domingo, 10 de junho de 2012

Sem pegar, mais quer o dinheiro

Interessante como são as coisas. O prefeito Madeira ao ser eleito, procurou a governadora Roseana Sarney no sentido de que o estado pudesse apoia-lo. Até aí tudo normal.
O governo do estado  não só apoiou como foi o principal responsável por tudo o que a administração municipal executou em Imperatriz. Na giria política, salvou o governo dos tucanos.
Muito bem, agora, Madeira e seus aliados, soltam os cachorros quando se comenta que ele continua com a velha prática de não reconhecer aliados. Os próprios tucanos já sentiram na pele isso e muitos inclusive estão de beicinhos ao seu lider.
Madeira não quer nem ouvir falar em Roseana, ele mesmo disse isso esta semana ao informar que é tudo o que seus advérsarios querem. Unir ele ao nome Roseana.
Ora, bolas, se não quer hoje, porque, foi atrás e aceitou a ajuda de mais de 15 milhões para seu governo,coisa que José Reinaldo e Jackson Lago não fizeram para prefeitos que não aceitaram seguir seu grupo, que os digam, Ildon Marques e Franciscano que passaram baixo nos dois governos balaios e dos traidores.
Quer dizer que na hora de pegar a grana e salvar seu governo, ela foi a melhor do mundo.
Agora na campanha, ela não pode nem mesmo ser citada como aliada do município.
Também serve de exemplo para quem pensou que iria dar certo.
E não foi por falta de avisos; O melhor caminho seria a própria Roseana fazer as obras, como fizeram João Castelo, ainda hoje lembrado, Reinaldo e Lago. A eles, o ônus e o bônus dos serviços.
Obra feita em parceria com municípios sempre o prefeito irá tirar proveitos dos recursos e das obras. Não adianta ficar pensando o contrário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário