sábado, 25 de fevereiro de 2012

Ano letivo do sistema penitenciário do Maranhão será iniciado na segunda-feira (27)

O sistema penitenciário do Maranhão abrirá o ano letivo do seu programa educacional na próxima segunda-feira (27). A aula inaugural acontecerá no colégio João Sobreira de Lima, que fica dentro do complexo penitenciário de Pedrinhas, e será ministrada para 139 internos matriculados no ensino fundamental e médio.

De acordo com o superintendente adjunto de Justiça, Amaury Chaves, estarão presentes à abertura do ano letivo alunos de três unidades prisionais. “Alunos do anexo I e II da Penitenciária de Pedrinhas e do presídio feminino se inscreveram”, disse o superintendente.

As aulas serão ministradas de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 11h30 e, pela tarde, das 14h às 17h30. “Vamos dar um ensino de qualidade a estes internos que, acredito eu, têm sede de conhecimento”, declarou Amaury Chaves.

O primeiro dia de aula do sistema penitenciário marcará o inicio da parceria entre a Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária (Sejap) e a Secretaria de Estado da Educação (Seduc). O superintende adjunto de Justiça contou que o trabalho dos dois órgãos tem sido bastante frutífero. “A Seduc tem investido em muitos materiais didáticos para os nossos presos. Essa parceria já está sendo, antes mesmo do início das aulas, muito positiva”, revelou Amaury.

Na ocasião, os alunos participarão de uma solenidade com o secretário titular da Sejap, Sergio Tamer, o secretário adjunto de reintegração social, Ribamar Cardoso Lima, representantes da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Sectec) e da Seduc, além de parceiros do sistema prisional.

O coordenador de Assistência a Educação e Profissionalização, João Lélis Matos, explicou que a intenção é promover uma conscientização a cerca da educação dentro do sistema prisional. Ele destacou que ocasiões como esta são de extrema importância para que o apenado comece a lançar um olhar além do cárcere. “Mais do que o beneficio de remissão de pena este é o momento em que os internos podem enxergar o recomeço, por meio do estudo, sendo, portanto, um momento de reflexão”, afirmou.

Ele disse que durante a aula inaugural será apresentado também um documentário que fala sobre superações de detentos após optarem pelo saber. “A educação é o melhor caminho. E esse documentário pretende mostrar isso”, finalizou Lélis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário