sexta-feira, 16 de março de 2012

comando do PDT diz a Madeira que terá candidatura própria em Imperatriz

por Samuel Souza

Antes do encontro do PDT na manhã de hoje(sexta-feira) na Câmara Municipal de Imperatriz-MA, a diretoria da sigla no estado foi agraciada com um café da manhã na casa do prefeito Madeira.

O papo amistoso até então seguiu com Madeira convidando o PDT para caminhar juntos novamente no próximo pleito. Comentou que aqui na cidade não dispensou apoio à candidatura de Jackson Lago e por fim se queixou de Flávio Dino por ter feito do vereador Edmilson Sanches mais um adversário político.

Porém, Madeira não esperava do PDT uma contra resposta. Ouviu do ex-deputado Julião Amim (que assumiu o comando do PDT no Maranhão), a confirmação e o empenho do partido de ter candidatura própria na majoritária com o nome de Carlinhos Amorim lançado oficialmente.

Amim tem o raciocínio reforçado por todos do diretório estadual e é referendado pelo o suplente Weverton Rocha, que recentemente abriu mão de mais uma temporada na Câmara Federal em troca do projeto de aliança com PSB, PTC, PPS e PCdoB na capital, São Luís, em prol da candidatura do deputado federal Edivaldo Júnior (PTC) a prefeito em 2012, e a de Flávio Dino (PCdoB), em 2014.

Lá em São Luís, por exemplo, oficialmente João Castelo (PSDB) já não conta com o apoio do PDT para sua reeleição. No encontro com Madeira e publicamente na Câmara Municipal, a mesma postura foi reforçada aqui para Imperatriz.

Por mais que pedetistas locais como Arnaldo Junior (secretaria da juventude) e Chico do Planalto (defesa civil), e alguns poucos menos iluminados sejam favoráveis na aliança com Madeira, pouco vão interferir na decisão do partido, já que Amim e demais membros enfatizou que a decisão vem de Brasília.

O quadro entre PDT e PSDB começa a se desbotar também na Câmara Municipal. O vereador pedetista, Rildo Amaral, desconversa sobre o assunto, mas são claros os sinais de aproximação a Edmilson Sanches, o principal nome do PCdoB de Flávio Dino em Imperatriz. Amaral apesar de ter muitos pedidos atendidos por Madeira, sabe que não pode fugir à regra do partido, pois sua projeção política depende também da aliança com Dino. Outro vereador do PDT, o pastor Luiz Gonçalves, há tempos Madeira vem ignorando politicamente, um erro mortal, levando em conta o nicho eleitoral que Gonçalves possui na Assembleia de Deus e a simpatia da família Lago.

Por mais cético que possa ser o cenário do próximo pleito, a confirmação da pré-candidatura de Carlinhos Amorim começa a ganhar forma. O deputado estadual que nos últimos dias vem recebendo toda sorte de bombardeio parece ter de fato engrossado o couro e o discurso.

De Brasília vem recebendo apoio irrestrito de Carlos Lupi, presidente e líder nacional do PDT e Ministro do Trabalho e Emprego (MTE). Já recebeu um sinal positivo de Flávio Dino numa aliança com Sanches e nos últimos dias seu nome é colocado em pauta nas discussões de outras siglas, inclusive no PR do deputado Davi Junior, que já deixou ser simpático a uma possível composição.
Post meu: Café amargo certamente para o prefeito que esperava atrair os pedetistas para seu palanque novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário