quinta-feira, 1 de maio de 2014

Campanha de vacinação contra a febre aftosa é lançada em Presidente Dutra‏

Mensagem anteriorPróxima mensagemVoltar para as mensagens

Baixe Foto 2 - Sagrima - vacinação aftosa.jpg (288,2 KB)

Baixe Foto 3 - Sagrima - vacinação aftosa.jpg (319,6 KB)



 
Começou nesta quinta-feira (1) e segue até o dia 31 deste mês o período oficial de vacinação contra a febre aftosa em todo o Maranhão. Nesta etapa, devem ser vacinados cerca de 7,5 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos em todos os 217 municípios maranhenses. O lançamento oficial da campanha aconteceu na Fazenda São Francisco, em Presidente Dutra, com a presença do secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima), Cláudio Azevedo.
Também presentes ao lançamento da campanha, o prefeito do município, Juran Carvalho, e o diretor geral da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged), Fernando Lima, entre outras autoridades, como prefeitos da região, secretários de agricultura e vereadores de municípios vizinhos, além de criadores.
“Essa é 25ª campanha organizada pelo Governo do Estado e ficamos felizes em ver que nosso trabalho só vem evoluindo, o que pode ser provado pelos índices de cobertura vacinal, mantidos sempre acima dos 90%. O trabalho de defesa e inspeção agropecuária do estado também merece destaque, pois foi o esforço da nossa equipe que nos trouxe hoje à realidade de estarmos às vésperas da certificação internacional de zona livre de febre aftosa”, destacou o diretor geral da Aged, Fernando Lima.
O secretário de Agricultura, Cláudio Azevedo, que representou a governadora Roseana Sarney durante o evento, agradeceu a adesão dos criadores às campanhas de vacinação anteriores, realizadas semestralmente, e enfatizou que a obrigatoriedade de imunizar os rebanhos não apenas continuará como deverá ser alvo de constante vigilância, para preservar o novo status sanitário do estado.
“No próximo dia 29, uma grande comitiva brasileira, incluindo a nossa, maranhense, participará da 83ª Assembleia da OIE [Organização Mundial de Saúde Animal] onde receberemos, finalmente, nossa certificação internacional de zona livre de febre aftosa com vacinação. Uma conquista que é nossa – governo e criadores -, mas que terá que ser renovada a cada campanha, com o compromisso de manter nosso rebanho livre da doença”, enfatizou o secretário.
Uma das regiões do estado que se destacam pela vocação pecuária, a regional de Presidente Dutra, formada por 16 municípios, possui um rebanho de mais de 400 mil cabeças, com predominância de gado de corte. Mas, a vocação leiteira também está sendo estimulada no município.
Desde o ano passado, cerca de 450 animais, de 23 propriedades, estão sendo cadastrados para participarem de um programa de inseminação artificial promovido pela prefeitura de Presidente Dutra. “Estimamos um rebanho de cerca de 2.500 cabeças de vacas leiteiras no município, mas, por enquanto, devemos trabalhar com 450 animais no programa”, informou o secretário municipal de Agricultura, Robson Claro.
Desde julho de 2013, foram inseminadas com sêmen geneticamente melhorado, 152 vacas. “Nossa intenção é aumentar a produtividade dos nossos pequenos criadores leiteiros, aumentando a produção de leite, mas também barateando os custos de produção”, explicou o prefeito de Presidente Dutra, Juran Carvalho.
Durante todo o período oficial de vacinação, os escritórios da Aged também estarão atualizando o cadastro de rebanhos e propriedades do estado. Além de vacinar os animais, os criadores também têm que comprovar a imunização na Aged onde a propriedade possui cadastro. Para isso, o prazo se estende até o dia 10 de junho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário