sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Secretário Fernando Fialho reúne gestores municipais para discutir as metas do Bolsa Família


O secretário de Estado do Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Fernando Fialho, reúne nesta segunda (21) e terça-feira (22), secretários de Assistência Social dos municípios onde foram eleitos novos prefeitos. Trata-se da I Reunião Técnica Estadual do Programa Bolsa Família (PBF), que tem como finalidade debater os encaminhamentos dos primeiros 60 dias de gestão do programa e do Cadastro Único para programas sociais. O evento tem início às 8h, no auditório Josué Montello, do Ceuma I, no Renascença, em São Luís.
"Enfrentar a pobreza, as desigualdades sociais e promover justiça social é um dos nossos grandes desafios. Não podemos perder tempo. Vamos orientar os novos gestores municipais e chamá-los a trilhar conosco o caminho para um Maranhão mais desenvolvido, com justiça e paz social", enfatizou Fernando Fialho, ao relembrar que entre as ações já realizadas pela Sedes, a Busca Ativa foi uma das mais importantes ao identificar e facilitar o acesso de pessoas de baixa renda aos programas sociais dos Governos do Maranhão e Federal.
Fialho disse ainda que será explicado, aos secretários municipais que, para o cadastramento de novos beneficiários no Programa Bolsa Família, são utilizadas as informações do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O Cadastro Único consiste em um banco de dados com informações das famílias brasileiras mais vulneráveis, e é utilizado por mais de 15 programas sociais do Governo Federal, como o Minha Casa, Minha Vida e a Tarifa Social de Energia Elétrica.
A superintendente dos Programas de Transferência e Complementação de Renda e coordenadora Estadual do Programa Bolsa Família, Ana Gabriela Borges Melo, ressaltou que a Sedes tem importantes ações junto aos gestores municipais para dar suporte técnico à gestão do Bolsa Família. "Foram realizadas capacitações, treinamentos e oficinas que envolveram 146 municípios para as ações de gestão do Bolsa Família", disse.
Ana Gabriela falou sobre a reunião técnica ocorrida no ano passado, com representantes de 167 dos 217 municípios maranhenses em ação intersetorial, reunindo as secretarias de Estado de Educação, Desenvolvimento Social, Assistência Social e Saúde para a Busca Ativa (localização e inclusão de novas famílias no Cadastro Único).
A Busca Ativa possibilita a atualização das informações do cadastro das famílias extremamente pobres no Bolsa  Família, que é um requisito do programa, além do seu encaminhamento aos serviços de educação e rede de proteção social, visando o retorno dessas famílias ao programa Viva Luz.
Essa ação da Busca Ativa possibilitou, por exemplo, a identificação de aproximadamente 61 mil pessoas em situação de extrema pobreza, que serão contempladas na primeira etapa do programa Água Para Todos. Elas residem nos municípios de Nina Rodrigues, Presidente Vargas, Chapadinha, Afonso Cunha, Urbano Santos, Belágua, Cachoeira Grande, Humberto de Campos, Primeira Cruz, Morros, Axixá, Icatú, Barreirinhas, Paulino Neves Alcântara, Bequimão, Peri-Mirim, Palmeirândia, São Bento, Bacurituba, Cajapió, Apicum-Açu, Bacuri, Serrano do Maranhão, Cururupu, Mirinzal, Cedral, Porto Rico do Maranhão, Guimarães e Central do Maranhão.
"Esse é um trabalho que estamos realizando desde o ano passado. Identificando e assegurando às famílias de baixa de renda acesso aos programas sociais dos governos do Estadual e Federal. Os nossos programas têm que ser contínuos, ininterruptos, para atingirmos o nosso desafio de reduzirmos até o ano de 2015 o índice da pobreza extrema no Maranhão para menos de 10%", enfatizou Fernando Fialho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário