terça-feira, 29 de abril de 2014

Sagrima lança campanha de vacinação contra Aftosa

Nesta quinta-feira (1º), será iniciada a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa em todo país. O lançamento oficial da campanha no Maranhão será realizado na Fazenda São Francisco, em Presidente Dutra, e será realizado pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima) e sua vinculada Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA).
A região de Presidente Dutra destaca-se pela presença forte da pecuária de corte. Os municípios que integram a Unidade Regional da Aged/Presidente Dutra concentram um rebanho de 430.395 cabeças de bovinos e bubalinos, das quais 95,8% foram imunizadas na última campanha de vacinação realizada em novembro do ano passado. 
O período oficial da campanha de vacinação contra a febre aftosa é de 1º a 31 de maio. Após esse prazo, os criadores, ainda, terão mais 15 dias para comprovar a imunização de seus rebanhos nos escritórios da Aged.
O criador que não vacinar o rebanho ou não comprovar a imunização está sujeito a multas e ficará impedido de movimentar o rebanho fora da área da propriedade.
Ainda durante a campanha de vacinação, entre os dias 25 a 30 de maio, acontecerá em Paris (França), a 82ª Assembleia Ordinária da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), que deve confirmar a certificação internacional do Maranhão e mais seis estados nordestinos e o Pará como zonas livres de febre aftosa com vacinação.
O novo status sanitário, apesar de não extinguir a obrigatoriedade de os criadores vacinarem seus rebanhos bovinos e bubalinos, permitirá a comercialização da carne maranhense com todos os estados da federação e com os principais mercados internacionais compradores como Estados Unidos e Rússia

Roça Comunitária do Franciscano; Mulheres ansiosas pela colheita 2014


São Francisco do Brejão – Assim como em 2013, neste ano o ex-prefeito de São Francisco do Brejão (MA), o pecuarista Francisco Santos Soares “FRANCISCANO”, mandou preparar um terreno para o plantio de uma ‘roça comunitária’, numa área de duas linhas.
Franciscano que foi prefeito do município no período de 2001 a 2008 – portanto dois mandatos consecutivos – já havia implementado essa prática no decorrer da sua gestão. E, agora, mesmo estando fora do poder, pratica mais essa boa ação pelo segundo ano consecutivo (sem mandatos).
A única regra é que só mulheres podem participar da colheita, cabendo aos esposos e filhos à tarefa de levar o legume para suas residências. “É uma festa. Eu me divirto bastante estando no meio da nossa gente, ‘colhendo alguns cachos – também’, com minhas amigas, as mulheres brejaoenses”; exclamou. O ex-prefeito concluiu dizendo “me faz bem, fazer o bem. Essa é uma orientação que tenho do grande arquiteto do universo”, arremata.
Na última sexta feira (25), a reportagem esteve olhando como estar à roça, e a imagem – por sinal, animadora – é essa que você vê na foto. Assim como nossa equipe, Dona Maria Rosa, uma das beneficiárias no ano passado emplacou “só seu Franciscano para nos proporcionar uma ajuda tão grande como essa, e já estou com minha faca de cortar (arroz) amolada para este ano (risos), viu seu Franciscano”, disse agradecida.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

“Vou governar o Maranhão”, diz Lobão Filho


lobaofilho

Ele movimentou o cenário político nos últimos dias. Empolgou o grupo governista, que andava meio apático com as eleições majoritárias. Fora isso, ele demonstra ter certeza de uma vitória em uma disputa que promete ser uma das mais acirradas dos últimos anos. Lobão Filho acredita no seu desempenho nos últimos ano no Senado Federal e na tradição do seu grupo político, que segundo ele tem 32 anos de tradição.
De acordo com suas declarações, ele já recebeu o apoio de 156 prefeitos, mas este número pode chegar a 185. Diz que não desprezará o apoio de nenhum deputado, nenhuma liderança política e que seu papel será de aglutinar forças, para que ele promova uma mudança real que pretende oferecer a população maranhense.
Sobre prioridades para uma eventual governo, ele deixa claro que irá investir no potencial local. Evitar a fuga de capital e estimular a produção econômica, seja através da indústria ou da agricultura.
Lobão Filho ainda fala da importância de ter em seu palanque o PT e que acredita que a eleição acabará sendo plebiscitária, entre um modelo sucesso instalado pelos presidente Lula e Dilma, contra um que é defendido pelo PSDB.
Confira na íntegra a entrevista:
Lobão Filho em duas semanas a sua vida mudou. Primeiro foi convidado a disputar o Senado e logo em seguida o governo do estado. Como o senhor encara tudo isso?
Realmente minha vida mudou completamente. Não estava nos meus planos e nem da minha família, pleitear o cargo de governador do estado. Inicialmente, nós tínhamos o plano de disputar a vaga de senador, que seria uma eleição infinitamente mais tranquila. As pesquisas me colocavam a frente na disputa com determinada folga em relação aos meus adversários. Infelizmente houve uma reviravolta no meu grupo político, o Luís Fernando desistiu de disputar o governo e um espaço criado com a saída dele, permitiu o convite a minha pessoa. Identificaram que meu nome já estava bem posicionado politicamente, dessa forma a governadora me ligou e fez o convite. Comuniquei a minha família, afinal é um sacrifício, mas eles entenderam, uma vez que estou entrando nesse desafio com um proposito, mudar a vida de 7 milhões de maranhenses, trazendo esperança por um futuro melhor. Promover uma mudança real. Trazendo uma visão empreendedora, não de político, mas de empresário. Com base nisso tudo, aceitei o desafio. O meu adversário já se dizia vencedor, mesmo antes de passar pelo crivo das urnas e em 15 dias, tudo isso mudou, meu grupo se animou, foi uma verdadeira mudança com apenas duas semanas. Eu tenho hoje a convicção da vitória, visto que as mensagens de carinho e as declarações de apoio não param de chegar.
Como o senhor disse, existe uma verdadeira empolgação com a sua candidatura. A que se deve isso?
Posso te responder isso com maior tranquilidade. Essa empolgação política, se deve aos mais de 32 anos de trabalho na política da minha família. São 32 anos mostrando, o que a genética e a família Lobão fez pelo Maranhão. Nós estamos uma excelente relação com a classe política. Sou homem sofrido, como todo empresário e eu tenho sobrevivido com bastante luta. Eu convivo também com a vida pública por mais de 30 anos, acompanhando meu pai, sendo senador. Não tenho medo de dizer, que o meu mandato no Senado, valeu por 3 ou 4 de um senador comum, pois fiz muito pelo meu estado. Eu irei promover muitas mudanças para o Maranhão.
Qual a importância do PT para sua candidatura e um eventual governo?
É indissolúvel a relação entre PT e PMDB. O meu adversário pode perceber isto, ao se abraçar de corpo e alma com Aécio Neves. O PT descobriu identidade plena com os meus propósitos e ideais. O que existia era uma dúvida da minha forma de pensar, mas depois que os petistas me ouviram, vejo eles totalmente empolgados com a nossa candidatura.
O senhor acredita então que a eleição no Maranhão, assim como no Brasil, será um plebiscito entre um modelo que defende o governo do PT e os que são contra a presidente Dilma e o ex-presidente Lula?
Exatamente sim. Eu defendo o modelo implantado pelo PT. Eu defendo o bolsa família, eu defendo os programas sociais do PT, eu defendo as medidas econômicas, assim como o meu partido apoia, afinal ele faz parte do governo federal. O Aécio Neves é contrário a tudo isso que defendemos. Dessa forma entendo que essa eleição será plebiscitária, entre aqueles que defendem os interesses do povo e aqueles que são contra tudo isso.
Sendo eleito governador, qual será sua prioridade número 1?
A minha prioridade número 1 é a produção do nosso estado. Encontrar a vocação econômica do nosso estado. Fazer com que o trabalhador maranhense tenha garantida a cidadania, levando o alimento para sua mesa, condições de sustentar a sua família. A minha absoluta prioridade é incentivar a produção. Seja através da indústria, agricultura, piscicultura, vamos desenvolver diversos nichos econômicos. Vamos facilitar a entrada de empresas grandes no estado. Vamos incentivar também os nossos produtores. Merenda escolar será comprada do maranhense. Insumos gerais dos maranhenses. Fornecimento de qualquer tipo de produto, prioridade para os maranhenses.
E como é a sua relação com a classe empresarial?
Total. Afinal faço parte dela. Eu sei as dificuldades que o empresário passa, diariamente para sobreviver no mercado e essa visão que quero dar ao maranhense. Bem diferente dos comunistas, diferente da teoria. Então perceba a diferença entre os candidatos. Eu sou da vivência, passei 50 anos da minha vida trabalhando, os outros não vivenciaram nada, nunca experimentaram nada. Tiveram a experiência de uma empresa pública ao longo de três anos, mas não pude perceber nenhuma mudança nem para os maranhenses, muito menos para os brasileiros. As pessoas tem oportunidades, alguns já mostraram que são capazes, outros não mostraram nada e eu tive essa oportunidade, no Senado fiz muito e vou fazer muito mais pelo Maranhão no governo.
Sendo eleito, o senhor defenderia a criação do Maranhão do Sul?
Esse é um tema que precisa estudado com maior cuidado. Na minha gestão, gostaria de governar para sete milhões. Eu tenho um carinho imenso pela região tocantina, pois nascemos politicamente lá. É uma região rica, que precisa ser olhada com todo carinho.
Com o apoio de quantos prefeitos o senhor conta para essa eleição?
Bom o nosso calculo inicial é de 156 prefeitos. Eu não tenho dúvida, que chegaremos até 185 prefeitos. Os deputados vão ser ligados com os prefeitos, essa será a liga do nosso governo, que terá perfil municipalista. Portanto a ligação entre prefeitos e deputados vão ser essenciais para a nossa vitória. Eu vou governar assim, ouvindo todos, não sou professor de Deus. Percebo no discurso dos meus adversários, um tom autoritário e ditatorial, aviso que isto não irá acontecer aqui e alerto que ditadura só na Coreia do Norte, no Maranhão não.
Existe a possibilidade do senhor se distanciar do grupo Sarney? O senhor vai ter a sua própria marca?
O meu nome é Edison Lobão Filho e não Edison Sarney. A minha família de 32 anos de tradição política no estado. Eu faço parte do mesmo grupo que a família Sarney, mas não tenho nada haver com a forma de gestão, condução política e administrativa que eles. São meus apoiadores. Mas digo a você e a todos, que o governante que pensar em governar o Maranhão sem a ajuda do senador Sarney em Brasília e sem ouvir a experiência da governadora Roseana, essa pessoa não está preparada para governar o estado. Seja quem for, tem que ouvir a governadora e respeitar a força e o prestígio nacional e internacional do José Sarney. Por isso lhe afirmo: Edison Lobão Filho tem o seu jeito de governar, eu vou ganhar essa eleição e vou contar com a ajuda das grandes lideranças desse estado, entre elas está a família Sarney. Qualquer um que queira ser governador tem de escutar eles.
O que lhe diferencia dos demais adversários? Existe uma certeza de vitória?
Foi perceptível a energia da minha chegada aqui em São Luís. O meu grupo político mostrou um vigor muito grande. Essa energia não é comprada, aquilo  motivação é um entusiasmo. Se você olhar nos meus olhos e nos olhos do Flávio Dino, você vai enxergar quem será o governador desse estado. Perceba a diferença dos nossos grupos políticos. No grupo do meu adversário está todo mundo zangado, comigo existe o sentimento de alegria, de vitória. Eu vou governar o Maranhão e vou governar com o povo. Vou acabar com esse discurso fraco, cansativo, que eles tem propagado, que só trazem a baixa-estima no povo maranhense.
Foto: Flora Dolores
Blog do Diego Emir

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Pesquisa com um candidato só é covardia



O Blog jamais poderia questionar os números da pesquisa Data M, para o Governo do Maranhão, divulgada nesta quinta-feira (24), no Jornal Pequeno. Inicialmente por não ter informações precisas sobre o levantamento e principalmente pelo fato do Data M ter sido o instituto que mais acertou nas eleições de 2012.
No entanto, o Blog se permite afirmar sem medo de errar que: realizar pesquisa eleitoral com apenas um candidato é covardia. A pesquisa ouviu 1.500 eleitores entre os dias 19 e 22 deste mês, apontando Flávio Dino (PCdoB) com 62% e Lobão Filho (PMDB) com 12%.
A Oposição nem teve coragem de comemorar tais números e a pesquisa servirá apenas para debate interno, e como este Blog antecipou, para tentar manter pelos beiços o PDT (reveja) e trazer novos aliados, leia-se PPS.
Os números de fato jamais poderiam ser comemorados, afinal nesse período, 19 a 22 de abril, a pré-candidatura de Lobão Filho sequer havia sido lançada, O peemedebista sequer havia pisado em solo maranhense, o que só aconteceu ontem (23). Além disso, estranhamente retiraram da pesquisa o nome da deputada estadual Eliziane Gama (PPS), que ainda se declara pré-candidata ao Governo do Maranhão.
Com esse cenário amplamente favorável e surreal, com apenas um candidato, seria impossível não conseguirem inflar a candidatura do comunista Flávio Dino.
E isso sem abordar outros dois aspectos levantados pelos jornalistas Marco D’Eça e Luis Cardoso. D’Eça lembra que mesmo sem Lobão Filho tem sido confirmado oficialmente pré-candidato e sem sequer ter iniciado sua campanha, afinal se recuperava de duas cirurgias feitas em março, o peemedebista conseguiu alcançar 12% em apenas 15 dias (veja).
Já Cardoso, apresenta outros números da pesquisa que demonstram claramente que a realidade em outubro dificilmente será essa. O levantamento feito pelo Data M mostra que 48,8% dos eleitores do Maranhão ainda não sabem em que irão votar para governador (veja).
De fato a pesquisa só servirá para Dino tentar angariar mais aliados e não perder os que já têm, mas apenas os tolos podem acreditar em pesquisa eleitoral com apenas um candidato.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Roseana: Ninguém vence eleições de vesperas


(Foto: Flora Dolores/O Estado)
(Foto: Flora Dolores/O Estado)

A governadora Roseana Sarney (PMDB) disse, ontem (23), durante ato de lançamento da pré-candidatura do senador Edison Lobão Filho (PMDB) ao Governo do Estado, estar disposta a “vestir a camisa” do colega de partido e participar ativamente da campanha eleitoral.
“Estou aqui, neste momento, para vestir a camisa do nosso time e preparar-me para as campanhas futuras, para vestir a camisa do nosso senador Lobão Filho, que vai ser o futuro governador do Maranhão com o apoio de todos vocês”, disse.
Para ela, Lobão Filho deu ao grupo novas chances no cenário eleitoral, que, para a oposição, já estavam vencido.   Segundo Roseana, “ninguém vence eleição de véspera”, como já alardeavam os adversários políticos no estado.
“A eleição é a expressão maior da cidadania. Ninguém, ninguém mesmo, vence eleição de véspera, como andam dizendo por aí. Isso não existe. É preciso trabalhar, é preciso dialogar, é preciso convencer e é preciso, acima de tudo, confiar. E vocês sabem em confiar. Porque quando vocês votam em alguém que diz que é o novo e quem vem pra cá, como vocês têm exemplo, fazem o que? Nada pelo Maranhão. Vocês já tiveram experiências e mais experiências”, completou.
Ainda de  acordo com a governadora, após a retirada da candidatura do ex-secretário Luis Fernando Silva (PMDB), a escolha de Lobão Filho teve como objetivo manter o “sentido de renovação” do grupo comandado por ela.
“Para manter a escolha do nosso pré-candidato com o mesmo sentido de renovação nós chegamos ao nome do senador Lobão Filho. Jovem, talento político, com expressiva presença no Congresso Nacional, como um dos melhores presidentes da Comissão de Orçamento. Temos um candidato da nova geração, com ideias atuais e modernas. Corajoso, lutador e pronto para nos levar a uma grande vitória junto com vocês”, finalizou.

Lobão Filho cresce 1 por cento ao dia.

Levantamento do instituto DataM, encomendado por aliados do comunista Flávio Dino, revela que o senador do PMDB superou a casa dos 12% de intenção de votos em apenas 15 dias – mesmo fora do Maranhão e sem fazer campanha. O índice de Lobão Filho mostra fortíssimo potencial eleitoral, que deve se consolidar a partir de suas viagens pelo interior


lobãofilho-1024x682
Lobão Filho, ao ser recebido por lideranças em São Luís (imagem: Flora Dolores/O EstadoMaranhão)
Mesmo com todas as ressalvas que se possa fazer à pesquisa do Instituto DataM, divulgada hoje, o números apresentados revelam – sob qualquer aspecto que se leia – o forte potencial eleitoral do candidato do PMDB ao governo, senador Lobão Filho.
Em apenas 15 dias de campanha – e ainda se recuperando de duas cirurgias – Lobão Filho alcançou, segundo o instituto,  12,2% de intenções de voto, o que dá quase 1 ponto percentual por dia, desde que seu nome foi apresentado como candidato.
É preciso ressaltar que Lobão Filho não fez campanha eleitoral e não participou de nenhum evento político desde que seu nome foi anunciado -  a pesquisa fechou no dia 22, um dia antes da chegada do candidato a São Luís, cujo impacto ainda não foi medido.
gráfico pesquisa blog John Cutrim (1)

Levantamento do instituto DataM, encomendado por aliados do comunista Flávio Dino, revela que o senador do PMDB superou a casa dos 12% de intenção de votos em apenas 15 dias – mesmo fora do Maranhão e sem fazer campanha. O índice de Lobão Filho mostra fortíssimo potencial eleitoral, que deve se consolidar a partir de suas viagens pelo interior


lobãofilho-1024x682
Lobão Filho, ao ser recebido por lideranças em São Luís (imagem:  

Flora Dolores/O EstadoMaranhão)


Mesmo com todas as ressalvas que se possa fazer à pesquisa do Instituto DataM, divulgada hoje, o números apresentados revelam – sob qualquer aspecto que se leia – o forte potencial eleitoral do candidato do PMDB ao governo, senador Lobão Filho.
Em apenas 15 dias de campanha – e ainda se recuperando de duas cirurgias – Lobão Filho alcançou, segundo o instituto,  12,2% de intenções de voto, o que dá quase 1 ponto percentual por dia, desde que seu nome foi apresentado como candidato.
É preciso ressaltar que Lobão Filho não fez campanha eleitoral e não participou de nenhum evento político desde que seu nome foi anunciado -  a pesquisa fechou no dia 22, um dia antes da chegada do candidato a São Luís, cujo impacto ainda não foi medido.
gráfico pesquisa blog John Cutrim (1)
Os números do DataM (reprodução: blog do John Cutrim)
A pré-candidatura de Lobão Filho veio a público no dia 6 de abril. E ele permaneceu fora de São Luís desde então. Mesmo assim, chegou a registrar quase 1 ponto percentual de intenção de voto por dia,
nas últimas três semanas.
O DataM ouviu 1,5 mil eleitores entre os dias 19 e 22, e tem margem de erro de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TRE sob o número 0006/2014.
Lobão Filho só deve iniciar agora o primeiros contatos eleitorais, com lideranças e populares no interior.
Mas, a avaliar pela pesquisa DataM – com todas as ressalvas possíveis – o candidato do PMDB mostra-se fortemente competitivo.
E, neste ritmo, poderá polarizar com o principal adversário até a convenção.
É aguardar e conferir…
Os números do DataM (reprodução: blog do John Cutrim)
A pré-candidatura de Lobão Filho veio a público no dia 6 de abril. E ele permaneceu fora de São Luís desde então. Mesmo assim, chegou a registrar quase 1 ponto percentual de intenção de voto por dia, nas últimas três semanas.
O DataM ouviu 1,5 mil eleitores entre os dias 19 e 22, e tem margem de erro de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TRE sob o número 0006/2014.
Lobão Filho só deve iniciar agora o primeiros contatos eleitorais, com lideranças e populares no interior.
Mas, a avaliar pela pesquisa DataM – com todas as ressalvas possíveis – o candidato do PMDB mostra-se fortemente competitivo.
E, neste ritmo, poderá polarizar com o principal adversário até a convenção.
É aguardar e conferir…

terça-feira, 22 de abril de 2014

Diocese de Imperatriz lança Corpus Christi 2014



A Igreja Católica de Imperatriz realiza nesta quarta-feira (23) um café da manhã para o lançamento de Corpus Christi 2014. A coletiva de imprensa começa às 8h30, na Comunidade de Aliança e Vida Sagrada Família (CASF), localizada na Rua Teresa Cristina, n° 84, Centro.  Na oportunidade serão apresentados banner, camisa, adesivos, cartazes e os kits para procissão com livro de canto e vela, além de outras surpresas preparadas especialmente para edição deste ano.
Com o tema Jesus, a palavra de Deus, a celebração do Corpus Christi busca reforçar a importância da comunhão e da leitura da Bíblia. Considerado o maior evento religioso da cidade, a tradicional festa comemora sua 5ª edição esse ano.
A expectativa é que mais de 16 mil pessoas participem da programação de Corpus Christi no dia 19 de junho no estádio Frei Epifânio. Ao todo serão cerca de mil pessoas envolvidas diretamente com a organização do evento.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Vereadores aprovam projeto da Ficha Limpa; Lei proíbe executivo e legislativo de nomear condenados


A Câmara de vereadores de São Francisco do Brejão aprovou, por unanimidade, na última sessão, sexta feira (11), o Projeto de Lei 003/2014 pelo qual os poderes legislativo e executivo municipal ficam proibidos de nomear pessoas com condenação na justiça.
O projeto de autoria do vereador vice-presidente Francisco Pereira de Morais (Francisco do Robertão – PSB), apesar de polêmico, foi bem recebido por seus pares, e pela comunidade. “Não pudemos concordar que pessoas com condenação colegiada, muitas das vezes por malversação do dinheiro público, assumam cargos nos poderes que representam a sociedade”, disse.
- Ficam vedadas as nomeações para cargos em comissão e funções gratificadas no âmbito dos órgãos públicos do município, pessoas com representação julgada pela Justiça Eleitoral; os que forem condenados em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado, desde a decisão até o transcurso de 8 anos, contra a economia popular, fé pública, patrimônio privado, meio ambiente, saúde pública, a vida e a dignidade sexual... Os que beneficiarem a si ou terceiros pelo abuso do poder econômico ou político, os que forem excluídos do exercício da profissão pelo órgão profissional competente... A vedação é determinada pelo período de oito anos a partir da decisão condenatória.
- A autoridade que nomear pessoas, para cargos em comissão, que não atendam aos requisitos da Lei, responderá conforme legislação em vigor...
As citações são só algumas das que compõem os onze artigos do PL 003 de 2014, de autoria do vereador Francisco do Robertão. O Projeto, já aprovado em terceira e última votação e com apreciação das comissões permanentes da Casa, segue para a mesa do executivo para sua sanção. (Assessoria)

      

OAB: Solenidade de compromisso acontece dia 25




Nos dias 24 e 25 de abril a Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Imperatriz realizará ações para a segunda solenidade de compromisso de 2014.

Na quinta-feira (24) às 17h, os novos advogados participarão de uma palestra sobre os deveres que terão com a nova profissão.

Na sexta-feira (25) às 17h, será realizada a solenidade de posse, onde os novos advogados prestarão juramento diante das autoridades que estarão compondo a mesa. Para esta solenidade se farão presentes o presidente da Seccional Dr. Mario Macieira e toda diretoria da Subseção Imperatriz.

Todos os compromissandos devem usar beca preta simples dia 25. Familiares só podem participar da solenidade de sexta- feira.

(Assessoria de Comunicação - OAB / Subseção Imperatriz)

Plano Estadual de Cultura será debatido em Fóruns Regionais




  Como parte integrante das estratégias de elaboração do Plano Estadual de Cultura (PEC), a Secretaria de Estado da Cultura (Secma) e o Conselho Estadual de Cultura (Consec-MA) realizarão até o dia 15 de maio seis Fóruns Regionais, que terão como objetivo colocar à disposição dos maranhenses uma minuta do PEC do Maranhão, que norteará a política pública específica para o setor cultural nos próximos 10 anos. O primeiro Fórum Regional acontecerá no município de Imperatriz, no dia 25 deste mês, e deverá contar com a presença de cerca de 300 gestores e produtores culturais.
Conforme explicou a secretária de Estado da Cultura, Olga Simão, o Plano Estadual de Cultura (PEC) é componente imprescindível do Sistema Estadual de Cultura, sendo um conjunto de princípios, objetivos, diretrizes, estratégias e metas que devem orientar o poder público na formulação de políticas culturais. Ressaltou, ainda, sua importância como instrumento de desenvolvimento de programas, projetos e ações culturais que garantam a valorização, o reconhecimento, a promoção e a preservação da diversidade cultural existente no estado do Maranhão.
?A participação da sociedade civil, dos gestores, dos produtores culturais nos Fóruns Regionais é fundamental, pois os encontros serão mais uma ferramenta de troca de ideias, de fornecimento de elementos culturais locais e de indicativos que formatarão o Plano Estadual de Cultura. Estamos vivenciando um momento ímpar na cultura maranhense, em que todos que conhecem e valorizam a nossa rica diversidade cultural devem contribuir?, afirmou a secretária Olga Simão.    
A fim de elaborar o diagnóstico do Plano Estadual de Cultura, o planejamento da Secretaria de Cultura e do Conselho de Cultura foi intenso durante o mês de março e início de abril, no qual aconteceram reuniões das comissões setoriais e oficinas de capacitação temáticas nas áreas de: Livro, Leitura e Biblioteca; Artes Cênicas; Artes Visuais; Audiovisual; Cultura Popular; Música; Memória e Documentação; Museus; Gestão Pública da Cultura e Patrimônio Cultural, as quais estão sob a responsabilidade da consultora técnica do PEC, a professora Ester Marques.
A Secma no intuito de qualificar a PEC também passou a integrar o Projeto de Apoio à Elaboração de Planos Estaduais de Cultura, que tem como objeto oferecer apoio técnico e capacitação aos estados para elaboração de Planos Estaduais de Cultura, projeto que é desenvolvido através de convênio entre o Ministério da Cultura e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
Para o secretário-executivo do Conselho Estadual de Cultura (Consec-MA), Moisés Abílio, os Fóruns Regionais serão uma forma, inclusive, de maior interação entre os produtores culturais das regiões do estado, proporcionando aos demais integrantes conhecerem, mais detalhadamente, as necessidades setoriais. ?Para que o Plano Estadual de Cultura possa proteger e promover a cultura do Maranhão é necessário que aqueles que fazem a cultura de sua Região compareçam aos encontros?, disse.

Fortalecimento da Cultura do Maranhão

A construção do Plano é gradual com discussões através da consulta na internet e em reuniões públicas. Depois de pronto, o documento será encaminhado à Assembleia Legislativa para aprovação. A sociedade civil, produtora da cultura, pode participar da consulta pública do Plano Estadual de Cultura. Sua contribuição irá enriquecer e legitimar ainda mais esse processo, além de ajudar a consolidar os instrumentos que respondam aos desafios da cultura na atualidade para o amadurecimento de um novo paradigma da gestão da cultura no Estado do Maranhão.
Para a elaboração do Plano Estadual de Cultura 10 comissões setoriais foram criadas com a finalidade de trabalhar individualmente os segmentos da cultura. As comissões que foram criadas são: Artes Cênicas, Artes Visuais, Audiovisual, Cultura Popular, Gestão Pública da Cultura, Livro, Leitura e Biblioteca, Memória e Documentação, Museus, Música e Patrimônio Cultural.
  O gestor, produtor cultural ou mesmo qualquer cidadão pode dar sua contribuição na formulação e conferir as últimas informações sobre o Plano Estadual de Cultura. Para tanto, basta acessar o site da Secma (www.ma.cultura.com.br), no Portal do PEC; ou mesmo enviar sugestões pelo e-mail planodecultura.ma@gmail.com.

QUADRO

CALENDÁRIO DOS FÓRUNS REGIONAIS
Território Sul
25 de Abril - Imperatriz

Território Oeste
29 de Abril - Zé Doca

Território Centro I
06 de Maio - Presidente Dutra
              
Território Centro II
07 de Maio - Bacabal

Território Leste
12 de Maio - Chapadinha

Território Norte
15 de Maio - São Luís

As lendas precisam sobreviver. Á memória de Raimundo Feijão.


*Elson Araújo

Tantas histórias e estórias margeiam os rios brasileiros. Como a correnteza elas serpenteiam pelos povoados, vilas de pescadores e cidades inundando o imaginário popular. Poucas delas vão parar nos livros, séries de tv, ou no cinema, como Eu, o Boto, filme de 1986 estrelado por Carlos Alberto Ricchelli que conta uma lenda amazônica.
Aqui, nas barrancas do nosso Rio Tocantins, chegadas, ou não, de outras águas, há inúmeras dessas (h)estórias que, infelizmente, estão ficando cada vez mais distantes, engolidas pelas águas das hidrelétricas, ou levadas para o túmulo por antigos pescadores e beradeiros.
Tive o prazer de conhecer, em 2004, em Itaguatins (TO) o maranhense de Colinas Raimundo Gonçalves da Silva, mais conhecido como Raimundo Feijão, na época com 77 anos de idade e bastante lúcido. Bastaram poucos minutos de conversa para me apaixonar pelos relatos do então aposentado pescador e garimpeiro de diamantes, que entre outras jurou que um dia durante uma de suas pescarias topou a Boiuna, a serpente gigante que mora no Tocantins, e que ficou detido pelo Exercito Brasileiro na mata por 90 dias na época da Guerrilha do Araguaia.
Quando ainda era repórter de O Progresso cheguei a publicar um texto sobre as histórias narradas por “Seu Raimundo Feijão”. A coluna de hoje é uma tentativa de resgate do que aqui foi escrito naquela ocasião. A matéria falava do risco das lendas e mitos que margeiam o Tocantins desaparecerem com os lagos das duas hidrelétricas que naquele período falava-se que seriam construídas e viriam a inundar, e fazer desaparecer cidades como Itaguatins e Filadelfia, no Estado do Tocantins, e parte de Carolina, no Maranhão. Uma delas a de Estreito foi construída, e a outra, a de Serra Quebrada, continua, graças a Deus, apenas no projeto. Essa última, que geraria um lago de 400 quilômetros quadrados é que faria varrer do mapa a cidade de Itaguatins onde residia Raimundo Feijão.
Vamos á nossa viagem.
É em Itaguatins, cidade localizada à margem do Rio Tocantins em frente ao município maranhense de Edison Lobão, que fica a Cachoeira de Santo Antônio. Na verdade um conjunto de pequenas quedas d`água a perder de vista que no período de veraneio é bastante visitada por turistas de toda a região e até de outros estados. É lá também que fica a Praia do Tio Claro, de grande frequência. Em tempo de praia quem visita Itaguatins a define como um presente de Deus para a região. "O local é mágico, é místico", define o poeta, cantor e compositor Zeca Tocantins, que assim como seu irmão o ambientalista Domingos Cezar herdou do pai, o pescador Cametá (já falecido) a paixão pela beleza, força e as histórias e estórias do Rio Tocantins. O rio está
presente de forma viva na obra de Zeca, considerado o maior poeta popular da Região Tocantina.
A pequena Itaguatins, cidade com pouco mais de seis mil habitantes, não é famosa apenas pelas belas praias e suas quedas d´água. Das cidades que margeiam o Tocantins, pelo menos nesta região, é a que abriga maior conjunto de estórias e lendas. Todas relacionadas ao rio e transmitida há décadas, de pai para filho, mas nunca registradas em jornais, revistas, folder ou qualquer material de divulgação.
Não é exagero: dos seis mil habitantes da cidade alguém tem sempre "um causo" para contar. Moradores mais antigos temem que a inundação de Itaguatins, cuja economia é calcada no turismo, (mal explorado), e na agropecuária, faça desaparecer as belas estórias que ao longo dos anos tomam conta do imaginário popular. Para muitos, como Raimundo Feijão, "a barragem" vai acabar levando para o fundo as lendas e estórias do Rio Tocantins".
Maranhense de Colinas, Raimundo Feijão, como é mais conhecido, morava há 23 anos em Itaguatins, que fica a uma hora e meia de Imperatriz. Pescador e garimpeiro, Raimundo Feijão chegou à cidade atraído pelo brilho dos diamantes. Isso mesmo, Itaguatins nas décadas de 1940 e 1950 foi um grande garimpo de diamantes. A garimpagem só acabou com a descoberta de um outro garimpo, em Xambioá (TO).
"De vez em quando eu pego minha bateia e ainda consigo algumas pedrinhas", revelou o garimpeiro. Raimundo Feijão dizia-se testemunha de fatos misteriosos ocorridos naquela cidade que, segundo ele, "cristão comum" não acredita. Esses casos, aos quais se refere o aposentado, são o aparecimento de "visagens", como a população costuma definir os fenômenos pouco explicáveis que ocorrem na cidade. "Essas aparições são comuns em áreas de garimpo", explica Feijão. Em questão de minutos o aposentado relatou uma série de estórias que grande parte dos moradores do lugar tem como verdade.
A Boiúna, a cobra preta gigante, com mais de 40 metros com "barbas" de mandi (peixe típico da região), e chifre é uma delas. Raimundo Feijão conta que há muitos anos, durante uma pescaria com um amigo, se deparou com a serpente. "A canoa bateu no corpo dela que estava atravessada no meio do rio. Ela nos atacou e nós só escapamos porque surgiu um grupo de botos. Com isso ela se distraiu e conseguimos chegar a uma ilhota próxima do local do ataque. Não é visagem, a Boiúna existe mesmo", garantiu o aposentado.
Relatos sobre o aparecimento da "anaconda tocantina" são comuns em todas as cidades e povoados localizados na orla do Tocantins. No povoado Imbiral, no município de Imperatriz, também há muitas estórias relativas ao aparecimento dessa serpente. "Cresci ouvindo os pecadores contando as estórias do aparecimento da Boiúna e do Nego D`Água", diz o operador de VT Washington Wagner,27, que antes de se fixar em Imperatriz morou num
povoado próximo a Itaguatins. Quando criança, ele garante ter visto o Nego D`Água. "Ele não aparece somente em Itaguatins. Em todas essas cidades localizadas na beira rio ele já foi visto".
Diz a lenda que o Nego D`Água ou Cabeça de Cuia era um garoto mau que certa vez espancou a própria mãe que revoltada lhe "rogou uma praga": iria se transformar numa figura tão feia, da terra e da água, que quem o visse sairia correndo com medo.
"Eu vi o Cabeça de Cuia diversas vezes", me contava em 2004 o garimpeiro Raimundo Feijão ressaltando que a entidade aparece quase sempre à noite e geralmente fica de cócoras no lajeiro (conjunto de rochas nas margens ou no meio do rio) para assustar as lavadeiras e os pescadores". As aparições do Nego D`Água são rápidas. Ele sempre termina pulando dentro do rio e desaparecendo da mesma forma como apareceu: em segundos.
"Minha avó contava que certa vez ao chegar à beira do rio para lavar roupas viu uma mulher de cabelos negros, e cumpridos, corpo bonito e pele dourada, sentada e batendo os cabelos no lajeiro. Ao chegar mais próximo levou um susto ao olhar para o rosto da desconhecida e perceber que ela não era deste mundo. Saiu correndo enquanto a mulher mergulhava e desaparecia na águas do Tocantins. Minha avó dizia que era a Mãe D`Água", conta o radialista VIDAL MORENO, naquele tempo narrador esportivo da Rádio Mirante de Imperatriz e que depois virou prefeito da cidade.
Nascido e criado em Itaguatins, o radialista ainda conta que quando era menino costumava escutar as estórias de sua cidade. Confessa que não chegou a testemunhar nenhum dos fatos contados por sua falecida avó, mas na hora de responder se teria coragem de passar a noite na beira do rio em frente á cachoeira de Santo Antônio, é incisivo: "não!".
"Eu nunca vi o Nego D`água ou a Boiúna , mas já ouvi as caixeiras da pedra do Divino", garantiu o radialista.
A Pedra do Divino é outra estória intrigante de Itaguatins. Todos os anos durante a festa do Divino a cidade fica estática para ouvir as batidas de tambor vindo da Pedra do Divino, uma imensa rocha de difícil acesso localizada no meio do rio. O local foi palco, na época do garimpo, de uma tragédia. O barco que transportava um grupo para festa naufragou. Ninguém sobreviveu. Desde então, no período da folia, ouve-se ao longe o barulho produzido pelas caixeiras. Não se tem notícia de algum morador da cidade que tenha tido, até hoje, coragem de ir à pedra conferir de perto o fenômeno.
A Pedra também tem outras estórias. A dona-de-casa Leonice Lima Vidal, conta outra uma: um pescador sonhou com um altar diamantes que existiria na Pedra do Divino. No sonho o pescador recebeu a recomendação para que não contasse a história para ninguém, pois receberia uma recompensa. Entusiasmado contou o sonho para todos os seus amigos. Três dias depois, Raimundo Quente, como era chamado o homem do sonho, morreu
misteriosamente. “Meses depois a primeira pessoa para quem contou a história morreu afogada”, narrou ela.
Itaguatins, como as cidades que margeiam o Amazonas, também tem a sua história do boto que vira gente e sai para namorar e se divertir. Diz a lenda que há muitos anos uma “mulher da vida ” engravidou. Ao dar a luz, como não tinha como criar o filho, o jogou dentro do rio. O fato teria ocorrido na Pedra Grande, entre os municípios de Itaguatins e Tocantinópolis.
O menino, chamado Honoratinho, não morreu. "Ele encantou (tornou-se uma visagem)", explicou o garimpeiro Raimundo Feijão. Segundo ele, o Honoratinho cresceu. É um rapaz bonito, alto branco que sempre que vem á terra "tira sua casca de boto e fica por algum tempo entre os humanos depois volta para o rio".
Até sobre a famosa Guerrilha do Araguaia, o hoje falecido Raimundo Feijão fez menção naquela conversa de 2004 no finalzinho da tarde, sentado na porta da casa dele. Contou-me o saudoso colinense que em 1972, no local chamado "remanso dos botos" próximo à Serra da Juriti, no Rio Araguaia. Ele e um grupo de amigos estavam assando uma Jaraqui (peixe comum no Araguaia) quando foram surpreendidos por dezenas de homens do Exército.
Ele lembra que um dos comandantes da tropa era o hoje coronel reformado do Exército Sebastião Curió. Por cerca de 90 dias Raimundo Feijão conta que ele e seus amigos foram impedidos pelos militares de retornarem para casa ou dar qualquer noticia aos familiares. Os militares não queriam que os pescadores falassem da presença deles. "Não fomos maltratados. Durante todo tempo que permanecemos com eles nós ficamos pescando e cozinhando", contou.
Esse episódio relatado por Raimundo Feijão é uma pequena referência da atuação do Exército durante Guerrilha do Araguaia. Uma página negra da história do Brasil ainda pouco explorada. Os militares estavam na região à procura dos "guerrilheiros", na verdade, estudantes universitários de orientação socialista, maioria do sul e sudeste do país, que durante os chamados anos de chumbo se juntaram para tentar derrubar o governo militar. Sonhavam com um país melhor para se viver. Os "guerrilheiros" tentaram promover uma revolução camponesa a partir desse lado do país, mas acabaram, depois de caçados nas matas do Estado de Goiás (hoje Tocantins) e Pará, mortos. Poucos conseguiram sobreviver para contar a história. Municípios como Itaguatins, Sampaio, Imperatriz, Praia Norte, Araguatins Xambioá, encerram muitos capítulos da época da guerrilha.
O radialista Vida Moreno, conta que era comum, em Itaguatins, quando saia para caçar passarinhos, encontrar pequenos abrigos encravados dentro do mato apenas com o básico para uma ou duas pessoas sobreviverem. Também era rotina o desaparecimento de panelas e mais panelas de comida dos quintais. Presume-se que quem furtava a comida eram os "guerrilheiros" para não morrerem fome.
Voltando a Itaguatins, pelo menos duas pessoas foram presas pelos homens do Exercito. Uma voltou da "viagem", da outra não se teve mais noticia. O que conseguiu voltar de acordo com os relatos de Raimundo Feijão, à época era vereador e se chamava Chico Araújo. Ou outro, o mineiro identificado pelo apelido de Paninana "sumiu do mapa", mas em Itaguatins os moradores mais antigos ainda lembram dele.
Elson Mesquita de Araújo, jornalista.

Governadora Roseana assina MP que garante benefícios à PMMA




A governadora Roseana Sarney assinou, nesta quarta-feira (16), a Medida Provisória nº 173/2014, que garante benefícios aos integrantes da Polícia Militar do Maranhão (PMMA). Entre as determinações, o documento acelera as promoções, cria novos cargos de coronel e diminui o tempo de interstício (prazo para ascensão de posto).
“Essa é mais uma medida de valorização da tropa, já beneficiada recentemente com o reajuste das gratificações pelo exercício de função e pela garantia de poder levar para a reserva a remuneração da última patente, mesmo que não tenha ficado cinco anos no último posto. Também foram garantidas melhorias nas condições de trabalho, com a nomeação dos 1.800 policiais que foram aprovados em concurso e estão reforçando o efetivo da corporação”, ressaltou a governadora Roseana.
A MP nº 173/2014 altera dispositivos da Lei nº 3.743, de 2 de dezembro de 1978, e da Lei nº 6.513, de 30 de novembro de 1995, mais conhecida como Estatuto dos PMs e BMs do Maranhão. Uma das alterações se dá quanto ao artigo nº 120 do Estatuto e se refere à transferência compulsória do policial para a reserva remunerada, já que o tempo máximo do policial militar na ativa passa a ser de 35 anos, mantidos todos os direitos até hoje conquistados.
A transferência também se dará quando este completar 5 anos no último posto do quadro, desde que tenha mais de 30 anos de contribuição (se for homem) e 25 anos (se for mulher). Não são alcançados pela decisão os oficiais que estejam nas funções de comandante geral da PMMA ou de chefe do Gabinete Militar do Governo.
O secretário de Segurança Pública, Ricardo Murad, ressaltou a criação de 4 postos de coronel. “O objetivo é intensificar e melhorar o desempenho da Polícia Militar nesse momento de violência que atravessam o Brasil e o mundo, além de garantir mais agilidade na carreira”, afirmou.
De acordo com a Medida Provisória, o tempo de permanência no posto de coronel também passa dos atuais 8 anos para apenas 5 anos. “Essas providências, acrescidas àquela tomada pela governadora Roseana que garante a passagem para a reserva do policial militar sem a exigência mínima de 5 anos no posto, muda por completo a estrutura atual, permitindo crescente e justa renovação dos quadros da corporação”, complementou Ricardo Murad.
A Medida Provisória também aborda os postos a serem assumidos pelos novos coronéis, à frente de três comandos e de uma diretoria recém-criados. As novas unidades são o Comando de Policiamento da Área Metropolitana 2 (CPAM 2), com ações abrangendo os municípios de São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar; o Comando de Policiamento da Área Metropolitana 3 (CPAM 3), englobando os bairros da Área Itaqui-Bacanga e do Distrito Industrial de São Luís; o Comando de Segurança Comunitária, responsável pelo planejamento e coordenação dos órgãos e USCs na capital e no interior; e a Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos, que trabalhará a análise de dados e informações de todo o setor.
Subordinados ao Comando Geral da PMMA, se somarão o já existente Comando de Policiamento da Área Metropolitana 1 (CPAM 1), que continuará a atuar com ações na área de São Luís – excetuando o Itaqui-Bacanga e o Distrito Industrial. As demais circunscrições dos comandos existentes continuam a vigorar.

quarta-feira, 16 de abril de 2014


Ponto será facultativo no Estado na quinta-feira (17)


A Casa Civil do Governo do Maranhão informa que será facultativo o ponto, nesta quinta-feira (17), nas secretarias e órgãos do Governo do Estado.
Funcionarão somente os órgãos que prestam serviços essenciais à população, como delegacias de polícia e hospitais.
Informa, também, que o expediente normal no Estado será retomado na terça-feira (22), por conta dos feriados da Sexta-Feira Santa (18) e do Dia de Tiradentes (segunda, 21).

Léo Cunha afirma que Estreito é hoje um grande canteiro de obras

O município de Estreito está vivenciando um momento impar na sua história, graças ao trabalho que vem sendo realizado pelo prefeito Cícero Neco (PMDB), que conta com apoio do deputado Léo Cunha (PSC), a cidade se transformou num verdadeiro canteiro de obras.

Em 2013, com o apoio do parlamentar, foi liberado ototal de R$ 11.121.572,91 (Onze milhões, cento e vinte um mil, quinhentos e setenta e dois reais e noventa e um centavos) em recursos,através da assinatura de convênios entre o governo do Estado e a prefeitura.

Os convênios celebrados foram os seguintes: CONVÊNIO: 065/2013 - R$118.450,00 para o aniversário da cidade; 
CONVÊNIO: 086/2013 - R$ 206.000,00 para o São João; 
CONVÊNIO: 062/2013 - R$ 1.804.743,51 pra a pavimentação no Bairro Bandeirante;
CONVÊNIO: 330/2013 - R$.  150.000,00 – para investimentos no Hospital Municipal; CONVÊNIO: 378/2013 - R$474.194,74 – aquisição de equipamentos hospitares; CONVÊNIO: 208/2013 - R$ 1.822.791,32 – para a pavimentação de vias
CONVÊNIO: 221/2013 - R$528.707.67 – implantação de sistema de abastecimento d’água;
 CONVÊNIO: 179/2013 - R$348.173,52 – construção de praça pública; 
CONVÊNIO: 328/2013 - R$ 1.314.757,17 – sistema de abastecimento d’água;
CONVÊNIO Nº 407/2013 - R$449.704,96 – estrada vicinal; 
CONVÊNIO: 238/2013 - R$    521.747,81 – estrada vicinal; 
CONVÊNIO: 239/2013 - R$    887.385,27 – estrada vicinal; 
CONVÊNIO:240/2013 - R$ 1.733,296,70 – estrada vicinal e  
CONVÊNIO: 469/2013 - R$    761.620,24 – abastecimento d’água.


O investimento contempla a execução de obras tanto na zona urbana, quanto a zona rural do município, a exemplo da recuperação das estradas vicinais, que além de beneficiar os moradores, estimulam o desenvolvimento da produção agropecuária, que é um das grandes fontes de emprego e renda de Estreito.

Deputado Léo Cunha ressalta que a liberação dos convênios se deu devido ao empenho do prefeito que somado ao dele fortaleceu a demanda ao Estado.

“Eu e o prefeito Cícero Neco nos empenhamos junto ao governo do Estado a fim de que os investimentos fossem garantidos, e é graças a essa nossa luta que o município é hoje um grande canteiro de obras. Algumas já foram executadas e outras seguem em pleno andamento, e quem mais ganha com essa parceria, é a população de Estreito, que será a grande beneficiada,” ressaltou o deputado.


Léo Cunha também aproveita para agradecer ao governo do Estado. “Agradeço a governadora Roseana Sarney, e ao Hildo Rocha, que enquanto esteve na secretaria de cidades e desenvolvimento urbano, nunca deixou de nos atender, como também o Luís Fernando, que muito contribuiu com o desenvolvimento dos nossos municípios, quando respondia pela pasta da infraestrutura, e o secretário Claudio Trinchão (Fazenda), pelo empenho de cada um desses secretários na liberação dos recursos e concretizaçãodos nossos projetos de melhorias tanto para Estreito, como para os demais municípios da nossa região. Ressalto ainda que a população de Estreito está de parabéns por ter escolhido um homem trabalhador e comprometido, que é o prefeito Cicin, e ratifico que sempre terá o meu apoio no que for necessário para garantir obras,” frisou Léo

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Índices de inadimplência voltam a cair no mês de março em Imperatriz



Segundo dados da CDL, se comparado ao mesmo período do ano passado, pouco mais de três mil pessoas tiveram seus nomes retirados do vermelho.


O índice de inadimplência em Imperatriz surpreendeu os lojistas no mês de março. Se comparado ao mesmo período do ano passado, o total de pessoas que tiveram seu nome inserido nos serviços de proteção ao crédito caiu 21,06%.

Em números, o mês em questão fechou com um pouco mais de nove mil pessoas com os seus nomes inseridos no sistema - três mil a menos que em 2013.

Esta análise é baseada nas empresas que fazem parte de quadro de associados da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Imperatriz, além de consultas realizadas no balcão de atendimento da instituição.
O pequeno aumento desse total em fevereiro (2,85%) não foi tão significativo para o comércio da cidade, uma vez que, se comparado com os números de março, a queda foi de 14,64% no total de dívidas em atraso.

Em contrapartida, um pouco mais de 7.200 pessoas tiveram seus nomes retirados da lista de devedores, representando uma queda de 3,64% nesse quesito, quando no mesmo período do ano passado esse total foi de um pouco mais que 7.500 pessoas.

(Assessoria CDL - Imperatriz)

Ildão fala sobre o momento político maranhense, candidatura a deputado


1-Como o senhor vê o momento político do Maranhão, e como o senhor recebeu a noticia de que Luis Fernando até então pré-candidato ao governo do estado, desistir da corrida ao Palácio dos Leões?
Ildon: O termo “pré-candidato” já explica tudo. Trata-se de uma fase de avaliação. O dr. Luis Fernando é uma pessoa lúcida, inteligente e homem de grupo. Não sei as razões que o levaram a tomar a decisão de não mais continuar pré-candidato. Mas ele tem o meu respeito pela decisão que tomou, como tinha na condição de candidato
2-Na visão política, o senhor que é um homem experiente, com bagagem, antenado as questões internas do estado e externa em todos os seguimentos, como o senhor vê o momento maranhense político em relação ao Brasil, em termos de estabilidade devido à possibilidade das eleições?
Ildon: Esse negócio de estabilidade não existe nem no tempo e nem na política. A política esta sob o domínio do humor, das notícias e dos sentimentos das pessoas. Todos nós já vimos candidaturas consideradas perdidas terminarem vitoriosas.
3-Muito se tem falado que o vice na corrida eleitoral deveria ser de Imperatriz, e muito se especula sobre Ildon Marques como nome forte, pelo fato de sempre ser do mesmo grupo, de nunca ter mudado de grupo político, ligado ao Presidente Sarney e Ministro Edison Lobão, e que por ter levado um drible politico do PMDB nas eleições municipais passada, ainda se manteve dentro do grupo no estado. A pergunta é como o senhor vê esta possibilidade?

So falam em Lobão Filho

Em vinte anos de cobertura política no Maranhão, o titular deste blog nunca presenciou fenômeno parecido.
O senador Lobão Filho (PMDB) é hoje o principal assunto político do Maranhão.
Nenhuma emissora de rádio, jornal, blog, perfil de rede social ou espaços de conversas políticas consegue passar uma hora sem falar na sua candidatura a governador.
É certo que, até duas semanas atrás, ninguém em sã consciência sequer imaginaria que Lobão Filho pudesse ser cogitado para a disputa pelo governo. Mas é certo também que ele ocupou de forma tão avassaladora o espaço aberto – primeiro na disputa pelo Senado; depois, na eleição de governador – que suplantou todos os demais assuntos da sucessão estadual.
Lobão Filho é hoje analisado, atacado, ridicularizado, criticado, debochado, provocado, aclamado e  exaltado com todos os tons de serenidade e exasperação.
Em apenas três dias, todos os 217 municípios maranhenses já sabem que ele é candidato a governador.
Prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, lideranças políticas e populares – de São Luís a Alto Parnaíba, de São Pedro da Água Branca a Timon – discutem as condições da candidatura do senador, filho do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.
O assunto também é o preferido em filas de bancos, caixas de supermercados, bancas de revistas, restaurantes, mesas de bar e nas residências, entre patrões e empregados.
Por isso tudo é que, se quiser manter o favoritismo na sucessão da governadora Roseana Sarney, a oposição não deve subestimar a força e negligenciar os movimentos do seu mais novo adversário.
Caso contrário, quando quiser abrir o olho…

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Novo projeto que simplifica criação, incorporação e fusão de municípios

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº , DE 2014 - Complementar
Dispõe sobre o procedimento para a criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de Municípios, nos termos do § 4º do art. 18 da Constituição Federal e dá outras providências.

O CONGRESSO NACIONAL decreta:
CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
Art. 1º Esta Lei Complementar dispõe sobre a criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de Municípios, nos termos do § 4º do art. 18 da Constituição Federal e dá outras providências.
Art. 2º A criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de Municípios dependerão da realização de Estudos de Viabilidade Municipal (EVM) e de consulta prévia, mediante plebiscito, às populações dos Municípios envolvidos, e far-se-ão por lei estadual, obedecidos os prazos, procedimentos e condições estabelecidos nesta Lei Complementar.
Art. 3º Para os efeitos desta Lei Complementar, considera-se: SF/14936.97141-64
Gabinete do Senador Mozarildo Cavalcanti
I – criação: a separação de área integrante de um ou mais Municípios preexistentes, originando um novo Município com personalidade jurídica própria;
II – incorporação: a completa integração de um Município a outro preexistente, perdendo o Município integrado sua personalidade jurídica, prevalecendo a do Município incorporador;
III – fusão: a completa integração de 2 (dois) ou mais Municípios preexistentes, originando um novo Município com personalidade jurídica própria;
IV – desmembramento: a separação de área de um Município preexistente para integrar-se a outro Município também preexistente;
V – Município envolvido: aquele sujeito a alteração em sua área geográfica decorrente de criação, incorporação, fusão ou desmembramento; e
VI – Município preexistente: aquele que, anteriormente à criação, fusão, desmembramento ou incorporação, esteja regularmente instalado, cumprindo o disposto nos incisos I a III do art. 29 da Constituição Federal.

Acordo de líderes prevê votação do piso de agentes de saúde em 13 de maio

Calendário definido encerra obstrução e abre caminho para votações de projetos do esforço concentrado, que só deve começar mesmo na quinta-feira, quando o presidente quer votar a regulamentação da PEC das Domésticas.
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Discussão  em apreciação da MPV 628/2013. A presidente da Confederação Nacional de Agentes de Saúde, Ruth Brilhante comemora com deputados decisão sobre a votação do piso salárial dos agentes Comunitários de saúde
Henrique Alves (C): partidos se comprometeram a não obstruir a votação do piso dos agentes.

Os líderes partidários e o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, fecharam acordo para votação do piso dos agentes comunitários de saúde entre os dias 13 e 14 de maio. Os líderes se comprometeram a não obstruir a votação do projeto (PL 7495/06), mesmo os que forem contrários à proposta do piso. Com isso, a oposição decidiu abrir mão da obstrução e permitir que a pauta seja destrancada, com a posterior votação de projetos do esforço concentrado.
O presidente da Câmara quer votar na quinta-feira (10) o projeto de regulamentação da PEC das Domésticas (PLP 302/13). Nesta quarta-feira, os deputados deverão votar, sem obstrução, a Medida Provisória 630/13, cujo relatório ampliou para todas as obras públicas o Regime Diferenciado de Contratações (RDC) originalmente previsto para obras em presídios; e a MP 631/13, que agiliza o repasse de recursos federais para ações de prevenção, recuperação e resposta em áreas de risco de desastres.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Crise no PDT: Deóclides Macedo, Valeria Macedo, Léo Costa e Fábio Macedo abandonam reunião que definiria nome de vice-governador

Já dura mais de 5 horas a reunião do diretório estadual do PDT, que irá escolher o nome do candidato a vice-governador a ser indicado pelo partido. Porém uma grande confusão tomou conta do processo, por conta da desistência do ex-prefeito Porto Franco, Deóclides Macedo, que disse não concordar como estava sendo conduzido o processo.

De acordo com a deputada estadual, Valeria Macedo, o deputado federal e secretário-geral do partido, Weverton Rocha aparelhou o processo, o que torna injusta a discussão. Acompanharam ainda o prefeito de Barreirinhas, Léo Costa e o pré-candidato a deputado estadual Fábio Macedo, que fizeram duras críticas a condução do processo.

Weverton Rocha e a sua turma voltam a tomar a posse do PDT


Quem você conhece nessa foto? Weverton Rocha mais uma vez toma o comando do PDT e impõe o nome de Márcio Honaiser como vice-governador a ser indicado na chapa de Flávio Dino. As demais lideranças históricos e com representação no partido não concordaram com o método adotado, portanto não participaram da "festa" promovida por Weverton.

Weverton impõe nome de vice e PDT racha de novo

Não é de causar surpresa. Mais uma vez membros do PDT entram em conflito, por conta das posições autoritárias do deputado federal Weverton Rocha. Na noite desta segunda-feira (7), o partido se reuniu para anunciar o nome do escolhido pelo partido a ser apresentado a Flávio Dino (PCdoB). E como já era esperado o nome do empresário Márcio Honaiser foi confirmado como o pré-candidato a vice-governador na chapa oposicionista.

Porém a indicação, não ocorreu com a concordância de vários membros do PDT. Antes de terminar a reunião, Deoclides Macedo (ex-prefeito de Porto Franco), a deputada estadual Valéria Macedo, o prefeito de Barreirinha, Léo Costa e o pré-candidato a deputado estadual Fábio Macedo, abandonaram o processo por não concordarem com o abuso cometido por Weverton Rocha.

A parlamentar Valéria Macedo era que demonstrava maior nível de irritação, disse que o secretário-geral do PDT, aparelhou toda a estrutura para garantir a vitória de Márcio Honaiser. "É muito fácil escolher um nome de sua preferência, quando não se explica como o processo irá conduzir. O Weverton não nos falou que essa reunião seria aberta para os filiados do partido, mas sim que seria entre o diretório, dessa forma ele enche o auditório cheio de pessoas atreladas a ele, se soubéssemos disso, traríamos nossa militância do sul", comentou.

Deóclides Macedo que já concorreu ao cargo de vice-governador ao lado de Jackson Lago, ainda em 2002, disse que era um absurdo que o Weverton Rocha estava tentando fazer com o partido. "Ele quer empurrar um candidato goela a baixo, não abre nem espaço para a discussão", reclamou.

Secretário de Turismo de Fortaleza revela que Flávio Dino recusou-se a recebê-lo na Embratur



foto 

O secretário de Turismo de Fortaleza (CE), vereador Salmito Filho (PSB), aproveitou uma postagem do secretário de Articulação Institucional da Prefeitura de São Luís, Marcio Jardim (PT), em sua página pessoal no Facebook para mandar, no último sábado (5), um recado ao ex-presidente da Embratur, Flávio Dino, pré-candidato do PCdoB ao Governo do Maranhão.

Oposição acusa o golpe…


Três semanas depois de incensar o senador Lobão Filho com termos mais que elogiáveis – achando que ele poderia apoiar Flávio Dino – blogs, jornais e rádios oposicionistas agora tentam desqualificá-lo, depois de sua anunciada candidatura ao governo, numa mostra do que a oposição é capaz de tudo na busca pelo poder


http://www.marrapa.com/wp-content/uploads/2013/04/edson-lobao-filho1.jpg
Lobão Filho: oposição tenta esconder o incômodo

Até três semanas atrás, era assim que os blogs, jornais e rádios oposicionistas tratavam o senador Lobão Filho (PMDB):
1 -Empresário bem sucedido, Edinho não precisa continuar passando por esse tipo de situação humilhante, de se rebaixar a um grupo que só o despreza e trata com indiferença sua família. Não se sabe o que falta para Edinho se libertar.
2 - A “força” em questão está no fato de Lobão, que já governou o Estado entre 1991 e 1994, ser um nome difícil de o ex-presidente José Sarney recusar caso se imponha. Isso porque o candidato ungido por Sarney não decolou nas pesquisas.
De domingo, pra cá, no entanto, quando o nome de Lobão Filho foi anunciado como candidato a governador, os mesmos blogs que o incensaram passaram a tentar desqualificá-lo como candidato.
Até serem repreendidos de que a presença de Lobão Filho na disputa significa também a força do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.
Mas é assim que a oposição age.
Sem escrúpulos, faz qualquer negócio para alcançar o poder.

O nome pesa e muito

Edison-Lobão
Lobão: uma grife da política maranhense
A jornalista Mônica Moreira Lima cunhou ontem, em seu programa na rádio Capital AM, uma expressão que pode se transformar em mais uma frase antológica da política maranhense.
Ao ponderar a tentativa de seus colegas de bancada – e de alguns ouvintes – de desqualificar a candidatura do senador Lobão Filho (PMDB) ao Governo do Estado, a jornalista foi precisa.
- Não se pode subestimar a força da candidatura. A grife Lobão é fortíssima em todo o estado - frisou Mônica.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Reunião Setorial de Música - Plano Estadual de Cultura



A Secretaria de Estado da Cultura e o Conselho Estadual de Cultura convidam toda classe musical, para uma reunião Setorial de Música, em que serão levantadas propostas, para a elaboração do Plano Estadual de Cultura do Maranhão 2014-2024.

Dia: 04 (sexta) de abril de 2014, às 13:30h.
Local: Auditório da Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa - EMEM.

O Plano Estadual de Cultura é um conjunto de objetivos, estratégias, ações e metas, que compõe o Sistema Estadual de Cultura, parte integrante do Sistema Nacional de Cultura, que define uma política de institucionalização da cultura, adotada pelo Ministério da Cultura. 
O plano é um instrumento de gestão construído, a partir de propostas dos diferentes setores culturais da sociedade e norteará o planejamento da cultura do Maranhão para os próximos dez anos. Músicos, cantores, compositores, instrumentistas, técnicos e produtores estão convidados a participar deste importante momento de consolidação das políticas culturais no Estado do Maranhão.
 
Comitê Gestor da Setorial de Música
Emanuel de Jesus Pereira de Sousa - CONSEC/Música
Raimundo Luiz Ribeiro - Diretor da EMEM
Samuel de Sá Barreto - CONSEC

Informações: (98) 3221-9551/3221-9552/8702-9382

Recursos para a saúde pública são destinados a Imperatriz

 
O Deputado Federal Davi Alves Silva Júnior (PR-MA) comunicou nesta quarta-feira (2) ao Prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, que foi liberada emenda, de sua autoria, no valor de R$ 1 milhão (um milhão de reais) para elaboração de projeto e a compra de equipamentos hospitalares com os postos de saúde em toda a grande Imperatriz.

“Na oportunidade o prefeito me informou que há mais de um ano foi construída uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e que a mesma só não foi aberta ao público por falta de equipamentos, razão pela qual irei ao Ministério da Saúde pleitear a liberação de recursos para a compra desses equipamentos para que a UPA possa, finalmente, ser inaugurada e se tornar uma opção eficiente para cuidar da saúde do povo. Não medirei esforços e trabalharei incansavelmente para que a abertura dessa UPA ocorra o mais breve possível”, garantiu Davi Júnior.

O deputado disse, ainda, que espera que com esses novos equipamentos os postos de saúde possam dar a toda a população de Imperatriz um atendimento com melhor qualidade e proporcionando a dignidade que o povo merece. “Afinal, a saúde é o nosso o principal patrimônio”, declarou o deputado.

Trabalho contínuo
A atuação do Deputado Davi Júnior em prol do setor de saúde público é executada de forma contínua desde seu primeiro mandato. Em 2009, por meio de seu trabalho parlamentar, foram destinados recursos para a aquisição de tomógrafo, ultrassom e equipamento de raio-X para o Hospital Socorrão, proporcionando melhores condições de atendimento para o povo e de trabalho para os servidores da área da saúde de Imperatriz.

Prefeitura de Açailândia consegue retirar inadimplência do “CAUC” e agora pode firmar convênios estaduais e federais.


prefeita
Determinação e Compromisso: A prefeita Gleide Santos fez questão de negociar pessoalmente todas as dívidas deixadas pela administração passada que totalizaram mais de 100 milhões de reais, conseguindo, finalmente, retirar Açailândia da INADIMPLÊNCIA.
Açailândia - Após mais de um ano de intenso trabalho, a Prefeitura de Açailândia conseguiu uma grande conquista que vai possibilitar a partir de agora a gestão da prefeita Gleide Santos de dar prosseguimento a muitos projetos que possuem influência direta no desenvolvimento do município – A retirada da prefeitura da situação de inadimplência do Cadastro Único (Cauc). Com essa saída do cadastro o município volta a estar habilitado para receber o repasse de convênios e recursos federais e estaduais.
A boa notícia foi dada na última sexta-feira (28), pela própria prefeita Gleide e pelo deputado estadual Hélio Soares, em meio a uma grande festa de inauguração da terceira quadra poliesportiva coberta, em apenas uma semana, no município – A quadra foi entregue à população da Vila Ildemar, no Residencial Ana Júlia.
Na prática, a inadimplência, foi uma herança maldita herdada pelo município como fruto da falta de rigor da gestão do ex-prefeito Ildemar Gonçalves, ou até mesmo de ações irregulares na administração pública, como foi o caso da fraude no IPSEMA (Instituto de Previdência Social do Servidor Público de Açailândia) de mais 8 milhões de reais, como também as apresentações de certidões falsas junto a Previdência Social, em exercícios anteriores, colocando a cidade durante todo o ano de 2013 e esse início de 2014 em um cenário de insegurança jurídica e de incapacidade de recebimento de recursos de diversas fontes.
CAUC1-page-003
Essa conquista, apesar de demorada, por contas dos graves problemas, só foi possível pelo empenho de uma grande e competente equipe de governo e a determinação da prefeita Gleide Santos de, principalmente, não prejudicar de forma alguma a aposentadoria dos servidores do município, que já estavam comprometidas. “Poderia fazer como fizeram outros prefeitos, inclusive o último que esteve ai por 08 anos ininterruptos, mas não fiz e não vou fazer - Bastaria entrar com ações judiciais e empurrar com a barriga o problema para outros prefeitos que viessem – Fiz diferente: negociei mais 8 milhões do Ipsema, mais 80 milhões da Previdência Social do Regime Geral, somados a outras dívidas totalizando mais de 100 milhões de reais, e as parcelas são descontadas todos os meses no FPM. Com isso esse governo garante as aposentarias de todos os servidores públicos de Açailândia. Outro problema grave foi com a Petrobrás, mas também negociamos e estamos pagando”, disse a prefeita Gleide.
Para Açailândia a inadimplência representava um entrave para muitos projetos, considerando que recursos foram perdidos devido à situação de inadimplência deixada pela gestão anterior. “Essa situação de inadimplência era um entrave muito grande para muitos projetos que temos para desenvolver a cidade. A inadimplência no Cauc trouxe prejuízos ao município em relação a recursos federais, necessários para investimentos em áreas como saúde, educação e assistência social. Foi um quadro muito complicado deixado pela gestão anterior, que com muito empenho de nossa equipe conseguimos”, finalizou a prefeita.
O que é o CAUC
Para o nosso leitor entender melhor o que é o CAUC, façamos uma analogia à nossa vida pessoal financeira. Por exemplo: deixamos de pagar nossas contas em uma loja, então recebemos a visita do cobrador em nossas portas e por último somos inseridos no SPC e no Serasa, até pagarmos a conta ou aguardarmos o limite legal para sairmos dessa inadimplência. Toda vez que você vai fazer uma compra em outra loja é feita uma consulta ao SPC e Serasa e você não consegue comprar à prazo.
O caso do CAUC é muito parecido, pois não deixar de cumprir com o que determina a Gestão Pública, em inúmeros casos, leva uma prefeitura ao Cadastro Único (CAUC), como foi o caso de Açailândia na administração anterior, como citamos na matéria, ou seja, deixar de prestar contas de convênios, não efetuar os repasses da previdência privada dos servidores públicos, reter para si o que foi retirado dos contracheques dos trabalhadores e não repassar a Previdência Social, e etc...
Como Funciona
O Cauc é consultado para que o Governo destine recursos para obras de infraestrutura, para Saúde, Educação e Assistência Social. O município que estiver com o nome sujo não recebe nada desses recursos – A cidade de Açailândia ficou quase um ano e três meses com esse entrave graças à herança maldita deixada pelo ex-prefeito Ildemar Gonçalves que já foi acionado na justiça pela Procuradoria do Município.