sexta-feira, 25 de abril de 2014

Pesquisa com um candidato só é covardia



O Blog jamais poderia questionar os números da pesquisa Data M, para o Governo do Maranhão, divulgada nesta quinta-feira (24), no Jornal Pequeno. Inicialmente por não ter informações precisas sobre o levantamento e principalmente pelo fato do Data M ter sido o instituto que mais acertou nas eleições de 2012.
No entanto, o Blog se permite afirmar sem medo de errar que: realizar pesquisa eleitoral com apenas um candidato é covardia. A pesquisa ouviu 1.500 eleitores entre os dias 19 e 22 deste mês, apontando Flávio Dino (PCdoB) com 62% e Lobão Filho (PMDB) com 12%.
A Oposição nem teve coragem de comemorar tais números e a pesquisa servirá apenas para debate interno, e como este Blog antecipou, para tentar manter pelos beiços o PDT (reveja) e trazer novos aliados, leia-se PPS.
Os números de fato jamais poderiam ser comemorados, afinal nesse período, 19 a 22 de abril, a pré-candidatura de Lobão Filho sequer havia sido lançada, O peemedebista sequer havia pisado em solo maranhense, o que só aconteceu ontem (23). Além disso, estranhamente retiraram da pesquisa o nome da deputada estadual Eliziane Gama (PPS), que ainda se declara pré-candidata ao Governo do Maranhão.
Com esse cenário amplamente favorável e surreal, com apenas um candidato, seria impossível não conseguirem inflar a candidatura do comunista Flávio Dino.
E isso sem abordar outros dois aspectos levantados pelos jornalistas Marco D’Eça e Luis Cardoso. D’Eça lembra que mesmo sem Lobão Filho tem sido confirmado oficialmente pré-candidato e sem sequer ter iniciado sua campanha, afinal se recuperava de duas cirurgias feitas em março, o peemedebista conseguiu alcançar 12% em apenas 15 dias (veja).
Já Cardoso, apresenta outros números da pesquisa que demonstram claramente que a realidade em outubro dificilmente será essa. O levantamento feito pelo Data M mostra que 48,8% dos eleitores do Maranhão ainda não sabem em que irão votar para governador (veja).
De fato a pesquisa só servirá para Dino tentar angariar mais aliados e não perder os que já têm, mas apenas os tolos podem acreditar em pesquisa eleitoral com apenas um candidato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário