segunda-feira, 29 de abril de 2013

Duplicação da BR-010 será realizada com recursos do PAC


Em carta enviada à Câmara de Vereadores de Imperatriz, Chiquinho Escórcio anuncia confirmação feita pela Ministra Miriam Belchior

Senhor  Presidente, Vereador Hamilton Miranda

Envio-lhe cópias, anexas, do dossiê referente a minha luta para duplicação da BR-010,  e solicito que dê conhecimento a todos os vereadores dessa Câmara Municipal.

Agora, conseguimos a confirmação orçamentária da Ministra Miriam Belchior de que a duplicação da BR-010 será realizada com recursos do PAC.
Conforme Vossas Excelências poderão verificar foram várias reuniões e encontros que mantivemos com a ajuda substancial do Senador José Sarney, do Ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, e do Prefeito Sebastião Madeira.

Senhores Vereadores, foi uma luta, pois esta obra não foi fácil, foi necessário que a Presidenta Dilma Rousseff fosse sensibilizada.

No dia 23 do corrente mês, o Presidente Sarney recebeu a ligação da Ministra Miriam Belchior dizendo da autorização que estava sendo dada ao DNIT. Naquele dia estávamos reunidos com o Ministro Edson Lobão, a Governadora Roseana Sarney e o Prefeito Madeira, quando o Presidente
Sarney anunciou o conteúdo do telefonema da Ministra Belchior.

Os Senhores poderão acompanhar meu esforço para contemplar Imperatriz em várias obras e feitos, que foram: a reforma e ampliação do aeroporto; a reforma da Beira Rio; o Mercado do Peixe; as verbas liberadas com sucesso para a saúde; o transplante renal; as 80  vagas para o curso de medicina; a construção do hospital de alta complexidade e o acesso à Praia do Cacau e etc.

É o que demonstro com estas atitudes, o firme propósito de trabalho em prol da nossa querida Imperatriz. Aproveito a oportunidade para  abraçar  a cada um dos senhores e me colocar mais uma vez à disposição.

Atenciosamente,
Deputado Francisco Escórcio

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Imperatriz: Carlinhos Amorim se solidariza com professores em greve





A paralisação das atividades dos professores da rede estadual de ensino no município de Imperatriz foi destacada pelo deputado Carlos Amorim (PDT), durante a Sessão Plenária, na manhã desta quinta-feira (25), na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Carlos Amorim leu para os parlamentares da Casa Legislativa uma nota publicada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Estabelecimentos de Ensino de Imperatriz (STEEI). De acordo com a nota, os trabalhadores da educação de Imperatriz decidiram, em assembleia geral realizada dia 10 deste mês, rejeitar a proposta de reajuste da Prefeitura de Imperatriz e por unanimidade, aprovaram a realização de greve geral na Educação. A paralisação teve início dia 15 e não tem data para terminar.

O texto explica que a greve é uma resposta da categoria ao que diz respeito com que o prefeito de Imperatriz vem tratando os trabalhadores da educação. Após quase dois meses de espera por uma contraproposta e após expirar o prazo legal o prefeito ofereceu apenas 6% de reajuste para os salários e vale ticket, o que não cobre sequer as perdas com a inflação no período.

Entre os pontos da proposta enviada pelos trabalhadores da educação à prefeitura, destacam-se o reajuste salarial de 20%, vale ticket de R$ 250 para professores e de R$ 150 para os demais trabalhadores e o cumprimento de 1/3 da carga horária em atividades extraclasse retroativas a 2011, 2012 e também 2013.

Em seu pronunciamento, Carlos Amorim destacou ainda que o presidente do STEEI, o professor Willas Moraes, explica que a proposta de reajuste enviada pelo sindicato tem base legal, abre aspas: “Portaria do Ministério da Educação de dezembro do ano passado diz que o valor aluno em 2012 era de R$ 1.857, para 2013 a projeção é de que seja de R$ 2.247. Portanto, o reajuste oficial de 20% no valor dos repasses. É isso que estamos pleiteando.”

Ainda de acordo com a Portaria Ministerial o valor recebido pela prefeitura em 2012 chegaria a pouco mais de R$ 82 milhões, mas o repasse foi bem superior e chegou a mais de R$ 89 milhões. Os dados são públicos, basta acessar o site do FNDE para fazer a consulta. Esse ano a prefeitura vai arrecadar R$ 10 milhões a mais que em 2012, o valor dos repasses federais superarão a importância de R$ 99 milhões.

Ainda de acordo coma a nota lida por Carlos Amorim o argumento do prefeito de que não há verbas para um aumento maior não é verdadeiro, não coincide com o que está estabelecido na portaria ministerial, durante o período de greve o sindicado continua a disposição para a retomada das negociações.

A greve, segundo agora o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Estabelecimentos de Ensino de Imperatriz, não interessa ninguém, nem aos trabalhadores, nem a prefeitura, nem a sociedade, mas é a única maneira que os trabalhadores de Imperatriz encontraram para exigir os seus direitos, principalmente quando o prefeito se recusa a negociar com a categoria.

Carlos Amorim lembrou aos deputados da Assembleia Legislativa que esta paralisação teve iniciou no ultimo dia 10 e já atinge 80% do sistema de educação do município de Imperatriz. O sistema municipal de educação do município de Imperatriz é composto por cinco mil trabalhadores, são 42 mil alunos matriculados na rede municipal e 150 escolas.

 “Nós aqui queremos registrar e externar a nossa solidariedade, o nosso reconhecimento ao que está sendo pleiteados pelos professores, trabalhadores da educação do município de Imperatriz. Ao mesmo tempo em que me solidarizo a esta causa justa, quero também desejar que a classe, os trabalhadores e a prefeitura possam sentar, discutir, encontrar um consenso, um denominador comum, para que possamos muito em breve ver essa greve encerrada e as atividades escolares retomadas para a felicidade dos alunos matriculados na rede municipal de ensino”, finalizou Carlos Amorim.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Luis Fernando dignifica o debate sobre o Maranhão…


luisfernando
Luis Fernando: preparo e capacidade



Do blog de Roberto Kenard, com edição


Os leitores sabem que tomo partido, o que não quer dizer que esteja sempre certo. Na maioria das vezes estou.
Tomo partido de forma clara: gosto ou desgosto.
Mas não gosto e desgosto de forma aérea. Nada disso. O faço dentro dos parâmetros em que acredito. Não deixo de gostar de João porque é feio e amo Maria por ser bonita. Defendo quem acredito ter boas ideias, boas posturas e capacidade profissional. Critico quem não tem nenhuma dessas qualidades.
Assim, em 16 de maio de 2012, escrevi o post  ”São José de Ribamar: um administração/ que precisa ser reconhecida todos os dias”.
Ali contava de minha relação com a cidade de Ribamar na infância, mostrava como a cidade foi maltratada por longos anos e como veio a receber tratamento digno com a administração de Luís Fernando.
Como sei que no Maranhão ninguém escreve nada sem estar de olho em alguma vantagem, tratei de explicar como eu e o então de Ribamar, Luís Fernando, travamos amizade. (…)
Luís Fernando ocupou a Casa Civil do governo Roseana Sarney e hoje é o secretário de Infra-estrutura.
E virou um dos nomes mais importantes do grupo de Roseana para sucedê-la. Pode ou não, independente do desejo da governadora, vir a ser o candidato a governador em 2014.
É um nome forte.
Pela primeira vez o grupo de Roseana (reparem bem, não se trata de grupo Sarney, mas de Roseana) tem um nome competitivo. Antes só havia um nome competitivo: Roseana Sarney.
Por que Luís Fernando é um nome competitivo?
Bom, em primeiro lugar, pegou a pequena São José de Ribamar e transformou num exemplo a ser seguido. Só adversário bronco tem coragem de negar as qualidades administrativas de Luís Fernando.
Em segundo lugar, pela primeira vez o grupo tem um nome decente e capaz de puxar votos da classe média. Por fim, não há quem diga (e prove, o que é mais importante) que ele é não é digno e cumpridor da palavra dada. Coisa rara nos tempos políticos em que vivemos.
Com isso não estou a dizer que Luís Fernando irá vencer a eleição de 2014.
Mostro, isto sim, que se trata de um concorrente com qualidades comprovadas.
Sujeito de grande modéstia – o que não quer dizer que não tenha pulso -, tanto que vem fazendo a lição de casa enquanto os adversários mostram-se tagarelas. Quero dizer com lição de casa: está percorrendo o Maranhão com humildade de quem não se encontra no poder.
E olha que estar no poder no Maranhão significa vantagens enormes!
Ter uma disputa entre Flávio Dino (PCdoB) e Luís Fernando (PMDB) em 2014 será uma rara oportunidade de ver gente que pensa numa disputa pelo Governo do Maranhão.
Mais importante: ver o grupo de Roseana Sarney ter alguém da maior dignidade na disputa.

sábado, 20 de abril de 2013

Finanças aprova plebiscito sobre realização simultânea das eleições

Arquivo/ Gustavo Lima
Leonardo Gadelha
Gadelha: despesas com pleito podem ser cobertas com dotações previstas para eleições. 


A Comissão de Finanças e Tributação aprovou na última quarta-feira (17) o Projeto de Decreto Legislativo 514/11, que convoca plebiscito para saber a opinião dos eleitores brasileiros sobre a realização simultânea das eleições municipais, distritais, estaduais e federais.
De acordo com a proposta, do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), o eleitorado será chamado a responder “sim” ou “não” à seguinte questão: “Você é a favor da simultaneidade das eleições municipais, distritais, estaduais e federais?”. O plebiscito será realizado juntamente com a primeira eleição subsequente à promulgação do decreto legislativo.
O parecer do deputado Leonardo Gadelha (PSC-PB) foi pela compatibilidade e adequação financeira e orçamentária da matéria. “A realização de qualquer pleito eleitoral gera despesas para a Justiça Eleitoral”, salientou. “Mas, considerando-se que o projeto determina a realização desse plebiscito juntamente com a primeira eleição subsequente à promulgação do Decreto Legislativo, as despesas decorrentes da inserção da questão nas urnas eletrônicas poderão ser financiadas com as dotações previstas para a realização da respectiva eleição”, completou.
Tramitação
O projeto tramita em regime de urgência e seguirá para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, mas poderá, a qualquer momento, ser incluído na pauta do Plenário.

Reportagem – Lara Haje

Deputado manifesta apoio aos professores

NOTA

Quero me solidarizar aos Professores da rede municipal de ensino, que nesse momento estão sendo obrigados a recorrerem a instrumento extremo, que é a greve, para reivindicar direitos assegurados para o cumprimento de sua nobre missão profissional.Atendido o pleito dos professores, o maior beneficiado será o povo de Imperatriz , que ganhará com a melhoria na qualidade do ensino.

Deputado Estadual Carlinhos Amorim.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Nelson Bragatto desbanca Chiquinho Escórcio para ser o Federal de Gleide


Açailândia - o empresário do ramo de madeireiras Nelson Bragatto atualmente secretario de indústria e comercio de Açailândia, vem fazendo campanha HPIM5518_thumb[5]aberta para ser candidato a deputado Federal nas próximas eleições, a aliados e amigos em reuniões em sua mansão tem dito ser Ele o melhor candidato do Grupo já que Chiquinho Escórcio é de fora não mora na cidade, evocando o discurso barrista em seu favor.
Bragatto tem dito que a prefeita Gleide tem um compromisso com Ele e seus irmãos grandes financiadores da campanha da prefeita em apoia-lo em 2014 para federal, e para tanto tem procurado ocupar os espaços que a ausência de Chiquinho Escórcio tem deixado no município.
Será que ele vai ganhar a queda de braços contra o deputado que tem feito tudo por Gleide até mesmo segura-la em Brasília?

Marcha contra o casamento gay em Brasília vai reunir 30 mil evangélicos em frente ao Congresso, diz pastor Silas Malafaia


Marcha contra o casamento gay em Brasília vai reunir 30 mil evangélicos em frente ao Congresso, diz pastor Silas Malafaia
Uma marcha de protesto organizada pelo pastor Silas Malafaia em Brasília pretende reunir 30 mil evangélicos para se posicionar contra questões ligadas à sociedade e que estão em discussão nos últimos meses.
Um dos principais destaques da marcha são os protestos contra o casamento gay e manifestação de apoio ao pastor Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM).
A concentração do evento foi definida pelos organizadores e será feita em frente ao Congresso Nacional, segundo informações da Veja.
“Já que estão forçando a barra sobre o casamento gay, vamos a Brasília para dizer que estamos do outro lado. Não é um ato exclusivo para apoiar Marco Feliciano, mas para marcarmos nossa posição. Vamos dar a nossa resposta. Todas as lideranças evangélicas estarão presentes, assim como a bancada evangélica. Vai ter gente de todos os lados do Brasil”, diz o pastor Silas Malafaia.
Um texto atribuído à organização dessa marcha em protesto foi publicado por Reinaldo Azevedo, da revista Veja. No trecho destacado pelo jornalista, há a menção também que durante o evento, os evangélicos pretendem se posicionar contra propostas de censura e controle da mídia, por serem contrárias à liberdade de expressão.
“Vamos nos manifestar a favor da liberdade de expressão e contra o controle da mídia, que vem sendo reivindicado por pessoas que odeiam a liberdade. Não aceitamos o controle da mídia nem pelo estado nem por grupos militantes. Querem nos transformar, aos evangélicos, em antediluvianos, em reacionários. Errado! Nós somos a modernidade democrática. Nós é que somos por uma sociedade radicalmente democrática, sem um estado censor e sem a censura de grupos organizados”, diz o texto, que lista as causas a serem defendidas pela marcha em Brasília, no dia 05 de junho.
Para Reinaldo Azevedo, que é católico, a postura adotada pelos evangélicos está “corretíssima”. O jornalista diz ainda que não há nada nenhum excesso que se possa apontar nas motivações do protesto: “Desafio qualquer defensor da democracia a encontrar nela algo que agrida a democracia, o estado de direito e o artigo 5º da Constituição, entre outros que garantem os direitos fundamentais dos brasileiros”, pontuou.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Detran abre concurso estadual

O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran/MA) e a Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (SEGEP) com fundamento no Plano Geral de Carreiras e Cargos da Administração Direta e Fundacional do Poder Executivo Estadual–PGCE divulgam que já encontra-se disponível no site da Fundação Getúlio Vargas o edital de concurso público para preenchimento de 120 vagas para nível médio, cargo de Assistente de Trânsito, e 40 vagas para nível superior, cargo de Analista de Trânsito. As inscrições podem ser efetuadas somente pela internet no site da Fundação Getúlio Vargas (www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/maranhao13.). O valor da taxa de inscrição é de R$ 130,00 para os cargos de nível superior e R$ 90,00 para os cargos de nível médio. O concurso terá provas objetivas e discursivas (nível superior). As provas serão realizadas na data de 07 de julho do corrente ano, em São Luís, Imperatriz e Caxias. Para ambos os cargos será exigida a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo categoria B. Programa e demais informações podem ser conferidos no edital.
Os vencimentos básicos variam de R$ 1.400,00 para Assistente de Trânsito  (nível médio) e R$ 4.300,00 para Analista de Trânsito (nível superior). As vagas de nível médio serão destinadas para capital e interior do Estado totalizando 120 vagas, sendo 114 para ampla concorrência e 6 vagas para portador de deficiência. Já as vagas de nível superior são 40, sendo 38 de ampla concorrência e duas para portador de deficiência. Vale ressaltar que as vagas de nível superior são para qualquer curso de graduação e para as cidades de São Luís e Imperatriz.
Ambos os cargos tem jornada de trabalho de 30 horas semanais, os candidatos nomeados poderão ser designados para exercer suas atribuições na sede do Detran, em São Luís, ou municípios do Estado, conforme o edital.
“Esse é um momento histórico e muito esperado para o Detran-MA. Desde a sua fundação em 1966 esse é o primeiro concurso público destinado exclusivamente para o preenchimento de vagas da autarquia. Agradecemos o empenho da Governadora Roseana Sarney e do Secretário de Estado da Gestão e Previdência, Fábio Gondim que foram fundamentais na concretização desse concurso!”, finaliza o Diretor Geral do Detran-MA, André Campos.

Proposta endurece penas para adolescentes

Sugestão de medidas foi entregue nesta terça-feira pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. O projeto de lei será protocolado ainda hoje pelo líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP).
 
Gustavo Lima / Câmara dos Deputados
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, fala sobre a maioridade penal. À direita, o presidente da Câmara, dep. Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN)
Alckmin: três anos de medidas socioeducativas não estabelecem limites. A impunidade estimula a atividade delituosa.


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin reuniu-se nesta terça-feira (16) com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, para apresentar uma proposta que endurece as medidas contra o adolescente que comete crimes graves. O projeto aumenta de três para oito anos o tempo de reclusão desse menor e cria unidades separadas para aqueles que completarem os 18 anos, mas que ainda têm pena a cumprir.

A proposta
De acordo com a proposta a proposta, ao completar a maioridade, os jovens iriam para um regime especial de atendimento, que ainda precisa ser instituído. Também ficariam sob este regime os que cometerem crime hediondo, começarem a cumprir a medida com mais de 18 anos ou que participarem de motins ou rebeliões em estabelecimento educacional com destruição do patrimônio público, ou manutenção em cárcere privado de servidor ou colaboradores da unidade.

Hoje, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA - Lei 8.069/90) estabelece a liberação compulsória aos 21 anos de idade, já a proposta entregue por Alckmin excetua os casos de reincidência. "Com apenas três anos de medidas socioeducativas, isso não estabelece limites e a impunidade estimula a atividade delituosa”, enfatizou Alckmin.
A proposta prevê ainda que o jovem infrator que tiver diagnosticado transtorno mental poderá deixar de cumprir medida socioeducativa e ter atendimento ambulatorial ou a internação compulsória, por determinação de um juiz, depois de ouvidos o defensor e o Ministério Público.
O projeto também propõe mudanças no Código Penal para introduzir entre os agravantes da pena crimes em que houver participação de menores de idade.

Protagonismo do Legislativo
O presidente Henrique Eduardo Alves destacou a qualidade do projeto que, segundo ele, responde aos anseios, clamores, angústia e desespero da sociedade brasileira. Alves elogiou o fato de o governador de São Paulo ter vindo pessoalmente ao Congresso entregá-la. "Poderia essa proposta ser apenas encaminhada pelos seus parlamentares, mas ele fez questão de vir aqui apresentar a proposta, por entender a importância do Poder Legislativo como protagonista dessas questões. O protagonismo nessas questões não é apenas discutir, debater, mas é também votar e decidir. Portanto, acho que com esse encaminhamento essa Casa poderá responder muito em breve a essa ansiedade que é hoje de todo o povo brasileiro."
O projeto de lei será protocolado ainda hoje pelo líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP).
A discussão em torno de medidas mais duras para menores infratores e até a redução da maioridade penal voltou a tona após o assassinato do jovem Vitor Hugo Deppman no último dia 9, na porta do prédio onde morava em São Paulo. Ele foi baleado por um garoto que completou 18 anos três dias após o crime.
Reportagem – Marise Lugulo

sábado, 13 de abril de 2013

Açailândia: AL vai elaborar manual de orientação para vereadores


Agência Assembleia

Como mais uma iniciativa em busca da qualificação dos legisladores de todo o Estado, o presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo (PMDB), afirmou que a Casa vai elaborar uma espécie de manual de orientação sobre processo legislativo que será distribuído às 217 câmaras municipais. O anúncio foi realizado neste sábado (13), em Açailândia, no segundo dia do encontro regional da Jornada de Integração Legislativa, que começou em Imperatriz na sexta-feira (12).
O “Manual do Vereador”, como foi chamado por Arnaldo Melo, vai funcionar como um guia, abordando com bastante profundidade as competências, direitos e obrigações dos vereadores. “Esse trabalho será realizado por nossa Escola do Legislativo e elaborado em parceria com o Senado, que já possui um manual da atividade legislativa. Através desse manual, o vereador poderá tirar mais dúvidas, além daquelas que surgiram aqui na Jornada”, explicou Arnaldo Melo.
TRABALHO
O encontro regional de Açailândia contou com a presença de vereadores de Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Cidelândia, Itinga do Maranhão, São Francisco do Brejão, São Pedro da Água Branca e Vila Nova dos Martírios, além da própria Açailândia.
O trabalho foi iniciado pelo presidente, que destacou as presenças dos deputados estaduais Edilázio Júnior (PV), Valéria Macêdo (PDT), Carlos Amorim (PDT), Francisca Primo (PT) e Dr. Pádua (PP). Também participaram do evento a prefeita Gleide Santos (PMDB), a presidente da câmara municipal, Lenilda Costa (PMN), e a promotora de Justiça Glaucimar Lima.
“Fico muito feliz de compor a mesa de trabalho ao lado de mulheres. Isso demonstra que cada vez mais a mulher conquista espaços na sociedade, assumindo postos importantes para o futuro de cada cidadão”, disse Arnaldo Melo.
PALESTRAS
A primeira palestra foi apresentada pelo consultor legislativo Carlos Eduardo Lula, sobre instrumentos técnicos utilizados no dia a dia no processo legislativo para “transformar as demandas da sociedade em normas para que sejam seguidas e melhorem o dia a dia de cada um”. O advogado ressaltou a necessidade dos legisladores conhecerem cada tipo de iniciativa, para que não haja riscos de que projetos não sejam transformados em leis.
“O Poder Judiciário exerce com muita competência suas prerrogativas. Então é preciso que os legisladores assumam com maior frequência suas responsabilidades e tenham conhecimento maior de suas atribuições para que não aconteça aquilo que chamamos de ‘judicialização das leis’, quando o Judiciário acaba por decidir se uma certa norma é constitucional. Na maioria das vezes, isso acontece por falta de conhecimento correto do processo para elaborar leis”, argumentou Carlos Lula.
O dia foi encerrado com palestras do diretor Bráulio Martins (Mesa Diretora) e da Diretora de Planejamento, Orçamento e Finanças da Assembleia Legislativa, Cynthia Celina de Carvalho Mota. As duas apresentações contaram com participação efetiva do público participante, que tirou dúvidas sobre temas como regimento interno, a organização das pautas de trabalho na própria Assembleia e sugestões para as câmaras municipais; repasses do Executivo, subsídio de vereadores, Mesa Diretora e principalmente sobre Lei de Responsabilidade Fiscal.
OBJETIVO
“Concluímos esta etapa com a certeza de que estamos fazendo a nossa parte em busca de uma sociedade cada vez melhor. Não há outro meio de construirmos cidades e governos melhores sem que os gestores e os legisladores estejam capacitados. É essa nossa intenção. É esse nosso objetivo”, concluiu Arnaldo Melo, ao encerrar o evento.
Além de Imperatriz e Açailândia, que receberam os dois primeiros encontros regionais, Caxias e Codó sediarão as próximas etapas da Jornada de Integração Legislativa na sexta-feira (19) e sábado (20), respectivamente. Também haverá encontros da Jornada de Integração Legislativa em Balsas (26/04); São João dos Patos (27/04); Barra do Corda (03/05); Presidente Dutra (04/05); Zé Doca (17/05); Santa Inês (18/05); Chapadinha (31/05); Itapecuru Mirim (01/06); Pedreiras (07/06); Bacabal (08/06); Pinheiro (14/06); Viana (15/06); Barreirinhas (21/06) e São Luís (22/06).

Projeto muda regra para classificação de time em campeonatos

Pela proposta, total de pontos deve considerar a pontuação obtida em dois anos consecutivos.

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4798/12, do deputado Professor Sérgio de Oliveira (PSC-PR), que altera a regra para promoção ou rebaixamento de um clube esportivo em campeonatos ou torneios regulares com mais de uma divisão. A proposta altera o Estatuto de Defesa do Torcedor (Lei 10.671/03).

A proposta é que o total de pontos considere a pontuação obtida em dois anos consecutivos. Isso dificultaria, na avaliação do deputado, que a disposição de determinado time para a derrota com o intuito de prejudicar rivais regionais. “Uma equipe que 'entrega' uma partida num campeonato poderá sentir falta dos pontos no campeonato seguinte, para efeitos de obtenção de vagas em torneios ou rebaixamento”, afirmou.

O deputado ressalta que os torneios de futebol no Brasil foram transformados em motivos de chacota e afronta aos apaixonados pelo esporte.

“Se em 2009 e 2010, houve jogos suspeitos de terceiros para prejudicar times que buscavam o título, onde as torcidas pressionaram os jogadores para perderem, em 2011 e 2012 vimos times interessados em rebaixar rivais ou salvar supostos parceiros. Além disso, em 2012, muitos jogos não tiveram qualquer valor na classificação. Isso afasta o torcedor, provoca prejuízos e não traz boas perspectivas para o futebol brasileiro”, afirma.
Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será examinado pelas comissões de Turismo e Desporto; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem - Oscar Telles

Câmara rejeita exibição da Voz do Brasil de acordo com a hora local do ouvinte

Arquivo/ Leonardo Prado
Fábio Ramalho
Ramalho reconheceu a boa intenção do projeto, mas votou pela sua rejeição.

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática rejeitou, na quarta (10), o Projeto de Lei 3612/12, do deputado Rogério Carvalho (PT-SE), que altera o Código Brasileiro de Telecomunicações (Lei 4.117/62) para estabelecer que o programa A Voz do Brasil seja veiculado de acordo com o horário local do ouvinte.
Atualmente, a atração é transmitida em todo o País às 19 horas de Brasília. Ou seja, vai ao ar uma ou duas horas mais cedo nos estados que têm fuso horário diferente ou que não adotam o horário de verão.
Como não foi aprovado pela única comissão que analisaria o seu mérito, o projeto será arquivado, exceto se houver recurso para que seja examinado pelo Plenário.
População rural
Relator da proposta, o deputado Fábio Ramalho (PV-MG) reconheceu a preocupação do autor com populações rurais distantes dos centros urbanos, que não conseguem sintonizar rádios locais ou próximas e são obrigadas a procurar opções em outras cidades ou estados. “Um ouvinte do Amazonas que sintoniza uma emissora do Distrito Federal durante o horário de verão ouve A Voz do Brasil às 17 horas”, exemplificou. “São essas diferenças de horário que o autor pretende eliminar, para que todas as transmissões ocorram às 19 horas do horário local”, completou.
Ramalho, entretanto, votou pela rejeição da matéria por entender que o problema afeta uma parcela restrita dos brasileiros. Ele destacou ainda que, em geral, a população rural que precisa sintonizar rádios localizadas em outros estados possui maior flexibilidade no seu dia a dia; logo, a exibição da Voz do Brasil antes das 19 horas (horário local) não gera grandes obstáculos.
Reportagem – Murilo Souza

Fecoimp 2013 deve gerar 2,5 milhões de reis em negócios, estima ACII



Lançamento da feira ocorreu na última sexta-feira, 12, no Palácio do Comércio

 Consolidada como a maior feira multissetorial do Maranhão, a 13° edição da Fecoimp deve gerar durante os quatro dias um volume de negócios de 2,5 milhões de reais. A estimativa foi apresentada pelo diretor da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII) e coordenador da feira, Leonardo Leocádio, na última sexta-feira, 12, no lançamento do evento.
Ainda, o coordenador da feira ressaltou em sua apresentação os números produzidos pela Fecoimp ao longo de 12 anos. “Nas últimas 12 edições, aproximadamente 400 mil pessoas já visitaram a Fecoimp, sendo que em 2012 tivemos aproximadamente 33 mil visitantes. E nossa expectativa para este ano é receber 15% a mais que ano passado”, disse Leonardo Leocádio.
A Fecoimp também já recebeu 1.300 expositores no decorrer de todas as suas edições, o que equivale a aproximadamente 110 expositores por ano.  Para 2013, a ACII espera que 120 expositores participem do evento.
Além disso, foram destacados na solenidade os resultados de uma pesquisa realizada ano passado. Segundo levantamento, que ouviu na feira 1.105 pessoas, sendo 913 visitantes e 192 expositores, 90% dos visitantes e 85% dos expositores avaliaram como boa ou excelente a organização, a qualidade dos estandes, a estrutura física e o atendimento recebido durante o evento.
Na ocasião, o presidente da ACII, Euclides Viêra, fez um apelo a união da classe empresarial. “Os empresários integram uma classe que move a economia do país, no entanto, são penalizados pela desunião dos membros. Assim, aproveito a presença dos presidentes das Associações Comerciais, para pedir que possamos nos unir mais em prol de melhorias para a sociedade”, ressaltou.
A Fecoimp 2013 ocorrerá entre os dias 18 e 21 de setembro, no Centro de Convenções. Para esta edição, a ACII está preparando uma estrutura interna com cerca de 180 estandes, e sete tendas na área externa do Salão do Automóvel.  Os espaços já estão sendo comercializados e as reservas podem ser feitas pelo telefone: (99) 3525-3400 de segunda-feira à sexta-feira em horário comercial.
Novidades - Uma das inovações da Fecoimp 2013 é o Habita Sim – espaço criado para atender a demanda dos empresários do setor da construção civil e habitação. A ideia é envolver todos os participantes da cadeia da construção civil – cartórios, bancos, imobiliárias, correspondestes bancários e construtoras – para que  o número de negócios do segmento aumente durante dos dias da feira.
Palestra – Compondo a programação de lançamento, o secretário de Estado da Fazenda, Cláudio Trinchão, ministrou uma palestra sobre os principais conflitos federativos. Em sua apresentação, o secretário pontuou alguns desentendimentos entre os Estados, municípios e União pelos impostos arrecadados e os projetos de leis em tramitação no Congresso Nacional sobre o assunto.
“Nós vivemos um momento de conflitos entre os Estados. Estão na mesa ao mesmo tempo o Hoyts, que está com a decisão suspensa no STF, o FPE, a dívida dos Estados e, agora o que está mais em pauta é o ICMS. Então, nos trouxemos aqui essa situação para que os nosso colegas de Imperatriz e região possam entender as dificuldades que nós vamos enfrentar para a manutenção dos recursos do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), que é a grande mola propulsora para a atração de investimentos, como esses que estão ocorrendo em Imperatriz”, disse.
----------------
Contatos:

Thays Assunção - Jornalista Responsável
Assessoria de Comunicação da Associação Comercial de Imperatriz
(99) 9167.0821| 8126.8964 comunicação@aciima.com.br/thays@palavracomunicacao.com.br
Equipe da Palavra Assessoria de Comunicação

Conferencias das Cidades


Dos 217 municípios maranhenses, 158 estão aptos a realizar Conferências Municipais das Cidades, evento preparatório para as etapas estaduais e nacional da 5ª Conferência das Cidades que acontecerá de 20 a 24, em Brasília.
Em 2009, 70 municípios realizaram as conferências. Este ano, houve um acréscimo de 45% de inscritos. Destes, nove cumpriram todas as etapas que inclui a convocação, mobilização e realização dos encontros com a participação de diversos segmentos da sociedade e eleição de delegados que participarão da Conferências Estadual, que acontecerá em São Luis de 22 a 24 de agosto.
O secretário de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano e presidente do Conselho Estadual das Cidades, Hildo Rocha, disse que o acréscimo no número de municípios interessados em realizar as etapas municipais deve-se a diversos fatores. “Os prefeitos e prefeitas estão mais sensíveis quanto à importância das conferências e os cidadãos e cidadãs estão mais informados e mais conscientes dos seus direitos e deveres”, declarou.
Hildo Rocha ressaltou que o empenho de todos os componentes do Conselho Estadual das Cidades e a visão municipalista da Governadora Roseana Sarney também são fatores que contribuíram para a grande mobilização da sociedade em torno das conferências municipais.

Agradecimento
Em nota publicada no hotsite da 5ª Conferência das Cidades (http://concidades.ma.gov.br/blog/nota-agradecimento-hildo/), o secretário Hildo Rocha agradeceu o empenho das equipes da Secid do Concidades/MA e da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) pelo empenho dos envolvidos no trabalho de mobilização dos gestores públicos quanto à deflagração do processo da 5ª Conferência em suas cidades.
Outra questão relevante destacada por Hildo Rocha diz respeito a oferta de serviços particulares para a organização do evento. Por deliberação do Conselho Nacional das Cidades, é de competência exclusiva das Comissões Organizadoras Executivas, a mobilização, organização e realização das conferências locais.
A terceirização das conferências municipais pode resultar na impugnação do evento e a consequente perda de direito de envio de delegados para a 5ª Conferência Estadual. Veja a íntegra da nota aqui. http://concidades.ma.gov.br/wp-content/uploads/2013/02/Alerta_Munic%C3%ADpios1.pdf
A Conferência tem o objetivo de fortalecer a participação social e contribuir para o avanço das políticas públicas de desenvolvimento urbano. O lema da 5ª Conferência é: “Quem Muda a Cidade Somos Nós: Reforma Urbana Já”.


MUNICÍPIOS QUE REALIZARAM AS CONFERÊNCIAS
         1.        Afonso Cunha (06.04)
         2.        Bernardo do Mearim (12.04)
         3.        Buriticupu (04 e 05.04)
         4.        Cantanhede (11.04)
         5.        Godofredo Viana (10.04)
         6.        Grajaú (12.04)
         7.        Matões do Norte (10.04)
         8.        Primeira Cruz (12.04)
         9.        São Vicente Férrer (12.04)


CONFERÊNCIAS AGENDADAS PARA ABRIL
Cajapió (15)
São Raimundo do Doca Bezerra (16)
Tufilândia (17)
Estreito (17)
Caxias (18)
Lago do Junco (18)
Senador La Roque (18)
Vitória do Mearim (18)
Icatu (19)
Luis Domingues (19)
Nina Rodrigues (19)
Rosário (19)
Santa Filomena (19)
Santa Rita (19)
São João dos Patos (19)
Lago da Pedra (20)
Palmeirândia (20)
Anajatuba (23)
São Luis (23, 24 e 25)
Alto Alegre do Pindaré (25)
Paulino Neves (25)
Presidente Sarney (25)
Santo Antonio dos Lopes (25)
Amapá do Maranhão (26)
Fernando Falcão (26)
Fortaleza dos Nogueiras (26)
Pindaré Mirim (26)
Sambaíba (26)
São João do Sóter (26)
São Pedro dos Crentes (26)
Satubinha (26)
Miranda do Norte (30)

Secretário Luis Fernando assina ordem de serviço para recuperação da MA-125 na Região Tocantina

Luis Fernando, Karla Batista, Madeira e Hélio Soares em Vila Nova
O secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, assinou, neste sábado (13), ordem de serviço para recuperação da Rodovia MA-125, trecho entre o município de São Pedro d’Água Branca e o entroncamento com a BR-010, passando por Vila Nova dos Martírios e Cidelândia, na Região Tocantina. Ao todo, serão recuperados 110 km de pista.
  “Esta rodovia é de grande importância, pois faz a integração da parte sudoeste do estado, na divisa com o Pará, com a Rodovia Belém-Brasília. As máquinas já estão trabalhando e a expectativa é que esta obra seja concluída em 100 dias, facilitando o acesso das pessoas as suas cidades e garantindo o escoamento da produção agrícola e pecuária da região.”, disse o secretário.
A solenidade de assinatura ocorreu na saída de São Pedro d’Água Branca e foi acompanhada pelo secretário Hildo Rocha (Cidades e Desenvolvimento Urbano); os deputados estaduais Léo Cunha, Antonio Pereira e Hélio Soares; os prefeitos de São Pedro d’Água Branca, Vanderlúcio Simão; de Vila Nova dos Martírios, Karla Batista; de Cidelândia, Ivan Santos; de Imperatriz, Sebastião Madeira; de Buritirana, Vagtônio Brandão, além de vereadores, secretários municipais, assessores da Regional do Governo do Estado na Região Tocantina, lideranças políticas, empresarias. O evento foi prestigiado por centenas de populares que festejaram o início das obras.
O secretário Luis Fernando Silva lembrou que a Rodovia MA-125 foi asfaltada no segundo governo de Roseana Sarney e depois disso, entre os anos de 2003 a 2009, não recebeu a devida manutenção, ficando em total abandono. “Ao assumirmos, determinamos que fosse feito um trabalho emergencial, onde os pontos mais críticos receberam os serviços de tapa - buracos e agora um trabalho mais eficaz será feito, com a total recuperação do trecho viário”, ressaltou. O investimento é da ordem de R$ 930 mil.
O prefeito de São Pedro d’Água Branca, Vanderlúcio Simões, emocionado, agradeceu ao Governo do Maranhão pela realização. “É um anseio de toda a comunidade ao longo desta estrada. Estamos felizes com essa conquista e queremos agradecer ao governo por esta melhoria”, destacou.

Vila Nova e Cidelândia
Após assinatura da ordem de serviço, em São Pedro d’Água Branca, o secretário Luis Fernando Silva, acompanhado de sua equipe de trabalho, percorreu a MA-125, trecho de 41 quilômetros, seguindo até o município de Vila Nova dos Martírios. Após a vistoria, a comitiva do Governo do Estado informou a população local sobre as providências que estão sendo adotadas para melhoramento da rodovia estadual.
O encontro aconteceu na quadra de esportes, no centro da cidade, e reuniu populares e lideranças municipais, que comemoraram a recuperação da via.
“Esse é um dia que temos muito a comemorar, pois mais uma vez, o Governo Roseana nos socorre e nos tira do isolamento. Com esta obra vamos ganhar mais agilidade em nossos deslocamentos”, disse a prefeita Karla Batista, de Vila Nova dos Martírios.
A comitiva também percorreu o trecho de 42 quilômetros, entre as cidades de Vila Nova dos Martírios e Cidelândia e mais uma vez foram recebidos pela comunidade.
O secretário Luis Fernando Silva, fez questão de detalhar toda a obra e solicitou à construtora responsável pelos trabalhos para que agilize os serviços. “Esperamos entregar uma obra de qualidade, como a população merece. Essa estrada é importante não apenas para a Região Tocantina, mas também pela ligação do Sul do Pará com o sudoeste de nosso estado, região que registra grande desenvolvimento”, assinalou.

Rodovia
Os 110 km da Rodovia MA - 125 vai receber um novo pavimento asfáltico, reconstrução das cabeceiras de pontes, sinalização horizontal, vertical e iluminação nos trechos urbanos. A estrada é único acesso destes municípios com o entroncamento na BR-010, principal ligação entre o Norte e o Centro-Oeste do país. Cerca de 80 empregos diretos serão criados com a realização da obra.
A dona de casa Fernanda Silva comemorou o início dos trabalhos. “Estava difícil chegar em cidades como Imperatriz, por exemplo. Gastávamos até 3 horas neste percurso saindo de São Pedro. Depois que estiver pronta, vai facilitar muito”, disse.
O pedreiro aposentado, João Sousa, nasceu e cresceu morando às margens da estrada e percebia dificuldade em transitar pela via. “Foi preciso a Roseana voltar ao governo para esta estrada ser recuperada. Foi ela quem nos tirou da lama, da poeira e do isolamento anos atrás. Agora, com a recuperação, esse é um grande sonho que está se tornando realidade, o fim do sofrimento para quem precisa sair ou chegar de Cidelândia”, contou.

Onze meninos e um destino

                                                  
A Promotora de Justiça, Carla Tatiana, da 2ª vara de Justiça de Estreito, em reunião na manhã  do último dia 11, realizada na  Fundação Khalledy Henrique, conclamou a todos os seguimentos da sociedade a montar uma rede de ação para resgate  de 11 meninos em condição de permanência nas ruas. Os meninos pertencem a 11 famílias diferentes, mas que tem em comum a desestruturação doméstica. O problema é grave, são 11 garotos perambulando pelas ruas e sendo ameaçados.
“Não vamos aqui tentar encontrar culpados, vamos é descobrir com que cada órgão pode contribuir , entendendo que a proteção da criança e juventude é tarefa de todos”, diz a promotora, lembrando que ela não pode cobrar da comunidade uma ação imediata,  mas pode cobrar das instituições, órgãos públicos e posteriormente cobrar da sociedade. Drª Carla sugeriu , ainda, que seja efetuada uma capacitação para o pessoal do Conselho Tutelar . Orientou que seja praticada a coleta de dados, que todos se organizem.
Ficou definida  a formação de uma teia de ações, onde cada órgãos se comprometeu com uma ação que vai retirar  as crianças das ruas, leva-los em casa, entregar aos pais e orientar  esses pais  para que cuidem deles, faça-os frequentar a escola, sob pena de perder  Bolsa Família, além de orientar as famílias  para que  haja mudança nas condições de higiene  nas residências, criando dentro de casa um atrativo que “segure” esses meninos junto as famílias.
Cada pessoa presente na reunião se comprometeu, ainda, a participar da “Busca Ativa”, que é a captura desses meninos nas ruas durante a noite. Serão montadas equipes de vigilância ativa até que o problema seja resolvido. Foi decidida, também, a criação de uma campanha de conscientização da sociedade com o objetivo de tirá-los da “zona de conforto” e inseri-los na zona de conforto segura, proporcionando a eles, lazer, esporte, noções de cidadania e alimentação adequada.  A campanha pede que não sejam feitas doações de dinheiro para as crianças, pois isso fomenta o habito deles pedirem esmolas e acabarem sendo explorados por adultos. Vale informar que alguns desses meninos já estão sendo assistidos pela Fundação Khalledy Henrique, que funciona no período diurno.
Para essa ação, que tem início na próxima segunda feira, 15,  Drª Carla recebeu apoio integral da Prefeitura de Estreito, por meio da Secretaria de Assistência Social, Saúde, Educação, Meio Ambiente, Administração, Cultura e Ascom, de programas como CMDCA, CREAS, CRAS, CAPS, NASF, do Conselho Tutelar,  do Corpo de Bombeiros e teve ratificada a participação da  Fundação Khalledy Henrique /Projeto Reviver. 
Serão montadas oficinas de artes nas ruas, confecção de informativo, com a participação dos menores e familiares e divulgação em todos os meios de comunicação disponíveis na região. (ASCOM/Lenir Silva).

Trocar Experiências?

Troca de experiências. Bom, mudou o tom, mais a interrogação continua a mesma. Quando se busca a troca de experiências é porque o outro tem mais o que mostrar ou os dois querem saber o que de melhor foi feito pelo outro para então colocar em prática. Milito na imprensa desde 1982 e de lá pra cá, apesar da idade tenho acompanhado os bastidores do poder e posso dizer sem medo de errar. Não vimos nestes anos todos um modelo de gestão aplicado pelos prefeitos que comandaram a cidade que pudesse servir hoje de modelo para outros municípios. Todos os prefeitos, mais todos os mesmos, só falam em asfalto e quando não, as pessoas. Mais de que forma chegar as pessoas? alguém pode me dar aí um exemplo. Nada. è bom um prefeito visitar o outro e obter informações sobre algo positivo que possa apresentar da sua administração e levar do anfitrião.
No momento, Marabá não tem um projeto consistente, a mesma coisa Imperatriz. Ou estou enganado? Qual o projeto de gestão dos dois para melhorar a qualidade de vida dos seus munícipes?
Imperatriz, Marabá e Araguaina, são três cidades identicas em tudo, nos recursos,nos problemas e na má gestão administrativa.
Ao contrário por exemplo de Paragominas, que tem sim, modelo para ser copiado e os prefeitos destas cidades visitarem. Seus dois últimos administradores mudaram a face da cidade.
Da antiga paragobalas, a cidade ganhou selo verde,sua economia deixou de ser apenas da madeira, está limpa, organizada e não foi apenas asfalto que foram colocados, mais, em primeiro plano a preocupação com as pessoas.
Imperatriz, infelizmente, está longe de servir de modelo de gestão. Todos os prefeitos na mesmice de sempre; Falta recursos, governo tem que ajudar: o bom é asfaltar, asfaltar sem rede de esgoto, sem um plano para os ambulantes, transito sem um planejamento e tantos outros problemas que não se vê nenhuma atitude de quem passou ou que esteja a frente da cidade.
Este é na minha opinião, a mais pura verdade, até porque, pagar funcionários em dias, recolher lixo de forma desumana,desorganizada, sem aterro sanitário, sem Código de Postura sendo aplicado, é obrigação.

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Do blog do Marcos D'Eça:

A intolerância gay contra Marco Feliciano…

Marco Feliciano na CDHM: pressão de grupos gays

O deputado-pastor Marco Feliciano é um boçal, todos sabem.
E de um boçal só se pode esperar boçalidades, sobretudo quando escudado pela alienação religiosa.
É público também que este blog defende abertamente avanços sociais como o casamento homoafetivo, descriminalização do uso de maconha e a legalização do aborto.
Mas nem este blog aguenta mais a intolerância homossexual contra Marco Feliciano.
A forçação de barra pela renúncia dele da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal já se transformou em qualquer coisa de histeria e patrulhamento desmedido.
Lébiscas se beijam em evento religioso com Feliciano: desrespeito
Assim como gays e lésbicas têm o direito de se amar, casar e constituir família,  o cidadão que não tem este tipo de orientação também tem o direito de não gostar – e de expressar seu descontentamento.
E Marco Feliciano tem o direito de expressar suas opiniões, seu pensamento religioso e mesmo suas boçalidades.
Eleito deputado federal dentro das regras democráticas (infelizmente), o pastor Feliciano também chegou à Comissão de Direitos Humanos pelas mesmas regras democráticas.
Se os gays querem respeito às suas liberdades individuais têm que dar exemplo e respeitar as liberdades individuais de outrem.
Liberdade, para ser plena, começa a partir de si mesmo.
É simples assim…

Post Meu: Só não concordo com o casamento entre pessoas do mesmo sexo, liberação da maconha e aborto, o resto, o blog tem a mesma opinião.

Henrique Alves quer discutir projeto sobre tempo de propaganda eleitoral na TV

Gustavo Lima/Câmara dos Deputados
Votação da MPV 594/2012. Henrique Eduardo Alves (presidente da Câmara dos Deputados)
Henrique Alves durante a sessão desta quarta: polêmica e requerimento rejeitado.

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, adiantou nesta manhã que vai tentar incluir na pauta de votações da próxima semana o Projeto de Lei 4470/12, que impede a transferência do tempo de propaganda eleitoral no rádio e na televisão e dos recursos do Fundo Partidário relativos aos deputados que mudam de partido durante a legislatura.
Ontem, Henrique Alves colocou em votação o requerimento que pedia urgência para votação desse projeto, o que gerou polêmica entre os partidos. O presidente admitiu que a matéria não havia sido acordada na reunião de líderes desta semana e reconheceu que foi um erro colocar o requerimento em votação. O assunto deve ser discutido na próxima reunião do colégio de líderes.
Reforma política e drogas
O presidente disse ainda que a reforma política vai voltar à pauta de discussão da Câmara - mesmo que não haja consenso entre os deputados quanto à proposta - porque é uma matéria importante.
A reforma política entrou em pauta na terça-feira, mas a falta de acordo impediu sua votação.
Henrique Alves também vai tentar votar, na próxima semana, o Projeto de Lei 7663/10, do deputado Osmar Terra (PMDB-RS), que altera a Lei Antidrogas e prevê a internação compulsória de dependentes.

Ontem, dezenas de entidades se reuniram na Esplanada dos Ministérios em defesa da saúde. Além de reivindicar mais recursos para a saúde, o movimento defendeu a rejeição do projeto de Osmar Terra. Na avaliação do Conselho Federal de Psicologia, que participa do movimento, a internação compulsória não resolve o problema e equipara o usuário a um criminoso. 
Reportagem - Marise Lugullo

Pastor Wellington vence o pastor Samuel Câmara, e continuar no comando da Assembleia de Deus


Com 9.003 votos, pastor continua à frente da igreja por mais quatro anos.

  

O pastor José Wellington, que foi reeleito presidente da Assembleia de Deus e vai chefiar a maior denominação evangélica do país pelos próximos quatro anos (Foto: Reprodução/TV Globo)
O pastor José Wellington, que foi reeleito
presidente da Assembleia de Deus e vai chefiar a
maior denominação evangélica do país pelos
próximos quatro anos (Foto: Reprodução/TV Globo)
 
 
O pastor José Wellington foi reeleito presidente da Assembleia de Deus, com 9.003 votos. A eleição foi realizada nesta quinta-feira (11), em Brasília. Há 22 anos no cargo, Wellington vai chefiar a maior denominação evangélica do país pelos próximos quatro anos. José Wellington, de São Paulo, disputou a eleição com Samuel Câmara, de Belém do Pará, que disputou o posto pela terceira vez. Ao todo, foram 16.747 votos, sendo 7.407 para Câmara, 162 em branco e 175 nulos Foi a segunda vez, em 12 anos, que a escolha do presidente da Assembleia de Deus aconteceu em Brasília A eleição foi realizada no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade. A convenção geral começou no dia 8 e se encerra nesta sexta (12), prazo máximo para divulgação do resultado da votação. A cerimônia de posse do eleito vai ser realizada ainda no último dia do evento. A Assembleia de Deus tem cerca de 12 milhões de fiéis e um patrimônio que inclui uma editora, uma fundação educacional, hospitais e creches. Além da eleição, durante o encontro são promovidos estudos bíblicos e cultos, estes últimos aberto ao público em geral.   Marco Feliciano
O deputado Marco Feliciano (PSC- SP), durante a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, em Brasília (Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo)
O deputado Marco Feliciano (PSC- SP), durante a
Convenção Geral das Assembleias de Deus no
Brasil, em Brasília
(Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo)
 
O pastor da Assembleia de Deus e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, Marco Feliciano (PSC), fez uma rápida visita ao evento para participar da votação da presidência da igreja. Ele chegou no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade por volta das 12h20 desta quinta. Feliciano visitou o estande da editora da Assembleia no local e posou para fotos ao lado dos fiéis. Para o pastor da Assembleia de Deus em Salvador (BA) Miguel Pereira, a convenção geral, que acontece a cada dois anos, é importante para unir os membros, trocar experiências e traçar os rumos da denominação para os próximos anos. “É sempre bom se reunir, encontrar velhos amigos de outros estados e ver a movimentação. A votação é feita de maneira democrática, com liberdade de expressão. É muito bonito ver isso”, disse.     Do G1 DF  

quinta-feira, 11 de abril de 2013

GOVERNADORA ATENDE PEDIDO DO DEPUTADO CUNHA E LIBERA OBRAS PARA BURITIRANA



O deputado Léo Cunha (PSC) foi recebido, na tarde de terça-feira (09), pela governadora Roseana Sarney (PMDB), no Palácio Henrique de La Roque, em São Luis, acompanhado do prefeito de Buritirana, Vagtônio Brandão (PR). Na ocasião a chefe do executivo estadual anunciou a liberação de recursos para a execução de várias obras naquele município. O secretário de Estado, Hildo Rocha (Cidades e Desenvolvimento Urbano), também participou do encontro.
Entre as melhorias anunciadas pela governadora estão: a construção dos prédios para o funcionamento dos Centros de Referencias da Assistência Social (Creas e Cras), a recuperação da via de acesso a rodovia MA-122 à localidade de Varjão dos Crentes, a construção de um matadouro na sede, de uma praça em frente à prefeitura e ainda de uma ciclovia entre a sede de Buritirana e o povoado Tanque e a pavimentação de ruas da sede do município.
O prefeito Vagtônio Brandão comemorou a boa noticia recebida e aproveitou para ressaltar o esforço do deputado Léo Cunha pela liberação dos recursos estaduais para que as obras pudessem chegar ao seu município.
“Buritirana saberá agradecer ao deputado Léo pelo esforço e pela sua atuação sempre voltados para conseguir benefícios para o nosso município,” disse o prefeito.
Ainda segundo o prefeito, o deputado está sendo um facilitador no acesso as secretarias estaduais, estando sempre disponível para acompanhar os prefeitos da região Tocantina, fortalecendo, assim, os pedidos que são feitos por eles ao governo do Estado. “O deputado nos prometeu que facilitaria nosso acesso junto ao governo, e ele está cumprindo,” afirmou.
Vagtônio também lembrou que a recuperação do trecho da rodovia MA-122, entre Buritirana e Amarante, é fruto de uma indicação feita por Léo Cunha ao governo do Estado em 2011, conforme consta na publicação do diário oficial da Assembleia, do dia 05 de abril daquele ano.
Além da reunião ocorrida na última terça-feira, o parlamentar já havia viabilizado outras, com a governadora, no mês passado, quando foi acompanhado pelos prefeitos de Estreito, Cícero Neco (PMDB); de Bom Jesus das Selvas, Cristiane Damião (PT do B); de Governador Edison Lobão, Evando Viana (PRB); Davinopólis, Ivanildo Paiva (PRB) e de São João do Paraíso, José Aldo (PRB).
Para Léo Cunha, ao aproximar os prefeitos do governo do Estado, está contribuindo para a viabilização de obras nesses municípios. “Essa aproximação dos prefeitos com a governadora é muito importante para que eles possam conseguir as obras necessárias ao desenvolvimento de seus municípios, proporcionando assim muitas melhorias para a população, que é quem mais ganha com essa aliança: prefeitura e governo do Estado,” afirmou.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Governadora se reúne com os prefeitos Léo Coutinho, Vilson Andrade, Vagtônio Brandão e Nonato Silva


A governadora Roseana Sarney se reuniu, na tarde desta terça-feira (9), no Palácio Henrique de La Rocque, com os prefeitos Léo Coutinho (Caxias), Vilson Andrade (Gonçalves Dias), Vagtônio Brandão (Buritirana) e Nonato Silva (Cajapió). Nos encontros os chefes do Executivo fizeram uma explanação à governadora das necessidades mais urgentes em suas respectivas cidades. Entre os assuntos tratados, questões ligadas às áreas de habitação, mobilidade urbana e saúde.
O prefeito de Caxias, Léo Coutinho solicitou à governadora uma parceria entre a Prefeitura de Caxias e o Governo do Estado para a obtenção de recursos para pavimentação de ruas, calçadas e ciclovias. Ele também tratou sobre a construção de um shopping popular para abrigar camelôs da cidade que comercializam produtos em praças públicas. Coutinho aproveitou para agradecer à governadora pela construção do hospital regional, cuja obra está em andamento.
“A governadora trabalha para todos os municípios do estado e, hoje, está conversando sobre as demandas dessas quatro cidades. As solicitações serão encaminhadas para a devida apreciação. O trabalho conjunto é benéfico para todos”, destacou o secretário de Estado de Assuntos Políticos, Hildo Rocha, que participou das reuniões, ao lado do secretário de Estado chefe da Casa Civil, João Abreu.
Leonardo Coutinho contou que há um mês, a governadora esteve em Caxias e, na oportunidade, o convidou para uma reunião na qual seriam discutidas parcerias institucionais.  “Ressalto que estamos construindo um distrito industrial na cidade e, agora, conseguimos a viabilização de obras de infraestrutura junto ao Governo do Estado. Eu estou saindo daqui otimista e a governadora inclusive nos sinalizou de ir até a nossa cidade na semana que vem”, disse Leonardo Coutinho.
Segundo Hildo Rocha, com relação às obras de pavimentação em Caxias, a governadora fez uma proposta ao Ministério das Cidades, no valor de R$ 400 bilhões, via Pró-Transporte, embora o Governo do Estado também já tenha uma parte para ser investido em pavimentação de ruas, serviço de drenagem, calçada, galeria, acessibilidade e ciclovias.

Proveitoso
O prefeito de Gonçalves Dias, Vilson Andrade, destacou a reunião como proveitosa e disse que o Governo se mostra comovido com a situação em que a atual administração municipal encontrou a cidade.  “A governadora, inclusive, disse que está estudando a possibilidade de construir um hospital de 20 leitos no nosso município”, disse Andrade.
A governadora aproveitou o encontro com os prefeitos para mostrar todo o planejamento do Governo do Estado para a área de mobilidade urbana. “A reunião foi muito boa. Estamos confiantes no apoio do Governo do Estado e nos benefícios que trará para a população de nossa cidade”, destacou o prefeito de Cajapió, Nonato Silva.