quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Mudança de hábitos da população faz IBGE mudar cálculo da inflação

Perdem peso cinco dos nove itens que fazem parte do IPCA

De acordo com o IBGE, no novo cálculo da inflação medida pelo IPCA, Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, dos nove itens que fazem parte do indicador, cinco perdem peso - Alimentação e Bebidas, Vestuário, Despesas Pessoais, Educação e Comunicação. Já os itens Habitação, Transportes, Saúde e Cuidados Pessoais e Artigos de Residência ganham mais importância no cálculo, refletindo a mudança de hábitos e o aumento do poder aquisitivo da população. O IBGE divulgou, nesta quarta-feira, a estrutura definitiva de pesos de itens e grupos que medem a inflação pelo IPCA e pelo INPC, Índice Nacional de Preços ao Consumidor. Os novos pesos foram calculados de acordo com as mudanças de comportamento dos consumidores identificados pela Pesquisa de Orçamentos Familiares entre 2008 e 2009. Mesmo mantendo a liderança na participação do IPCA, o grupo Alimentação e Bebidas perdeu espaço na contabilização de vinte e três vírgula quarenta e seis por cento para vinte e três vírgula doze por cento. Agora, o segundo maior peso no cálculo do IPCA ficou com Transportes, que ganhou novo cálculo, saindo de uma participação de dezoito vírgula sessenta e nove por cento, subindo para vinte vírgula cinquenta e quatro por cento. As alterações na estrutura do IPCA foram divulgadas no dia vinte e oito de novembro do ano passado, mas só agora o IBGE atualizou os dados. A primeira aferição do IPCA com o novo cálculo será feita em fevereiro, referente à inflação medida em janeiro de 2012.

Reportagem, Juliana Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário