segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Léo Cunha pede banca especial em Imperatriz para que pessoas com mobilidade reduzida tenham CNH




Portadores de necessidades especiais ou com mobilidade reduzida que querem renovar ou tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na região Tocantina encontram um grave empecilho devido à falta de uma banca examinadora especializada um aplicar o exame prático de trânsito para esses casos.

Observando essa situação o deputado Léo Cunha (PSC) tomou a iniciativa de solicitar ao Governo do Estado que implante, em caráter de urgência, uma banca especial na Circunscrição Regional de Transito (CIRETRAN) da cidade de Imperatriz.

O objetivo do deputado é garantir o cumprimento da Lei Brasileira que garante a todos os cidadãos o direito de realizar as provas necessárias para tirar sua CNH, na cidade onde moram.

“Não podemos tratar essas pessoas de forma diferente do que manda a Lei, por isso estou em busca dos meios que lhes garantam um direito que lhes assiste,” disse o deputado.

Na opinião do parlamentar ao conseguir sua CNH, uma pessoa com mobilidade reduzida passa a ter mais qualidade de vida, pois conta com mais liberdade e independência.  “Isso coloca o deficiente físico em pé de igualdade com as demais pessoas,” disse.

A falta da banca especial obriga os deficientes da região Tocantina, que querem sua carteira de motorista, se deslocarem até a capital São Luis, distante há mais de 500 quilômetros de Imperatriz, o que eleva muito os gastos, uma vez que essas pessoas, geralmente, precisam viajar acompanhadas. 

Além do Governo, o parlamentar solicitou que a Assembleia enviasse também a mesma indicação ao diretor do DETRAN/MA, Flávio Trindade. A proposição foi aprovada no inicio do mês e está publicada no diário oficial da Casa do dia 08.

Nenhum comentário:

Postar um comentário