domingo, 12 de maio de 2013

Secretária Olga Simão prestigia abertura do Salão do Livro de Imperatriz


A secretária de Estado da Cultura, Olga Simão, representou a governadora Roseana Sarney na abertura oficial do 11º Salão do Livro de Imperatriz (Salimp), realizada na noite desta sexta-feira (10). O evento, considerado um dos principais do calendário literário do estado, promovido pela Academia Imperatrizense de Letras (AIL) com o apoio do Governo do Maranhão, ficará aberto ao público até o dia de 19 deste mês, no Centro de Convenções, com entrada franca.
         Participaram da solenidade, o prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira; presidente da AIL, Edna Ventura; o gestor Regional de Educação e vice-presidente da AIL, Agostinho Noleto; o presidente da Fundação Cultural de Imperatriz, Lucena Filho; a diretora do Centro de Criatividade Odylo Costa, filho (CCOCf) e representando a Academia Maranhense de Letras (AML), Ceres Fernandes; entre outros convidados.
         Olga Simão destacou algumas ações culturais que são desenvolvidas pela Secretaria da Cultura no campo literário, com ênfase à recente entrega, aos maranhenses, da Biblioteca Pública Benedito Leite, totalmente reformada. Citou ainda as comemorações dos 30 anos de fundação da Casa Josué Montelllo e do já tradicional Café Literário do CCOCf.
         “A governadora Roseana Sarney sempre prestigiou os projetos literários no Maranhão e a secretaria tem podido colocá-los em prática, sempre em prol de proporcionar a população acesso a leitura. E não poderia ser diferente com o Salão do Livro de Imperatriz, no qual somos parceiros com muita satisfação. Por isso parabenizo a Academia Imperatrizense de Letras por esta iniciativa exitosa”, disse a secretária da Cultura, Olga Simão.
         Segundo a presidente da AIL, Edna Ventura, todos os esforços para a promoção e a realização da 11ª edição do Salão do Livro de Imperatriz são válidas, no fomento de incentivar jovens e crianças pelo gosto à leitura. “Queremos agradecer as parcerias que acreditam nesta proposta da Academia e todos pela realização de mais este Salão”, afirmou.
         Com o objetivo de atrair o público, o Salimp, que tem como tema “Diversidadee Cultural”, traz novidades para este ano, como uma editora internacional que vende livros miniaturas que chegam a 5cm. A programação conta ainda com lançamento de obras, apresentações teatrais, palestras, danças e atrações musicais.
A AIL foi fundada em 27 de abril de 1991, com a finalidade promover o estudo, a preservação e a divulgação da literatura e outras manifestações culturais, notadamente na região tocantina, com sua história, tradição e cultura.
A Academia tem 40 membros eleitos e efetivos, sendo escritores da região com produção de reconhecida relevância no campo cultural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário