quarta-feira, 12 de junho de 2013

Notas em Pauta


Debater

Está mais do que certo o secretário Luis Fernando em promover uma exposição do projeto da pavimentação da rodovia do arroz. Quer evitar problemas depois, como ocorreu na pavimentação da estrada entre Imperatriz e João Lisboa. Preocupado em fazer com que a sociedade discuta o projeto antes de ser licitado e iniciado, Luis Fernando estará hoje em Coquelandia para apresentar o projeto e discutir com a comunidade. Depois, concluirá o processo licitatório e dar a largada para o asfaltamento do trecho. Discutir o projeto antes de ser iniciado demonstra claramente a responsabilidade na aplicação dos recursos publicos.

Projetos

Até porque, o projeto é uma das partes principais de uma obra publica e que a partir da sua elaboração defini-se custos e inclui-se no edital de licitação. Por isso, a preocupação em expor o projeto nesta quinta-feira junto com os principais beneficiados que são os moradores do trecho entre Imperatriz e Cidelandia.

Criticas

Mesmo assim, ainda haverá quem veja nesta atitude motivo para criticar a decisão de antes de assinar a ordem do inicio, debater com os moradores o projeto. Isto porque, geralmente as aves de agouros não querem que nada seja feito e sim atrapalhada. Mas, Luis Fernando tem desde que assumiu cargos no estado uma postura diferente. Só inicia quando tem dinheiro para pagar.

Duplicação

Iniciada na gestão do ex-secretário Max Barros, a duplicação da estrada Pedro Neiva de Santana demorou e muito o prazo de construção, exatamente porque nãop houve um debate com a sociedade e tampouco um projeto da obra. Depois de iniciada é que se preocupou-se com posteamento da rede de energia e as indenizações com os proprietários das áreas ao longo da rodovia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário