quarta-feira, 15 de agosto de 2012

OAB aprova 14,97% candidatos no VII Exame de Ordem


Brasília – De 109.649 bachareis que fizeram o VII Exame de Ordem Unificado para se habilitarem ao exercício da advocacia, foram aprovados 16.419, conforme resultado divulgado nesta terça-feira (14). Este número representa um percentual de 14,97%.
A relação com os nomes dos aprovados, dividida por Estado da Federação, pode ser acessada no link ao final deste texto. Com relação ao próximo exame, o VIII, as inscrições já se encontram abertas, conforme edital, sendo que a prova objetiva (ou primeira fase) será realizada no dia 9 de setembro próximo, com cinco horas de duração. Já a etapa subjetiva (ou prova prático-profissional) será aplicada no dia 21 de outubro, também com cinco horas de duração.
É interessante observar, nas estatísticas do VII Exame, que de 15.667 estudantes do nono e décimo semestres inscritos na prova, o percentual de aprovação superou 46%, indicativo de uma franca recuperação diante dos índices de reprovação registrados nos últimos certames, além de sinalizar para um maior engajamento dos cursos e dos alunos em aprimorar o desempenho.
Para a OAB, não é objetivo do Exame eliminar candidatos ou limitar seu acesso à carreira, haja vista a inexistência de quantidade de vagas definidas. Determina-se um limite mínimo de desempenho e todos quantos atinjam esse limite estão aprovados e habilitados a ingressar nos quadros da OAB.
O Exame de Ordem pode ser prestado por bacharel em Direito, ainda que pendente apenas a sua colação de grau, formado em instituição regularmente credenciada. Poderão realizá-lo os estudantes de Direito do último ano do curso de graduação em Direito ou do nono e décimo semestres. A aprovação no Exame de Ordem é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado, conforme previsto no artigo 8º, IV, da Lei 8.906/1994.
Nos últimos anos, o número de cursos de Direito no Brasil aumentou consideravelmente (de 886 em 2005 a 1.259 em 2012, segundo informações do INEP/MEC).

Nenhum comentário:

Postar um comentário