terça-feira, 13 de março de 2012

Faturamento das micro e pequenas indústrias cai 21,4% em janeiro, diz Sebrae

Para analistas, as empresas de pequeno porte ainda sofrem com o aumento da Selic e com a concorrência dos importados.

O faturamento das micro e pequenas indústrias, em janeiro deste ano, na comparação com dezembro de 2011, apresentou uma queda de vinte e um vírgula quatro por cento. Os dados foram divulgados, nesta segunda-feira, pelo Sebrae de São Paulo. De acordo com o levantamento, as micro e pequenas indústrias ainda são afetadas pelo aumento da taxa básica de juros, autorizado no primeiro semestre de 2011. Além disso, na opinião dos especialistas do Sebrae, alguns setores da indústria também sofrem com a concorrência de produtos importados. A expectativa é de que o desempenho das pequenas indústrias melhore no segundo semestre de 2012. No comércio de São Paulo, a pesquisa, aponta alta de onze por cento no faturamento, em janeiro deste ano, na comparação com janeiro 2011. Já em relação a dezembro do ano passado, houve queda de doze e meio por cento nas vendas. Nos pequenos negócios do setor de serviços, foi registrado um desempenho parecido: queda de seis vírgula nove por cento, também, na comparação com dezembro do ano passado, mas alta de onze e meio por cento, em relação a janeiro de 2011. Ao todo, a receita das micro e pequenas empresas paulistas, no primeiro mês do ano, foi de vinte e oito bilhões e trezentos mil reais – dois bilhões e trezentos mil reais a mais do que o registrado em janeiro de 2011.

Reportagem, Juliana Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário