segunda-feira, 2 de abril de 2012

Prefeitura de Edison Lobão ainda não pagou o 13º salário dos servidores




A gratificação natalina foi paga apenas para os servidores lotados na Secretaria Municipal de Educação
*Gil Carvalho

Governador Edison Lobão – Os servidores da Prefeitura de Governador Edison Lobão (30 km de Imperatriz) ainda não receberam a gratificação de Natal (Lei nº 4.749/1965) que deveria ter sido quitada até o dia 20 de dezembro do ano passado. A denúncia foi feita na tribuna do plenário “Freitas Filho” na última sexta-feira (30) pelo vereador Lancaster Oliveira de Carvalho, o Lancaster da Farmácia (DEM).

Segundo ele, o prefeito Lourencio Silva de Morais descumpre a legislação trabalhista, pois efetuou apenas o pagamento do subsídio de Natal (13º salário) aos servidores lotados na Secretaria Municipal de Educação (Semed).

“Vai completar (20 de abril) quatro meses que os servidores municipais estão sem receber o 13º salário, fato que deve ser fiscalizado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), delegacia regional de Imperatriz”, disse ele, que lembra que o município deixa inadimplente não apenas os servidores municipais, mas os profissionais que prestam serviços à prefeitura.

Destacamento da PM

O vereador também denunciou que donos de imóveis e veículos também reclamam dos constantes atrasos que chegam a passar dos seis meses, como é o caso da residência onde funciona o Destacamento da Polícia Militar (DPM) em Governador Edison Lobão.

“O destacamento poderá ser despejado por falta de pagamento, pois o dono não aguenta mais ficar tanto tempo sem receber o aluguel da casa”, disse ele, que lembra que o imóvel é pago pela Prefeitura Municipal.

A vereadora Alanete Rodrigues dos Santos (PPL) classificou como péssima a administração do prefeito Lourencio Morais que nada faz para resolver os problemas emergenciais da comunidade lobanense. “Basta tirar o pé da Câmara para vê a enxurrada de reclamações do povo contra essa gestão”, disse.

Ela considerou louvável o aumento salarial que foi concedido pelo município aos servidores da educação, mas reclamou da falta de investimentos em prédios, carteiras escolares e materiais de expediente. “Esse governo não é transparente; o prefeito e os secretários municipais não se preocupam com o bem-estar do povo”, disparou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário