terça-feira, 9 de outubro de 2012

Base do governo fez 80% dos prefeitos


Secretário comemora eleição de aliados
Cento e setenta e três prefeitos de partidos da base do governo Roseana Sarney (PMDB) foram eleitos nas eleições do último domingo. São 80,09% das prefeituras maranhenses. Em 15 dos 20 maiores colégios eleitorais do Maranhão, os prefeitos eleitos são do grupo político da governadora. O secretário de estado de Assuntos Políticos, Hildo Rocha, afirmou que o cenário consolida a força política de Roseana e dá sustentação ao programa de políticas públicas que contribuirão para o desenvolvimento do estado nos próximos anos.
O partido político que mais elegeu prefeitos no Maranhão foi o PMDB, ao qual pertence a própria Roseana Sarney, com 47 gestores ao todo. Do PRB saíram 23. Outros 20 prefeitos foram eleitos pelo PV e 11 representam o DEM.
PT e PSD elegeram 10 prefeitos cada um. Outros 17 foram eleitos pelo PR, 12 pelo PTB, seis pelo PTdoB e seis pelo PP. PRTB elegeu quatro, o PMN, três e o PHS, dois; PSC e PRP elegeram um prefeito cada um. Essa é a conjuntura da base aliada.
De acordo com a Secretaria de Assuntos Políticos, há ainda 17 prefeitos eleitos por partidos da oposição, mas alinhados ao governo. Estes estão distribuídos da seguinte forma: 3 do PSDB, 4 do PDT, 4 do PPS e outros 6 do PSB. “A eleição expressiva dos candidatos do grupo político que fazem a base do governo, inclusive aqueles que integram o PMDB, demonstra a força política da governadora do estado”, disse Hildo Rocha.
O secretário explicou que, com a maior parte dos prefeitos eleitos alinhados ao grupo político da governadora, há possibilidade de unidade e desenvolvimento do estado. “Isso não quer dizer que o governo não atuará onde houver oposição, muito pelo contrário, todos os prefeitos serão chamados para o diálogo. Mas, com a maioria dos prefeitos aliados, há fortalecimento das ações de políticas públicas”, disse.
Grandes – Hildo Rocha também destacou o fato de terem sido eleitos nos 20 maiores colégios eleitorais do estado 15 prefeitos de partidos aliados ao governo do estado. São eles: São José de Ribamar, Açailândia, Bacabal, Barra do Corda, Pinheiro, Chapadinha, Paço do Lumiar, Santa Luzia, Coroatá, Grajaú, Itapecuru, Buriticupu, Tutoia e Imperatriz.
O secretário inclui também o município de Imperatriz pela relação amistosa que Sebastião Madeira (PSDB) mantém com o governo Roseana Sarney, desde a volta dela ao poder, em abril de 2009. “Roseana tem feito uma obra consistente em Imperatriz e em toda a região tocantina”, destaca ele.
Na ilha e São Luís, a base do governo venceu em São José de Ribamar, em Paço do Lumiar e em Raposa. Em São Luís, apesar do quarto lugar, foi a maior votação registrada por um aliado do grupo desde 1992, quando João Alberto de Souza disputou o segundo turno com Conceição Andrade.
Os projetos do governo, na avaliação de Hildo Rocha, fluirão melhor no interior com a força de prefeitos alinhados ao governo.
Hildo Rocha revelou que, até o fim do ano, a governadora Roseana Sarney deverá reunir todos os prefeitos eleitos e reeleitos para a realização de um seminário. No seminário, serão discutidas políticas públicas integradas entre governo e município, como convênios e novas regras de licitação. “O convênio é importante para que sejam esclarecidas algumas questões específicas, como a mudança, elaborada pela Assembleia Legislativa, do Código de Licitação do estado. Há, por exemplo, convênios que não podem mais ser celebrados entre governo e município, enquanto outros são válidos”, disse.
O seminário, segundo o secretário de estado, será coordenado pela Casa Civil e secretarias de estado de Assuntos Políticos, Cidades, Planejamento, Saúde, Educação e Meio Ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário