domingo, 17 de fevereiro de 2013

Energia maranhense é a 2ª mais cara do país


Usuários do Maranhão só pagam menos em relação ao Acre.


Apesar da redução de 18% nas contas de energia, a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) apresenta, entre as 64 concessionárias no país, a segunda mais cara tarifa de energia para a classe residencial, no valor de R$ 0,36610 o kWh. Perde apenas para a Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), que cobra R$ 0,37060 o kWh, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
Antes da Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) homologada pela Aneel, no dia 24 do mês passado, o valor da tarifa de consumo residencial cobrada pela Cemar era de R$ 0,44649 o kWh. A nova tarifa reduzida de R$ 0,36610 o kWh tem vigência até 27 de agosto deste ano, quando ocorrerá reajuste tarifário anual autorizado pela Aneel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário