sábado, 25 de fevereiro de 2012

Arrecadação de R$ 102 bilhões em janeiro é novo recorde histórico, relava Fisco

Na comparação com o mesmo período de 2011, crescimento real foi de 6,04%.

A arrecadação federal – que inclui impostos, contribuições federais e demais receitas, como os royalties – começou o ano de 2012 batendo mais um recorde. Segundo informações divulgadas, nesta sexta-feira, pela Secretaria da Receita Federal, a arrecadação somou mais de cento e dois bilhões de reais, em janeiro. O resultado representa um aumento real de seis vírgula zero quatro por cento, em relação a janeiro de 2011. De acordo com o Fisco, esta é a primeira vez que a arrecadação mensal ultrapassa a barreira dos cem bilhões de reais. Com isso, a arrecadação de janeiro deste ano é um recorde na série histórica da Receita Federal, que começou a fazer o levantamento mensal em 1985. Em termos nominais, a arrecadação cresceu onze bilhões e meio de reais, em janeiro deste ano. Segundo a Receita Federal, entre os fatores que explicam esse crescimento estão o pagamento da primeira cota, ou cota única, do Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido. Os dados da Receita Federal, também, mostram que a produção industrial recuou um vírgula dois por cento no primeiro mês do ano, mas também revelam que as vendas de bens e serviços avançaram quatro vírgula três por cento e que a massa salarial cresceu quinze vírgula quarenta e sete por cento em janeiro. Ainda segundo o levantamento, só com o Imposto de Renda foram arrecadados trinta e dois bilhões e meio de reais, em janeiro deste ano, com crescimento real de dois vírgula oitenta e sete por cento, em relação a janeiro de 2011.

Reportagem, Juliana Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário