domingo, 17 de março de 2013

Léo Cunha quer construção de escola de tempo integral na Vila Cafeteira



Diante do anuncio feito pelo governo do Estado da construção de 15 escolas em tempo integral em todo Maranhão, o deputado Léo Cunha (PSC) indicou o bairro da Vila Cafeteira, em Imperatriz, para receber uma das escolas. Na opinião do parlamentar a assistência integral diminuirá os índices de evasão escolar, ajudando significantemente no desenvolvimento do aprendizado dos alunos.
Anteriormente, em julho de 2011, Léo Cunha já havia indicado aquele bairro para receber uma escola de ensino médio. Naquela ocasião, o deputado explicou que a Região da grande Cafeteira, onde o bairro fica localizado, compreende também os Bairros Vila Ipiranga, Vila João Castelo, Brasil Novo, Parque Amazonas e Parque das Palmeiras, nos quais não há nenhuma escola de ensino médio. Situação que obriga muitos alunos a se deslocarem para outros bairros a fim de continuarem seus estudos.
Ao saber do anuncio da construção das escolas em tempo integral, o deputado tomou a decisão de ratificar o pedido que já havia feito, junto ao Estado. Caso o bairro seja contemplado com uma escola dessa modalidade, os estudantes que residem ali, ou nas proximidades, serão ainda mais beneficiados.
“A construção de uma escola desse porte na Vila Cafeteira irá beneficiar muitos pais que tem filhos em idade escolar, pois poderão contar com uma educação de qualidade e em tempo integral,” disse Léo Cunha.
Para o deputado Léo Cunha a iniciativa de construir as escolas em tempo integral tem um alcance social imensurável, pois pode significar uma mudança radical no futuro de muitos jovens maranhenses. “Investimentos em educação têm sempre um significado de suma importância, pois abrem uma porta para que os jovens possam construir uma vida melhor, com mais oportunidades,” ressaltou.
“Tenho certeza de que a Vila Cafeteira irá receber uma dessas 15 escolas que serão construídas para que aqueles estudantes possam concluir o ensino médio sem ter o incomodo de se deslocarem a outros bairros,” disse. 
A indicação do parlamentar foi aprovada pela Mesa Diretora e publicada no diário oficial do Legislativo na ultima quinta-feira (14), a fim de que o governo seja oficializado sobre a proposta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário