quinta-feira, 21 de junho de 2012

Governadora Roseana prestigia inauguração de indústria de óleo de soja em Porto Franco



Porto Franco - A governadora Roseana Sarney participou nesta quinta-feira (21), no Distrito Industrial do município de Porto Franco, da solenidade de inauguração da indústria de óleo de soja da Algar Agro. Na ocasião, ela foi homenageada pela direção do Grupo Algar pelo suporte oferecido pelo Governo do Maranhão na implantação da unidade, primeira refinaria e envase do produto com capital exclusivamente nacional da região Nordeste.
Roseana Sarney elogiou o empreendimento, destacando que a iniciativa irá contribuir para o incremento econômico do estado. “Hoje é dia de comemorar. É mais uma demonstração da capacidade empreendedora e confiança na força econômica do Maranhão, uma prova de que retomamos o caminho de volta ao crescimento”, afirmou a governadora que, acompanhada dos diretores do Grupo Algar, acionou o botão dando início ao funcionamento da fábrica.
O presidente Executivo do Grupo Algar, Luis Alexandre Garcia destacou a importância do investimento para o Maranhão e região Norte/Nordeste. Ele elogiou a política de atração de investimentos implantada pelo governo Roseana, que possibilitou a concretização da fábrica no estado. “O suporte e o apoio oferecidos pelo governo maranhense foram decisivos para a instalação desta unidade em Porto Franco. Por isso, queremos agradecer a governadora Roseana, que sempre foi nossa parceira na consolidação deste sonho”, ressaltou. Garcia informou que, atualmente, 600 produtores agrícolas da região Sul do estado fornecem soja para o refino e outros derivados.
Também presentes à solenidade o presidente do Conselho Administrativo do Grupo Algar, Luis Alberto Garcia; o diretor superintendente do grupo, Leonardo Freitas; os secretários de Estado Luis Fernando Silva (chefe da Casa Civil), Maurício Macedo (Desenvolvimento, Indústria e Comércio), Cláudio Azevedo (Agricultura), Sérgio Macedo (Comunicação Social) e José Ribamar Vieira (Gabinete Militar). Participaram, ainda, os prefeitos de Porto Franco, Deoclides Macedo; de Ribamar Fiquene, Dione Alves; de Estreito, Zequinha Coelho e de Grajaú, Mercial Arruda; os deputados estaduais Antonio Pereira e Valéria Macedo; o deputado federal Chiquinho Escórcio; além de diretores do Grupo Algar, empresários, lideranças políticas, classistas e comunitárias da Região da Tocantina.
A governadora destacou que a inauguração da indústria é mais uma etapa na consolidação das cadeias produtivas que tornarão o Maranhão um dos líderes na produção de alimentos no Brasil. Ressaltou, também, as diversas ações realizadas por seu governo na infraestrutura de transporte, energia, telecomunicações, incentivos fiscais, recursos humanos como preponderantes para a atração de novos empreendimentos para o estado, a exemplo da Fábrica da Suzano Papel e Celulose, em Imperatriz, e da Aciaria, em Açailândia.
“Nesta região, agora, planta-se a soja e produz-se o óleo que, depois de refinado, é embalado para o consumo em milhares de lares brasileiros. Isto é um motivo de orgulho para todos nós, porque a soja é um dos itens mais expressivos do nosso PIB e promete alçar o Maranhão à condição de um dos maiores produtores do país”, disse Roseana Sarney.

Unidade moderna
O empreendimento inaugurado nesta quinta-feira (21), em Porto Franco, é resultado de investimento da ordem de R$ 70 milhões. A capacidade de produção industrial, de cerca de 5,5 milhões de caixas de óleo/ano, irá gerar cerca de 350 empregos diretos e indiretos. A planta industrial da unidade tem os equipamentos mais modernos em atividade no setor e é a segunda refinaria do grupo no país. A primeira, localizada em Uberlândia (MG), é responsável pela liderança da marca ABC no estado de Minas Gerais, assim como garante presença do produto no Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro.
“A implantação da refinaria é um sonho antigo que está sendo concretizado em Porto Franco, pois viabiliza a cadeia produtiva da soja, um produto que pode ser internacionalizado. Vivemos um momento de euforia para o setor econômico maranhense e brasileiro”, afirmou secretário de Indústria e Comércio, Maurício Macedo.  
A partir de Porto Franco, a Algar Agro realizará a distribuição do óleo de soja da marca ABC para estados do Norte e Nordeste. A soja que chega à planta de esmagamento no município tem como destino a exportação e produção de dois produtos: óleo degomado, vendido para indústrias de alimentos e de biodiesel; e farelo de soja, comercializado no mercado do Norte e Nordeste.

Distrito Industrial
Após a solenidade de inauguração, acompanhada do secretário Maurício Macedo, a governadora Roseana Sarney vistoriou as obras de revitalização do Distrito Agroindustrial de Porto Franco, realizadas pelo governo em parceria com a Prefeitura.  O investimento no valor de R$ 850 mil inclui serviços de recuperação da pavimentação asfáltica, sinalização vertical e horizontal, reforma e ampliação do sistema de iluminação pública, entre outras melhorias.
Além da Algar Agro, no Distrito Agroindustrial de Porto Franco também estão instalados outros grandes empreendimentos do agronegócio como as tradings Bunge e Cargill, que atuam na área de grãos. Depois da visita, a governadora seguiu para o município de Imperatriz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário