o país tem até o dia 31 de maio para fazer sua declaração anual do imposto de renda. No Maranhão, até a semana passada já haviam sido registrados 28.843 empreendedores individuais, número 52% maior que no mesmo período do ano passado. Desses, 2.949 atuam em Imperatriz.

Para declarar o imposto, os empreendedores individuais podem acessar o site do Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.com.br) e prestar as informações de forma gratuita. “O Sebrae também está disponível, em todo o país, para orientar os empreendedores individuais que tiverem dificuldade de declarar o imposto sozinhos. Basta procurar um posto de atendimento nosso, em qualquer lugar do país, e solicitar atendimento para a declaração do imposto”, explica o Gerente de Atendimento do Sebre-MA, Marco Aurélio Abdalla.

Na Unidade de Negócios do Sebrae em Imperatriz, localizada no bairro da Jussara, estão sendo realizados atendimentos desse tipo desde a semana passada, recebendo também clientes dos municípios de Amarante do Maranhão, Arame, Campestre do Maranhão, Davinópolis, Formosa da Serra Negra, Governador Edson Lobão, Grajaú, João Lisboa, Montes Altos, Porto Franco, Ribamar Fiquene, São João do Paraíso, Senador La Roque e Sítio Novo. “Desde o primeiro dia útil do mês estamos recebendo vários interessados em se formalizar como empreendedores individuais. Agora as pessoas já nos procuram interessadas na declaração de imposto de renda”, conta Baruque de Sousa, analista do Sebrae em Imperatriz.

Prazo - A empreendedora individual Maria Aparecida Silva já está se preparando para fazer sua declaração anual do imposto. Ela diz que prefere aproveitar o início do prazo para não ter problemas. “Faço todo o processo de casa mesmo, através do Portal do Empreendedor, mas sei que se tiver dificuldades posso procurar o Sebrae”, ressalta.

Dona de uma padaria em Imperatriz, Aparecida comemora a formalização como empreendedora individual há dois anos. “Durante dois anos trabalhei sozinha vendendo pães caseiros de porta em porta. Com a formalização, há dois anos, pude abrir uma conta bancária e acessar um empréstimo para abrir minha própria padaria. Hoje, meu faturamento dobrou e tenho dois funcionários”, conta.

Segundo o Gerente de Atendimento do Sebrae-MA, no ano passado, o órgão auxiliou 75% dos microempreendedores individuais registrados no estado durante o período regular de declaração do imposto. “Nossos técnicos já estão prontos para receber essa demanda em todos os municípios maranhenses onde estamos presentes”, ressalta.

Quem não declarar o imposto de renda no prazo regular estará sujeito à multa e à inclusão da pessoa física no banco de dados da dívida ativa da União, sofrendo todos os impedimentos legais que essa situação gera.

Marco Aurélio Abdalla alerta que os empreendedores individuais devem estar atentos também à regularização dos impostos mensais na hora da declaração do imposto de renda. “O acúmulo de boletos atrasados do imposto mensal também gera multas. O ideal é que o empreendedor individual regularize sua situação o mais breve possível para evitar o pagamento de multas”, orienta.

Crescimento exponencial – Desde a criação da figura jurídica do microempreendedor individual, tem crescido rapidamente o número de adeptos à formalização. Os benefícios previdenciários e a possibilidade de fornecimento para instituições públicas e privadas tem atraído cada vez mais profissionais que há anos atuam como autônomos e informais.

Desde 2010, o número de formalizações cresceu surpreendentemente. Um exemplo vem da cabeleleira Tonilda Lima da Silva, 34. Na profissão há 11 anos, ela conta que já teve um salão em sociedade com outra pessoa, mas a experiência não deu certo.
Decidida a montar seu próprio negócio, procurou o Sebrae em Imperatriz, e se formalizou como empreendedora individual. “Depois que entendi as vantagens da formalização passei a participar de cursos, reuniões, viagens para visitas técnicas, e tive acompanhamento de um consultor. Hoje sei não apenas as técnicas de cuidados com cabelos, mas também aprendi a administrar meu negócio e o vejo crescer”, comemora a empresária.

Passo a passo para os empreendedores individuais declararem o imposto de renda

Todo o processo de declaração do imposto de renda é feito através do Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.com.br) e não custa nada ao empreendedor individual.
Ao entrar no site, o usuário deve acessar a opção “Passo 3 – Imprima seus documentos”, disponível na página inicial. Em seguida deve escolher a opção “Imprima o seu Carnê de Pagamento Mensal”. A página seguinte pedirá a identificação do CNPJ do empreendedor individual e dará acesso a uma área restrita, onde será possível escolher a opção “Declaração de Imposto de Renda”. “O usuário deve informar o exercício de 2011 e preencher os dados solicitados para concluir o processo. É importante, ao final da declaração, imprimir o comprovante e guardá-lo”, orienta Marco Aurélio.
Quem não quiser fazer a declaração do imposto sozinho pode se dirigir a um posto de atendimento do Sebrae e solicitar atendimento de um técnico apto a realizar o procedimento. Tanto o procedimento pelo site, como com a orientação do Sebrae não gera custos ao empreendedor individual.

O PT finalmente acordou.

Depois de hibernar por longo período, as principais lideranças do Partido dos Trabalhadores em Imperatriz acordaram. Jomar Fernandes, Teresinha Fernandes, Expedito Barroso e Adalberto Franklin despertaram do pesadelo que o partido estava vivendo e que dificilmente retomaria o caminho de volta.
Os quatro e mais alguns decidiram voltar aos velhos tempos em que a sigla entrava nas eleições municipais para marcar espaço e viabilizar projetos políticos futuros.
Viram que não adianta fazer coligação com outros partidos, apenas por fazer e muito menos com o PC do B, que não tem nada a oferecer em termo de eleição local. Tem um pré candidato sem ideoligia partidária e que na verdade estará apenas fazendo o que sempre fizeram os pestistas marcando terreno.
Sabem que ficando fora da eleição deste ano, estará comprometido o futuro da legenda para os próximos quatro anos, quando praticamente não se terá mais nas campanhas como candidatos os atuais lideres, Madeira e Ildon e os espaços estarão maior.
Por isso, estão fazendo o correto em lançar candidato próprio a prefeito e buscar aliados de confiança para no segundo momento, massificar o nome petista para daqui a quatro anos, caso não consigam eleger o candidato, contudo, manterá acesso o projeto de ocupar espaços.
Isso é o que se pode chamar de tiro certo.

Despesas com bens e serviços de saúde no Brasil atingiram R$ 283,6 bi, em 2009

Os brasileiros gastaram mais do que o governo; valor corresponde a 8,8% do PIB

As despesas com saúde no Brasil chegaram a um pouco mais de duzentos e oitenta e três bilhões e meio de reais, em dois mil e nove. Este valor corresponde a oito vírgula oito por cento do Produto Interno Bruto, o PIB, daquele ano. Os números fazem parte do levantamento divulgado nesta quarta-feira pelo IBGE. O consumo de serviços de saúde, como o atendimento hospitalar e as consultas médicas, entre outros, movimentou cinco vírgula seis por cento do PIB e as despesas com consumo final de medicamentos, um vírgula nove por cento.

As despesas públicas per capita com consumo de bens e serviços de saúde foram de seiscentos e quarenta e cinco reais, em 2009. Já as despesas per capita privadas foram de oitocentos e trinta e cinco reais nesse ano. Entre 2007 e 2009, as famílias responderam, em média, por cinquenta e seis vírgula três por cento das despesas com consumo final de bens e serviços de saúde. Mas o crescimento dos gastos pelo governo foi de 6 vírgula 3 por cento, em 2008, e 5 vírgula 2 por cento, em 2009 - maior que o das famílias brasileiras – 5 vírgula 3% por cento e 3 vírgula 5 por cento, respectivamente. O volume de dinheiro movimentado pelas atividades econômicas de saúde foi de cento e setenta e três bilhões de reais – alta de 2 vírgula 7 por cento, em 2009, uma desaceleração de 5 vírgula 9 por cento, em relação a 2008.Em 2009, 4 vírgula 5 por cento dos postos de trabalho e 7 vírgula 8 por cento das remunerações pagas aos trabalhadores estavam associadas às atividades de saúde.
Reportagem, Priscila Leite

Venda de materiais de construção cresceu 2,9%, em 2011

Faturamento do setor foi recorde: R$ 108,5 bi no ano passado

A venda de materiais de construção no mercado interno cresceu dois vírgula nove por cento, no ano passado, em comparação com 2010. O faturamento do setor atingiu o recorde de cento e oito bilhões e meio de reais em 2011, superando a marca de 2008, de cento e sete bilhões. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção, Abramat. Somente a venda de material usado em acabamento cresceu de oito por cento, no ano passado, em comparação a 2010, enquanto os materiais básicos registraram uma alta de zero vírgula dois por cento. No início do ano passado, a Abramat chegou a projetar um avanço de nove por cento no faturamento anual. Segundo o presidente da associação, Walter Cover, o crescimento foi menor que o esperado, por conta das medidas tomadas pelo governo federal, no início de 2011, para desacelerar a economia, além da queda no ritmo de execução das obras do programa ´´Minha Casa, Minha Vida´´e o aumento da vendas de produtos importados. As expectativas da Abramat para este ano é um crescimento de quatro virgula cinco por cento, em relação a 2010, mas a associação conta com a retomada do ritmo dos programa de Aceleração de Crescimento, o PAC, e o ´´Minha Casa, Minha Vida´´, assim como o aumento de contratação de obras neste ano de eleições municipais.
Reportagem, Priscila Leite

Rateio de despesas: apropriação entre empresas ligadas

* Adonilson Franco

As empresas que mantêm entre si relações societárias – holdings, especialmente, mas também empresas interligadas, coligadas, ou ligadas por qualquer meio -, aproveitam essa condição de estruturação de seus negócios para reduzir custos de produção e despesas industriais e administrativas. Nesses casos, uma das empresas, normalmente a controladora (holding), contrata uma terceira empresa para prestar serviços para o grupo econômico. Numa outra situação, também comumente no meio empresarial, a empresa controladora disponibiliza sua força de trabalho administrativo interno para prestar serviços também para as demais empresas do grupo.

A diferença entre as situações é que no primeiro caso a controladora contrata terceiras empresas para prestarem serviços para todas as empresas do grupo, muitas vezes até para si, e compartilha as despesas correspondentes com as demais empresas do grupo. No segundo, utiliza sua própria força de trabalho interna e compartilha as despesas correspondentes com as demais.

Isso é lícito e em conformidade com a ampla liberdade do empresário de gerir seus negócios de forma mais econômica perseguindo lucros e dividendos, razão de existência de qualquer empreendimento (Lei 6404/76, art. 2º, caput; Código Civil, art. 997, VII). Quanto maior eficiência empresarial, maior o lucro. E esse, afinal tributável pelo IRPJ e CSLL. Apesar da simplicidade, a Receita Federal age de outra forma.

Recentemente, a manifestação da Superintendência da Receita Federal do Brasil da 6ª Região Fiscal (MG), em Solução de Consulta sobre “Rateio de Despesas”, no sentido de que o rateio, entre empresas, de despesas com serviços de contabilidade e recursos humanos por elas compartilhados deve ser registrado como receita pela empresa controladora do grupo (holding). Trata-se da Solução de Consulta nº 84 de 30/8/11.

Esse posicionamento do fisco aumentou o IRPJ, CSLL, PIS e Cofins da empresa consulente. A Superintendência da RFB da 9ª Região Fiscal (PR e SC) havia editado a Solução de Consulta (SC) 38 com entendimento contrário, segundo a qual o valor rateado não caracteriza receita da controladora. Para isso, bastaria que o contrato firmado com o prestador dos serviços previsse o coeficiente de rateio correspondente a cada empresa beneficiária dos serviços prestados. Quando se trata de burocracia e sanha arrecadatória, o que já é ruim pode ficar ainda pior, pois quando a RFB autua o contribuinte, o fisco municipal também exige o ISS. A diferença no entendimento do fisco estampada nas duas SCs parece estar no fato de que quando terceira empresa é contratada, as despesas podem ser rateadas. Quando seus próprios empregados são utilizados para prestar serviços para outras empresas do grupo, o rateio de despesas constitui receita tributável.

A Constituição Federal abre o Título VII, “Da Ordem Econômica e Financeira”, Capítulo I, “Dos Princípios Gerais da Atividade Econômica”, determinando que a ordem econômica se funda na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa e tem por fim assegurar a todos existência digna (art. 170, caput), sendo a todos assegurado o livre exercício de qualquer atividade econômica (art. 170, par. único). Mais ainda, como agente normativo e regulador da atividade econômica, o Estado exercerá as funções de fiscalização, incentivo e planejamento, sendo este determinante para o setor público e indicativo para o setor privado (art. 174, caput). Portanto, o setor privado, é por disposição Constitucional, livre para gerir seus negócios.

Acontece que dirigir seus próprios negócios como lhe apraz tem um custo imposto pela visão medíocre estatal. Porque, ao se exigir do contribuinte uma contrapartida da redução obtida – o que nem de longe pode ser caracterizado como receita -, é evidente que a condição imposta pelo Estado, de permitir-lhe estabelecer suas escolhas, é totalmente limitada.É bem verdade que os descontos obtidos de fornecedores integra a receita de quem contrata com tais fornecedores. No caso, o ganho seria da controladora. Entretanto, como ele nasce diretamente da negociação comercial com o fornecedor e não tem existência discriminada em nenhum contrato, fatura, documento, etc., porquanto nascido em fase anterior à formação do contrato, esse desconto comercial formalmente inexiste. O contrato formalmente redigido já expressará o preço final celebrado entre as partes, sem qualquer alusão a descontos; é o preço contratado. Não pode ser tributado.

A lei autoriza que, no caso de investimentos mantidos em coligadas e controladas, seja indicado em notas explicativas das demonstrações financeiras o montante das receitas e despesas nas operações entre a controladora e suas coligadas e controladas (Lei 6404/76, art. 247, V). Mas recuperação de despesas, ainda assim, não é receita tributável. No capítulo da Lei das SAs que dispõe sobre os prejuízos resultantes de atos contrários à Convenção (art. 276), está previsto que a combinação de recursos e esforços, a subordinação dos interesses de uma sociedade aos de outra, ou do grupo, e a participação em custos somente poderão ser opostos aos sócios minoritários das sociedades filiadas nos termos da convenção do grupo. A lei reconhece ser sempre legítima a contratação e o rateio se em benefício do grupo econômico, inclusive em prol das empresas ligadas. Se a lei estabelece que receita bruta é o resultado das vendas e serviços, pode-se obtemperar, com certa razão, que a SC nº 84 teria base legal para a exigência fiscal. Essa conclusão, contudo, é desprovida de um fundamento básico de direito empresarial: os serviços cujas despesas são rateadas pela controladora com as demais empresas do grupo econômico não constituem objeto social dela, isto é, não foi constituída para prestar serviços, por exemplo. Portanto, jamais poderiam ser considerados receita e, menos ainda, tributada.
* Adonilson Franco, advogado especializado em Direito Tributário. Sócio-titular do escritório Franco Advogados Associados. Professor no Curso de Pós-Graduação em Direito Tributário. Atua nas áreas de Planejamento Tributário, Direito Tributário, Societário, Civil, Comercial e Contratos Internacionais.

Micro e pequenas empresas vão ter crédito de R$ 40 bi, anuncia Caixa Econômica

Valor representa acréscimo de 20% em relação ao total disponibilizado no ano passado

A Caixa Econômica Federal vai oferecer quarenta bilhões de reais em crédito para micro e pequenas empresas. De acordo com a Caixa, o valor significa um acréscimo de vinte por cento em relação ao montante que foi disponibilizado no ano passado. Além disso, o banco anunciou a redução na taxa de juros para os pequenos empreendedores. O Crédito Especial Empresa e o Fundo de Garantia de Operações vão ser beneficiados com a redução de zero vírgula sete ponto porcentual, ao ano, e, com isso, a taxa de juros mínima vai ser de um vírgula quarenta e sete por cento ao mês. Já a taxa de Financiamento de Capital de Giro, a redução é de um ponto porcentual - taxa mínima de dois vírgula sessenta e dois por cento ao mês. A redução de juros vai valer também para as linhas de crédito destinadas às médias e grandes empresas. Nesse caso, serão reduzidas as taxas de juros do Financiamento de Capital de Giro Parcelado, Financiamento para Investimentos em Máquinas e Equipamentos, além de Financiamento para Veículos Novos. A queda é anunciada pela Caixa, logo depois do governo anunciar redução na taxa básica de juros da economia, a Selic, que caiu para dez vírgula cinco por cento, ao ano.
Reportagem, Priscila Leite

Índice que reajusta os aluguéis sobe 0,22% em janeiro, aponta FGV

Em dezembro do ano passado, o IGP-M havia registrado queda de 0,07%

Depois da queda de zero vírgula zero sete por cento, em dezembro, o IGP-M, Índice Geral de Preços-Mercado, voltou a subir na segunda prévia do mês de janeiro. De acordo com os dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas,o índice acelerou zero vírgula vinte e dois por cento, na última semana. Segundo a FGV, o que puxou a taxa para cima foi o IPC-M, Índice de Preços ao Consumidor-Mercado, que registrou alta de zero vírgula oitenta e um por cento, contra zero vírgula cinquenta e nove por cento, na segunda prévia de dezembro. A taxa acumulada do IGP-M é usada no cálculo de reajuste dos aluguéis. Até a segunda prévia de janeiro, o IGP-M acumula aumento de quatro e meio por cento, em 12 meses. De acordo com a FGV, os preços para o cálculo foram coletados entre vinte e um de dezembro a dez de janeiro.

Estudo revela que o Brasil é o 2º mais desigual do G20

O país ficou atrás apenas da África do Sul, mas combate à pobreza é elogiado

O Brasil é o segundo país com maior desigualdade social dentro do G20. É o que revela a pesquisa da Oxfam feita em todos os países que fazem parte do grupo. O estudo traduzido com a pergunta “Deixados para trás pelo G20?” mostra que apenas a África do Sul ficou na frente do Brasil, no que diz respeito a diferenças sociais entre os habitantes. Os dados da Oxfam revelam, ainda, que além de Brasil e África do Sul, México, Rússia, Argentina, China e Turquia também registraram resultados negativos. Já entre as nações com maior igualdade destacam-se: França, Alemanha, Canadá, Itália e Austrália. Mas, apesar de estar entre os últimos colocados, o Brasil é mencionado pela pesquisa como um dos países onde o combate à pobreza foi mais eficaz nos últimos anos. Segundo a Oxfam, doze milhões de brasileiros saíram da pobreza absoluta entre 1999 e 2009. Além disso, registrou queda na desigualdade medida pelo coeficiente Gini, caindo de zero vírgula cinquenta e dois para zero vírgula quarenta e sete. O índice é medido por uma escala de zero, que significa o mínimo de desigualdade, a um, que é o máximo. O levantamento prevê, ainda, que se a economia do Brasil crescer três vírgula seis por cento em 2012 e acima de quatro por cento nos próximos anos, como espera o FMI, o número de pessoas pobres pode cair em quase dois terços até 2020, com cinco milhões de pessoas a menos na linha de pobreza absoluta.
Reportagem, Juliana Costa

domingo, 22 de janeiro de 2012

Próteses mamárias deverão ser testadas antes de serem vendidas no Brasil

A Anvisa abriu, quinta-feira, uma consulta pública para debater a nova medida

A Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, abriu, nesta quinta-feira, uma consulta pública para discutir a medida que torna obrigatório testes de qualidade com todas as remessas de implantes mamários que entrarem no Brasil. A medida estabelece que os fabricantes de próteses mamárias, antes de oferecerem seus produtos ao mercado nacional, deverão enviá-los para análise em laboratórios no Brasil, indicados pela Anvisa e pelo Inmetro. Com isso, a certificação de todos os implantes passa a ser requisito obrigatório para o comércio dos produtos. A consulta pública vai ficar disponível no site da Anvisa, no www.anvisa.gov.br. As sugestões devem ser encaminhadas por escrito, em formulário próprio, para a agência, até o dia dezessete de fevereiro.

Reportagem, Juliana Costa

Irmão de Valmir Moreis do PT acusado de encomendar morte de um fazendeiro

Vítima seria o pecuarista Jorge Nei Araújo Neres, morador na fazenda Novo Acordo na cidade de Campestre. Jorge Neri teria dado apoio a um mendigo de nome Adeildon Bertoldo da Silva que posteriormente passou a trabalhar em sua propriedade. No inicio do mês de janeiro desse ano, Jorge Neri viajou com a família para Marabá-Pa deixando Adeildon vigiando a casa da fazenda. Adeildon Bertoldo, segundo a polícia, e de acordo com depoimento dado na Delegacia de Porto Franco, já cumpriu pena de oito anos e seis meses de reclusão em regime fechado por ter matado uma pessoa a facadas na cidade de Surubim - PE
Bertoldo disse na Delegacia que recebeu proposta de R$: 15 mil reais para matar o pecuarista Jorge Neri. Ele já havia dito isso ao pecuarista que procurou a policia para ouvir Adeildon e registrar um Termo Circunstancial de Ocorrencia-TCO. Em depoimento ao delegado Antonio Luís, Adeildon Bertoldo afirmou que foi Valdenir Morais Lima, que está construindo um hotel nas proximidades da casa de Jorge Nery quem fez a proposta de pagar R$ 15 mil para ele matar o pecuarista. Valdemir Morais é irmão, sócio do pré-candidato a prefeito de Campestre Valmir Moraes–PT. Também na Delegacia, Valdenir negou as acusações.
O TCO já foi encaminhando à Justiça e uma audiência de acareação está marcada para acontecer em março, onde acusado e denunciante vão ficar mais uma vez frente a frente, só que desta vez na presença de um juiz. Se for provado que Valdenir Morais tentou contratar Bertoldo para matar o pecuarista ele pode ser condenado a um ano e três meses de reclusão ou pagamento de multa.
O fato está ganhando proporções na cidade e causando efeito negativo contra a intenção do irmão do acusado que está trabalhando para entrar na disputa pela sucessão municipal. Se ficarem comprovadas as acusações vai ser muito difícil para Valmir Moraes, PT participar de campanha eleitoral pelo fato de o irmão de quem é sócio está envolvido em tentativa de crime de pistolagem.
A reportagem ouviu o pecuarista Jorge Neri, ele disse que no dia em que Adeildon Bertoldo foi liberado da Delegacia de Porto Franco, teria recebido um telefonema de outro irmão de Valdenir, Ademir Morais informando a Jorge que o mesmo ficasse de cuidado porque o homem que disse ter recebido proposta para matá-lo já estava solto e teria sido visto por ele na estrada entre Porto Franco e Campestre. Até hoje ninguém mais viu Adeildon e nem sabe onde ele está. A Polícia Civil informou que só o liberou porque não existe contra ele nenhum mandado de prisão e por ele ser apenas testemunha do fato, segundo consta no TCO feito pela Policia Civil.
Ainda segundo o que a reportagem apurou nas cidades de Porto Franco e em Campestre, existem muitos comentários que os irmãos do PT como são chamados Valmir, Valdenir e Ademir Morais, teriam influenciado na liberação do homem que disse ter sido contratado para matar Jorge Neri, com a intenção de vê-lo fora da cadeia para que o mesmo não conseguisse retornar no dia da audiência no fórum.

PEN – UM GIGANTE QUE ESTÁ PRESTE A ACORDA COM SEUS PARES!

Além de processar um grande número de novos manifestos de apoio de assinaturas em todos os estados da federação, intensificadas nos últimos dias devido ao prazo para o processo de Registro Nacional do Partido Ecológico Nacional – PEN, que encontra se sob a análise da subprocuradora geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dra. Sandra Cureau, para a apresentação de seu novo parecer em relação ao pedido de registro definitivo do 30º partido homologado no Brasil que será julgado em fevereiro.

“Não poderemos lançar candidatos nas eleições deste ano, mas temos a possibilidade de compor coligações, e estamos em processo de escolha de nomes mais competitivos que possam levar o projeto adiante e, à vitória com o apoio incondicional do PEN”. Segundo esclarecimentos do Vice-presidente nacional do PEN e Presidente do PEN/MA, Mário Felipe.

Conseguimos um feito: atrair novos admiradores e segmentos de várias partículas do mundo político onde coletamos mais de 26.000 manifestos de apoio de assinaturas somente em São Luís, que foram certificadas e homologadas pelos cartórios eleitorais. Pois desta forma estamos cacifados para disputar direta ou indiretamente qualquer cargo eletivo. Temos feito campanha apenas nos bastidores dos bastidores. Iremos bater porta em porta e pedir aos nossos membros e simpatizantes que apoiem os nossos candidatos nesta eleição de 2012.

Com certeza, é melhor comer os inimigos que abandonar aos corvos e às gralhas o fruto da vitória, “Mário Felipe”.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Plano B do Ildon Marques

Já está decidido que o empresário Ildon Marques participará das eleições deste ano.
Seja como candidato ou indicando um nome, caso seja vetado pela Justiça Eleitoral.
E apesar de muitos estarem pensando que irá apoiar um nome dos que estão no momento na mesa do jogo político. O blog tem informações seguras de que Ildão está pensando muito diferente.
E não será surpresa para este jornalista se a carta que ele tem na manga da surrada camisa listrada, o nome do Ildon Jr.
O moço esteve esta semana conversando com um jornalista que tem experiencia e é articulado. Foui buscar-lo em um local onde geralmente se reune os ditos "cabeças pensantes" da política local.
Passearam e depois o trouxe de volta.
Sobre o que conversaram aí já seria demais, contudo, as eleições e as possibilidades dele ser o representante do pai na disputa foi o prato principal.

Adiada?

Li na rede e até no jornal impresso que a posse da nova diretoria do Sinrural teria sido adiada.
Na verdade, não estava marcada para esta sextaq-feira.
O próprio Sabino Costa informou ao blog ainda na manhã de terça-feira que somente no dia 27 é que seria empossado.
Veja, um dia depois da sua eleição, ele confirmou para o blog a posse.
O que houve foi que muitos viajaram na maionese e somente com a publicação no jornal O Progresso anunciando a data do dias 27 é que muitos foram corrigir a noticia dada em "primeira mão".
O que aliás tem sido uma prática.
No afã de noticia, os blogueiros postam ligeiros e esquecem de apurar quem deu a informação. Muitos ainda retornam a publicação para corrigir, outros deixam passar de lado e pronto.

Leo Cunha avaliza como positivo o saldo anual na Assembléia

Ao fazer um balanço do seu primeiro ano de mandato, o deputado Léo Cunha (PSC) mostra que sua atuação na Assembléia Legislativa foi bastante positiva, principalmente no que se refere à busca por recursos junto ao Executivo, para a execução de obras e serviços públicos. Durante o ano de 2011, a Casa encaminhou à governadora Roseana Sarney (PMDB) mais de 80 solicitações do deputado, pleiteando investimentos nas áreas de educação, segurança, infraestrutura, saúde e meio ambiente, especialmente para a região Tocantina, representada por ele na Assembléia.

Ao longo de 2011, o deputado, que preside a Comissão do Meio Ambiente, também fez importantes registros na Tribuna do parlamento, entre os quais se destacam as denúncias que cobraram o posicionamento das autoridades competentes, como no caso do lixão de Imperatriz, denunciado por ele de receber, na época, resíduos hospitalares, poluindo indiscriminadamente o meio ambiente, e também o caso polêmico da hidrelétrica de Estreito, acusada por ambientalistas de cometer crime ambiental no lago da usina.

Léo Cunha enfocou ainda a grandeza das festas que tiveram como palco a cidade de Imperatriz, a exemplo da Expoimp, da Fecoimp, e da realização da Copa Brasil de Kart, que recebeu importantes nomes da categoria, evento que contou com o apoio direto do parlamentar, quando a pista recebeu total recapeamento asfáltico executado pelo governo do Estado, atendendo a um pedido feito pessoalmente por ele, durante reunião com a governadora.

Entre os vários requerimentos do parlamentar, destaca-se aquele que autorizou sua visita ao Navio Vale Beijing, fundeado a mais de 60 km da costa de São Luis, após ser rebocado do porto da Ponta da Madeira, por apresentar duas rachaduras, que comprometem sua estabilidade, possibilitando que a embarcação lance óleo e minério de ferro no mar. A situação inquietou o deputado, que mesmo estando em recesso, articulou-se junto à Vale e à Capitania dos Portos, para que a realização da visita in loco acontecesse já nos primeiros dias de 2012.

Desde que assumiu o mandato, em fevereiro de 2011, Léo Cunha expôs publicamente sua vontade de lutar pelas causas da região Tocantina. Segundo ele, a região carece de investimentos nos mais diversos setores, principalmente por ser a mais distante da Capital do Estado: “na maioria das vezes, quando precisa de algum serviço público, os moradores têm que se deslocar até São Luis, percorrendo uma longa distância, isso acaba onerando custos,” disse.

Preocupando com esse aspecto, o parlamentar solicitou ao governo estadual a disponibilização de vários serviços na região, como, por exemplo, a instalação de um Batalhão da Policia Ambiental, de um Posto do Imeq, da instalação do curso de medicina, solicitado por ele desde 2008; do curso de engenharia elétrica e de engenharia civil, bem como a disponibilização de um técnico da Sagrima, entre outros.

Entre as proposições de obras para a cidade de Imperatriz, destacam-se como de maior relevância: a obra de duplicação da Avenida Pedro Neiva de Santana, solicitada por ele à governadora, ainda durante sua campanha eleitoral; a construção do cais do porto; a ampliação e reforma da rede esgoto; a compra de equipamentos e a ampliação do quartel do corpo de bombeiros; a construção de uma escola estadual no bairro da Vila Cafeteira; a recuperação da Rua Dom Pedro II e a construção de rotatória para interligar a Avenida Pastor França a Bela Vista do Tocantins.

Ao todo, o deputado obteve 84 indicações de obras e serviços para vários municípios, todas aprovadas pela Mesa Diretora da Assembléia e encaminhadas ao Executivo, a fim que viabilizar recursos para que sejam executadas.

Sobre a expectativa de ver a realização das obras pleiteadas por ele, Léo Cunha ressalta que estará atento e vigilante à liberação dos recursos: ”ao longo do meu mandato não ficarei acomodado, estarei cobrando, para que essas obras sejam concretizadas, pois sei de sua importância para a melhoria da qualidade de vida da população” assegura.

Só faltava essa:PEC prevê reserva de vagas para deputados negros

A Câmara analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 116/11, do deputado Luiz Alberto (PT-BA), que prevê a reserva de vagas na Câmara, nas assembleias legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal, por cinco legislaturas, para parlamentares negros.

Segundo a proposta, o número de vagas vai ser definido com base no percentual de pessoas que tenham se declarado negras ou pardas no último censo do IBGE. Esse número não poderá ser menor que 1/5 do total das vagas no Parlamento ou maior que a metade das vagas.

A proposta prevê ainda a prorrogação da reserva por mais cinco legislaturas, por intermédio de uma lei complementar.

"Para ter uma ideia do impacto disso, hoje nós temos cerca de 30 deputados negros na Casa. Com essa proposta, iriam para 150. Evidentemente que os partidos teriam interesse em disputar essas vagas. Não tenho nenhuma ilusão de que é fácil aprovar essa proposta, mas queremos fazer o debate público, com os movimentos sociais, com a sociedade, para que isso repercuta no Parlamento e possamos aprovar essa PEC", afirma o deputado.

Tramitação
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania vai analisar a admissibilidade da PEC. Caso seja aprovada, uma comissão especial será criada para avaliar a proposta. Depois, o texto precisará ser votado em dois turnos no Plenário da Câmara

Pré-candidato do PV aparece na frente em todos os cenários apresentados e tem o menor índice de rejeição

Deputado Marcelo Lelis lidera corrida à prefeitura de Palmas

O deputado estadual Marcelo Lelis (PV) é neste momento o pré-candidato favorito nas eleições à prefeitura de Palmas (TO), liderando todos os cenários testados na pesquisa do IBOPE Inteligência realizada entre os dias 16 e 18 de dezembro de 2011.

Na pergunta sobre intenção de voto espontânea, em que os entrevistados dizem em quem pretendem votar sem ter à disposição uma lista de nomes, Lelis aparece na primeira colocação, com 28%. Eli Borges (PMDB) e Luana Ribeiro (PR) têm 3% das citações cada, enquanto Nilmar Ruiz (PR) e Wanderlei Barbosa (PSB) atingem 2%. Carlos Gaguim (PMDB), Dulce Miranda (PMDB), Edna Agnolin (PDT) e o atual prefeito de Palmas, Raul Filho, têm 1% das citações cada. Outros candidatos citados somam 1%. Nesta sondagem, 9% dos entrevistados afirmam que votariam em branco ou nulo e quase metade (48%) não respondem ou não opinam.

Cenários de intenção de voto

Ainda sem a definição oficial dos candidatos que concorrerão às próximas eleições, foram testados seis cenários de intenção de voto, considerando possíveis nomes para esta disputa.

Marcelo Lelis alcança seu maior índice de intenção de voto (56%) no cenário com Wanderlei Barbosa (9%), Nilmar Ruiz (5%), Edna Agnolin (4%), Dulce Miranda (3%) e Carlos Amastha, do PP (1%). Neste quadro, brancos e nulos somam 13% e 9% não sabem em quem votar ou não respondem.

Em outro cenário, o pré-candidato do PV atinge 52% das intenções de voto, seguido por Luana Ribeiro (10%) e Wanderlei Barbosa (8%), configurando empate técnico entre os dois pré-candidatos. Em um patamar mais baixo, Carlos Gaguim e Edna Agnolin atingem 3% das intenções de voto, e Carlos Amastha, apenas 2%. O índice de eleitores que votariam em branco ou nulo se a eleição fosse hoje é de 12% e outros 9% dos entrevistados dizem não saber em quem votar ou não opinam.

No cenário em que a pré-candidata do PMDB Dulce Miranda é testada, Marcelo Lelis tem a preferência de 51% dos entrevistados, mantendo a primeira colocação. Em seguida, aparecem Luana Ribeiro (10%) e Wanderlei Barbosa (8%). Já Dulce Miranda, Edna Agnolin e Carlos Amastha não atingem índices superiores a 5% das menções. Brancos e nulos somam 12% e 9% não sabem ou não respondem.

Quando o pré-candidato do PMDB é Eli Borges, Marcelo Lelis é citado por 52% dos eleitores entrevistados. Luana Ribeiro aparece com 10%, seguida por Wanderlei Barbosa (8%), Eli Borges (5%), Edna Agnolin (4%) e Carlos Amastha (2%). Nesta simulação, 11% dos entrevistados dizem que votariam em branco ou anulariam o voto e 8% não sabem ou não respondem.

No cenário sem Luana Ribeiro e quando o nome do PR passa a ser o da ex-prefeita de Palmas, Nilmar Ruiz, Marcelo Lelis atinge 54% das intenções de voto. Wanderlei Barbosa tem 9%, e com índices um pouco menores, surgem Nilmar Ruiz (6%), Edna Agnolin (4%), Carlos Gaguim (3%) e Carlos Amastha (2%). Brancos e nulos somam 13% e 10% não sabem ou não opinam.

Na sexta e última simulação testada, Marcelo Lelis lidera com ampla vantagem sobre os demais candidatos (55% das intenções de voto). Os demais nomes aparecem em um patamar bastante inferior - 8% de Wanderlei Barbosa, 6% de Eli Borges, 5% de Edna Agnolin e de Nilmar Ruiz e 1% de Carlos Amastha. Brancos e nulos são 12% e 9% dos entrevistados não sabem ou não respondem.

No estudo, também foi simulada uma disputa apenas entre Marcelo Lelis e Luana Ribeiro, e o deputado do PV vence por 61% a 16%. Quando a adversária de Lelis é Edna Agnolin, novamente ele lidera com ampla vantagem e atinge 66% contra 11% de sua adversária. Diante de Dulce Miranda, Marcelo Lelis é citado por 65% dos eleitores de Palmas, contra 12% da peemedebista.

Nos três cenários acima, os índices dos eleitores que votariam em branco ou nulo e não respondem ou não opinam não sofrem significativas variações e atingem patamares de 14% e 9%, respectivamente.

Rejeição

Além de ter o maior índice de intenção de votos nos cenários testados pela pesquisa, Marcelo Lelis apresenta a menor rejeição entre todos os pré-candidatos avaliados. Apenas 8% dos entrevistados citam o nome do deputado do PV quando perguntados em qual candidato não votariam de jeito nenhum. A maior rejeição é a do ex-governador do Tocantins, Carlos Gaguim, citado por 44% dos entrevistados. Os demais pré-candidatos atingem índices de rejeição inferiores a 22%, sendo que Luana Ribeiro apresenta o menor (10%).
Nesta pesquisa o IBOPE Inteligência utilizou a medida de rejeição estimulada com múltiplas opções, dando aos entrevistados a opção de citar mais de um nome.

Avaliação da administração municipal

A administração do prefeito de Palmas, Raul Filho, é avaliada negativamente por um pouco mais da metade dos eleitores (51% a avaliam como ruim ou péssima), e 30% avaliam como regular. Para apenas 17%, a administração é ótima ou boa.

Cerca de sete em cada dez eleitores desaprovam o modo como o prefeito vem administrando a cidade e somente 27% dos entrevistados aprovam a sua administração. O índice de confiança da população no prefeito é de 24%, ao passo que 70% dos entrevistados dizem não confiar em Raul Filho, configurando um cenário desfavorável para a sua gest&at ilde;o.

Avaliação dos governos estadual e federal

O primeiro ano da administração do governador Siqueira Campos é avaliado como ótimo ou bom por cerca da metade do eleitorado (48%), como regular por 37% e como ruim ou péssimo por apenas 12% dos eleitores de Palmas.

A administração da presidente Dilma Rousseff (PT) é avaliada positivamente por 65% dos entrevistados, como regular por 27%, enquanto 7% a avaliam como ruim ou péssima.

Sobre a pesquisa

Período de campo: de 16 a 18 de dezembro de 2011
Amostra: foram realizadas 602 entrevistas com eleitores de 16 anos ou mais do município de Palmas (TO)
Margem de erro: quatro pontos percentuais para mais ou para menos, considerando intervalo de confiança de 95%.
Fonte: IBOPE Inteligência

A pesquisa em questão não foi registrada no tribunal eleitoral competente pois a sua divulgação ocorreu no ano de 2011, não havendo a obrigatoriedade de registro para este fim.