quarta-feira, 4 de julho de 2012

Estudantes de Senador La Rocque participa da etapa nacional do Parlamento Juvenil do Mercosul


A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), por intermédio da Supervisão de Currículo (Suc), selecionou três estudantes de escolas públicas estaduais para participar da etapa nacional da 2ª edição do projeto Parlamento Juvenil do Mercosul, que acontece nos dias 1, 2 e 3 de agosto, em Brasília.
Os três finalistas que vão representar o Maranhão e disputar uma vaga de parlamentar na etapa nacional são Erislane Campos da Silva, da 2ª série do ensino médio do CE Adonias Lucas de Lacerda, localizado no município de Sucupira do Norte; Hendreu Barros Silva, também da 2ª série do ensino médio do CE Salomão Cury-Rad, da cidade de Senador La Rocque; e Inglyd Dayanne Leite Castro, da 2ª série do ensino médio do CE Luiza Sousa Gomes, em Rosário.
O Parlamento Juvenil do Mercosul é um projeto piloto realizado por meio de parceria entre os Ministérios da Educação da Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Colômbia e a Organização dos Estados Americanos (OEA), com objetivo de inserir jovens secundaristas dos países participantes no processo de integração regional do Mercosul,  de forma a contribuir para a formação de uma identidade sul-americana e proporcionar a oportunidade de conhecer e interagir com novas culturas.
De acordo com Rainilde Gomes Campos, Supervisora de Currículo da Seduc, foram selecionados seis trabalhos e, destes, três foram escolhidos para representar o Maranhão. “A seleção aconteceu por meio de redação temática, e após as produções escolhidas, os candidatos compareceram à Secretaria, falaram sobre seu tema e das ações que propõem para um ensino médio que atendam melhor aos anseios dos jovens”, explicou.
Os três finalistas, juntamente com representantes de outros estados, participarão de atividades em grupo. Na ocasião, será realizada uma eleição entre os jovens escolhidos e os parlamentares, eleitos em 2010, para a escolha dos 27 alunos, um de cada estado, que serão os parlamentares 2012, durante um mandato de dois anos.
Os parlamentares brasileiros, com os estudantes da Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai, Uruguai e Venezuela se reunirão, na Colômbia, em agosto, para se conhecer e elaborar suas propostas para o ensino médio.
O projeto é fruto da parceria entre os Ministérios da Educação do Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Colômbia, Organização dos Estados Americanos (OEA) e Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), com apoio das secretarias estaduais de educação.

Primeira edição
A primeira edição do projeto teve duração de 2 anos e os 27 jovens selecionados representaram o Brasil em diversos encontros nacionais e internacionais, com objetivo de favorecer o protagonismo juvenil abrindo espaço para que os jovens dialogassem e discutissem temas vinculados à educação. Eles elaboraram propostas com o objetivo de construir "O Ensino Médio que Queremos", a partir dos eixos temáticos: Inclusão Educativa; Jovens e Trabalhos; Participação Cidadã; Gênero e Direitos Humanos. O documento final será entregue aos ministros de Educação e chefes de Estado do Mercosul.
Na primeira edição, o Maranhão foi representado pelo estudante Adão Randerson Barros Lima, do 3º ano do Ensino Médio do CE João Pessoa, localizado no município de Colinas. 
Parabéns.

Nenhum comentário:

Postar um comentário