quarta-feira, 24 de abril de 2013

Luis Fernando dignifica o debate sobre o Maranhão…


luisfernando
Luis Fernando: preparo e capacidade



Do blog de Roberto Kenard, com edição


Os leitores sabem que tomo partido, o que não quer dizer que esteja sempre certo. Na maioria das vezes estou.
Tomo partido de forma clara: gosto ou desgosto.
Mas não gosto e desgosto de forma aérea. Nada disso. O faço dentro dos parâmetros em que acredito. Não deixo de gostar de João porque é feio e amo Maria por ser bonita. Defendo quem acredito ter boas ideias, boas posturas e capacidade profissional. Critico quem não tem nenhuma dessas qualidades.
Assim, em 16 de maio de 2012, escrevi o post  ”São José de Ribamar: um administração/ que precisa ser reconhecida todos os dias”.
Ali contava de minha relação com a cidade de Ribamar na infância, mostrava como a cidade foi maltratada por longos anos e como veio a receber tratamento digno com a administração de Luís Fernando.
Como sei que no Maranhão ninguém escreve nada sem estar de olho em alguma vantagem, tratei de explicar como eu e o então de Ribamar, Luís Fernando, travamos amizade. (…)
Luís Fernando ocupou a Casa Civil do governo Roseana Sarney e hoje é o secretário de Infra-estrutura.
E virou um dos nomes mais importantes do grupo de Roseana para sucedê-la. Pode ou não, independente do desejo da governadora, vir a ser o candidato a governador em 2014.
É um nome forte.
Pela primeira vez o grupo de Roseana (reparem bem, não se trata de grupo Sarney, mas de Roseana) tem um nome competitivo. Antes só havia um nome competitivo: Roseana Sarney.
Por que Luís Fernando é um nome competitivo?
Bom, em primeiro lugar, pegou a pequena São José de Ribamar e transformou num exemplo a ser seguido. Só adversário bronco tem coragem de negar as qualidades administrativas de Luís Fernando.
Em segundo lugar, pela primeira vez o grupo tem um nome decente e capaz de puxar votos da classe média. Por fim, não há quem diga (e prove, o que é mais importante) que ele é não é digno e cumpridor da palavra dada. Coisa rara nos tempos políticos em que vivemos.
Com isso não estou a dizer que Luís Fernando irá vencer a eleição de 2014.
Mostro, isto sim, que se trata de um concorrente com qualidades comprovadas.
Sujeito de grande modéstia – o que não quer dizer que não tenha pulso -, tanto que vem fazendo a lição de casa enquanto os adversários mostram-se tagarelas. Quero dizer com lição de casa: está percorrendo o Maranhão com humildade de quem não se encontra no poder.
E olha que estar no poder no Maranhão significa vantagens enormes!
Ter uma disputa entre Flávio Dino (PCdoB) e Luís Fernando (PMDB) em 2014 será uma rara oportunidade de ver gente que pensa numa disputa pelo Governo do Maranhão.
Mais importante: ver o grupo de Roseana Sarney ter alguém da maior dignidade na disputa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário