domingo, 17 de fevereiro de 2013

Inadimplência abre o ano com alta de 11,8%, segundo dados do SPC Brasil



Em Imperatriz o crescimento da inadimplência no comércio chegou a 21,42%

A inadimplência do consumidor brasileiro no comércio apresentou crescimento de 11,8% no primeiro mês de 2013, na base de comparação com janeiro do ano passado. Os dados foram divulgados na última quinta-feira, 14 são do indicador mensal do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas).

O resultado ainda é consequência do cenário macroeconômico de 2012, mais favorável ao consumo, combinado com política fiscal expansionista, afrouxamento monetário e falta de planejamento do consumidor, avalia a economista do SPC Brasil, Ana Paula Bastos.

Os números divulgados pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Imperatriz revelam que a inadimplência na região também segue a estatística nacional do SPC Brasil, e alcançou um crescimento em janeiro de +21,42% se comparado com o mesmo período do ano passado.

Recuperação de crédito - O número de cancelamentos de inclusões de CPFs no cadastro de devedores do SPC Brasil na cidade— que reflete a recuperação de crédito no varejo e a quitação de dívidas — apresentou sinais positivos em janeiro de 2013 e encerrou o mês com variação de +19,06% sobre o mesmo mês de 2012.

Já o número de consultas realizadas no banco de dados do SPC Brasil de Imperatriz, que dá medida ao volume de compras a prazo no varejo, apresentou uma queda de -7,58% na base comparativa de janeiro de 2013 com igual mês do ano passado.

Expectativas de crescimento em 2013 - De acordo com o presidente da CNDL, Pellizzaro Junior, em 2013, o segmento varejista deve apresentar um crescimento satisfatório, repetindo o desempenho do ano passado, em que houve um certo descolamento do setor frente ao tímido resultado do PIB nacional.

Apesar do otimismo, ele faz uma advertência: “A expectativa é de uma retomada declinante da inflação no decorrer dos próximos meses, pois do contrário, o poder de compra dos consumidores poderá ser comprometido”.

Fonte: Assessoria CDL Imperatriz com informações da CDNL

Nenhum comentário:

Postar um comentário