sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Secretaria Municipal de Saúde articula estratégias para vacinação contra HPV




            Com o objetivo de atender de forma ampla e eficiente a população destinada a receber a dose da vacina contra o vírus HPV - Papiloma Vírus Humano (uma das principais causas de ocorrência do câncer do colo do útero), a Secretaria Municipal de Saúde de Imperatriz se articula para definir logística de atendimento durante a campanha e no decorrer do ano.
            Em reunião, realizada na manhã da última Terça (28), representantes da Atenção Básica, Vigilância em Saúde, Rede de Oncologia do Município e Programa Saúde e Prevenção na Escola da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), discutiram as questões pertinentes a distribuição da vacina, bem como os locais e entidades de melhor abrangência do público-alvo.
            “É necessário que estejamos bem organizados e articulados para atender toda a demanda necessária, visto que segundo dados do MS, o câncer de colo do útero é o terceiro tipo mais frequente entre as mulheres, e a vacina contra o HPV é bastante eficaz contra a doença, tendo em vista que seu percentual de proteção é de 98%”, ressalta Socorro Ribeiro, coordenadora do Programa de Imunização do Município.
            A Secretária de Saúde, Conceição Madeira explicou que o maior desafio da SEMUS é mobilizar o público-alvo de Imperatriz sobre a importância de se vacinar, e realizar o monitoramento de todas as doses aplicadas nas meninas para garantir o complemento do calendário vacinal. “Nossa preocupação é atender com qualidade seguindo as exigências do calendário de imunização”, informa a secretária.
            A vacina contra o HPV passa a ser ofertada no Sistema Único de Saúde (SUS) a partir do mês de março, para meninas de 11 a 13 anos. De acordo com o que preconiza o Ministério da Saúde, cada adolescente deverá tomar três doses para completar a proteção, sendo que a segunda, seis meses depois, e a terceira, cinco anos após a primeira dose.
            Socorro Ribeiro participará na próxima semana de um encontro na Secretaria Estadual de Saúde, na capital São Luis, onde serão definidas datas e calendário das ações da campanha, assim como a quantidade de doses a ser distribuídas em Imperatriz. E no próximo dia 11 de fevereiro, representantes dos programas vinculados a SEMUS que estão envolvidos nas ações se reunirão novamente para acertar os detalhes a respeito da campanha, e a partir de então disponibilizar as informações ao público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário