sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Secretário anuncia implantação de programa piloto de reforço escolar durante Encontro de Gestores

A descentralização do ensino fundamental e os avanços registrados no processo de alfabetização, nos últimos três anos, foram destacados, nesta sexta-feira (20), pelo secretário de Estado de Educação, João Bernardo Bringel, e o presidente do Instituto Alfa e Beto, João Batista Oliveira, durante o encerramento do 5º Encontro de Gestores das 19 Unidades Regionais de Educação (UREs), em Bacabal.

O secretário Bernardo Bringel explicou que, para acompanhar o processo de descentralização do ensino fundamental, será lançado um programa piloto de reforço escolar nas disciplinas Português e Matemática em 20 escolas da rede estadual de ensino. Um colégio de Balsas foi escolhido como pioneiro do novo programa da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

O programa virtual, explicou Bringel, irá contemplar os alunos com deficiência escolar dos 1º ao 9º anos e será uma importante ferramenta para registrar o desempenho dos estudantes. O rendimento ficará registrado na rede virtual durante as 450 oficinas que serão realizadas anualmente.



Palestra

Os avanços registrados no processo de alfabetização no Maranhão foi o tema abordado na palestra proferida pelo presidente do Instituto Alfa e Beto, João Batista Oliveira, durante o encontro dos gestores das UREs com a participação de toda a equipe da Seduc.

De acordo com Batista Oliveira, o processo de alfabetização do Instituto Alfa e Beto, está implantado hoje em 40 municípios maranhenses, que estão trabalhando de forma intensiva nos últimos três anos.

Sobre os próximos passos do processo de alfabetização no Maranhão, João Batista Oliveira avaliou que a atual gestão da Seduc está avançando em conjunto com os municípios, por meio do processo de municipalização do ensino fundamental.



Planejamento

Também foi apresentado, nesta sexta-feira (20), durante o evento o programa "Planejamento participativo e gestão compartilhada das UREs” que irá identificar projetos educacionais exitosos para serem disseminados em todos os colégios da rede estadual de ensino pela Seduc.

O programa foi apresentado pelo superintende de Planejamento, Emanuel Denner Lima de Sena Rosa. Ele explicou que a administração central, UREs e escolas da rede, por meio de programa, irão definir as diretrizes para assegurar recursos financeiros para a implantação do projeto no âmbito das escolas e das UREs. As escolas devem elaborar e apresentar projetos que resultem na melhoria do processo ensino-aprendizado, na qualidade de educação e dos indicadores educacionais do Estado.

Segundo ele, as propostas das escolas devem ser encaminhadas as unidades regionais e incluídos no plano de ação das UREs que, por sua vez, devem encaminhar as propostas à administração central da Seduc para avaliação e consequente garantia da viabilização dos projetos.

Emanuel Dener frisou que os projetos viabilizados e com recursos assegurados, devem ser executados pelas UREs e a direção das escolas, enquanto a Seduc fará o acompanhamento.

A nova metodologia será aplicada no plano de ação das UREs de forma articulada com a administração central da Seduc, para viabilizar recursos, acompanhamento da execução dos projetos e plano do cumprimento de metas.

No encerramento do encontro o secretário-adjunto de Projetos Especiais, Almir Coelho, e Hugo Cardoso, da assessoria jurídica, fizeram a entrega de 10 violões para a escola de música da Unidade Integrada Chagas Araújo, localizada no Bairro Bandeirante, em Bacabal.

Os novos instrumentos foram entregues ao diretor regional, Pedro Neto e a diretora da escola, Vera Lúcia Sotero. Ela disse que os novos instrumentos serão transformados em um incentivo aos 20 alunos matriculados na escola de música.

O encerramento do encontro contou com uma apresentação da ex-estudante do Centro de Ensino Médio Jose Sarney, Dayse Carolina. Hoje cantora profissional e cursando o 8º período de biologia na Universidade Estadual do Maranhão (Uema), ela contou que começou a cantar durante os festivais de música promovidos pela escola da rede estadual de ensino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário