quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

SEGMENTO:

Segurança e solidez do setor de Franquias estimula investimento dos imperatrizenses Considerada uma das atividades comerciais mais lucrativas e com menos riscos, as franquias têm se tornado um modelo viável e seguro para muitos imperatrizenses, como a jovem empresária Aryela da Rocha, que percebeu no segmento uma maneira segura de realizar seu grande sonho: investir em bijuterias. “Eu já gostava muito de mexer com bijuterias, e percebendo o crescimento deste setor em Imperatriz, resolvi abrir meu próprio negócio no formato de uma franquia. E não me arrependo! Além de ser um negócio seguro, a franquia chama muito a atenção do público”, disse. Um dos fatores que têm contribuído para a instalação de grandes marcas por meio de franquias é a chegada de grandes empreendimentos em Imperatriz nos últimos anos. “Decidi investir em uma franquia, porque a cidade está crescendo e tende a se tornar um polo industrial, universitário e de prestação de serviços, o que influencia diretamente a qualidade de consumo dos compradores imperatrizenses”, contou o empresário André Luís Muiños. Os shoppings centers são os melhores locais para encontrarmos o maior número de franquias na cidade. No Imperial Shopping Center estão dispostas 62 lojas do segmento, e no Tocantins Shopping há um mix de mais de 20 franquias, com uma previsão de abertura de cinco novas lojas em março. Para o gerente comercial do Tocantins Shopping, Edmilson Ramalho, as franquias fortalecem o comércio local, ao passo que oferecem no mercado produtos consolidados nacionalmente. “Os investidores de franquias possuem 70% de chance de retorno garantido, porque o público já conhece o produto, assim torna-se mais fácil a comercialização,” afirmou. Crescimento - O modelo de franquias, que consiste no direito ao uso do nome de uma marca, produtos e serviços já consolidados no mercado, deve crescer 10% em 2013, alcançando 115 mil franquias, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF). Esse valor corresponde a uma expectativa de faturar 120 bilhões de reais – um Como abrir uma franquia – Os investidores interessados em abrir uma franquia devem inicialmente analisar se há uma compatibilidade entre sua vocação e o ramo de atividade escolhido. Depois de escolher o tipo de serviço ou produto a ser franqueado, o investidor deve entrar em contato com a administração do franchising desejado. Após essa etapa, a empresa analisará a proposta do solicitante e observará se o negócio é viável (condições de mercado) na cidade. Caso a empresa detentora da marca aprove a solicitação, será necessário dispor do Cadastro de Pessoa Jurídica (CNPJ), alvarás do Corpo de Bombeiro e Prefeitura, entre outros documentos. Para abrir a franquia é necessário o franqueado pagar uma taxa inicial – variável entre as marcas –, possuir capital de giro para manter a empresa, e mensalmente pagar o royalty que é uma porcentagem sobre o faturamento. Ainda, a orientação quanto à escolha do ponto, decoração da loja e treinamento, é oferecida pelo franqueador, com base no modelo padronizado da franquia. ---------------- Contatos: Thays Assunção - Jornalista Responsável Assessoria de Comunicação da Associação Comercial de Imperatriz

Nenhum comentário:

Postar um comentário