domingo, 17 de fevereiro de 2013

Seduc e Senado Federal renovam parceria para o programa Senado Jovem Brasileiro



Para estimular o sentimento de civismo e participação política entre os jovens cidadãos e eleitores maranhenses, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e o Senado Federal renovaram, esta semana, a parceria de participação nas edições 2013/14 no programa Senado Jovem Brasileiro – Concurso de Redação do Senado Federal e Projeto Jovem Senador.
O termo de adesão foi firmado pelo secretário de Educação, Pedro Fernandes, que também indicou os nomes dos representantes da Seduc que irão contribuir para o desenvolvimento do programa no Maranhão. Foram indicados como representantes Négile Sinary Melo e Rosa Maria Lindoso Everton, ambas ligadas à Secretaria-Adjunta de Ensino.
Ao assinar o termo de adesão, Pedro Fernandes ressaltou que o foco é estimular entre os estudantes, regularmente matriculados nas escolas da rede estadual de ensino, a cidadania. “Esse programa contribuirá para despertar em nossos estudantes o exercício da cidadania e motivar a descoberta de novos talentos e competências nas escolas”, enfatizou.
Com a renovação da parceria, os estudantes de ensino médio com idade máxima de 19 anos, poderão participar do 6º Concurso de Redação do Senado Federal. Este ano será enfocado o tema “Buscar Voz para ter cidadania, democracia e participação”, que trata de uma reflexão sobre o processo democrático e o papel de cada cidadão como corresponsável pelos rumos do país.

Destaque maranhense
Estudantes maranhenses participaram com destaque de todas as edições do Programa Senado Jovem Brasileiro. Na edição do ano passado o estudante de Dom Pedro, matriculado no Centro de Ensino Ana Isabel Tavares, Fernando Alef Ladislau Jadão, foi um dos 27 selecionados para a etapa nacional com a redação “Meu Brasil dentre tantos Brasis”, que abordou a realidade do seu município diante dos desafios atuais no país.
Fernando Alef, que deseja estudar direito e atuar com juiz federal, acredita que somente com investimentos na educação será possível construir um Brasil mais justo. “Nosso futuro depende de nossas ações de hoje, por isso se fazem necessários investimentos nas instituições de ensino, nos alunos e nos profissionais de educação, assegurando um futuro melhor”, apontou.
Além de selecionado, Fernando Alef foi empossado como Jovem Senador, graças ao destaque que obteve no 5º Concurso de Redação do Senado Federal, realizado em parceria com o Ministério da Educação e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).
Fernando Alef e outros 26 estudantes de ensino médio, um de cada unidade da federação, também receberam medalha e um notebook durante a cerimônia de premiação realizada no Congresso Nacional.
O Programa Senado Jovem Brasileiro foi criado com o objetivo de proporcionar aos estudantes conhecimento sobre a estrutura e o funcionamento do poder legislativo brasileiro, bem como motivar a participação de jovens cidadãos no Senado Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário