terça-feira, 18 de setembro de 2012

Ex-prefeito é condenado por improbidade administrativa


Justiça condenou o ex-prefeito, Antonio Lopes de Sousa, “Antonio do Leque”, por desvio de recursos públicos.

BURITIRANA - A pedido do Município de Buritirana, representado pelo atual prefeito, excelentíssimo senhor José Wiliam de Almeida, conhecido pela alcunha de “Zé do Mundico”, a Justiça Estadual do Maranhão, com sede na cidade de Senador La Roque, condenou por improbidade administrativa, o ex-prefeito de Buritirana, Antonio Lopes de Sousa, conhecido popularmente por “Antonio do Leque”, por deixar de aplicar corretamente recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Secretaria de Recursos Hídricos.

Relatório de tomada de conta especial nos autos do processo consta que o ex-prefeito deixou de aplicar R$ 12.062,83 das verbas relativas ao convênio.

O Juiz de Direito da Comarca de Senador La Rocque, Dr. Marcelo Testa Boldochi verificou que o convênio foi realizado de maneira insatisfatória, diferentes do conveniado e modificados sem autorização dos concedentes.

Na sentença, a Justiça Estadual condenou o ex-prefeito ressarcir o erário a importância de R$ 8.114,73 acrescida de correção monetária e juros de mora de 1% a. m. desde 19.01.2000; o pagamento de multa civil equivalente a 10 vezes o valor atualizado da última remuneração como prefeito municipal; suspendeu seus direitos políticos, bem como a proibição de contratar com o poder público, por um período de três anos.

O Juiz ainda determinou que fosse comunicado ao Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão para que sejam tomadas as providências necessárias.

Fato inusitado é que os ex-rivais políticos, agora amigos, “Antonio do Leque” e “Zé do Mundico”, depois de tantas brigas na justiça, recentemente aliaram-se politicamente formando uma chapa com o objetivo de ganhar as eleições municipais 2012, visto que ambos são considerados ficha suja pela justiça e que o atual prefeito está no seu segundo mandato, lançaram uma chapa com pessoas que estão sob suas submissões, ou seja, representado Antonio do Leque, concorre o seu genro James Alves de Oliveira ao cargo de prefeito, e representando o prefeito Zé do Mundico, concorre seu sobrinho André Leoncio de Almeida Santos ao cargo de vice-prefeito municipal.
E agora?

Um comentário:

  1. Muito interessante esse seu maranhão do sul. Essa menina parece mesmo maranhense (pinte essa idéia)...Até imagino...essa idéia de separar me parece coisa de gaúcho querendo fazer um Rio Grande dentro do Maranhão!

    ResponderExcluir