quinta-feira, 10 de abril de 2014

Ildão fala sobre o momento político maranhense, candidatura a deputado


1-Como o senhor vê o momento político do Maranhão, e como o senhor recebeu a noticia de que Luis Fernando até então pré-candidato ao governo do estado, desistir da corrida ao Palácio dos Leões?
Ildon: O termo “pré-candidato” já explica tudo. Trata-se de uma fase de avaliação. O dr. Luis Fernando é uma pessoa lúcida, inteligente e homem de grupo. Não sei as razões que o levaram a tomar a decisão de não mais continuar pré-candidato. Mas ele tem o meu respeito pela decisão que tomou, como tinha na condição de candidato
2-Na visão política, o senhor que é um homem experiente, com bagagem, antenado as questões internas do estado e externa em todos os seguimentos, como o senhor vê o momento maranhense político em relação ao Brasil, em termos de estabilidade devido à possibilidade das eleições?
Ildon: Esse negócio de estabilidade não existe nem no tempo e nem na política. A política esta sob o domínio do humor, das notícias e dos sentimentos das pessoas. Todos nós já vimos candidaturas consideradas perdidas terminarem vitoriosas.
3-Muito se tem falado que o vice na corrida eleitoral deveria ser de Imperatriz, e muito se especula sobre Ildon Marques como nome forte, pelo fato de sempre ser do mesmo grupo, de nunca ter mudado de grupo político, ligado ao Presidente Sarney e Ministro Edison Lobão, e que por ter levado um drible politico do PMDB nas eleições municipais passada, ainda se manteve dentro do grupo no estado. A pergunta é como o senhor vê esta possibilidade?
Ildon: O PMDB maranhense tem um alinhamento com o PT de LULA, portanto a vaga de vice é do PT. Quanto ao que você se refere de um fato passado, reafirmo que não trabalho com o fígado, mas sim com a razão. Não sou de ressentimentos.
4-Como estão os preparativos do PMN para o pleito político, como está o Ildon Marques nas articulações políticas para o partido?
Ildon: O PMN vai bem, é comandado por um jovem que tem se revelado politicamente. Trata-se de uma jovem liderança de futuro. Quanto às minhas articulações, elas estão indo, graças aos amigos e aliados que têm me ajudado.
5-Pelo que se tem notícia, muitas lideranças da região tocantina e de outras regiões do estado tem procurado Ildon Marques para uma composição política, umas com mandato e outras sem, e algumas lideranças comunitárias, e que segundo uma fonte, o que tem pesado a favor de Ildon Marques, e o fator de assumir compromisso e cumprir, de levar suas parcerias até o final, então como o PMN estará para o pleito?
Ildon:  Em política, cumprir compromisso qualifica o político. Ainda não tem como levar um político ao cartório e protestá-lo porque não cumpriu sua palavra. Diante disso eu optei por ficar no rol dos que cumprem. Mas na minha vida pessoal tenho colocado o cumprimento dos meus deveres e da minha palavra como fatores imprescindíveis. Eu sempre honrei com os meus compromissos.
6-Como está Ildon Marques para pré-campanha?
Ildon: Bem e consciente das minhas responsabilidades com a causa da transformação, que se tornou urgente neste país.
7-Com o passar do tempo, o que renovará em termos de grupo de Ildon Marques, com mudança de partido, com novos desafios, tais como jovens, lideranças novas, terceira idade, políticos com mandato e sem mandato, como estão os preparativos?
Ildon: A minha mudança de partido já mostra a minha visão de uma nova política, principalmente voltada para os jovens. Eles vão construir esse país. Isso torna importante ter programas voltados para eles
8-O senhor foi interventor, prefeito, senador, e agora entrara numa disputa eleitoral bem dura, de muito trabalho, sendo o senhor um homem bem sucedido empresarialmente, tendo tantos feitos já a seu favor, o que lhe move ainda para buscar um novo comprometimento politico? O que o povo pode esperar de Ildon Marques?
Ildon:  A vida é uma eterna experiência e eu quero vivê-la enquanto vida tiver. Trabalhar, gerar empregos, pagar impostos, contribuir para com as transformações e tornar a vida sempre gratificante.
9-As facções criminosas estão enraizadas em presídios de diversos estados, a exposição de crimes horrendos praticados em Pedrinhas revelou a fragilidade de nosso sistema, mostrou que a faculdade do crime tem formado líderes e facções e inclui o estado do Maranhão no rol de domínio desta grande empresa chamada Crime S.A. O que isto pode afetar a cidade de Imperatriz?
Ildon:  Respondo com perguntas e uma afirmação que deve servir para reflexão: É  só o sistema prisional  responsável por isso? Qual foi investimento feito na educação, na saúde e na formação das pessoas? O País focou unicamente na economia e esqueceu do menino, do jovem e do cidadão. O resultado só poderia ser esse.
10-O senhor estava no Canadá e agora se encontra em Nova Iorque. O senhor tem viajado e conhecido outras culturas, outras maneiras empresariais e formas de conduta de políticos e políticas. Na sua opinião o que falta para o Brasil ser um país mais justo?
Ildon:  Essa pergunta não pode ser respondida de forma simplista. Encontramo-nos muito distantes até de países de pequena importância no cenário mundial. Impossível mudar isso sem mudar a consciência, para construção de uma nova era.
11-Como o senhor analisa a questão de os investidores internacionais virem a investir no Brasil neste momento de pleito político, com o senhor tem observado o cenário?
Ildon: Fora o seguimento das commodities, principalmente as extrativistas, que levam nossa matéria prima para depois retornarem com valor agregado, onde estão aplicados os recursos que vêm de fora? Esses ativos têm ido para o setor especulativo, bolsa de valor e aplicação no mercado financeiro. Pegam dinheiro a juros próximos de zero e aplicam no setor financeiro do Brasil a juros de 9% a 11%. Com o humor negativo da nossa economia, evadem-se com o dinheiro e os juros auferidos aqui. Investimento, para mim, é se viessem a produzir aqui, gerar empregos, impostos, qualificar nossos jovens e aí, sim, teríamos ativos para exportarmos e gerarmos divisas para o Brasil.
12-Agradecendo sua atenção com nosso portal de notícias, a redação deste blog lhe agradece e deixa para o que o senhor expresse suas considerações finais para com todos os nossos internautas e em especial a nossa região Tocantina e Imperatriz?
Ildon: Muito obrigado pela oportunidade e aproveito para dizer que gostaria de ver o nosso jovem mais envolvido com a política. Isso se faz necessário e urgente. O que se quer é um pensamento moderno, atento para com o que está acontecendo no mundo. Não é minha pretensão passar ensinamentos, mas sim externar um olhar sempre preocupado com o futuro.

Nota do Blog: Por mais longa que seja a carreira de um político, sempre haverá a oportunidade para o aprendizado, o crescimento e a conquista da sabedoria. Com esta entrevista tivemos a grata oportunidade de conhecer um pouco mais do empresário vitorioso e do homem público que escreve a sua história de vida pautada na honra e no compromisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário