terça-feira, 29 de janeiro de 2013

SSP define estratégias para vistorias a boates e casas de eventos em São Luís


Para garantir segurança a quem frequenta casas de eventos e boates, em São Luís e no interior do estado, com o intuito de averiguar a aplicação nas normas técnicas a fim de prevenir uma tragédia como a que ocorreu na cidade de Santa Maria (RS), no último fim de semana, o secretário de Estado de Segurança Pública, Aluisio Mendes, ordenou, nesta terça-feira (29), que o Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA) inicie vistoria nos estabelecimentos do setor. A medida atende a uma determinação da governadora Roseana Sarney, que deliberou também sobre a criação de uma força tarefa para inspecionar todos os estabelecimentos.
O planejamento das ações foi definido durante uma reunião realizada, na manhã desta terça-feira (29), entre o secretário de Segurança e o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Marcos Paiva, na sede da SSP. Presentes, ainda, o secretário-adjunto de Inteligência e Assuntos Estratégicos, Laercio Costa; o comandante do Grupamento de Atividades Técnicas (GAT), tenente-coronel Wibirajá Figueiredo; e o subcomandante do GAT, capitão Joseilson Sousa.
As vistorias terão início nesta sexta-feira (1º). “Lamentamos o que aconteceu no Rio Grande do Sul. Por isso, vamos implementar ações fiscalizatórias no locais de festas em todo o estado. Precisamos frisar que o Corpo de Bombeiros já faz esse trabalho, porém vamos realizar mais uma vistoria para comprovar se todos estes pontos de festa estão de acordo com o que rege a legislação”, declarou Aluisio Mendes.
O secretário de Segurança afirmou, ainda, que os trabalhos neste primeiro momento serão direcionados às grandes casas de shows e boates. “Nenhum local que promove festas ficará de fora da vistoria. Além da verificação das condições de segurança durante as visitas, os técnicos observarão se as liberações para o funcionamento do local estão dentro da legalidade, como as emitidas pela Delegacia de Costumes, e pelas prefeituras. Quem não se adequar terá o estabelecimento lacrado e interditado”, completou o secretário.
Aluisio Mendes visitou, também, o desembargador Cleones Cruz, do Tribunal de Justiça, na tarde de segunda-feira (28), para buscar o apoio e a participação da Instituição na força tarefa. Além do Tribunal de Justiça, o Ministério Público, por meio da Promotoria do Consumidor já sinalizou que também integrará a força-tarefa.

Logística
De acordo com o GAT estão cadastradas 47 casas de show em São Luís, todas licenciadas para receber um público de no máximo 900 pessoas. O comandante do Corpo de Bombeiros explicou que, para esta quantidade, o local deve apresentar duas saídas de emergência, com extensão de três metros cada. “Estaremos atentos a todos os requisitos de segurança. Não vamos permitir que nenhum local funcione fora das normas”, garantiu o tenente-coronel Wibirajá Figueiredo.
Na lista dos itens fiscalizados estão às saídas de emergência, sinalização, localização de palco, existência de extintores contra incêndio, capacidade, entre outros.  Já o comandante do Corpo de Bombeiros, contou que as ações acontecerão sempre durante as festas. “Queremos verificar quantas pessoas estes locais estão recebendo. Os proprietários cumprem o que determinamos, porém no dia da festa, muitos excedem o número de pessoas”, explicou o comandante do CBMMA, Marcos Paiva.
Em relação às cidades do interior, o comando do Corpo de Bombeiros já entrou em contato com os batalhões para que simultaneamente com São Luís também realizem a mesma operação. Nas cidades onde não há grupamento, um cronograma será criado para que equipes da capital e de unidades mais próximas sejam enviadas para realizar a vistoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário