domingo, 23 de dezembro de 2012

Assembleia de Deus de Imperatriz chega ao Uruguai

Há mais de dez anos com missionários imperatrizenses trabalhando no Uruguai, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Imperatriz, do ministério Comadesma, comemora a implantação de templos e o crescimento da igreja. Essa semana, o pastor Raul Cavalcante, presidente da Igreja, esteve em Montevidéu acompanhando o trabalho que está sendo desenvolvido pelos missionários imperatrizenses e prepara o envio de novos evangélicos para aquele país.
De acordo com depoimento dado pelo pastor presidente, da forma como a igreja está se implantando no Uruguai, em pouco tempo serão construídos templos em várias cidades. “Estamos no Uruguai vendo a obra que Deus está realizando aqui”, frisou.
O pastor acrescentou que “creio que Deus vai levantar uma grande igreja nesse país. A nossa igreja Assembleia de Deus de Imperatriz está desenvolvendo um projeto nesses dez anos, onde queremos construir alguns templos missionários e estabelecer a igreja na capital e em algumas cidades”.
Raul Cavalcante anunciou ainda que no país já há alguns missionários em Montevidéu e alguns no Departamento de Flores em Trinidade. “Creio que todos podem fazer algo por este país, pois faz fronteira com o Brasil, é um povo bom, trabalhador e também acolhedor”, ressaltou.
Ele torce ainda para que as igrejas do Brasil se levantem para ajudar na evangelização do mundo e juntos poderão fazer a grande diferença.
Na semana passada, durante três dias, a IEADI realizou seu décimo sétimo Congresso de Missões no Templo Central em Imperatriz. Na oportunidade, preletores, cantores e pastores manifestaram otimismo e pregaram a palavra para a continuação do trabalho de evangelização não somente no Brasil, que ainda falta chegar a muitos estados e municípios, mas estender estes missionários a várias partes do mundo. Milhares de pessoas participaram do congresso e muitos iniciaram, já a partir do evento, seus preparativos para viajarem para pregar a palavra de Deus aos mais distantes lugares do país e dos países vizinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário