sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Além do recorde de vendas, 2011 também bateu o recorde de fabricação de veículos

O crescimento na produção de automóveis chegou a 0,7%

Se em 2011 o Brasil bateu o recorde de vendas de veículos, as montadoras podem comemorar uma nova marca: a de produção dos automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões. No ano passado, as fábricas entregaram mais de três milhões e quatrocentas mil unidades – um crescimento de zero vírgula sete por cento se comparado a 2010. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores. Na quarta-feira, a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores já havia anunciado um outro recorde do setor: a venda de mais de três milhões e seiscentos mil veículos, que representou um aumento de três vírgula quatro por cento em relação a 2010. Os automóveis, máquinas agrícolas e motores exportados também tiveram crescimento em 2011: sete vírgula sete por cento em relação ao ano anterior. Já os veículos fabricados fora do Brasil e trazidos para cá representaram vinte e três vírgula seis por cento das vendas – desempenho que superou o de 2010, de pouco mais de dezoito por cento. O setor também fechou 2011 com chave de ouro na quantidade de empregados: as fábricas registraram quase cento e cinquenta mil empregos diretos – um aumento de seis vírgula três por cento se comparado ao ano anterior.

Reportagem, Juliana Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário